sábado, 11 de março de 2017

CRIME CIBERNÉTICO Falsos sites são utilizados por criminosos para roubarem o FGTS de usuários



Através de e-mails, Facebook e aplicativos, os criminosos estão enviando informações falsas para roubar dados de quase 5 milhões de brasileiros



Um novo golpe virtual está se espalhando rapidamente no Brasil. Motivados pela decisão do governo de revitalizar as contas inativas do FGTS, os criminosos estão enviando sites, sugestões de aplicativos e e-mails ricos em detalhes aos quase 5 milhões de brasileiros. As mídias falsas chegam as vítimas simulando informações da Caixa Econômica Federal.

Até o momento, o Facebook é a maior rede social para a viralização do golpe. Os hackers estão pagando a rede social para que as páginas, que se passam por canais de ouvidoria da Caixa, sejam encontradas por mais vítimas.

Falsa promessa

Nas publicações, os hackers vendem a ilusória ideia de que as usuários precisam fazer um download para transferir o FGTS para outros bancos. Após entrarem no link e baixar o arquivo enviado pelos criminosos, os roteadores das vítimas são invadidos para ficarem encarregados de enviar outras mídias infectadas.

Solução

Empresas de segurança digital, como a Kaspersky Lab, orientam aos brasileiros que estão tirando o FGTS só entrem nos sites oficial da Caixa Econômica Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Petrobras anuncia revisão de reajustes no preço do gás

Após a disparada nas cotações do gás de cozinha – que subiram 84% para os distribuidores só este ano, dos quais 70% desde o início de junho ...