segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Multidão lota Praça da Basílica para festejos de São Francisco




Até o próximo dia 3 de outubro, a cidade de Canindé ficará completamente tomada por romeiros de todas as localidades nordestinas para os festejos franciscanos ( Foto: Alex Pimentel )




Canindé Repetindo a tradição fortalecida ao longo de dois séculos, uma multidão lotou a Praça da Basílica de São Francisco das Chagas, em Canindé, para prestigiar a abertura dos festejos em homenagem ao santo protetor dos sertanejos. Ainda era madrugada, mas à medida que frei Marconi Lins, acompanhado de um grupo de religiosos clamava aos devotos para entoarem cânticos de louvor mais romeiros de todo o Ceará e do Nordeste iam chegando para assistirem ao hasteamento da bandeira santa e participarem da celebração eucarística anunciando o início das novenas.
No momento do hasteamento da flâmula franciscana acompanhada de um espetáculo pirotécnico, os devotos mais dispostos disputavam espaço para beijarem e tocarem o tecido que se manterá tremulando até o dia 5 de outubro junto com as bandeiras Nacional e do Município.
Era apenas o início da festa programada pela Paróquia Santuário de Canindé, onde está localizado o maior santuário franciscano da América Latina. Mesmo assim, a emoção já era contagiante. Quem ia chegando fazia o sinal da cruz e passava a acompanhar a multidão acenando com as mãos e O tema deste ano é "Francisco, restaura a minha Igreja". Logo após o encerramento da primeira missa, às 5h30, parte dos romeiros adentrou à Igreja Matriz; outros seguiram para a Casa dos Milagres, situada ao lado, onde os devotos depositam as provas da interseção de São Francisco nas suas vidas. Os mais cansados procuravam descanso nos abrigos espalhados pela cidade, nos hotéis e nos ônibus. Até nas praças encontraram um aconchego, armando as redes. Alguns conseguem acolhida nos lares de moradores.
Novenas
Nesta segunda-feira, a partir das 18 horas, serão realizadas as novenas na Praça dos Romeiros, seguindo no mesmo horário até o dia 3 de outubro. As confissões, também no mesmo período, ocorrerão das 6 horas às 11 horas e das 14 às 17 horas no Complexo São Damião, ao lado da Basílica onde também haverá batizados, das 10 às 15 horas.
Já as missas, na Quadra da Gruta, serão às 5h, 7h, 9h, 11h, 16h, com celebração de encerramento no mesmo dia, às 9 horas e às 17 horas procissão com a imagem de São Francisco e, no dia seguinte, ao meio-dia, arreamento da bandeira na Praça da Basílica.
A expectativa dos paroquianos para os festejos deste ano é de mais de um milhão de romeiros. A estrutura receptiva, incluindo abrigos e banheiros, foi ampliada, e a segurança reforçada. Além da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, a Autarquia Municipal de Trânsito, a Guarda Municipal e equipes da Secretaria de Saúde do Município foram reforçadas para atenderem os visitantes. O objetivo é assegurar tranquilidade e evitar infortúnios para os visitantes.
Enquete
Porque você é devoto de São Francisco?
"Somos um povo altamente religioso e buscamos um santo que se identifique com as nossas necessidades. E São Francisco de Assis atende as minhas. São Francisco é o santo dos pobres, aprendi quando ainda era criança e busco nele a minha segurança porque é um santo milagroso"
Francisco Antônio da Silva
Artesão
"Desde criança acompanho meus pais nesta peregrinação a Canindé e aprendi a confiar em São Francisco como meu protetor. Para quem tem fé em Deus e sabe que São Francisco é a imagem de Cristo, seu filho, que retornou ao meio de nós, busca nesse santo a proteção divina"
Lúcia Silva
Agricultora

Violência transpõe os muros da escola e atinge professores




Estado não possui estatísticas oficiais sobre agressões a docentes, mas relatos se multiplicam



Ambientes de aprendizado ficam marcados como locais das agressões Foto: Bruno Gomes Segundo pesquisador, chama atenção que algumas crianças e adolescentes considerem certos atos agressivos não como violência, mas como "brincadeira" - ainda que de mau gosto ( Foto: Fernanda Siebra )
01:00 · 25.09.2017 por Nícolas Paulino - Repórter


"Gosto do que eu faço, não me vejo fazendo outra coisa", confessa a professora de uma escola pública do bairro Vila União, em Fortaleza, que não será identificada. A experiência do magistério, contudo, não tem sido tranquila. Não quando já foi ameaçada por um aluno dentro da sala de aula. Não quando quebraram o limpador de para-brisas de seu carro. Não quando furaram os pneus do veículo de um colega de profissão e arranharam a lateral do de outro. "Me sinto impotente, muito triste, até mesmo deprimida", revela a docente.

O abatimento a obrigou, inclusive, a frequentar o consultório de um psiquiatra, além de afastá-la por dois meses das atividades da escola. "Eu não conseguia fazer o trabalho render. A gente se capacita, faz cursos, mas parece que os alunos estão lá só por obrigação", conta. Desde 2001 lecionando em turmas do 6º ao 9º ano, ela tem notado jovens mais impetuosos e contestadores das ordens que dá. "O que me ameaçou tinha 15 anos e era uma pessoa difícil, já tinha quebrado o braço da mãe".

Fatos semelhantes ocorrem até numa cidade pequena como Monsenhor Tabosa, no sertão cearense. Lá, a professora Alana (nome fictício) também viveu momentos delicados. "Eu tinha um aluno de 13 anos que era usuário de drogas. Ele queria sair para usar e eu disse que não. Então, ele pegou uma cadeira para jogar em mim, mas os colegas dele impediram. Fiquei bem nervosa", lembra. Depois do episódio, a professora pediu transferência da série. Contudo, mais recentemente, um estudante de apenas 6 anos cuspiu no rosto dela. O motivo? Não queria realizar a tarefa. "Foi constrangedor", sentencia.

A dimensão real do problema, porém, é desconhecida. A Secretaria Estadual da Educação (Seduc) não dispõe de relatório sobre casos de violência contra professores nas 715 escolas da rede pública estadual. Tampouco o Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará (Apeoc) possui dados sobre a matéria. Mas, segundo o presidente do Conselho Estadual de Educação (CEE), padre Zé Linhares, embora não haja estatísticas definidas, uma média de 10 a 15 denúncias de violência contra professores é informada ao órgão semestralmente.

Conforme Linhares, a região mais afetada é a Capital. As ocorrências chegam através da Ouvidoria do CEE e, dependendo da situação, o professor pode ser remanejado de turno ou de estabelecimento, passar por acompanhamento psicológico, fazer um curso de reciclagem ou participar de mediações com o agressor e a família dele. Contudo, o presidente alerta para a necessidade de se implementarem conselhos municipais, já que o CEE, sozinho, pode não dar conta da análise de todos os casos das cerca de 8,7 mil escolas públicas e particulares de todo o Estado.

Tendência

Dos 10.484 professores cearenses questionados por uma enquete qualitativa da Prova Brasil 2015, divulgada neste ano, 187 relataram ter sido "vítimas de atentado à vida" na escola. Mais 831 declararam ameaças de alunos. Além disso, 4.571 (44%) disseram ter conhecimento de agressões verbais ou físicas de alunos contra outros professores e funcionários da escola.

