sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Câmara de Vereadores Homenageia Radio Cidade AM de Campos Sales pelo seu aniversario


COMUNICADO CONEXÃO: estivemos na sessão desta sexta-feira feira, 18 de agosto, da Câmara de vereadores. Fomos falar sobre os 32 anos da rádio Cidade am de Campos Sales. Na ocasião o vereador Solano Feitosa apresentou propositura de moções de parabéns à rádio Cidade, Marilene Santiago diretora da emissora e a mim, Carlos Alberto Albuquerque. Foi lembrado ainda que em Campos Sales existe lei que instituiu o dia 23 de agosto como dia do radialista em homenagem à emissora. As moções foram aprovadas e podemos falar um pouco sobre a história da rádio Cidade que teve como idealizador de sua vinda a Campos Sales, o radialista Danúbio José. Emissora que veio em 1985 trazida pelo grupo Cidade de Fortaleza e que depois foi adquirida pelo médico Paulo Ney Martins, proprietário até hoje. Na nossa fala lembramos nomes de profissionais do rádio que já passaram e os que hoje estão na rádio: Danúbio José, Abelardo Martins, Roberto Nunes, Venuilton Dias, Tony Franco, Nélio Miranda, Júlio César, Max Weber, Dam Campos, Nilda Romão, Mairton Neves, Jurdan, Ana Paula, Simone Alves, Orlando Duarte, M.filho, Neudimar Silva. Hoje formam a equipe Cidade: Sunshine Andrade, Chagas Souza, Dan Oliveira, Sérgio Moura, Júnior Moreno e Carlos Alberto. Rádio Cidade teve como primeiro diretor administrativo ainda na era do grupo Cidade de Fortaleza, o hoje empresário Luiz Péricles. Marilene Santiago assumiu em seguida e é diretora até os dias de hoje. Ainda figuram como pessoas que fizeram parte da equipe Cidade como operadores de áudio: Jonas Silva, Creuza Cirilo, Júlio Augusto, Esmeralda e Geraldo Bezerra. No setor administrativo passaram: Simone e Conceição Oliveira, Mônica, Giovana, Conceição, Mirele e Milene, Dr. Egnalda e Cristiane do Vale. A rádio Cidade verdadeiramente é um patrimônio da história contemporânea de Campos Sales.

Nas fotos, momentos da sessão da Câmara de vereadores.





quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Estrada Crato – Nova Olinda em Obras: Novas rotas alternativas serão liberadas nesta quinta


by amaury alencar



Por conta dos serviços de reforma e ampliação da estrada Crato – Nova Olinda (CE 292), os condutores de veículos automotores não poderão circular pela via, durante um período estimado de oito meses. Para que não provoque prejuízo às pessoas que circulam diariamente pela área, o Departamento Estadual de Rodovias -DER, órgão do governo do estado do Ceará e a construtora da obra, construíram rotas alternativas que possibilitarão o trânsito de pessoas, mercadorias e serviços. Estas novas rotas, entre o trecho que compreende a comunidade do Manel Côco e Colégio Agrícola, serão liberadas a partir desta quinta-feira, dia 17

12 mil fieis e devotos participaram dos atos finais da festa da padroeira de Aiuaba, nossa senhora do Patrocínio.


by amaury alencar


Aproximadamente 12 mil fieis e devotos estiveram participando ontem no município de Aiuaba, na região dos Inhmauns. da missa e solene procissão que culminou com o encerramento dos festejos religiosos alusivos a nossa Senhora do Patrocínio, sua padroeira. pela manhã, uma missa solene ocorreu na igreja matriz que esteja tomada por vários fieis que aproveitaram para rezar e pagarem suas promessas. já, no período da tarde, houve uma procissão com a imagem da santa padroeira percorrendo várias ruas e terminando na igreja de Nossa Senhora do Patrocínio, onde um grande numero de católicos externaram a sua fé e crença que eles tem a santa padroeira.


O vigário da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Patrocínio, padre Luís Claudiano, disse ter sido um período festivo em que toda a comunidade católica participou, de forma intensa sempre motivados pela fé e esperança em Nossa Senhora do Patrocínio, a festa a cada ano tem crescido tanto em seu aspecto religioso social e cultural, porque esse simbolismo também é um momento muito rico para nós cristões, já estamos começando a celebrar o ano jubilar na paróquia, para o próximo ano é nossa pretensão escrevermos um livro que possa contar toda a sua história, como vetor de conhecimento para a comunidade católica e filhos ausentes que poderão ter a real noção do trabalho de evangelizar que está sendo feito em pról de toda comunidade católica de Aiuaba, a firmou ele.


O prefeito Ramilsom Moraes, avaliou como positiva a festa da padroeira do município, enfatizando ser um momento em que as pessoas vem ao município, para agradecer pelas graças alcançadas e renovar a sua fé, que eles tem em Nossa Senhora do Patrocínio. eu como um verdadeiro devoto que o sou dela, dei total apoio a toda a festa, desde a infra estrutura que montamos na cidade, para bem receber os nossos visitante e filhos ilustres, e o que pudemos perceber é que realmente as pessoas estavam sendo bem acolhidas, mesmo porque essa foi uma determinações que passamos a todo a nossa equipe.



















Ceará é o estado mais violento do Brasil nos registros de homicídios em 10 anos




O estudo publicado pelo jornal O Globo comprovou que, em uma década, as taxas de homicídios no Ceará, por cada grupo de 100 mil habitantes, aumentaram 126,39 por cento. Foi a maior variação registrada no País



A violência no Ceará ganha destaque no país afora e nos debates recentes no Senado Federal

Fernando Ribeiro16/08/2017 query_builder 10:01




OCeará é o campeão da violência armada no Brasil que produz assassinatos. A comprovação é de uma pesquisa publicada pelo Jornal carioca O Globo nesta terça-feira (15), que apontou a variação nas taxas de homicídios por cada grupo de 100 mil habitantes em 10 anos, entre 2005 e 2015.

No Ceará, a pesquisa aponta que o estado a variação no período foi de, nada menos, que 126,39 por cento. Em 2005, o Estado apresentou uma taxa de 18,64 mortos por cada grupo de 100 mil habitantes. Dez anos depois, em 2015, esse patamar subiu para 42,2 mortos.

A reportagem explica que os números são crescentes em todo o País, praticamente, porém, alguns estados se destacam na piora demasiada dos índices de mortes violentas. Além do ceará, o campeão no ranking da violência, segundo o estudo, se destacam negativamente também os estados do Amazonas (com variação de 107,29), Maranhão (103,21), Rio Grande do Norte (97,51), Goiás (97,34), Paraíba (94,93) e Rio Grande do Sul (70,25).

Violência

Diante do cenário de violência no estado, o senador cearense Eunício Oliveira (PMDB), utilizou a ordem do dia no Senado, nesta terça-feira (15), para lamentar o quadro de completa insegurança no Ceará. “Infelizmente, o meu estado é o campeão da violência. Não sou eu que estou dizendo isso, é a reportagem publicada que se baseia nos números oficiais do Páis”, ressaltou.

Ele informou que, diante da crise da Segurança no País, vai acelerar a apreciação pelo Congresso Nacional das propostas que visem o combate à violência e à criminalidade. Junto com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, Oliveira vai criar uma comissão que irá tratar do assunto para por na pauta de votações, o mais breve possível, tais projetos.

Entre as propostas estão a de endurecimento nas leis para a punição do crime organizado, especialmente, os crimes praticados por facções criminosas, como as que hoje atuam no Ceará, deixando um rastro de sangue. Em apenas sete meses de 2017, já são cerca de três mil homicídios no estado, crimes que só aumentam no dia a dia por conta da disputa das facções por territórios e o predomínio na venda de drogas.

Veja infográfico das taxas de homicídios no País em 10 anos (oscilação dos crimes): produzido por O Globo






CNJ suspende pagamentos de "valores vultosos" a 84 juízes do Mato Grosso. Um deles recebeu R$ 503 mil




