CONEXAOREGIONAL.BLOGSPOT.COM

CONEXAOREGIONAL.BLOGSPOT.COM
Blog direcionado aos Fatos que Norteiam o Cotidiano da região do Cariri Oeste

terça-feira, 1 de setembro de 2015

DIAP Eunício integra lista dos mais influentes do Congresso pela oitava vez

DIAP
Eunício integra lista dos mais influentes do Congresso pela oitava vez
Redação
jornalismo@cearanews7.com.br
Compartilhar no Facebook  Compartilhar isto em Twitter Enviar por e-mail
Na sua 22ª edição, divulgada nesta segunda-feira (31), a lista dos “100 Cabeças do Congresso Nacional” traz o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) como um dos parlamentares mais influentes no legislativo. Esta é a oitava vez em que Eunício integra a elite da política nacional.


O estudo é realizado pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) e de acordo com o próprio relatório, busca identificar deputados e senadores que de fevereiro a julho de 2015 se diferenciaram dos demais ao liderar e articular debates, negociações e votações de matérias importantes para a população.


O relatório apresentado pelo Instituto afirma que os que compõem a lista são figuras “que, isoladamente ou em conjunto com outras forças, é capaz de criar seu papel e o contexto para desempenhá-lo”.


Como líder do PMDB no Senado, Eunício coordenou discussões em torno das propostas do ajuste fiscal encaminhado pelo governo federal na tentativa de reduzir gastos e aumentar a arrecadação e foi figura fundamental para elaboração da Agenda Brasil (conjunto de propostas sugeridas pelo senado para retomar uma pauta positiva e de interesse nacional).


O cearense tem participado de diálogos entre a coordenação política do governo da Presidente Dilma Rousseff e os senadores da base aliada na tentativa de elaborar e votar matérias que busquem a estabilidade econômica além de amenizar os conflitos políticos entre Executivo e Legislativo.  Eunício tem reafirmado em entrevistas que nesse momento de crise, “é preciso pensar no Brasil e não em projetos individuais de poder”.


Entre os 100 parlamentares que comandam o processo decisório no Congresso, 62 são deputados e 38 são senadores. O PMDB possui 12 parlamentares como os mais influentes.
Outras informações referentes ao relatório podem ser acessadas através do link:


http://www.diap.org.br/images/stories/Cabecas_2015.pdf

PSDB e PMDB devem marchar unidos em 2016 no Carri - Salviano é o nome de consenso para Juazeiro

PSDB e PMDB devem marchar unidos em 2016 no Carri - Salviano é o nome de consenso para Juazeiro

PSDB aposta em Manoel Salviano para 2016
O ex-deputado federal e ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Salviano Sobrinho tem a preferência do Diretório Estadual do PSDB e do senador Tasso Jereissati para concorrer à Prefeitura de Juazeiro do Norte. Salviano recebeu o aval do senador Tasso e do presidente estadual do partido, Luiz Pontes e na sexta-feira (28), se reuniu em Juazeiro com um grupo de apoiadores e pretensos candidatos do PSDB às eleições de 2016.

Salviano só não será o cabeça de chapa se não quiser. O PMDB pode declarar apoio a Salviano, caso fique com a vaga para indicar o vice. Esse contexto faz parte do acordo entre Salviano, Tasso e Eunício, firmado durante a campanha eleitoral de 2014, quando o ex-deputado federal trocou seu apoio a Camilo/Mauro Filho  por Eunício/Tasso. Pela atual conjuntura política, PSDB e PMDB marcham juntos e alinham parcerias no Crato, Juazeiro e Barbalha.


No Crato e no Cariri Oeste, a coordenação política foi entregue ao ex-prefeito Samuel Araripe, que deve reunir no próximo da 10 de setembro, no Crato Tênis Clube, lideranças da regão. Em Juazeiro, a coordenação é de Manoel Salviano, que deve tentar se unir com o PMDB, desde que Raimundão seja descartado ou decida aceitar as regras do jogo sob sua orientação. Em Barbalha e no Cariri Leste, a coordenação é do ex-deputado Romel Feijó, que trabalha no momento a indicação de Argemiro Sampaio.


JUAZEIRO DO NORTE
Atualmente sem mandato, o ex-deputado Manoel Salviano tem se dedicado a iniciativa privada, através de seus empreendimentos imobiliários na cidade e na filial de sua empresa (Farmace) que está sendo construída em Foz de Iguaçu, no Estado do Paraná.


E está justamente na ampliação de seus negócios o maior entrave para sua pretensa candidatura, pois até agora, os juazeirenses não conseguiram engolir a destinação de R$ 4,5 milhões, por meio de emenda parlamentar de seu gabinete, em seu último ano de mandato, para Foz de Iguaçu, onde está sendo construída nova fábrica. Emendas destinada por Salviano para Juazeiro não ultrapassaram a ordem de R$ 1 milhão, ou seja, três vezes menos da cidade onde constrói sua empresa.