Houve ainda 1.085 relatos de docentes com alunos frequentando aulas sob efeitos de drogas ilícitas, além de 98 com alunos portando armas de fogo. O vice-presidente do Sindicato Apeoc, Reginaldo Pinheiro, reconhece que as agressões existem, mas muitos professores resistem em fazer o Boletim de Ocorrência por medo de represálias, uma vez que, na maioria dos casos, os conflitos se desdobram em comunidades ligadas ao tráfico de drogas. "A atitude do profissional fica muito na resignação. Eles têm a sensação de que aquilo não vai levar a lugar nenhum", diz.

Pinheiro defende que a escola não pode ser responsabilizada por toda a formação dos estudantes, sendo necessário o apoio institucional do Estado e dos municípios para financiar ações de enfrentamento à violência. Enquanto isso, os educadores sofrem com doenças socioemocionais causadas pela sensação de insegurança e pelo estresse, que, segundo o vice-presidente, são os principais motivos de afastamento da função. O Diário do Nordeste solicitou dados de licenças médicas de professores à Secretaria do Planejamento e Gestão, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

Motivações

Para o psicopedagogo Harley Gomes, mestre em Políticas Públicas e Sociedade pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), o conflito geracional é um dos possíveis catalisadores de agressões no ambiente escolar porque, com a organização de novas configurações sociais e comportamentos, a reverenciada autoridade do professor de décadas passadas parece ter perdido força.

"Há uma nova geração que questiona, que não aceita algumas normas e valores impostos. Se a criança se comporta diferente, isso exige do professor uma nova atuação, e, quando o profissional não está capacitado ou não busca estar de acordo com essas mudanças, emergem esses conflitos", explica.

Segundo o pesquisador, que investigou relatos de violência numa escola de General Sampaio, a 130 km da Capital, também chama a atenção que algumas crianças e adolescentes considerem certos atos agressivos não como violência, mas como "brincadeira" - ainda que de mau gosto. Noutros casos, analisa, os arroubos violentos podem surgir como forma de revidar o bullying sofrido e velado.

É preciso trabalhar a violência de forma pedagógica, segundo Harley, com diálogos, rodas de conversa, pesquisas e atividades junto aos alunos, bem como pela parceria da família no cotidiano escolar. "Ter uma cultura de paz não significa não termos atos violentos, mas sim ressignificá-los pela conversa e pelo conhecimento do que a violência pode causar para vítima e agressor", propõe.

Em nota, a Seduc afirmou que busca "garantir o direito dos alunos a uma boa escolarização" com oportunidades de estágios, qualificação profissional e desenvolvimento de habilidades de pesquisa científica, artístico-culturais e esportivas, no intuito de agregar "valores ao projeto de vida dos adolescentes e jovens que hoje ingressam na rede pública estadual de ensino".

Fique por dentro

Projetos tentam instaurar cultura de mediação

Dentre as ações implementadas pela Secretaria da Educação, há o Projeto Professor Diretor de Turma, em que um docente acompanha todo o desempenho escolar de uma turma até o fim da escolarização; o Seminário Estadual "Escola, Espaço de Reflexão"; o projeto "Mediação Escolar", desenvolvido em quatro escolas de Fortaleza; a parceria entre professores e psicólogos escolares; e o Núcleo de Trabalho, Pesquisa e Prática Social (NTPPS), disciplina incluída no currículo das turmas de ensino médio das escolas de tempo integral.

Na 1ª série do Ensino Médio, os alunos realizam trabalhos científicos sobre a família e a escola, acerca de temáticas como gravidez na adolescência, consumo de álcool e drogas e bullying. Já na 2ª série, o foco de estudo é a comunidade, estendendo as pesquisas para temas como história local, o comércio do bairro e a preservação do meio ambiente.

Por fim, na 3ª série do Ensino Médio, os temas de pesquisa devem ser relacionados ao mundo do trabalho.

1.716 presos soltos em audiências de custódia neste ano



O projeto completou dois anos de implantação no Ceará, em agosto último, mas ainda divide opiniões




00:00 · 25.09.2017 / atualizado às 00:54 por Emanoela Campelo de Melo - Repórter

As audiências de custódia completaram dois anos de implantação no Ceará, em agosto último. O projeto foi iniciado com o intuito de humanizar o Sistema Carcerário e desafogar as penitenciárias. De agosto de 2015 até o último dia 19 de setembro, houve 12.559 atendimentos, destes 4.462 resultaram em solturas mediante aplicação de medidas cautelares, 551 em solturas sem aplicação das medidas e 53 em relaxamentos de prisão. Somente de janeiro de 2017 até a metade deste mês, 1.716 liberdades foram concedidas.

O instrumento processual prevê que o preso em flagrante seja apresentado à autoridade judicial em um prazo de 24 horas, para que seja decidido sobre a legalidade da prisão. No entanto, conforme o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), atualmente, o prazo para que os presos em flagrante sejam apresentados ao juiz é de cinco dias. Isso, porque, no Estado, não há servidores suficientes para cumprir o prazo estabelecido pela Lei. No Ceará, a cada dia útil acontecem, em média, 40 audiências de custódia.

> Policial questiona liberação imediata

Parte das autoridades da área da Segurança Pública veem as audiências como oportunidade para que os presos voltem rapidamente às ruas e, muitas vezes, reincidam na criminalidade. O juiz representante da Vara Única de Audiência de Custódia, Pedro de Araújo Bezerra, concorda em parte com essa vertente do tema, que associa a soltura do preso ao retorno da ilegalidade.

O magistrado afirmou que a liberdade do detento vai depender da gravidade do delito cometido e da ficha criminal dele. Apesar de o Tribunal não contabilizar quantos presos que foram soltos em audiências voltaram a cometer crimes, o juiz fala que as reincidências são comuns.

"Tive casos em que as pessoas foram beneficiadas com a soltura em audiências de custódia e, em um ou dois meses, retornam a delinquir. Temos um caso recente de um suspeito que foi preso em flagrante por roubo e, em nove dias, retornou pelo mesmo crime. Da segunda vez, decretamos a preventiva", lembra o representante da Vara única de Audiência de Custódia.

Na opinião de Pedro Bezerra, atualmente, o crime envolve uma "cultura de glamour". Com o fortalecimento das facções no Ceará, os jovens passaram a se iludir com a falsa sensação de poder que o crime possibilita. O professor doutor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), Gustavo César Machado Cabral, reitera o pensamento e lembra que entre os criminosos ainda há o discurso acerca da facilidade em deixar o cárcere.

"Quem burla a lei, não imagina que será preso. E quando imagina, lembra da facilidade que é ser solto. Aquele que vai delinquir sabe que é pouco provável passar muito tempo preso. É muito da questão de como os presídios estão estruturados internamente. O número de encarceramento cresce e a sensação de insegurança acompanha esse crescimento. Encarcerar não soluciona o problema", disse o professor de Direito Penal.

Privação de liberdade

O defensor público titular da Vara de Audiência de Custódia e responsável pelo Núcleo de Assistência ao Preso Provisório e Vítima de Violência (Nuapp), Delano Benevides, afirma que, atualmente, o Brasil vive uma política de superencarceramento. Enquanto nos anos 1990 havia 100 mil presos, hoje, os presos ultrapassaram 700 mil.

"As pessoas querem que se prenda mais. Isso demonstra inoperância de um sistema, no qual a violência só aumenta. Grande parte da população carcerária é formada por um público socialmente vulnerável. As audiências têm intuito de frear esse superencarceramento. Mais de 4 mil foram soltos de 2015 para cá, e nem assim o número de presos provisórios diminuiu", lembrou o defensor público.

Neste ano, o Estado do Ceará atingiu o recorde no número de internos em penitenciárias e cadeias públicas. Um último levantamento da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), divulgado no início deste mês, traz que há 26.395 detentos nos regimes fechado, aberto, semiaberto e na condição de presos provisórios.