O corregedor Nacional de Justiça, João Otávio Noronha, afirmou por meio de nota nesta terça-feira que os pagamentos de “valores vultosos” a 84 juízes do Mato Grosso por “substituições de entrância” não foram autorizados pela Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e que determinou a abertura de um pedido de providências para suspender novos pagamentos do gênero “até que os fatos sejam esclarecidos”.
Os desembolsos nesta rubrica são feitos a juízes que atuam em instâncias superiores, substituindo outros magistrados, sem terem recebido a diferença relativa à substituição. Um dos magistrados que receberam valores muito acima do teto constitucional em virtude disso é Mirko Vincenzo Giannotte, da 6ª Vara de Sinop (MT), a 477 quilômetros de Cuiabá, cujos vencimentos em julho chegaram a 503.928,79 reais brutos, 415.693,02 reais líquidos.
Em junho, por exemplo, Giannotte recebeu 53.432,92 reais líquidos – o valor bruto foi de 65.872,83. Segundo a Coordenadoria de Comunicação do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), o pagamento das diferenças em julho foi autorizado pelo CNJ no caso de uma juíza que, pelo mesmo motivo, recebeu 29.593,08 reais em janeiro.
Na nota divulgada, ontem (15), contudo, a Corregedoria do CNJ afirma que “cabe ressaltar que esta decisão é específica e não é extensiva a outros casos, conforme Portaria n. 104 da Corregedoria Nacional de Justiça, que suspendeu o pagamento de verbas do TJMT que ainda são objeto de investigação”.
Ainda de acordo com o comunicado, além do pedido desta juíza, o CNJ recebeu apenas mais uma solicitação do gênero. Este outro caso, em que um desembargador pedia autorização para receber um pagamento de 790.000 reais, contudo, foi rejeitado por João Otávio Noronha “porque não ficou demonstrada a individualização das verbas envolvidas e suas origens”. O processo corre em sigilo na corregedoria do CNJ.
‘Não estou nem aí’, diz juiz do Mato Grosso
Ao jornal O Globo, o juiz Mirko Vincenzo Giannotte declarou que o valor recebido em julho representa “justa reparação” pelos anos em que deu expediente em comarcas superiores, recebendo subsídios como juiz de primeira instância. “Eu não tô nem aí. Eu estou dentro da lei e estava recebendo a menos. Eu cumpro a lei e quero que cumpram comigo”, afirmou.
Em suas contas, ele ainda tem a receber outros passivos acumulados que, segundo ele, chegam a 750.000 reais. “O valor será uma vez e meio o que eu recebi em julho. E, quando isso acontecer, eu mesmo vou colocar no Facebook”, disse Giannotte, que afirmou ser “famoso” por trabalhar até de madrugada.
(Das agências)

TRE anuncia extinção de 18 zonas no interior e remanejamento de 4 para a capital


A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, apresentou aos juízes da Corte do TRE, na manhã desta quarta-feira, 16, o resultado do estudo elaborado pelos servidores do tribunal, baseado nas Resoluções. nº 23.520/2017 e nº 23.512/2017 do Tribunal Superior Eleitoral, que determinam o rezoneamento em todos os estados brasileiros. No Ceará, o estudo baseado nos critérios definidos pelo TSE, apontou a extinção de 18 zonas no interior do estado e o remanejamento de 4 dessas zonas para a capital.

Os juízes da Corte da Justiça Eleitoral do Ceará aprovaram, por unanimidade a Resolução TRE-CE nº 661/2017 que será enviada ao TSE para análise e aprovação do rezoneamento que reduzirá de 123 para 109 o número de zonas eleitorais em todo o Estado do Ceará, sendo que, em Fortaleza, aumentará de 13 para 17 o total de zonas.

Na apresentação aos juízes da Corte do TRE-CE, a desembargadora Nailde Pinheiro destacou o “enorme esforço feito pelos servidores da Justiça Eleitoral, que finalizaram o estudo do rezoneamentto e apresentaram soluções que diminuirão sensivelmente os impactos sobre os serviços prestados aos eleitores das zonas que serão extintas”.

A presidente do TRE destacou que “serão mantidos postos de atendimento aos eleitores nos municípios que deixarão de ser sede de zonas, sem qualquer prejuízo a esses eleitores que continuarão votando nas mesmas seções no dia da eleição”. Quanto à mudança do número da zona no título, não haverá necessidade de comparecimento ao cartório do eleitor que já fez a biometria: “Essas alterações poderão ser feitas gradativamente, na medida em que o eleitor precisar de algum serviço e se dirigir ao cartório ou posto de atendimento, que será mantido nas zonas eleitorais extintas”.

Mudanças

Foram extintas as seguintes zonas eleitorais no interior: Cedro (34ª ZE); Jardim (42ª ZE); Pereiro (51ª ZE); Ubajara (56ª ZE); Ipaumirim (58ª ZE); Pacoti (77ª ZE); Saboeiro (80ª ZE); Orós (85ª ZE); Mucambo (87ª ZE); Parambu (90ª ZE); Monsenhor Tabosa (93ª ZE); Iracema (95ª ZE); Itaitinga (100ª ZE); Jati (102ª ZE) Paraipaba (103ª ZE); Ocara (106ª ZE); São Luís do Curu (107ª ZE) e Banabuiú (110ª ZE). Veja as mudanças realizadas e para quais zonas serão transferidos esses municípios.

Para a capital serão remanejadas as seguintes zonas eleitorais: 80ª, 85ª, 93ª e 95ª, que se juntarão às zonas já existentes: 1ª, 2ª; 3ª; 82ª; 83ª; 94ª; 112ª; 113ª; 114ª; 115ª; 116ª; 117ª e 118ª. O mapa das zonas em Fortaleza sofrerá alterações, com o remanejamento das novas zonas redistribuídas nos bairros da capital.

Assim como no interior, em Fortaleza os eleitores que já fizeram o recadastramento biométrico, também não vão precisar alterar o título. O TRE do Ceará tem até 60 dias para efetivar as alterações oriundas do rezoneamento. Todas as mudanças devem ser concluídas até 16 de outubro deste ano.

Com TRE

II Mostra Científica do Cariri acontece de 28 de agosto a 01 de setembro



De 28 de agosto a 01 de setembro, a Mostra Científica do Cariri (MOCICA) realiza sua segunda edição com destaque para recorde de projetos inscritos e participações internacionais. O evento acontecerá no campus Juazeiro do Norte do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE).

Voltado para a pesquisa e o desenvolvimento científico de estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio, a consolidação da MOCICA firma a região do Cariri na rota de grandes feiras e eventos científicos do Nordeste e do Brasil.

Nesta segunda edição, contará com a apresentação de mais de 130 projetos, experimentos e invenções científicas de estudantes de todo o Brasil e de outros países em temáticas que vão das ciências biológicas, agrárias, da saúde, exatas e humanas até a solução de problemas socioambientais.

Participantes e ouvintes poderão assistir palestras e participar de oficinas com grandes personalidades do mundo científico, como a renomada cientista brasileira Joana D’Arc Félix de Souza, PhD em Química pela Universidade de Harvard, o jovem cientista Luiz Fernando da Silva Borges, destaque da Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel (Intel Insef), o diretor da Rede Programa de Olimpíadas do Conhecimento (POG), Ozimar Pereira, e Gilberto Luís Silva, coordenador do projeto Matapi Ecológico, um dos destaques da feira espanhola XIII Exporecerca Jove.

Caravanas das escolas da rede pública e privada da região do Cariri já confirmaram participação, o que a organização espera ser um número superior aos 2000 participantes da primeira edição da MOCICA.

A Mostra Científica do Cariri nasce após quase 40 anos de sonho e batalha pela educação, ciência e fomento à pesquisa do professor Ricardo Fonseca, principal nome do ensino regional em orientação de trabalhos de jovens cientistas nacional e internacionalmente premiados, com ajuda de uma grande equipe de alunos, voluntários e apoiadores da ideia foi possível realizar um evento científico de peso no Cariri.

JOVENS CIENTÍSTICAS DO BRASIL E DO MUNDO

Tornando-se destaque internacional em ternos de feira propulsora da pesquisa científica, o II MOCICA recebeu submissão de projetos oriundos do México, Espanha, Argentina, Paraguai e Chile. Em solo brasileiro, inscritos de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Pará, Bahia, Piauí e Ceará também apresentação seus trabalhos na Mostra.

PALESTRANTES DE PESO

Grandes nomes do Ensino, Ciência e Tecnologia do Brasil e do mundo já confirmaram presença na II Mostra Científica do Cariri. Entre eles estão:

- A cientista brasileira Joana D’Arc Félix de Souza, PhD em Química pela Universidade de Harvard, cotada como ´Pesquisadora do Ano´ no Kurt Politizer de Tecnologia, em 2014.
- O jovem cientista Luiz Fernando da Silva Borges, destaqueda Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel (Intel Insef) e homenageado com seu nome batizando um planetoide.
- O diretor da Rede Programa de Olimpíadas do Conhecimento (POG), Ozimar Pereira.
- O físico Marco Vieira, do Instituto Militar de Engenharia (IME).
- O geólogo do Deserto do Atacama, José Manuel Lobo.
- O coordenador da Feira espanhola Magma Ferecerca Jovi, Manuel Belmonte.
- O paranaese Hélio Caloi Cruz Leão, especialista em Educação Especial e
Inteligência Cognitiva.

II MOSTRA CIENTÍFICA DO CARIRI

- O jovem cientista Isaías Campos Filho, campeão do quadro científico no programa Luciano Huck com projeto de prevenção deslizamento de terra em encostas.
- A jovem cientista Ângela Santos, finalista do programa Jovens Inventores e da Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel e Genius, em Nova York.
- O fundador do projeto RAN (Respeitando a Natuzera), Cícero Ramos da Silva.