Salviano anda não se decidiu se vai ou não se lançar candidato. Para amigos mas próximos tem dito que prefere continuar tocando seus negócios, mas que não vai ficar assistindo as eleições, vai participar ativamente do processo eleitoral de 2016, ou como candidato ou como apoiador.


E para isso reuniu-se com seu grupo na sexta-feira (28). Entre eles alguns pretensos candidatos que estão torcendo para que Salviano recuse a imposição do PSDB e fique só no apoio político abrindo espaço na chapa majoritária. A reunião será assunto que e blog só vai revelar em breve.


(Flávio Pinto News) P

UFCA abre três concursos públicos para professores efetivos

UFCA abre três concursos públicos para professores efetivos

A Universidade Federal do Cariri (UFCA), por meio da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, abre a partir da próxima semana concursos públicos para o cargo de professor da carreira do Magistério Superior através dos editais nº 31/201532/2015 e 34/2015. No total, a universidade seleciona dez vagas. 
O edital nº 31/2015 visa atender a demanda da Faculdade de Medicina, no campus de Barbalha, com a oferta de quatro vagas para professor efetivo nas áreas de clínica médica, semiologia, nefrologia, clínica cirúrgica, urologia/internato e saúde coletiva. A carga horária é de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva.

As inscrições estenderão até o dia 17 de setembro, com taxas que variam entre R$ 67,13 a R$ 109,67. Os salários oferecidos, por sua vez, são de R$ 2.685,28 a R$ 4.387,00, conforme carga horária e titulação apresentada. Os candidatos serão submetidos à aplicação das provas escrita subjetiva e didática, bem como passarão pela avaliação de títulos. Os aprovados serão lotados no campus de Barbalha, onde funciona a Faculdade de Medicina. 

O edital nº 32/2015 oferece quatro vagas para o Centro de Ciências Sociais Aplicadas, nos setores de estudo Cálculo Numérico, Construção Civil – Instalações Prediais e Técnicas de Construção; Construção Civil – Materiais de Construção Civil; e Estruturas. Para este edital, o período de inscrições terminará no dia 24 de setembro, com taxa no valor de R$ 225,31. A remuneração será no valor de R$ 9.012,50. 

O edital n° 34/2015 lança duas vagas para os setores de Administração Pública, Produção e Logística para candidatos com titulação em doutorado. A remuneração será de R$ 9.012,50 para um regime de trabalho de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva. 
 
Os interessados devem se inscrever exclusivamente através da plataforma Forms / UFCA

Outras informações

Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas

progep@ufca.edu.br

(88) 3312 5037

Diap aponta Domingos Neto como parlamentar em ascensão

Diap aponta Domingos Neto como parlamentar em ascensão

Comissao de educacao sobre o Fies 5O Deputado Domingos Neto foi incluído como “parlamentar em ascensão” na publicação Os “Cabeças” do Congresso Nacional, edição 2015, produzida pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar – Diap.

Em sua 22ª edição, a pesquisa apura a atuação dos deputados e senadores tomando como critérios atributos como “capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão”.

Os parlamentares em ascensão, de acordo com o DIAP, são aqueles que, mesmo não fazendo parte do grupo dos 100 mais influentes, estão em plena ascensão, podendo, mantida a trajetória ascendente, estar futuramente na elite parlamentar.

 “São parlamentares que vem recebendo missões partidárias, políticas ou institucionais e se desincumbindo bem delas.

Estão também nessa categoria os parlamentares que têm buscado abrir canais de interlocução, criando seus próprios espaços e se credenciando para o exercício de lideranças formais ou informais no âmbito do Parlamento”.

O PROS figura na publicação com o deputado Miro Teixeira, do Rio de Janeiro e que exerce o 12º mandato, entre os “Cabeças do Congresso” e o deputado Domingos Neto, em exercício de seu segundo mandato, como “deputado em ascensão”.

Dilma e Cunha devem se reunir nesta terça no Palácio do Planalto

Dilma e Cunha devem se reunir nesta terça no Palácio do Planalto

BRASILIA, DF, BRASIL, 16-04-2015, 10h00: Presidente Dilma Rousseff, na foto cumprimentando o presidente da câmara dos deputados dep. Eduardo Cunha (PMDB-RJ), participa, ao lado do ministro da defesa Jaques Wagner e do comandante do exército, general Eduardo Villas Bôas, de cerimônia comemorativa do dia do exército, no quartel general do exército, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress, PODER)
A presidente Dilma Rousseff e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), devem se reunir nesta terça-feira (1) no Palácio do Planalto. Será o primeiro encontro dos dois desde julho, quando Cunha anunciou publicamente seu rompimento com o Palácio do Planalto.