Para os estudiosos, o projeto audiência de custódia é uma medida paliativa. Ou seja, não combate a 'raiz' do problema. "O Direito Penal sempre chega atrasado. Chega quando o crime já foi praticado. A criminalidade pode ser solucionada com prevenção. Hoje, está se prendendo muito, mas está se prendendo mal. Não me pergunto se eles vão reincidir, me pergunto o porquê eles voltam ao crime", avaliou o defensor público Delano Benevides.

Conforme o TJCE, dentre os crimes mais vistos nas audiências de custódia estão roubo, furto e tráfico. O defensor público garante que 80% dos que chegam ao Tribunal cometeram furto ou tráfico de drogas. O juiz Pedro de Araújo Bezerra confirma que os narcóticos contribuem de forma significativa para o aumento da criminalidade, principalmente, quando o público é composto por homens jovens.

Opinião do Especialista

Impunidade dá a entender que o crime compensa

Luiz Fábio Paiva
Sociólogo e pesquisador da UFC

Vivemos no Ceará o drama dos homicídios. A Polícia se mobiliza, apreende drogas, armas e realiza prisões. Qual o resultado disso para diminuição dos homicídios no Ceará? Nenhum. Só existe um impacto social na prática de crimes quando eu efetivamente consigo responsabilizar seus autores. A prisão não pode ser um fim em si mesmo. Temos que pensar modelos de responsabilização que funcionem na prática. Para isso precisamos falar de reforma no sistema de justiça criminal e mais especificamente em mudanças substantivas no trabalho de juízes e desembargadores. O que importa é a certeza de que, ao cometer um crime, o sujeito será devidamente responsabilizado, em conformidade com a lei vigente. O código penal brasileiro precisa de atualizações e enfrentar questões.

Segunda edição de festa literária homenageia Patativa do Assaré



segunda-feira, 25 de setembro 2017



A Festa Literária 7 de Setembro (Fli7) será realizada entre os dias 27 e 30 de setembro. O encontro traz ao público, gratuitamente, uma extensa programação literária e cultural com as presenças de grandes escritores como Gonçalo M. Tavares, Marina Colasanti, Socorro Acioli, Gilmar de Carvalho, Lira Neto, Luiz Ruffato, João Almino, Flávio Paiva e Bárbara Morais. Veja programação completa no site www.fli7.com.br.

Esta é a segunda edição do evento que marca o aniversário da Educadora 7 de Setembro, organização educacional formada pelo Colégio 7 de Setembro e pelo Centro Universitário 7 de Setembro, local de realização da programação, em seu campus Sul, à Avenida Alm. Maximiano da Fonseca, 1395. O grande homenageado deste ano, cujo tema é “A literatura como arte que transforma a realidade,” é o escritor Patativa do Assaré.

Paralelamente à festa, ocorrerão outros eventos, como o II Congresso de Leitura & Educação, o I Encontro de Ensino Bilíngue e o II Encontro das Academias de Letras Escolares. Todos abertos ao público e gratuitos. O Congresso de Leitura & Educação e o Encontro de Ensino Bilíngue pedem inscrições prévias. A curadoria geral da Fli7 é assinada pelo professor PhD em Linguística, Fábio Delano.

Senado discute o fim da propaganda eleitoral




A única mudança no processo eleitoral do próximo ano, a ser sentida pelo eleitorado, será o fim da propaganda eleitoral e partidária, caso realmente o Senado aprove um dos dois projetos em discussão naquela Casa, dependendo ainda da aceitação da Câmara dos Deputados, até o fim da primeira semana de outubro, o prazo limite para aprovação de qualquer nova norma para ter efeito em 2018.


Todas as perspectivas de ser efetivada uma reforma político-eleitoral capaz de ser denominada de digna, proporcionando inovação, modernização e moralização da campanha eleitoral do próximo ano e das seguintes, se esvaíram, à noite da última quarta-feira, com as votações na Câmara mantendo as coligações proporcionais, uma das coisas ruins do processo eleitoral. Ao fim do trabalho, conclui-se que tão somente criaram, ao longo dos últimos meses, outras tantas expectativas falsas.


DN Online

Polícia prende suspeito de fraudar 'Operação Carro-Pipa' em Milhã (CE)



A Polícia Militar prendeu nesta sexta-feira (22) um homem suspeito de fraudar a 'Operação Carro-Pipa', que distribui água para abastecer cidades durante a seca no Ceará. O suspeito foi preso com aparelhos que marcavam a quilometragem dos carros-pipa dentro de um veículo de passeio na rodovia BR-226, na cidade de Milhã.


Segundo a polícia, os pipeiros da região denunciaram que o homem retirava os equipamentos GPS que monitoravam o trajeto e colocava em outro carro para aumentar a quilometragem marcada pelo aparelho. Os pagamentos eram feitos de acordo com o percurso registrado no equipamento.


Os policiais encontraram quatro aparelhos GPS ligados ao sistema elétrico do carro. O suspeito informou aos agentes que era contratado por outras pessoas para realizar o serviço, e que recebia o pagamento de mil reais por mês.


O criminoso foi encaminhado para a sede da Delegacia Regional de Quixadá, onde foi autuado em flagrante por estelionato.


G1CE

Balanço de fim de semana aponta 35 mortos no Ceará, entre as vítimas, mais um PM




O policial militar foi assassinado, a tiros, na madrugada do domingo em plena Avenida Francisco Sá. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)





Soldado Francisco Leandro Conceição Santana foi atingido por tiros à queima-roupa

Fernando Ribeiro25/09/2017 query_builder 6:52




Oprimeiro balanço parcial indica que, ao menos, 35 pessoas tiveram morte violenta no Ceará durante o fim de semana. A Polícia fez o registro de 29 assassinatos e mais seis mortes decorrentes de acidentes de trânsito. Entre as vítimas da violência está mais um policial militar, morto por bandidos nos primeiros minutos da madrugada do domingo (23).

Na Capital cearense 11 pessoas foram assassinadas nos seguintes bairros: Mondubim, Serrinha, Centro, Demócrito Rocha, Álvaro Weyne, Serviluz, Jardim Iracema, Maraponga, Jacarecanga, Sapiranga-Coité e Barra do Ceará.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), outras 11 pessoas foram mortas nos seguintes Municípios: Maracanaú (3 casos sendo dois no bairro Acaracuzinho e um no Distrito de Pajuçara), Caucaia (dois casos, em Sítio Novos e Pirapora), Pacatuba (dois casos, no Conjunto Jereissati 3e no Planalto Benjamin), Pacajus (3 casos) e no Município de Itaitinga (na CPPL 1).

Já no Interior do Estado, foram, ao menos, sete assassinatos, sendo dois no Setor Norte, nos Municípios de Paraipaba e Sobral; e cinco no Sul, nos Municípios de Iguatu, Potengi, Barbalha, Jardim e Fortim.

Policial morto

Na madrugada de domingo (24), o soldado da Polícia Militar Francisco Leandro Conceição Santana, destacado na 2ª Companhia do 8º BPM (Aldeota), foi assassinado, a tiros, no cruzamento das avenidas Francisco Sá e Padre Anchieta, no bairro Jacarecanga. Imagens captadas por câmeras instaladas no local mostram o momento em que o carro da vítima é cercado por criminosos em motocicletas.

Nas imagens é possível verificar que os tiros disparados contra o militar foram à queima-roupa. Ele ainda foi socorrido para a Emergência do Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), mas não resistiu.