SERVIÇO:

II Mostra Científica do Cariri (MOCICA)
De 28 de agosto a 01 de setembro, a partir das 8h
No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), campus Juazeiro do Norte
Telefones para entrevistas: Prof. Ricardo Fonseca (88) 9 9919-9046
Email com solicitações: assessoria.mocica@gmail.com

Audiências públicas discutirão fiscalização por parte da unidade descentralizada do DECON no Cariri





O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por intermédio da unidade descentralizada do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (DECON) de Juazeiro do Norte, realizará audiências públicas nos dias 17 e 18 de agosto nos municípios de Barbalha, Brejo Santo, Crato e Juazeiro do Norte para tratar acerca da implantação da unidade descentralizada do DECON de Juazeiro do Norte, bem como da atuação da coordenadora da unidade, promotora de Justiça Efigênia Coelho Cruz e dos fiscais, com consequente aplicação do poder de polícia.
Nas audiências públicas, a coordenadora do Centro de Apoio Operacional Cível e do Consumidor (CAOCC), procuradora de Justiça Ângela Gondim, e a secretária-executiva do DECON, promotora de Justiça Ann Celly Sampaio proferirão palestra sobre a “Competência e Poder de Polícia da Unidade Descentralizada do DECON”. Ao longo da explanação, a procuradora Ângela Gondim abordará a atuação administrativa e extra-judicial do DECON e o Provimento que dispõe sobre a delegação de poderes e a criação das Unidades Descentralizadas do DECON. Já a promotora Ann Celly Sampaio explicará sobre a instalação do Sistema Nacional de Informações e Defesa do Consumidor (SINDEC), a competência para fiscalizar e os principais assuntos e segmentos fiscalizados pelo DECON.
Estão convidados a participar das audiências os membros dos Poderes Legislativos dos citados municípios; os representantes dos Clubes dos Diretores Lojistas; os representantes das empresas concessionárias dos serviços de fornecimento de água (CAGECE) e de luz elétrica (ENEL); os proprietários concessionários de transportes públicos alternativos e convencionais; os proprietários de restaurantes, hotéis e pousadas, postos de combustível, supermercados, escolas particulares e demais representantes legais de empresas que forneçam quaisquer serviços ou produtos aos consumidores; os representantes legais do Corpo de Bombeiros de Juazeiro; os delegados da Polícia Civil; os comandantes da Polícia Militar; os secretários municipais de Saúde e de Infraestrutura; e as autarquias federal, estadual e municipais do Meio Ambiente.
A unidade descentralizada do DECON de Juazeiro do Norte-CE abrange os municípios de Crato, Santana do Cariri, Assaré, Campos Sales, Araripe, Barbalha, Caririaçu, Farias Brito, Missão Velha, Jardim, Milagres, Brejo Santo, Jati, Porteiras, Mauriti, Barro, Ipaumirim, Aurora, Nova Olinda e Antonina do Norte.
SERVIÇO
Crato
Data: 17/08 (quinta-feira)
Hora: 9h
Local: Auditório da OAB. Av. Perimetral Dom Francisco, 380, Bairro São Miguel.
Juazeiro do Norte
Data: 17/08 (quinta-feira)
Hora: 14h
Local: Auditório da Faculdade Paraíso. Rua da Conceição, 1228, Bairro São Miguel.
Brejo Santo
Data: 18/08 (sexta-feira)
Hora: 9h
Local: a definir
Barbalha
Data: 18/08 (sexta-feira)
Hora: 14h
Local: Câmara Municipal. Rua Sete de Setembro, 78, Bairro Centro. (Assessoria de Comunicação)

Divulgada relação de artistas e grupos selecionados para 19ª Mostra Sesc Cariri de Culturas


Matéria 08:27:00


A vencedora da primeira edição do The Voice Brasil,
Ellen Oléria, faz parte da programação da
Mostra Sesc Cariri de Culturas.

Carimbado como um dos eventos culturais mais importantes e diversos da região, a 19ª Mostra Sesc Cariri de Culturas já conta, a partir desta quarta-feira (16), com programação oficial. Shows, peças teatrais, performances e outras representações artísticas regionais e de todo o Brasil acontecem entre os dias 10 e 14 de novembro.


Artistas de renome nacional como a cantora Céu e o grupo recifense Mombojó e a vencedora de primeira edição do The Voice Brasil em 2012, Ellen Oléria, são algumas das principais atrações que compõem a lista dos shows da programação.

Ao todo, foram selecionados 75 trabalhos. São 27 espetáculos de artes cênicas, 15 de artes visuais, 11 audiovisuais, 10 de literatura e 12 de música. O cronograma com as datas e locais de cada apresentação só será divulgado após confirmação de participação de alguns grupos.

Para ver a programação completa acesse: mostracariri.sesc-ce.com.br/wp-content/uploads/2017/08/RESULTADO-2017_MOSTRA-SESC-CARIRI-DE-CULTURAS.pdf. (Site Miséria)

CNH digital deve ser implantada antes de fevereiro


Matéria 14:24:00

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta quarta-feira (16) uma resolução que muda o cronograma da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e), documento que será emitido por meio de aplicativo no celular com o mesmo valor jurídico da carteira impressa.


O texto inicial da medida, de 25 de julho, afirmava que o documento digital seria implantado pelos Detrans "a partir" de 1º de fevereiro de 2018. A nova publicação exige a implantação "até" essa data.


Isto quer dizer que os Detrans podem começar a emitir nos próximos meses, sendo que em 1º de fevereiro todos os órgãos estaduais devem estar obrigatoriamente aptos a disponibilizar a carteira virtual para quem tiver interesse.


"Os Detrans que tiverem interesse já podem iniciar seus testes e se adequarem com antecedência", afirmou ao G1 o Ministério das Cidades. O primeiro estado a ter um projeto-piloto será Goiás, de acordo com o ministério.


VEJA PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A CNH DIGITAL


Quando começa a valer?
Até 1º de fevereiro de 2018 todos os Detrans devem estar aptos a emitir a versão digital.


O que é preciso para tirar?
A CNH digital deverá ser obtida por meio de um aplicativo, que estará nas lojas oficiais da Apple e do Google (para aparelhos Android) a partir de fevereiro próximo. (G1)

Ceasa: 54 alimentos ficam mais caros com nova política de ICMS



Sistema automatizado da Sefaz promete fazer correção com mais agilidade e atingir ainda outros setores



O maior aumento será na alíquota do ICMS que incide sobre a tangerina. Em seguida, aparecem a laranja e o maracujá ( Foto: Juliana Vasquez )
01:00 · 17.08.2017 por Raone Saraiva - Repórter

Um recente aumento na política de valores do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) interestadual de 54 produtos comercializados nas unidades da Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa) deverá deixar a alimentação do cearense mais cara nos próximos dias. A mudança torna ainda maior o impacto da inflação no bolso do trabalhador, que já sofre com os efeitos da crise econômica nacional. Com o reajuste, os valores das mercadorias poderão variar de 60% a 1.000%, caso a correção seja repassada integralmente ao consumidor.

A medida entrou em vigor na última segunda-feira (14) após publicação de instrução normativa do governo no Diário Oficial do Estado (DOE) e impacta diretamente nos hortifrútis vendidos nas unidades. Na tentativa de reverter o aumento, permissionários da Ceasa se reuniram ontem (16) para dizer "não" à mudança e exigem que o governo volte atrás, pois o aumento pode culminar em problemas como inflação e desabastecimento de alguns produtos que chegam ao Ceará de outros estados e também de outros países.

Sistema

De acordo com informações da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz), a mudança na alíquota do ICMS para esses alimentos deve-se a um novo sistema utilizado pelo Fisco estadual, o qual "vem fazendo atualizações dos produtos que estão no regime de substituição". "É um acompanhamento de forma sistêmica. Agora, sabemos o que foi comercializado, vendido e a que preço foi vendido, e o sistema trata estatisticamente e trata de produto a produto", explicou o subsecretário da Fazenda, João Marcos Maia.

A fim de contornar o problema, a Associação dos Usuários da Ceasa (Assucece) quer reunião com os titulares da Sefaz, Mauro Filho, e da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), Dedé Teixeira, além de deputados federais e estaduais.

A demanda, conforme Maia, foi atendida. Nesta quinta-feira (17), uma comitiva será recebida na Sefaz para discutir "os preços e saber se houve algum absurdo". O subsecretário também admitiu que o Fisco não tinha conhecimento da Assucece e se comprometeu a convocar entidades representativas a cada novo reajuste de ICMS.

Manifestação

Caso a conversa com os secretários não resulte na suspensão do decreto, a entidade já planeja manifestação contra a mudança, fechando as rodovias que dão acesso à unidade da Ceasa em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). "Temos cerca de 2 mil permissionários cadastrados. Cada um tem, em média, 20 funcionários. Ou seja, temos em torno de 40 mil pessoas preparadas para protestar contra esse aumento", afirma o vice-presidente da Assucece, Tarcísio Nélio.

Os permissionários acreditam que vários caminhões deverão ficar "presos" nos postos de fiscalização da Sefaz nesta quinta-feira (17), dia da semana em que a movimentação na Ceasa costuma ser maior. "Muitos caminhoneiros chegam com o dinheiro contado para pagar o ICMS e terem os veículos liberados. Como eles ainda não sabem do decreto, vão ser pegos de surpresa", estima Tarcísio.

Desabastecimento

De acordo com ele, a manutenção do decreto poderá ser responsável pelo desabastecimento de alguns itens na Ceasa. Isso porque, com o aumento na política de preços, muitas empresas distribuidoras vão preferir vender os produtos para estados que praticam valores menores.