Segundo o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), a reunião deve acontecer às 15h. Cunha, porém, afirmou à Folha que o horário "ainda não está definido", mas o encontro "pode acontecer amanhã".

Desde que foi eleito presidente da Câmara, em fevereiro deste ano, o peemedebista tem liderado importantes derrotas para o governo na Casa e, após ter sido acusado pelo lobista Júlio Camargo de receber US$ 5 milhões de propina no esquema da Petrobras, diz que é perseguido pelo Planalto. Segundo ele, o governo Dilma trabalha para incriminá-lo na Operação Lava Jato.

De lá para cá, o clima entre Dilma e Cunha só piorou, mas a presidente espera conseguir apoio do ex-aliado na construção de "saídas para o rombo fiscal", assim como pediu a deputados e senadores da base nesta segunda-feira (31). O governo apresentou a proposta de Orçamento da União de 2016 com déficit primário de R$ 30,5 bilhões, o que representa 0,5% do PIB (Produto Interno Bruto).

Dilma fez um apelo aos parlamentares e pediu que eles apresentem medidas de aumento para a arrecadação do governo. A presidente desistiu de recriar a CPMF, o chamado imposto do cheque, depois da repercussão negativa que a discussão causou entre políticos e empresários e pretende dividir o ônus do possível surgimento de novos tributos com o Legislativo.

Governo prevê fechar 2016 no vermelho e propõe salário mínimo de R$ 865,50

Governo prevê fechar 2016 no vermelho e propõe salário mínimo de R$ 865,50

Pela primeira vez, o governo entregou ao Congresso Nacional um projeto de Orçamento prevendo gastos maiores que as receitas (déficit). A estimativa para 2016 é de déficit de R$ 30,5 bilhões, o que representa 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB), de acordo com o ministro Nelson Barbosa, do Planejamento (veja acima).

O documento traz ainda a previsão de crescimento econômico de 0,2% e de inflação de 5,4% no ano que vem. O governo propõe elevar o salário mínimo para R$ 865,50 em 2016. Hoje, o valor é de R$ 788.
Em entrevista no Palácio do Planalto nesta segunda-feira (31), Nelson Barbosa afirmou que o governo continuará adotando medidas para melhorar os resultados das contas públicas em 2016 por meio do aumento de tributos e venda de participações acionárias, além de novas concessões.

Devem ser revistos os impostos sobre smartphones, vinhos e destilados, entre outros produtos, além do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF) sobre as operações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para aumentar a arrecadação em R$ 11,2 bilhões. Essas mudanças serão feitas por meio de atos administrativos e por envio de Medida Provisória (MP) ao Congresso.

Com a ampliação do processo de concessões e venda de imóveis, além do aperfeiçoamento e aumento da cobrança da dívida ativa da União, o governo espera receber R$ 37,3 bilhões.

TSE aponta 15 'inconsistências' nas contas da campanha de Aécio Neves

TSE aponta 15 'inconsistências' nas contas da campanha de Aécio Neves

Técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) responsáveis por analisar contas de campanha apontaram 15 "inconsistências" em informações sobre receitas, despesas e transferências na prestação de contas entregue no ano passado pelo candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, derrotado no segundo turno pela candidata do PT, a atual presidente, Dilma Rousseff.

A prestação de contas do tucano ainda está sendo analisada pela relatora do processo, ministra Maria Thereza de Assis Moura, e não tem data para ser julgada pela Corte. Uma eventual rejeição das contas ou aprovação com ressalvas não interfere no mandato de senador de Aécio e leva, no máximo, à aplicação de multa.

No último dia 14 de agosto, a ministra intimou Aécio Neves a esclarecer uma série de omissões e divergências nas contas.

Nesta segunda-feira (31), em Belo Horizonte, o senador afirmou que os problemas apontados são "coisas eminentemente formais".

"Não há nenhuma denúncia – diferentemente do que ocorre em relação às contas da presidente da República – de utilização de empresas fantasmas, de pagamentos indevidos, sem a correspondente prestação dos serviços", disse Aécio Neves.

"Os advogados já, imediatamente, comunicaram as correções, com as justificativas ao Tribunal Eleitoral. Não há nenhuma investigação em relação a conta do PSDB", declarou.

A assessoria do senador afirmou que as “inconsistências” não configuram irregularidades e que todas as receitas e despesas estão identificadas. De acordo com a assessoria, houve “desencontros de informação” porque as transações são realizadas a partir de três contas diferentes, uma em nome do candidato, outra do comitê financeiro e uma terceira do partido.

Em alguns casos, segundo a assessoria, prestadores de serviços informaram ao TSE terem realizado serviços diretamente para o candidato, mas o fizeram para empresas contratadas pela campanha. Em outras situações, repasses feitos a diretórios estaduais só puderam ser registrados posteriormente porque o valor foi gasto depois, também conforme a assessoria.

G1