O caso está sendo investigado pela 11ª Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Conta de energia deve ficar mais cara em outubro


Matéria 10:35:00 Brasil

Por causa da baixa quantidade de chuvas, a tendência é que as tarifas de energia elétrica vigorem em outubro acrescidas da bandeira tarifária vermelha, no patamar 2, afirmou nesta sexta-feira (22) o diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) Romeu Rufino.


“A lógica, a tendência, é que estamos com um regime hidrológico ainda muito desfavorável. As chuvas atrasaram. A tendência é, para a próxima semana, o CMO estar mais caro. Então, caminha na direção da bandeira vermelha. E é mais provável que chegue ao patamar 2”, afirmou Rufino, pouco antes de dar palestra na Sessão Especial do Fórum Nacional, organizado pelo Inae (Instituto Nacional de Altos Estudos), no Rio.


O sistema de bandeiras é atualizado mensalmente pelo órgão regulador, que avalia a situação dos reservatórios em todo o País e o volume de chuvas para tomar uma decisão.


Atualmente, o regime está na bandeira amarela, o que significa uma cobrança extra na conta de luz de R$ 2,00 para cada 100 kWh consumidos. No patamar 2 da bandeira vermelha, o valor extra subirá para R$ 5,00.


Rufino frisou que falou em termos de tendência, pois somente na próxima semana será fechada a bandeira tarifária que valerá em outubro, conforme o CMO (Custo Marginal de Operação). O ONS (Operador Nacional do Sistema) também prevê que a bandeira vermelha vigorará em outubro e novembro.


O diretor-geral da Aneel também descartou a possibilidade de haver desabastecimento de energia elétrica em 2018, mesmo que o crescimento da economia seja mais forte do que o inicialmente esperado. Mesmo o despacho das usinas termelétricas mais caras, caso a demanda suba, pode ser evitado caso o Brasil importe energia da Argentina a um preço melhor.


“Só vamos importar se os preços forem competitivos em relação às térmicas que eu tenho. O que foi feito é uma autorização para importar. O comercializador vai declarar o valor e, aí, o ONS está autorizado a acionar, desde que ela desloque as térmicas mais caras”, disse Rufino.



Na quinta-feira, o diretor-geral do ONS, Luiz Eduardo Barata, disse que, para amenizar o impacto da seca nos preços, serão importados cerca de 1 mil megawatts-médios da Argentina, já a partir do mês que vem. (R7)

Prazo para produtores rurais aderirem a parcelamento acaba esta semana


Matéria 10:51:00 Brasil, Principal


Prazo para produtores rurais aderirem a parcelamento
acaba esta semana. FOTO: André Costa

Produtores rurais que planejam renegociar dívidas com melhores condições terão até esta sexta-feira (29) para aderir ao Programa de Regularização Tributária Rural (PRR). São elegíveis para o programa, apelidado de Refis rural e criado e regulamentado no mês passado, pessoas físicas ou compradores de produção rural de pessoas físicas.


Com a adesão ao programa, os débitos contraídos a partir de 2001 poderão ser refinanciados em até 180 meses (15 anos), das quais 176 prestações terão desconto nas multas e nos juros. Para que o acordo seja feito nessas condições, a única exigência é que o produtor pague 4% da dívida até dezembro de 2017, sem descontos.


As dívidas poderão ser quitadas mediante o pagamento, sem reduções, de 4% da dívida consolidada, em quatro parcelas com vencimento de setembro a dezembro de 2017, e o restante com desconto de 25% das multas de mora e de ofício e 100% dos juros.


Se a dívida for menor ou igual a R$ 15 milhões, os 96% restantes da dívida serão parcelados em 176 meses, e o valor da parcela corresponderá a 0,8% da média mensal da receita bruta do ano anterior. A prestação mínima corresponde a R$ 100 para o produtor e R$ 1 mil para o comprador. Se, após os 176 meses ainda restar dívida, o valor poderá ser parcelado em 60 meses, sem descontos.


Se o membro do programa for comprador de produção rural de pessoa física com dívida maior que R$ 15 milhões, os 96% restantes da dívida serão parcelados em 176 meses, com prestação mínima de R$ 1 mil.


O contribuinte já inscrito em outros programas de refinanciamento poderá permanecer neles – aderindo, ao mesmo tempo, ao PRR – ou concentrar todos os débitos no PRR. Regras da Receita Federal estabelecem que a desistência de parcelamentos anteriores são integrais e irreversíveis. Desse modo, se optar por incluir no PRR renegociações de débitos em curso, as condições de tais parcelamentos não poderão ser restauradas caso os pedidos de adesão ao PRR sejam rejeitados.



A desistência de parcelamentos anteriores ativos poderá implicar a perda de reduções aplicadas sobre os valores já pagos. A aplicação dessa regra varia conforme a legislação específica de cada modalidade de parcelamento. (Agência Brasil)

sábado, 23 de setembro de 2017

Doria vai de ônibus de casa à Prefeitura e reclama da falta de ar-condicionado


No Dia Mundial Sem Carro, prefeito foi de coletivo à sede da administração e diz que não descarta fazer trajeto 'com mais frequência'
23.6k


Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

22 Setembro 2017 | 08h30



Doria fez o trajeto acompanhado do secretário de Mobilidade e Transportes, Sergio Avelleda Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), saiu a pé de casa no Jardim Europa, bairro da área nobre da capital, às 6 horas desta sexta-feira, 22. No Dia Mundial Sem Carro, o tucano caminhou duas quadras até a parada de ônibus na Avenida Europa. Lá, esperou 12 minutos até a chegada de um coletivo da linha 107T/10 Metrô Tucuruvi-Terminal Pinheiros, que o levaria à Prefeitura de São Paulo.

Acompanhado do secretário de Transportes e Mobilidade, Sergio Avelleda, sentou-se nos últimos bancos, próximo ao motor traseiro. Sem ar-condicionado, logo o calor e o barulho do motor incomodaram o prefeito. Na presença do secretário, aproveitou para oficializar a queixa. "Reclamei com o Avelleda que era um ônibus sem ar-condicionado e ainda com motor traseiro, que faz muito barulho, muito ruído, e esquenta também. E principalmente o fato de não ter ar-condicionado e nem Wi-Fi."


Doria voltou a prometer que, até 2020, toda a frota de ônibus da capital paulista será "mais moderna" e "mais silenciosa". Terá ar-condicionado, Wi-Fi e acessibilidade, explicou. E, gradualmente, segundo ele, o ônibus a diesel será substituído por elétrico. "Futuramente, posso usar, sim, o ônibus com mais frequência para chegar até aqui (Prefeitura)."


O percurso até a Rua Coronel Xavier de Toledo, próximo ao Viaduto do Chá, durou 25 minutos. Segundo o prefeito, o tempo é semelhante ao trajeto que faz diariamente em seu carro pessoal.

Bloqueios. Carros e motos não podem circular em algumas das principais ruas do centro de São Paulo , nesta sexta, das 6 horas às 22 horas. A iniciativa é parte dos eventos do Dia Mundial Sem Carro e da Semana da Mobilidade, que chamam a atenção para o excesso de veículos particulares na cidade. Somente ônibus, táxis e veículos autorizados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) poderão circular na região no horário dos bloqueios.

Doria disse que a experiência de interdição de ruas na região central para veículos poderá ser repetida. "Se isso funcionar bem, talvez no futuro possamos não ter mais automóveis aqui no centro da cidade, utilizando apenas os modais de transporte público. É uma experiência que vai ser repetida além do dia de hoje", afirmou.