Em relação aos produtos com origem nacional, Tarcísio informa que a tangerina sofrerá o maior impacto. O ICMS a recolher por cada quilo do item passou de R$ 0,02 para R$ 0,22, uma variação de 1.000%. Em seguida, aparece a laranja (500%), cujo valor saiu de R$ 0,01 para R$ 0,06. O maracujá vem depois (471,5%), com o valor saltando de R$ 0,07 para R$ 0,40. Já a menor variação ficou com o morango, cujo ICMS a recolher por cada quilo da mercadoria foi de R$ 0,25 para R$ 0,40, uma diferença de 60%. A uva (66,6%) vem em seguida, tendo o valor subido de R$ 0,12 para R$ 0,20.

A batata-inglesa (71,5%) aparece depois, indo de R$ 0,07 para R$ 0,12. Mercadorias com origem estrangeira podem apresentar variações diferentes.

Atualização

Conforme Tarcísio Nélio, anteriormente, só 20 produtos hortifrúti eram taxados, número que subiu para 95 após a instrução normativa, o que representa um incremento de 375% na quantidade de itens taxados. "Os comerciantes da Ceasa serão os maiores prejudicados, pois não terão como concorrer com outros, do mercado paralelo, que comercializam sem nota fiscal", observa.

No entanto, o plano da Sefaz é de fazer essa atualização com mais agilidade. "A nossa expectativa é que, usando essa ferramenta, tenhamos de forma mais atual a correção de preços periodicamente para que os impactos não sejam tão relevantes", disse o subsecretário. A meta do Fisco é estabelecer uma pauta fiscal sobre produtos de substituição com base na movimentação do mercado e, segundo Maia, outros setores devem ser os de rochas ornamentais e madeiras.

Modificações

Confira a tabela de preços com a mudança na alíquota do ICMS para os alimentos: http://bit.ly/icmstabela

Autorização para dois empréstimos



Duas mensagens encaminhadas pelo Governo do Estado começaram a tramitar, ontem, na Assembleia Legislativa. Em uma delas o Executivo pede autorização do Parlamento estadual para renegociar as operações de crédito firmadas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

"Não obstante o Estado prezar pela mais rigorosa gestão na utilização dos recursos públicos, a economia cearense vem sofrendo com a crise nacional, econômica e política, pela qual o País atravessa", aponta o governador no texto enviado aos deputados.

O Governo do Estado coloca, ainda, que trata-se de uma tentativa de minimizar os efeitos negativos do cenário exposto, alegando não ter sido beneficiado pela lei 9496/97, que estabelece critérios para o refinanciamento, pela União, da dívida pública mobiliária e outras que especifica, de responsabilidade dos Estados e do Distrito Federal, tendo em vista que liquidou antecipadamente a sua dívida.

Admite o governador "que a renegociação dos contratos de empréstimos e financiamentos com recursos do BNDES, possa representar um alívio financeiro ao Tesouro Estadual, mesmo não sendo o montante total pleiteado pelo Estado, gerando condições para que os recursos disponíveis sejam aplicados em áreas imprescindíveis e necessárias ao bem-estar do povo cearense", enfatiza.

Projetos

Também ontem começou a tramitar na Assembleia pedido de autorização para o Governo do Estado contratar operação de crédito externo no valor total de US$ 150 milhões, o que resulta no montante superior a R$ 470 milhões, para financiamento da segunda fase do Projeto São José III. O crédito será tomado junto ao Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD). Do total, US$ 100 milhões serão oriundos de recursos do BIRD e outros US$ 50 milhões de contrapartida do erário estadual.

Foram lidos, ainda, dois projetos de autoria parlamentar. Um, do deputado Capitão Wagner (PR), propõe estabelecer a obrigatoriedade da Assembleia disponibilizar ao público, na sua página eletrônica, o resultado de todas as votações ocorridas na Casa. O outro, apresentado pelo deputado Leonardo Araújo (PMDB), visa assegurar a prioridade na tramitação de inquéritos e investigações policiais.

Emenda do TCM promulgada hoje





A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Ceará deve se reunir hoje para promulgar a emenda constitucional que extingue o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Na tarde de ontem, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa aprovou por unanimidade, em reunião extraordinária, o texto final da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), aprovada em votação final no Plenário 13 de Maio no último dia 8. Após a promulgação na Assembleia, a emenda será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) e, a partir de então, estará em vigor.

Ontem, votaram na CCJ os deputados Elmano Freitas (PT), Carlos Felipe (PCdoB), Ferreira Aragão (PDT), Evandro Leitão (PDT), Joaquim Noronha (PRP), Osmar Baquit (PSD) e Silvana Oliveira (PMDB). Ela presidiu a votação em substituição ao presidente do colegiado, Sérgio Aguiar (PDT), ausente na Casa. Filho do ex-presidente da Corte de Contas, Francisco Aguiar, o pedetista também não compareceu à Assembleia na semana passada, o que adiou a reunião da comissão.

No último dia 8, o texto principal da PEC foi aprovado no Plenário por 30 votos favoráveis e nove contrários. Pela proposta, todos os processos de contas das 184 prefeituras cearenses serão transferidos para o Tribunal de Contas do Estado (TCE), assim como os servidores efetivos do TCM, incluindo procuradores e auditores que atuam nas Cortes. Os conselheiros ficarão em disponibilidade, com remunerações e direitos garantidos. Segundo o líder do Governo, Evandro Leitão, isso deve ocorrer em prazo de 90 dias após a publicação da emenda no Diário Oficial.

A emenda que deve ser promulgada hoje, porém, será questionada no Supremo Tribunal Federal (STF), como já havia dito ao Diário do Nordeste o presidente do TCM, conselheiro Domingos Filho. O mesmo ocorreu com uma primeira emenda, aprovada em dezembro passado com o mesmo objetivo, que teve efeitos suspensos por decisão liminar da ministra Cármen Lúcia.

Reservatórios voltam a ficar em situação crítica



As precipitações da estação chuvosa não renderam aporte significativo para os principais reservatórios



01:00 · 17.08.2017 por Vanessa Madeira - Repórter


Mesmo com o aporte obtido durante a quadra chuvosa deste ano e as medidas para economia de água desenvolvidas nos últimos meses, os reservatórios do Estado voltaram a apresentar situação crítica semelhante à que se encontravam em igual período do ano passado. Em audiência na Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE) na tarde de ontem (16), o secretário de Recursos Hídricos do Estado, Francisco Teixeira, revelou que os açudes cearenses chegaram a 11,1% de sua capacidade, nível pouco inferior ao registrado em 2016, equivalente a cerca de 12%.

As precipitações registradas na estação chuvosa, embora tenham ficado dentro da média histórica, não renderam aporte significativo para os principais reservatórios do Ceará. Em relação ao ano passado, açudes como Castanhão, Orós e Banabuiú, importantes para o abastecimento de Fortaleza e da Região Metropolitana, estão com menor volume de água.

"As chuvas se concentraram no Centro e no Norte do Estado. Houve uma irregularidade grande, de forma que, na região Sul, as chuvas foram abaixo da média, consequentemente não tivemos aporte nesses reservatórios estratégicos", destacou Francisco Teixeira.

A preocupação com o abastecimento fica maior diante dos possíveis cenários para o próximo ano. Conforme mostrou o Diário do Nordeste nesta semana, análises do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemadem), o açude Castanhão pode atingir menos que os atuais 5% de capacidade e até secar totalmente antes da quadra chuvosa de 2018.

Outro agravante é a demora na entrega das obras de transposição do Rio São Francisco, retomadas no mês de julho após mais de um ano de paralisação. Depois de ter vários prazos de conclusão adiados, a expectativa atual é que o trabalho seja finalizado no início do próximo ano. No entanto, esse prazo também não está definido.

Segundo o secretário de Recursos Hídricos, o Governo do Estado espera que a obra seja entregue em março. Conforme ele, o Governo Federal tem pressionado a construtora responsável pela intervenção para acelerar os serviços. "É bom que essa água chegue no período da estação chuvosa, porque vai ser mais fácil conduzir esse fluxo da fronteira do Ceará com Pernambuco até o açude Castanhão se os leitos dos riachos estiverem umedecidos", explica.

Teixeira afirma que o estoque atual dos reservatórios garante o abastecimento da Região Metropolitana até o primeiro semestre do próximo ano. Se as águas provenientes da transposição chegarem ao Estado no tempo esperado, também será possível manter a situação controlada até o segundo semestre.

Águas subterrâneas

Para o Interior do Estado, no entanto, o secretário destaca que será necessário intensificar a construção de poços, implantação de adutoras e outras ações de exploração de águas subterrâneas. "Temos que ampliar a diversificação das fontes hídricas, por isso estamos trabalhando para duplicar a adutora do açude de Maranguape e captar mais água subterrânea na região do Pecém. Também estamos fazendo uma licitação para construir uma adutora para explorar o aquífero na região da Taíba".