Estão bloqueadas Rua Boa Vista, Ladeira Porto Geral, Largo de São Bento, Rua Líbero Badaró, Viaduto do Chá e um trecho da Rua Florêncio de Abreu (entre a Ladeira da Constituição e a Rua Boa Vista).

Deputados tiram licenças e dão lugar a suplentes na AL




Por Miguel MartinsOntem, Yuri Guerra (à esquerda), suplente de Mário Hélio (à direita), já fez uso de um assento parlamentar, mas foi informado de que não poderia Foto: José Leomar

Deputados da Assembleia Legislativa iniciam, neste segundo semestre, o período de pedidos de licença para dar aos suplentes a oportunidade de assumirem o assento parlamentar por período de quatro meses. Na manhã de ontem, foi lida no Plenário 13 de Maio a proposta que trata da licença de Mário Hélio (PDT), que deve ter início amanhã (1), quando assumirá sua cadeira o suplente Yuri Guerra.

Guerra, inclusive, já esteve na sede do Poder Legislativo, ontem, tomando ciência dos aposentos da Casa. Ele chegou a fazer uso do assento parlamentar, mas, após alguns minutos, foi informado pela assessoria da Assembleia que teria de se levantar, pois as cadeiras do plenário, quando das sessões plenárias, são reservadas, exclusivamente, para deputados em exercício do mandato ou ex-parlamentares.

Além de Mário Hélio, outros dois deputados devem se licenciar em outubro próximo: Julinho (PDT) e Tomaz Holanda (PPS). Estes só retornam à Casa em fevereiro de 2018, último ano da atual Legislatura. Os parlamentares vão aproveitar para atuar em suas bases eleitorais. Outros tendem a fazer o mesmo a partir de 2018, nos meses que antecedem o período eleitoral.

Geralmente, pedidos de licença para tratar de assunto particular demoram no máximo 120 dias e são negociados com lideranças políticas e aqueles que devem assumir as vagas dos titulares. Como 2018 é ano de eleições, além de aumentar visitas às bases, parlamentares tendem a ceder parte dos mandatos aos suplentes que queiram também se apresentar à sociedade através dos meios de divulgação do Poder Legislativo, como a TV e a Rádio Assembleia.

Atualmente, na Casa, somente Manoel Santana (PT) está na suplência parlamentar, no lugar de Dedé Teixeira (PT), titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA). Mário Hélio e Yuri Guerra, em 2014, disputaram uma das 46 vagas da Assembleia em coligação formada com PP e PTdoB. Tomaz Holanda é outro que deve se licenciar nas próximas semanas. Inicialmente, ele tinha como certo ceder a vaga a Agenor Ribeiro, de Salitre, no início de setembro, mas a licença foi adiada para outubro.

Outros

Julinho, eleito pelo PTN na coligação com PTN, PPS e PSDC, deve se licenciar também no início de outubro e, em seu lugar, retornará à Casa Nizo Costa, atualmente no PMB. Aliado do Governo Camilo Santana, Nizo disputou o pleito pelo PSDC.

Heitor Férrer (PSB) é outro que deve passar quatro meses longe do Legislativo, visto que o ex-vereador Iraguassu Teixeira, do PDT, primeiro suplente do partido, tem interesse em passar este período como membro da Assembleia. Há um compromisso do pessebista, que foi eleito pelo PDT, de ceder parte de seu mandato para o colega, o que pode acontecer até o fim do ano ou somente no início de 2018.

Já o Odilon Aguiar (PMB) se licenciou das funções no Legislativo pelos próximos dois meses, para tratamento de saúde, conforme informou ao Departamento Legislativo. Pelo caráter da licença, não há necessidade de substituição por suplente.

Sindjorce realiza roda de conversa com jornalistas e estudantes no Cariri


18/09/2017
“O jornalismo e os jornalistas na Região do Cariri: Desafios e Perspectivas” é o tema da roda de conversa que o Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce) realizará no dia 23 de setembro (sábado), às 14h, no Instituto Cultural do Cariri (ICC), localizado no Crato. Antes, a partir das 10h, no mesmo local, haverá atendimento aos profissionais e estudantes interessados em sindicalização e pré-sindicalização, respectivamente.
A iniciativa faz parte do projeto Sindjorce Itinerante, que tem o objetivo de levar os serviços e benefícios oferecidos pela entidade até os jornalistas que atuam no interior do Estado. A primeira edição inicia pelo Cariri cearense, de 21 a 24 de setembro, quando uma comitiva de dirigentes visitará os principais locais de trabalho para conversar com a categoria, além de distribuir materiais, como a Cartilha do Jornalista 2017.
A visita ao Cariri culmina com a roda de conversa, no sábado, aberta aos estudantes de Jornalismo da Universidade Federal do Cariri (UFCA), momento em que serão avaliados o mercado de trabalho local, as precarizações e violações de direitos e o fortalecimento da organização da categoria. No ICC, ainda pela manhã, o Sindjorce disponibilizará o serviço de emissão da Carteira Nacional de Jornalista, documento de identificação profissional emitido em todo o país pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ).
O projeto Sindjorce Itinerante consta no Plano de Lutas dos Jornalistas Cearenses, aprovado por unanimidade no I Congresso Estadual Extraordinário dos Jornalistas do Ceará, realizado em agosto deste ano. No eixo “Combate à precarização das relações de trabalho e organização sindical”, foi deliberado que o sindicato vai realizar oficinas regionais e fortalecer o processo de visitas aos locais de trabalho dos jornalistas no interior do Estado”, lembra a presidente do Sindjorce, Samira de Castro.
Observador para Congresso Nacional
A ida ao Cariri também tem por objetivo eleger um observador da região para participar do 3º Congresso Nacional Extraordinário dos Jornalistas, que acontecerá em dezembro, na cidade de Vitória/ES. “Nossa proposta é fomentar a organização sindical da categoria na região, evoluindo para instalar uma Regional do Sindjorce no Cariri, com diretor titular e um suplente eleitos pelos associados locais, conforme nosso Estatuto”, reforça o secretário-geral do Sindjorce, Rafael Mesquita.
Para Mesquita, a participação de um observador ou observadora caririense no Congresso da FENAJ é um passo para a formação de um provável dirigente, que poderá se atualizar das lutas da categoria nesse contexto histórico tão desafiador para a classe trabalhadora.
Documentação Necessária à Sindicalização:
Para quem tem o registro profissional:
Uma cópia dos seguintes documentos:

CPF;
RG;
Carteira de Trabalho Profissional (CTPS): foto e verso e a que contém o registro profissional;
Diploma;
Cópia de comprovante de residência (não autenticado);
Duas fotos 3×4.Para quem ainda não tem registro (somente no caso dos jornalistas de imagem, cuja obtenção do registro é iniciada no sindicato):
São necessárias 2 (duas) cópias dos seguintes documentos:

CTPS (folha da foto e verso);
CTPS Original;
RG;
CPF;
2 (duas) fotos 3X4 (sendo uma para a carteira de identidade da FENAJ e outra para a ficha do associado);
Comprovante de endereço.Valores de mensalidade:
Impresso: R$ 39,91
Rádio & TV: R$ 49,22
Assessoria de Imprensa/Comunicação: R$ 69,74
CARTEIRA DE JORNALISTA
A Carteira Nacional é um direito de todo jornalista profissional devidamente registrado, sindicalizado ou não. E deve ser renovada de três em três anos, obrigatoriamente, como já citado acima.
Das taxas:
Para sindicalizado em dia R$ 85,00
Para não sindicalizado R$ 340,00
Para sindicalizados inadimplentes R$ 170,00
A carteira é expedida pela FENAJ, com previsão de entrega de até 40 dias úteis.