Além disso, ele reforça a necessidade de continuar as ações de economia junto à população. "Vamos continuar esclarecendo à sociedade, trabalhando para que a população economize cada vez mais água e entenda que situação critica não passou".

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Matos defende piso de R$ 1,6 mil para agentes de saúde




A Comissão Especial sobre Remuneração dos Agentes Comunitários de Saúde (PEC 22/11) terá reunião, hoje (16), para discutir e votar o relatório do deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) que dispõe sobre a responsabilidade financeira da União, corresponsável pelo SUS, na política remuneratória e na valorização dos profissionais que exercem atividades de agente comunitário de saúde e de agente de combate às endemias.

“Se forem valorizados e se contarem com uma política remuneratória digna, esses profissionais têm experiência necessária para dar conta do recado, prestando saúde domiciliar de qualidade em todos os lugares”, diz Raimundo Matos, ao defender a aprovação do relatório na comissão. De lá, a matéria vai a Plenário.

Em seu relatório, o parlamentar cearense propõe a definição de um piso salarial profissional nacional de R$ 1,6 mil. Desta forma, União, Estados, Distrito Federal ou municípios não poderão fixar o vencimento inicial das carreiras de agente comunitário de saúde e de agente comunitário de combate às endemias abaixo desse valor. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais.

O texto do relator também determina o dia 1º de janeiro de cada ano como data-base para reajuste do piso salarial da categoria. O reajuste corresponde à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), acrescida do Produto Interno Bruto (PIB), acumulados nos 12 meses anteriores à data-base e acrescido de 20% ao ano.

Outra mudança importante é a consignação dos recursos destinados ao pagamento do piso salarial da categoria no Orçamento da União, em dotação própria e exclusiva. Além disso, os recursos financeiros repassados pela União a estados e municípios destinados a esse pagamento salarial não poderão ser incluídos em limites de despesas de pessoal de qualquer espécie.

Juiz recebe salário de mais de meio milhão de reais e diz não estar nem aí pra opinião pública




O juiz Mirko Vincenzo Giannotte (foto), titular da 6ª Vara de Sinop (MT), cidade a 477 quilômetros de Cuiabá, recebeu em julho mais de meio milhão de reais, precisamente R$ 503.928,79, em salário. O magistrado disse que “não está nem aí” com a polêmica em torno de seu contracheque e que o pagamento “é justo, dentro da lei”.
Em valores líquidos, o holerite do juiz ficou em R$ 415.693,02. O dinheiro caiu na conta de Mirko no dia 20 de julho, data de seu aniversário de 47 anos. “Foi um belo presente, uma coincidência”, declarou o magistrado ao jornal O Globo. Os dados constam no Portal da Transparência do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.
O rendimento foi excepcional porque embutiu o pagamento de diferenças relativas a períodos em que o magistrado atuou em instâncias superiores, substituindo outros magistrados, sem ter recebido a diferença relativa à substituição. Em junho, por exemplo, Giannotte recebeu R$ 53.432,92 líquidos – o valor bruto foi de R$ 65.872,83. Segundo a Coordenadoria de Comunicação do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), o pagamento das diferenças em julho foi autorizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
Ao jornal O Globo o magistrado declarou que o valor representa “justa reparação” pelos anos em que deu expediente em comarcas superiores, recebendo subsídios como juiz de primeira instância. “Eu não tô nem aí. Eu estou dentro da lei e estava recebendo a menos. Eu cumpro a lei e quero que cumpram comigo”, afirmou.
Em suas contas, ele ainda tem a receber outros passivos acumulados que, segundo ele, chegam a R$ 750 mil. “O valor será uma vez e meio o que eu recebi em julho. E, quando isso acontecer, eu mesmo vou colocar no Facebook”, disse Giannotte, que afirmou ser “famoso” por trabalhar até de madrugada.

Capitão Wagner afirma estar aberto a diálogo com Tasso sobre candidatura ao Governo




Para o deputado, pré-candidato ao Abolição pelo PR, o senador é “um nome de força” para o cargo






15/08/2017 query_builder 16:35




Odeputado estadual Capitão Wagner afirmou, nesta terça-feira (15), que poderá abrir mão da pré-candidatura ao Governo do Estado caso haja um acerto com o senador Tasso Jereissati (PSDB).

Em entrevista ao jornalista Eliomar de Lima, Wagner destacou Tasso como “um nome de força” para a disputa e disse que poderia dialogar com o senador sobre sobre eleições 2018.

A pré-candidatura do deputado ao Governo foi antecipada pelo Ceará News 7.

Governador sanciona três leis em transmissão ao vivo nas redes sociais


Matéria 12:41:00 Ceará


Governador voltou a lamentar cortes feitos no
Bolsa Família, no Ceará.
FOTO: REPRODUÇÃO - FACEBOOK

O governador do Estado, Camilo Santana, em mais uma uma transmissão ao vivo via redes sociais, sancionou três leis aprovadas, recentemente, pela Assembleia Legislativa, dentre elas a que trata da média salaria da Polícia Forense do Ceará (Pefoce) e bolsa de estudos para universitários. O chefe do Poder Executivo voltou a chamar de “crime” o cancelamento de quase 42 mil famílias cearenses do programa Bolsa Família pelo Governo Federal.
Uma das matérias, que a partir de agora viram Lei, é a que trata da média salarial da Pefoce, que segundo informou Santana, vai permitir uma nova carreira no âmbito da Polícia Forense. Também foi sancionada a Lei que instala o Sistema da Universidade Aberta do Brasil.
No entanto, a proposta que Camilo mais comemorou foi a que, segundo ele, vai beneficiar milhares de alunos que vão ingressar nas universidades do Ceará, que é o Programa Avance, que dará direito a bolsas no primeiro ano ao aluno que estudou em escolas públicas.
“Os alunos diziam que quando iam iniciar cursos não tinham como se manter nas cidades. Me sentia muito angustiado com isso, até porque se imaginar romper um sonho de um jovem, então resolvemos criar esse programa”, disse ele, ressaltando que a bolsa se dará em um salário mínimo por seis meses ou meio salário durante um ano.
Pelo menos mil jovens já devem ser beneficiados com o programa, que tem como critérios estar matriculado em curso de graduação, em instituição de ensino superior credenciado pelo Ministério da Educação, além de ter cursado o ensino médio em escola pública, bem como ter tirado média superior a 560 pontos no último Exame do Ensino Médio (ENEM).
Governador lamentou cortes feitos no Bolsa Família
Ainda durante a transmissão ao vivo, Camilo criticou o Governo Federal e disse que, enquanto Michel Temer “tem cortado direitos dos trabalhadores, o Ceará tem garantido direitos, como passe livre para deficientes, isenção das taxas para habilitação pra agricultores familiares, bilhete único metropolitano. Perdoamos dívidas de quem tem dívida até R$ 4 mil com o Detran. Temos feito concursos, diversas ações”.
Ele denunciou o corte do Bolsa Família, afirmando ainda que desde o início do ano, somente no Ceará, foram 70 mil famílias que tiveram cortes nos benefícios “Os mais pobres não podem pagar a conta da má administração do passado neste País. Quem tem que pagar são os que têm mais. Essa decisão de cortar o Bolsa Família é um crime. O que eu puder fazer para sensibilizar a Bancada Federia, farei”, afirmou. (Diário do Nordeste)

Alunos receberão salário mínimo




01:00 · 16.08.2017
Para receber o benefício, o estudante tem que estar matriculado em universidade pública ( FOTO: ANDRÉ COSTA )

A lei que regulamenta o programa de educação Avance - Bolsa Universitário foi sancionada ontem, pelo governador Camilo Santana, durante transmissão ao vivo em sua página no Facebook. O projeto auxilia alunos matriculados na rede pública de ensino superior com um salário mínimo (R$ 937) durante o primeiro semestre letivo ou meio salário durante o primeiro ano. Nesta fase inicial, mil alunos já matriculados nas universidades públicas cearenses serão contemplados.

Para garantir o benefício, os alunos precisam estar matriculados em universidade pública, terem cursado o Ensino Médio na rede pública, serem membros do programa Bolsa Família e terem tirado média no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou superior a 560 pontos. Além do Avance, o chefe do Executivo sancionou a lei que implementa no Ceará a Universidade Aberta do Brasil (UAB), sistema de educação e formação à distância, com a criação e manutenção de Polos de Apoio Presencial.

Compromisso

A Lei que regulamenta a equiparação salarial de servidores da Polícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) com a média do Nordeste - como já fizera com as Polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros - também foi sancionada pelo governador durante o bate-papo. "É um compromisso que tenho dado a todas as áreas da Segurança Pública, de forma igualitária", lembrou o governador

Durante a transmissão, o governador também respondeu a dezenas de perguntas de internautas. Um dos questionamentos feitos foi sobre a nomeação de novos professores para a Universidade Regional do Cariri (Urca). "Vamos fazer a nomeação. Já nomeei professores da UVA e da Uece, agora vou nomear os da Urca, em breve", respondeu.