Da documentação:
CTPS – PÁGINA DA FOTO, PÁGINA DA QUALIFICAÇÃO CIVIL E PÁGINA ONDE CONSTA O NÚMERO DO REGISTRO PROFISSIONAL OU EMITIR O CARTÃO ONLINE NO SITE DO MTE (http://sirpweb.mte.gov.br/sirpweb/pages/consultas/situacaoRegistro.seam)
DIPLOMA FRENTE E VERSO. (NÃO É MAIS OBRIGATÓRIO, MAIS QUEM FOR DIPLOMADO E DECLARAR PRECISO DO DIPLOMA PARA COMPROVAÇÃO)
1 FOTO 3X4 COM FUNDO BRANCO EM PAPEL FOTOGRÁFICO
INFORMAR OS DADOS DOS DOCUMENTOS ABAIXO
RG COM DATA DE EMISSÃO
CPF
ENDEREÇO COM CEP
TIPO SANGUÍNEO


fonte Site sindicato dos jornalistas profissionais do Ceará

Detran-CE prevê implantar CNH digital a partir de fevereiro de 2018




O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran) prevê implantar o sistema de Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica, a CNH digital, a partir de fevereiro de 2018, conforme cronograma nacional estabelecido em resolução aprovada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).


A mudança do sistema terá início no estado após autorização do Contran. Segundo o superintendente adjunto do Detran-CE, Pablo Ximenes, "o sistema de implantação da CNH digital já está sendo estudado, e a transição vai ser rápida, em um mês, no máximo”.


O uso da plataforma digital como documento oficial de habilitação já está sendo estudado pelo Detran-CE, afirma Ximenes. “Nosso sistema já é voltado para esse tipo de conexão”.


A CNH digital vai ter o mesmo valor jurídico da carteira impressa. O cadastro do documento vai ser feito no Portal de Serviço do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), e validado com certificado digital.


Segundo Ximenes, o Detran do estado de Goiás foi escolhido pelo Denatran como projeto piloto de implantação da habilitação eletrônica. A partir dos resultados, os outros estados passam a ter permissão para iniciar o processo. “A versão definitiva (do sistema) deve ser disponibilizada até terminar o teste em Goiás. Só depois os Detrans vão se integrando ao sistema nacional”, explica.
O prazo para implantar o sistema da CNH eletrônica em todo o Brasil é fevereiro de 2018.


Como funciona


No site de serviços do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), órgão contratado pelo Denatran para fornecer o novo sistema, segundo Ximenes, o usuário tem acesso ao passo a passo da mudança.


Primeiro, o motorista realiza o cadastro no Portal de Serviço do Denatran e confirma o email com uso de certificado digital. Para isso, o acesso deve ser efetuado por um equipamento que permite o uso desse certificado; ou por meio do seu e-mail, no balcão do Detran.


Será enviado um link para o email informado. Em seguida, o motorista deverá realizar o login pelo aparelho onde deseja ter sua CNH digital.


No primeiro acesso, será preciso criar um PIN (código) para armazenar os documentos com segurança. Será preciso inserir o PIN criado para poder visualizar os documentos.


Caso necessite bloquear o aparelho para impedir o uso de sua conta e acesso aos seus documentos, o usuário deve acessar o Portal de Serviços do Denatran com o certificado digital e solicitar o bloqueio.


G1CE

Prefeito de Aiuaba homologa concurso

amaury alencar 

 Prefeito Ramilson Moraes homologou duas turmas de concursados em Aiuaba sem ser da sua gestão. Caso o contrário todos tinham perdido o concurso.






Petrobras eleva preço da gasolina e do diesel a partir de sábado


Matéria 00:50:00 Brasil

A Petrobras vai aumentar o preço da gasolina a partir deste sábado, 23, em 0,2% e do diesel nas refinarias em 0,6%. A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores.

Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a estatal petrolífera agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente. Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais.

Competitividade

Mesmo com a alta generalizadas de preços, pela terceira semana seguida os valores médios do etanol hidratado seguiram competitivos com os da gasolina em São Paulo, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais, segundo dados da ANP, compilados pelo AE-Taxas. O levantamento considera que o combustível de cana, por ter menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Em Mato Grosso, onde o etanol está mais competitivo, o combustível é vendido em média por 62,07% do preço da gasolina. Em São Paulo a paridade está em 67,64%, em Minas Gerais o etanol custa em média, 68,06% do preço da gasolina e, em Goiás, a paridade é de 68,97%.

A gasolina segue mais vantajosa principalmente no Rio Grande do Sul. Naquele Estado, o preço do etanol custa 87,47% do cobrado em média pela gasolina. (Estadão) Brasil

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Comissão de Educação debate mudanças no Fundeb


quinta-feira, 21 de setembro 2017


A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa promove, hoje, às 14 horas, audiência pública para tratar da PEC 1515, que tramita no Congresso Nacional. O debate será no auditório deputado João Frederico Ferreira Gomes, 6º andar, anexo II da AL. A proposta, de acordo com a deputada Dra. Silvana (PMDB), autora do requerimento para a audiência, é de fundamental importância para a educação no Estado e no País. “Essa PEC visa tornar o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) em instrumento permanente de financiamento da educação básica pública “, informa a parlamentar.

Constituição
Ainda de acordo com a deputada, atualmente, o Fundeb está previsto nas disposições transitórias da Constituição Federal.

Eunício defende acordo com Tasso e Capitão e descarta aliança com Camilo e FGs




A chapa seria a seguinte: Tasso governador, Wagner vice-governador e Eunício senador. Ainda restaria saber quem concorreria à segunda vaga ao Senado




Eunício Oliveira, Tasso Jereissati e Capitão Wagner
20/09/2017 query_builder 8:51




Opresidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), disse ao Ceará News 7, com exclusividade, que descarta aliança com Camilo Santana e os Ferreira Gomes em 2018. O senador cearense defende uma chapa pura de oposição, com Tasso Jereissati governador e Capitão Wagner vice-governador. Eunício concorreria à reeleição ao Senado e restaria escolher outro nome para a segunda vaga na Câmara Alta.

Eunício já havia dito ao Ceará News 7 que nunca existiu acordo para as Eleições do próximo ano com Camilo, Cid e Ciro. Sobre o presidenciável do PDT, ele foi categórico: “Não existe uma única chance de votar nesse senhor [referindo-se a Ciro Gomes] em 2018″. A relação dos dois é de rompimento, sem retorno. Não apenas no âmbito político, mas também no pessoal. O conflito deles será resolvido no Poder Judiciário, tendo Ciro já perdido seis ações para Eunício.

Em nome do Ceará

Eunício explicou, na última sexta (15), que quando liberou R$ 400 milhões para a Saúde do Estado estava cumprindo seu dever como senador, e não ventilando um acordo com Camilo e os FGs. “Toda vez que o governador precisar de mim para ajudar minha gente e dar crédito ao meu trabalho estarei ao seu lado colaborando, pois esse é o meu papel”.

Água para Campos Sales: Força-tarefa vai iniciar trabalhos da adutora de Araripe




Nesta quarta-feira (20), o prefeito Moésio Loiola deu importante passo para amenizar a crise hídrica no município de Campos Sales. Reunido em Fortaleza com a direção da Companhia de Gerenciamento dos Recursos Hídricos do Ceará (Gogerh), Cagece e a Superintendência Obras Hidráulicas (Sohidra), Moésio assegurou dos dirigentes desses órgãos, a vinda da empresa Geohidro, especializada em perfuração de poços profundos para trabalhar na adutora de Araripe. Geohidro inicia os trabalhos já nesta segunda-feira (25), sob a coordenação do engenheiro Renan Castelo Branco, que possui vasta experiência no assunto e que já comandou perfurações de poços para Petrobras.
A determinação do presidente da Cogerh, João Farias é que empresa contratada pelo estado possa levar para as torneiras dos campossalenses aproximadamente 70 mil litros/hora por meio da adutora de Araripe.
Na reunião também ficou decidido que a Cogerh irá promover em Campos Sales, alternativas para diminuir as consequências da seca. Entre essas ações foram citadas: 1) Construção de Açude Águas Belas.
2) Transferência de Água do Rio São Francisco para adutora a ser instalada em Nova Olinda, dali seguindo para Potengi, Araripe e depois Campos Sales e Salitre. Esse projeto a ser realizado a médio prazo pelo estado.
3) Construção de adutora no mamoeiro ou canoas para abastecer a sede do município.
Além do prefeito Moésio Loiola e do presidente da Cogerh João Farias, estiveram presentes na reunião em Fortaleza, Zulene Almada, chefe de projetos hídricos; o engenheiro Elano Lamartine Leão, Guilherme Filgueiras, Antônio Carlos Bertoline e Irabson Mota Cavalcante.

Postado por flavio pinto

Profissionais de Comunicação serão homenageados na câmara municipal de Santana do Cariri, próximo dia 29.





Profissionais de comunicação que militam diariamente na imprensa escrita, falada bloguista e televisionada, deverão estar sendo homenageados com comendas pela câmara municipal de Santana do Cariri, num mero reconhecimento a estes talentosos comunicadores, que no dia a dia levam as informações para os mais diferentes municípios, além da capital.


A proposição para que estas homenagens possam ocorrer no próximo dia 29, deste mês ás 19 hs em seção solene na casa legislativa Santanense, foi de autoria do vereador Arclébio Dias, vice presidente do poder legislativo, mediante aprovação unânime de seus colegas legisladores.





Resultado de imagem para foto vereador Arclebio dias

Quatro agências do Banco do Brasil no Cariri serão reconstruídas


Matéria 14:27:00

Missão Velha, Assaré, Cedro e Lavras da Mangabeira terão suas agências do Banco do Brasil reconstruídas após terem sido alvo de ataques de quadrilhas ao longo deste ano. O anúncio foi feito pelo senador Eunício Oliveira do PMDB na tarde desta quarta-feira.


Eunício se reuniu com o presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, e formalizou o pedido para que as agências fossem reabertas nestes locais. Outras cidades do Ceará também terão suas unidades bancárias reativadas, são elas: Milhã, Redenção, Ipueiras, Jaguaribara, Senador Pompeu e Icapuí. (Site Miséria)

Câmara aprova fim de coligações a partir de 2020



Texto inicial previa que medida entraria em vigor já nas eleições do ano que vem, mas acordo adiou validade



00:00 · 21.09.2017 / atualizado às 00:05

Plenário da Casa recuou da proposta inicial de acabar com o recurso de alianças partidárias para as eleições proporcionais já no ano que vem ( FOTO: AG. CÂMARA )

Brasília. Uma das medidas mais esperadas da Reforma Política ficou para 2020. Os deputados aprovaram, ontem, em primeiro turno, o fim das coligações para as eleições de deputados e vereadores, mas a nova regra não será aplicada na disputa do ano que vem. A votação em segundo turno foi adiada, por acordo entre os parlamentares, devido à redução de quórum.

O texto inicial, relatado pela deputada Shéridan (PSDB-RR), previa a medida já para 2018. Os deputados, no entanto, fizeram um acordo e aprovaram um destaque do PPS para que a medida tenha validade somente a partir de 2020. Foram 348 a favor, 87 contra e 4 abstenções. Pelas regras atuais, e que permanecem valendo em 2018, diferentes partidos podem fazer alianças para eleger seus candidatos ao Legislativo. Dessa forma, se dois partidos antagônicos se coligam, é possível que o voto em um candidato ajude a eleição de outro.

Em um exemplo hipotético, o eleitor vota em um nome do PT, mais à esquerda, mas pode ajudar a eleger um nome do PP, um partido de centro-direita.

Essa medida beneficia partidos pequenos, que costumam se aliar a legendas mais fortes para garantir vagas na Câmara. Deputados do PCdoB, por exemplo, comemoraram a aprovação do destaque. Outros, no entanto, criticaram a decisão de adiar o fim das coligações para 2020.

"A coligação é a raiz causadora dos problemas que estamos vivendo hoje. Você junta na mesma coligação partidos que pensam diferentes, o que não representa a vontade do eleitor", disse Hildo Rocha (PMDB-MA).

O plenário também rejeitou, por 311 votos a 107, o destaque do PT que pretendia excluir da PEC dispositivo sobre autonomia dos partidos para definir órgãos provisórios. Também foi rejeitado, por 383 votos a 17, um destaque do PSOL que questionava a regra geral da cláusula de desempenho, com vigência para depois de 2030.

'Distritão'

Na madrugada de ontem, o plenário da Câmara havia rejeitado alterar o sistema eleitoral, abandonando a proposta do "distritão", e também desistiu de votar a criação do fundo público para custear as campanhas.

O Diário do Nordeste ouviu deputados cearenses sobre a derrota do "distritão" e as dificuldades para que alguma Reforma Política avance no Congresso.

Na avaliação de Chico Lopes (PCdoB), a proposta atenderia apenas o interesse de quem já ocupa uma vaga no legislativo.

O deputado André Figueiredo (PDT) declarou que a proposta do "distritão" estava muito ruim. "O Brasil precisa discutir um caminho, talvez em disposições transitórias convocar uma Assembleia Constituinte".

Para o deputado federal Moses Rodrigues (PMDB), a rejeição da proposta foi uma resposta negativa para a sociedade. "O sistema eleitoral hoje está defasado, antigo e ultrapassado, a Câmara não soube dar uma resposta", disse. Raimundo Gomes de Matos (PSDB) lamentou o atraso com a reforma e as mudanças feitas de última hora. "O Congresso não tem mais ambiente para votar essa reforma".

Senado

Já o líder do governo no Senado, senador Romero Jucá (PMDB-RR), entregou, ontem, uma proposta alternativa para a criação de um fundo eleitoral com dinheiro público. Sem consenso, a votação dessa proposta foi adiada para a próxima terça.

Colaborou Carolina Curvello

Parque eólico no mar aumenta potencial de geração no Ceará




All About Energy trará esse debate incluído na discussão sobre o futuro da energia renovável no mundo, no País e no CE



Condições favoráveis do litoral do Estado devem beneficiar projetos de usinas off-shore
01:00 · 21.09.2017 por Bruno Cabral - Repórter

Os parques eólicos off-shore, com torres instaladas no leito do mar, serão, pela primeira vez, debatidos no All About Energy - Congress & Expo 2017, maior evento multissetorial de energia e sustentabilidade da América Latina, que acontece de 4 a 8 de outubro, em Fortaleza.

"Isso pode trazer um tremendo incremento para o potencial do Ceará e do Rio Grande do Norte, que têm condições geográficas favoráveis. O que nos falta é a regulação e experiência operacional", afirma Jean-Paul Prates, diretor-presidente do Centro de Estratégias em Recursos Naturais & Energia (Cerne), um dos realizadores do evento, em parceria com a empresa All About Eventos.