Outro internauta questionou Camilo quanto ao funcionamento do ramal Parangaba-Mucuripe do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). "Já está em teste de uso o trecho da Parangaba até a Borges de Melo. Está em operação assistida, gratuitamente, todos os dias, até meio-dia. A construtora que estava responsável pelo trecho Borges de Melo-Mucuripe estava muito lenta. Resolvi desfazer o contrato. Agora teremos mais celeridade na obra".

99% dos municípios já notificaram arboviroses



Somente a chikungunya teve casos notificados em 96,7% do Estado, atingindo 178 dos 184 municípios cearenses



01:00 · 16.08.2017 por Patrício Lima - Repórter

O Ceará vive a maior epidemia de arboviroses - doenças transmitidas por picadas de mosquitos- registrada nos últimos 30 anos. De acordo com o Boletim Epidemiológico da Semana 30, da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), o Estado teve uma incidência acumulada de casos notificados em 2017 jamais vista antes. Já são 2.040 casos por 100 mil habitantes, distribuídos em 99% (182) dos 184 municípios do Estado.

Neste panorama, destaca-se o aumento de casos de chikungunya, comparado aos casos de dengue e zika, com a notificação de 96,7% do Estado, ou seja, 178 dos 184 municípios tiveram casos registrados. Só neste ano, já são 111.834 notificações de casos suspeitos da arbovirose, com 60 mortes confirmadas. Somando-as com os óbitos ocasionados pela dengue, o Ceará já registra 70 mortes por arboviroses. O Ceará lidera também o ranking nacional de notificações de chikungunya entre estados; Fortaleza, entre as capitais. Ambos representam mais da metade dos registros nacionalmente.

Apesar das ações do poder público como campanhas educativas e continuidade das ações de vigilância, para a prevenção e controle das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, o atual cenário é grave e tende a piorar, caso não tenhamos a formação de uma força-tarefa integrada pela sociedade civil e pelas instituições públicas.

A aposentada Maria José Sales, 66 anos, faz parte dessas estatísticas de casos de arbovirose no Ceará. Ela destaca que já contraiu dengue, zika e por último, chikungunya. "No começo senti muito enjoo e dores nas articulações. Fiquei preocupada porque vi um alto índice de mortes por conta da doença. Tenho tentado tomar todos os cuidados para evitar o mosquito na minha residência", afirma a aposentada, moradora do bairro Jardim Iracema, em Fortaleza.

Neste ano, o Ministério da Saúde já realizou três visitas técnicas ao Ceará para supervisão, avaliação e apoio ao Estado e municípios, no que se refere às ações vigilância e controle do Aedes aegypti, além de ajudar na investigação de casos atípicos de chikungunya. Para fortalecer o enfrentamento no Estado, o Ministério da Saúde enviou, neste ano, 16,8 mil cargas de Alfacipermetrina, 66 mil litros de Malathion e 8,5 mil quilos de Pyriproxyfen (inseticidas utilizados no combate ao mosquito).

Além disso, foram doados 33 equipamentos motorizados para controle de surtos e epidemias (fumacê). Para este ano, está previsto o montante de R$ 7,5 milhões referentes ao Piso Variável de Vigilância em Saúde (PVVS), destinados, exclusivamente, às ações contingenciais de prevenção e controle do vetor Aedes aegypti. Desse total, R$ 3 milhões já foram enviados.

Epidemia

O secretário da Saúde do Ceará, Henrique Javi, admite o cenário de epidemia e afirma que o governo está atento aos números de casos de arboviroses. "As mortes divulgados pelo boletim da Sesa não querem dizer exatamente que aconteceram naquela semana. Dependendo do caso, pedimos mais exames fora do ceara, cujo resultado pode chegar até 120 dias depois. Porém, é fato que vivemos num período epidêmico. O volume de casos é preocupante e a batalha pelo controle não é simples".

Henrique Javi acredita que, no segundo semestre, os números de ocorrências serão reduzidos por conta da diminuição das chuvas, período favorável para a eclosão dos ovos do Aedes. "Mesmo com uma possível diminuição, não podemos deixar de executar estratégias para o controle dessas endemias. Os municípios devem estimular ações efetivas para reduzir esses números. Para isso, estamos com uma campanha que irá premiar os municípios que conseguirem os melhores índices de diminuição de casos, entre outros critérios. Serão R$ 10 milhões advindos do Tesouro estadual que será repartido igualitariamente aos municípios com os melhores índices".

O médico infectologista Anastácio Queiroz aponta que a conscientização da população é essencial no combate à reprodução do mosquito Aedes aegypti. "Não adianta o governo realizar inúmeras ações sem que as pessoas cuidem da água parada em suas casas. Mais de 80% dos focos do mosquito são encontrado em residências", finaliza.
s

Risco de suspensão dos carros-pipas repercute



A Aprece diz que é preciso dar um grito de alerta para que o risco não se torne uma realidade



00:00 · 16.08.2017 por Honório Barbosa - Colaborador

O Ceará tem 138 municípios atendidos pela Operação Carro-Pipa Federal, que beneficia mais de 1,6 milhão de pessoas em áreas rurais ( FOTO: CÍCERO LACERDA )

Iguatu. O risco de redução de verbas federais e descontinuidade da Operação Carro-Pipa em Estados do Nordeste, como o Ceará, admitido no início desta semana pelo Alto Comando do Exército, obteve ampla repercussão no Interior cearense entre lideranças políticas e comunitárias. Gestores municipais mostraram que no período de agosto a dezembro aumenta a demanda por água no sertão, necessitando ampliar a distribuição do recurso hídrico.

"Esse anúncio preocupa todos nós e precisamos dar um grito de alerta porque o momento é de ampliar, e não reduzir a oferta de água", disse o vice-presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e prefeito de Cedro, Nilson Diniz. "Todos os prefeitos estão preocupados com o quadro de escassez de água que vai se agravar nos próximos meses". De acordo com o Ministério da Integração Nacional, o Ceará, atualmente, tem 138 municípios atendidos pela Operação Carro-Pipa Federal, que beneficia mais de 1,6 milhão de pessoas que residem em áreas rurais do Estado.

A característica geográfica do Semiárido cearense no decorrer do segundo semestre de cada ano é a ausência de pluviometria, maior consumo de água em decorrência do calor e da evaporação das reservas hídricas dos açudes. "A água é um bem essencial, uma prioridade, e os recursos para as ações de abastecimento como carro-pipa e perfuração de poços precisam ser ampliados", evidenciou Nilson Diniz.

O vice-presidente da Aprece disse que, ainda ontem, em Brasília, iria chamar a atenção de parlamentares da bancada cearense para sensibilizar e pressionar o governo federal afim de que o programa Carro-Pipa não apenas seja mantido, mas ampliado.

O secretário executivo, da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) do Ceará, Aderilo Alcântara, afirmou ser preocupante a possibilidade de redução de verbas. "É inadmissível e seria um absurdo. Estamos iniciando o período mais crítico de estiagem, quando existe uma demanda crescente por poços profundos e por carros pipas".

Alcântara observou, que neste últimos dois anos e meio, foram perfurados cerca de 3800 poços, mas lamentou que alguns não deram vazão suficiente para atender à demanda das comunidades rurais e urbanas, e outros estão secando no atual período. "Não há alternativa, a ação emergencial é o carro pipa para muitas situações".

Dezenas de cidades do Interior enfrentam crise de desabastecimento. A instalação de caixas de água de polietileno modificou o cenário urbano de vários municípios. Em Pedra Branca, Boa Viagem, Pereiro há centenas de recipientes que funcionam como chafarizes para coleta e distribuição de água aos moradores, implantados nas praças e esquinas.

A cidade de Solonópole corre risco de colapso nos próximos meses e em Campos Sales a escassez do recurso hídrico é cada vez mais grave. Para abastecer moradores de Catarina caminhões da Operação Pipa do Exército estão indo coletar água a mais de 200 km, após Parambu, no vizinho Estado do Piauí.

O açude Adauto Bezerra, que abastecia a cidade de Pereiro, secou há mais de três anos e os moradores dependem de água distribuída por caminhões pipa.

O presidente do Comitê da Sub-Bacia Hidrográfica do Alto Jaguaribe, César Cristóvão, reafirmou a necessidade de ampliação das ações de perfuração e instalação de poços profundos e de distribuição de água por meio de carros-pipa. "A necessidade por água está crescente e vai continuar assim até a chegada do próximo período chuvoso".

Resposta

O Ministério da Integração Nacional, por meio de nota, esclareceu que o Governo Federal não interrompeu e segue com a ação de abastecimento de água emergencial, por meio da Operação Carro-Pipa, às famílias afetadas pelo longo período de seca e estiagem no Nordeste. O investimento mensal é de R$ 80 milhões e segue regularmente.

A Pasta afirmou que a ação emergencial é dividida em dois eixos de atuação: a Operação Carro-Pipa Federal, que atende áreas rurais, e a Operação Carro-Pipa Estadual, para áreas urbanas, por meio das Comissões Estaduais de Defesa Civil.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Abono começa a ser pago no dia 17



Os valores que serão pagos a cada trabalhador variam de R$ 79 a R$ 937, segundo o governo ( FOTO: TUNO VIEIRA )

Brasília. O pagamento do abono salarial calendário 2017/2018 para os trabalhadores nascidos no mês de agosto começa na próxima quinta-feira (17). Os valores variam de R$ 79 a R$ 937, conforme o tempo de trabalho durante o ano passado. Ao todo, serão disponibilizados R$ 1.345.868.159,00 para 1.891.031 de trabalhadores.

Os titulares de conta individual na Caixa com saldo acima de R$ 1,00 e movimentação receberão o crédito automático nesta terça-feira (15).

Os pagamentos, que são realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador, tiveram início em julho com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos os beneficiários ficam disponíveis até 29 de junho de 2018. A Caixa disponibiliza R$ 15,7 bilhões para 22,1 milhões de beneficiários em todo o calendário.

O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa (www.Caixa.Gov.Br/PIS) ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão: 0800 726 0207.

Quem tem direito

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2016 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais, ano-base 2016.

Quem possui o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento da Caixa. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta Caixa, o valor pode ser retirado em qualquer agência da Caixa, apresentando o documento de identificação. O trabalhador com vínculo à empresa pública possui inscrição Pasep e recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.

Há 40 anos morria Elvis Presley, a primeira estrela do rock



(Foto: AFP)

Em 16 de agosto de 1977, Elvis Presley foi encontrado inconsciente em sua mansão de Memphis, no estado do Tennessee. Sua morte foi constatada no hospital: o rock acabava de perder sua primeira estrela.

O "rei" foi fulminado por um ataque cardíaco aos 42 anos. Os boatos mencionavam uma overdose, e um de seus seguranças descreveu um Elvis "drogado e paranoico", em uma entrevista gravada poucas horas antes de sua morte.

Em 17 de agosto, milhares de pessoas se concentraram ao redor da mansão "Graceland", a residência do astro, para prestar uma homenagem e dar o último adeus ao lendário cantor, que estava praticamente aposentado desde 1972.

Na Elvis Presley Boulevard lotada, a mistura de emoção, calor sufocante e multidão provocou dezenas de desmaios e a intervenção de ambulâncias.

Os fãs anônimos foram autorizados a se inclinar diante do caixão de cobre do "rei do rock". Muitos choraram ao depositar rosas vermelhas diante de Elvis Presley.Uma foto de 12 de agosto de 2017 mostra os tributos deixados pelos fãs perto da sepultura de Elvis Presely em sua mansão Graceland em Memphis (Foto: AFPEm Washington, a Casa Branca recebeu centenas de ligações que exigiam um dia de luto nacional. "Nenhuma morte, desde a do ex-presidente John Fitzgerald Kennedy (14 anos antes), havia comovido tanto o povo americano", escreveu um casal de californianos em um telegrama dirigido ao presidente Jimmy Carter.

O presidente prestou homenagem ao cantor "único e insubstituível", símbolo da "vitalidade, do espírito de rebelião e do bom humor" dos Estados Unidos.

Em todo o país, as lojas de discos foram invadidas. "Em Charleston (Virgínia Ocidental), duas mulheres quase chegaram às vias de fato para adquirir o último exemplar de 'Moody Blue', o último disco de Elvis", relatou a AFP na época.

Em apenas um dia foram vendidos 250.000 exemplares do álbum. As unidades de produção de discos trabalharam dia e noite para alimentar a voracidade de admiradores, para os quais o "rei" havia vendido em sua vida mais de 500 milhões de exemplares.

Na madrugada de 17 para 18 de agosto, todos os hotéis de Memphis estavam lotados, e 200 fãs inconsoláveis permaneceram diante da mansão. Dois deles foram atropelados por um motorista embriagado.

Com o olhar perdido, um fã observava o portão de entrada, decorado com duas estátuas de ferro de Elvis de violão na mão, cercado por coroas de flores.

"Ao tomar conhecimento de sua morte, senti a dor mais terrível da minha vida, como se tivesse levado uma punhalada", contou ao enviado especial da AFP um fã, dono de quase 300 discos de vinil do astro.

Durante a madrugada, entre 3.000 e 5.000 fãs se reuniram diante da residência, alguns usando camisetas com a imagem do ídolo.

Os jornalistas presentes - 100 - foram mantidos a uma determinada distância por agentes de segurança vestidos de maneira chamativa, com muitas joias, fiéis ao estilo do ídolo.

O funeral começou com um culto batista para um grupo reduzido de convidados na "Graceland Mansion". A multidão teve de se conformar com a passagem do cortejo do carro fúnebre, seguido por 15 Cadillac brancos, a cor favorita do artista.

O corpo de Elvis Presley percorreu a avenida que leva seu nome até o cemitério de Forest Hills, alguns quilômetros ao norte.

O caixão foi sepultado no mausoléu da família, diante de 50 pessoas, incluindo parentes e poucos amigos íntimos. Entre eles alguns famosos, como os atores John Wayne e Burt Reynolds.

Confira alguns dos sucessos do cantor:
 

Desvio Crato-Nova Olinda causa transtorno antes mesmo de começar





Por Marlon Torres / Agência newscariri
Com início previsto para a próxima quinta (17), o desvio já apresenta problemas para os motoristas de veículos de grande porte.
Nossa equipe de reportagem acompanhou de perto os problemas enfrentados pelos motoristas e conversou com alguns usuários da opção.
José Maria de Sousa, um dos carreteiros que vai usar o desvio, afirma que a via não tem espaço suficiente para dois carros grandes passarem simultaneamente, principalmente na subida principal do acesso, alem dos automóveis que ficam estacionados no percurso devido aos restaurantes da localidade.
Foto: Wesley Junior / Agência NewscaririJá os moradores reclamam da possível falta de segurança que o tráfego pode trazer como assaltos, acidentes e etc

Governo cancela 3.208 benefícios de prestação continuada no Ceará



O primeiro pente fino no BPC (Benefício de Prestação Continuada), direcionado a idosos e deficientes de baixíssima renda, realizado pelo Governo de Michel Temer, encontrou 60 mil benefícios irregulares no país, sendo 3.208 no Ceará. No Estado, foram realizadas 3.923 perícias. Somente a ausência de convocados levou ao cancelamento de 735 benefícios.

Além disso, 519 benefícios foram convertidos em aposentadoria por invalidez, 110 em auxílio-acidente, 18 em aposentadoria por invalidez com acréscimo de 25% no valor do benefício e 68 pessoas foram encaminhadas para reabilitação profissional. No estado, 17.601 benefícios de auxílio-doença e 26.018 aposentadorias por invalidez serão revisados. A economia anual estimada até agora é de R$ 61,8 milhões.

No Brasil, a revisão do benefício realizado pelo Ministério do Desenvolvimento Social encontrou 17 mil pagamentos a pessoas que já morreram. Esses casos totalizam R$ 190 milhões por ano e já foram cancelados. Em outro cruzamento de dados, foram identificadas 43 mil pessoas que recebem o recurso mesmo possuindo renda maior que o valor fixado para entrar no programa.

Uma redução ainda maior de custos é esperada em 2018, quando peritos verificarão in loco as condições físicas e de moradia dos beneficiários. O programa, que atende hoje a 2,48 milhões de deficientes e 1,99 milhão de idosos e custa R$ 50 bilhões, não era revisado desde 2008.

Maior corte da história exclui 41 mil do Bolsa Família no Ceará


Matéria 09:01:00 Ceará

No Ceará, 41.691 famílias não contam mais com o benefício do programa Bolsa Família. O corte, feito no mês de julho, acompanhou a redução de outros 501 mil beneficiários em todo o País. É a maior redução de beneficiários da história do Bolsa Família. A queda contínua do total de famílias cearenses atendidas pelo programa acontece desde março, somando quase 70 mil benefícios.

O número atual de beneficiários no Estado, 965.342, é o menor da década, pela primeira vez no período abaixo de um milhão. Fortaleza registrou o maior corte, de 12.252 famílias, seguida por Caucaia (2.260), Maracanaú (926) e Maranguape (722). Todos os 184 municípios tiveram redução. (O Povo)

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

IMAGEM PEREGRINA DE FATIMA EM CAMPOS SALES

Na tarde deste domingo 13 de agosto, os paroquianos de Campos Sales receberam em clima de comoção a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima,*vinda diretamente de Portugal, onde antes foi realizado um sobrevoo com a imagem sobre toda cidade e logo após foi recebida com aplausos no Estádio José Iris de Morais( O Moraisão). Em seguida foi realizada uma linda procissão nas principais ruas da cidade e encerrando com a missa na Paróquia de *Nossa Senhora da Penha. A imagem peregrinará até o dia 20 de agosto pelos bairros da cidade e assim foi iniciada a Festa de Nossa Senhora da Penha 2017.

fonte: Site. Karirioeste





Saiba de onde vai vir o dinheiro para bancar a campanha eleitoral de 2018




Líderes da base aliada do governo pressionam para que o fundo público seja abastecido com recursos já existentes no Orçamento, como emendas parlamentares e verbas controladas pelos partidos






12/08/2017 query_builder 11:30




Tanto o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), e o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), defendem que o fundo público de R$ 3,6 bilhões para bancar campanhas eleitorais em 2018 seja abastecido com recursos já existentes no Orçamento, como emendas parlamentares e verbas controladas pelos partidos.

Segundo o Estadão, “a ideia, contudo, encontra forte resistência entre os deputados – parte da Câmara defende que o dinheiro do fundo eleitoral saia do Tesouro e as emendas sejam preservadas”.

Ainda de acordo com o jornal, líderes do governo sugerem descontar dinheiro de três fontes para repassar ao fundo eleitoral: das emendas impositivas de bancadas estaduais, da propaganda partidária e das fundações e institutos custeados com o Fundo Partidário. Isso reduziria recursos nas mãos dos parlamentares e dos dirigentes.

Agora, é saber quem vai ganhar essa luta de braço.

União dos Vereadores trabalha contra a extinção de comarcas



Vice-presidente da UVC acredita que a medida pode dificultar o acesso da população ao Judiciário; TJ afirma que atende determinação do CNJ


segunda-feira, 14 de agosto 2017

Imprimir t


A União dos Vereadores e Câmaras do Ceará (UVC) está unida à Ordem dos Advogados do Brasil seção Ceará (OAB/CE) contra o projeto de reorganização do Judiciário, proposto pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e que visa extinguir 60 comarcas do interior do Estado.
“Estamos envolvendo não só os 60 municípios que terão suas rotinas dificultadas com a extinção, mas todas as demais cidades do Estado estão se solidarizando contra a proposta”, frisou o vice-presidente da entidade e também vereador de Acarape, Paulo Henrique Alcino, durante visita ao jornal O Estado. Ele disse, ainda, que a medida trata-se de um “retrocesso”, além de uma “afronta” à Constituição Federal, pois “a medida pode dificultar o acesso da população à Justiça”.

O vereador ilustrou a situação citando a cidade de Acarape, que tem uma comarca com cerca 700 processos cíveis e 500 processos criminais, e o município de Banabuiú, onde a população terá de se deslocar 30 quilômetro para comparecer a uma audiência. “Portanto, será afetada ao ser fundida com a comarca do município de Redenção. Estamos discutindo essa pauta porque afeta não somente os cidadãos do município de Acarape, mas a vida do cidadão cearense. Vamos fazer um embate político junto aos deputados estaduais para levantarmos essa bandeira contrária ao projeto proposto pelo TJCE”, disse ele.

O parlamentar criticou, também, a discussão da matéria sem a participação da sociedade nem mesmo da Ordem dos Advogados. “Passaram quatro meses fazendo, discutindo o assunto num grupo de trabalho sem participação da sociedade civil nem mesmo a OAB. São mais de 20 mil processo retirados de suas comarcas para serem amontoados em outras comarcas”, salientou o parlamentar, acrescentando que “alegativa inicial era para conter gastos, mas estudos não apresentam o impacto financeiro. Impacto, para mim, é pequeno, porque os juízes continuaram, até porque não serão demitidos. Nós precisamos de mais juízes”.

Determinação
Por meio da assessoria de imprensa, o Tribunal informou que o projeto atende a uma determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que determinou a identificação e o tratamento de unidades judiciárias que apresentam baixa demanda (aquém de 50% da média).
“A existência de unidades subdemandadas representa uma disfunção da estrutura judiciária, na medida em que há unidades recebendo uma quantidade muito baixa de ações, enquanto outras estão trabalhando com demanda muito acima da média e de sua capacidade de atendimento, impondo aos jurisdicionados dessas comarcas a demora na resolução dos litígios, em razão de altas taxas de congestionamento”, frisou a nota, acrescentando que diversos Tribunais de Justiça estão realizando movimento semelhante, atendendo à diretriz nacional fixada pelo CNJ.

Campanha
Enquanto isso, a Ordem dos Advogados também trabalha em outra frente contra a proposta. O presidente da OAB Ceará, Marcelo Mota lançou a campanha “Diga NÃO à extinção de comarcas. Diga SIM à ampliação do acesso à Justiça”. “Não podemos aceitar que a sociedade seja penalizada mais uma vez e tenha o seu direito de acesso à Justiça negado”, ressaltou Marcelo Mota.


Divulgação OAB

Saiba mais
O projeto de reesteruturação do Judiciário, atualmente, está em tramitação na Assembleia Legislativa do Ceará. O tema, inclusive, será debatido em audiência pública, com data a ser marcada.

No início do mês de julho, o pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) aprovou a extinção de 34 comarcas e a transferência de 26 unidades judiciárias de municípios com menores demandas. A matéria faz parte do projeto de reforma da organização judiciária estadual. A proposta contempla aumento de zonas, transferência de varas, revisão de competência das unidades, redistribuição de juízes e critérios para implantação de novas comarcas.

SALITRE FOI PALCO DA PRIMEIRA MOSTRA GASTRONÔMICA REGIONAL


by amaury alencar



A terra da mandioca foi palco nos dias 11, 12 e 13 deste mês da primeira mostra gastronômica, evento que expôs ao publico Salitrense e visitantes, diversos alimentos típicos, especialmente uma ampla variedade de pratos com produtos derivados da mandioca. Salitre, é um município do cariri Oeste, que tem alcançado destaque no Estado, com a produção desse produto tão apreciado por pessoas de todo o nosso continente brasileiro. e através da federação das associações comunitárias o município pode participar do edital no governo do Estado, e assim realizar essa importante mostra gastronômica.


A abertura da amostra, ocorreu no último dia 11 no ginásio da escola estadual José Valdemar de Alcântara, onde reuniu autoridades municipais, agricultores representantes do Sebrae, Ematerce, casa civil do governo do Estado, projeto Paulo Freire, câmara municipal, comerciantes e a sociedade civil organizada, além de um bom numero de pessoas,que durante esses três dias de evento participaram de oficinas, palestras, mesas redondas, e puderam expor os seus produtos para degustação e posterior comercialização.


25 produtores da agricultura familiar, trouxeram para a amostra uma variedade de produtos derivados da mandioca, diversos pratos, lanches e petiscos. além de terem a oportunidade, de expor os seus produtos os agricultores puderam conhecer novas tecnologias e aprimorar os seus conhecimentos.


O prefeito Rondilsom Ribeiro de Alencar, afirmou que hoje o município de Salitre, e o maior produtor de farinha de mandioca do Ceará, já são contabilizados 170 casas de farinhas no município, o que representa um grande incone no desenvolvimento sócio econômico. Ele, acentua que apesar da adversidade da quadra invernosa haverá uma grande produção de farinha de mandioca esse ano, visto que o esforço da gestão em mecanizar as casas de farinha existente, e em combater a exploração dos atravessadores é intensa e nós já estamos trabalhando no sentido de que possamos cada vez mas conscientizar os produtores a se adequarem as tecnologias existentes, e com isso podermos organizar a classe produtora por meio de um cooperativa.


O coordenador da amostra gastronômica Silvio Pinto, ressaltou que o objetivo da mostra é o de mostrar a sociedade regional e estadual, o potencialidade do município de Salitre, quanto a cultura do seu solo, que por sinal é propicia a essa modalidade de plantio além da habilidade que tem os produtores. Ele, afirmou ainda que são 125 produtos e sub produtos da mandioca, e que os os produtores ainda não despertaram para explorarem toda essa demanda de produção com maior eficácia, visto que hoje só estamos trabalhando a cultura da goma, a farinha e a ração. ao passo, que com essa mostra gastronômica nos querendo atingir um maior grau de amplitude, a fim de que possamos comercialmente trabalhar a concepção tanto dos produtores, como das mulheres com a parte da culinária, para a fabricação de bolos, biscoitos, sequilho. e com isso termos uma maior auto estima quanto ao incentivo para uma grande escalada de produção, onde se poderá ter uma política voltada para uma melhor agregação de valor, por meio de uma organização comunitária através da federação das associações comunitárias de Salitre, impulsionando toda uma cadeia produtiva, destacou ele. pontuando, ainda que tudo isso já está sendo possível em virtude um despertar que a classe já está tendo mediante o apoio de órgãos como o Sebrae, Governo do Estado, Ematerce e o projeto Paulo Freire, que estão comprando essa ideia e capacitando esses produtores, para uma organização em forma de cooperativista, advertiu ele.


O produtor rural Elias Antonio Albuquerque, considerou a amostra gastronômica como um despertar para a classe produtora, porque nos tivemos a oportunidade de melhor nos qualificarmos e termos mais noções técnicas de como melhor introduzir o nosso produto desde o processo de fabricação até a comercialização, além de aprimorar o nosso conhecimento aos valores nutricionais que os produtos da mandioca o tem. além de fomentar um maior envolvimento das mulheres produtoras para a contribuição no incremento da geração do emprego e renda do município, otimizando com isso a expansão e a comercialização de toda a nossa culinária, e com isso gerando um grandes dividendos o fortalecimento da economia municipal.















Câmara de Vereadores Homenageia Radio Cidade AM de Campos Sales pelo seu aniversario

COMUNICADO CONEXÃO: estivemos na sessão desta sexta-feira feira, 18 de agosto, da Câmara de vereadores. Fomos falar sobre os 32 anos da rádi...