All About Energy

Para esta edição, o evento, que ocorre no Terminal Marítimo do Porto do Mucuripe, terá como tema principal, o futuro da energia renovável nos cenários mundial, nacional e regional. Também serão abordados temas como o consumo sustentável, o papel da inovação e startups tecnológicas, além de simpósios com investidores globais voltados a projetos sustentáveis.

Jean-Paul Prates destaca que o grande diferencial desta edição é que o evento será voltado para o futuro e para novas tecnologias que deverão aumentar a demanda por energia elétrica. "Vamos abordar o consumo eficiente de energia, tratando de cidades inteligentes, carros elétricos, construções ecológicas, internet das coisas", diz.

Durante o All About Energy 2017, haverá exposição de veículos elétricos, apresentação de construções inteligentes como os condomínios solares e aplicações tecnológicas para eficiência energética, além do congresso científico com trabalhos técnicos selecionados por especialistas e doutores.

Nas sessões plenárias, serão realizados debates sobre energia eólica, energia solar, bioenergéticos (biocombustíveis, biomassa e biogás) e consumo sustentável de energia.

Ceará

Quarto maior produtor de energia eólica do Brasil, o Ceará conta hoje com 61 parques eólicos em operação, com potência instalada de 1,65 gigawatt (GW). O valor, neste momento, representa 43,6% da capacidade de geração do Estado.

E, para os próximos anos, deverão ser adicionados à matriz eólica cearense mais 950,9 megawatts (MW), provenientes de 22 parques em construção (467,5 MW) e outros 22 empreendimentos já aprovados com construção não iniciada (483,4 MW), de acordo com informações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Com o avanço na geração eólica, o estado do Ceará deve chegar a atingir a marca de 2,6 GW de capacidade instalada nos próximos quatro anos, passando da quarta para a terceira posição entre os maiores estados produtores do Brasil.

O incremento de 0,9 GW da matriz eólica cearense até 2021 representa um crescimento de 62% do potencial do Estado, segundo projeção do Centro de Estratégias em Recursos Naturais & Energia (Cerne).

Com relação à geração solar, o Ceará conta hoje com apenas um parque em operação, com 5 MW de potência instalada.

Mas a capacidade de geração fotovoltaica deverá se multiplicar por 36 vezes nos próximos anos, com a operação de seis parques já aprovados com construção não iniciada que deverão adicionar 180,0 MW de potência para esse tipo de geração, segundo a Aneel.

Para Jean-Paul Prates, o potencial eólico a ser explorado no Estado é 10 vezes maior do que é utilizado atualmente, enquanto o potencial solar ainda nem começou a se desenvolver.

Privatização

A proposta feita pelo Governo Federal de desestatização da Eletrobrás poderá aumentar a complexidade jurídica e regulatória para os diferentes segmentos do setor energético do País, como de geração e distribuição. Para Jean-Paul Prates, diretor-presidente do Cerne, uma eventual privatização da Eletrobrás poderia impactar negativamente as empresas privadas que atuam no setor.

"Entendo que alguns itens podem ser colocados para o setor privado, mas como foi colocado recentemente, a privatização do sistema Eletrobrás, acho que é muito grave", diz o diretor-presidente do Cerne.

Prates diz ser "muito temerário" passar para a iniciativa privada a competência de regulador do sistema elétrico Nacional, podendo inclusive prejudicar a segurança hídrica no País.

Complexidade

O diretor-presidente do Cerne, em momento de seca, por exemplo, o consumo animal pode ser preterido em favor da geração elétrica, "principalmente se você privatizar uma Chesf, Furnas ou uma Eletronorte, que controlam enormes reservatórios do País. Então é muito grave".

Entretanto, diante da "complexidade" da medida e de suas consequências, Prates não acredita que a proposta do governo, da forma como foi posta, irá prosperar. "Vejo isso como um factóide. Acho que o próprio governo não acredita que seja capaz de fazer uma privatização dessa no setor que administra a água do País", diz.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Greve dos Correios atinge 20 estados e o DF, diz federação dos trabalhadores


Por Marta Cavallini, G1






Funcionários dos Correios em SC aprovaram greve em assembleia na terça-feira (Foto: Sintect-SC)



A greve dos Correios começou às 22h de terça-feira (19) e atinge 20 estados e o Distrito Federal, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).


A paralisação envolve os trabalhadores dos sindicatos de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Brasília (DF), Campinas (SP), Ceará, Espírito Santo, Goiás, Juiz de Fora (MG), Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Ribeirão Preto (SP), Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Maria (RS), Santos (SP), São José do Rio Preto (SP), Sergipe, Santa Catarina, Uberaba (MG) e Vale do Paraíba (SP).


Dos 31 sindicatos ligados à Fentect, somente três ainda não realizaram assembleia: Acre, Rondônia e Roraima.


As agências franqueadas não estão participando da greve. Atualmente, são mais de 6.500 agências próprias dos Correios pelo país, além de 1 mil franqueadas.


Segundo a federação, foram mais de 50 dias de negociação, sem sucesso. Entre os motivos da greve estão o fechamento de agências por todo o país, pressão para adesão ao plano de demissão voluntária, ameaça de demissão motivada com alegação da crise, ameaça de privatização, corte de investimentos em todo o país, falta de concurso público, além de mudanças no plano de saúde e suspensão das férias para todos os trabalhadores, exceto para aqueles que já estão com férias vencidas.


O G1 entrou em contato com os Correios e aguarda posicionamento da empresa sobre a greve.




Crise nos Correios




Os Correios enfrentam uma severa crise econômica e medidas para reduzir gastos e melhorar a lucratividade da estatal estão em pauta.


Nos últimos dois anos, os Correios apresentaram prejuízos que somam, aproximadamente, R$ 4 bilhões. Desse total, 65% correspondem a despesas de pessoal.


Em 2016, os Correios anunciaram um Programa de Demissão Incentivada (PDI) e pretendia atingir a meta de 8 mil servidores, mas apenas 5,5 mil aderiram ao programa.



Os Correios anunciaram em março o fechamento de 250 agências,apenas em municípios com mais de 50 mil habitantes, além de uma série de medidas de redução de custos e de reestruturação da folha de pagamentos.


Em abril, o presidente dos Correios, Guilherme Campos, afirmou que a demissão de servidores concursados vinha sendo estudada. Segundo ele, os Correios não têm condições de continuar arcando com sua atual folha de pagamento e contratou um estudo para calcular quantos servidores teriam que ser demitidos para que o gasto com a folha fosse ajustado.


Em março, o ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, afirmou que, se a empresa não promover o "equilíbrio rapidamente", vai "caminhar para um processo de privatização".


A estatal tenta implantar um novo formato para o plano de saúde dos funcionários, o Postal Saúde. A empresa alega que esse custeio é o responsável pela maior parte do déficit registrado nos últimos anos na estatal. Hoje a estatal arca com 93% dos custos dos planos de saúde e os funcionários com 7%.

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS SALES REALIZA AUDIÊNCIA PARA DEBATER O PLANEJAMENTO E A GESTÃO TERRITORIAL DO MUNICÍPIO




Fonte: Kariri Oeste

A Audiência Pública destinada ao debate sobre o Planejamento e a Gestão Territorial do Município de Campos Sales foi realizada nesta terça feira 19 no prédio da Câmara e contou com a presença de pessoas fundamentais que compreendem e estão a frente do projeto a muito tempo, como o Professor de Geografia Mariano De Oliveira Carvalho altamente conhecedor do território geográfico do município, que explanou seus estudos sobre as delimitações do município e do representante do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) Leandro Feitosa Leite Nóbrega, que destacou estudos do IBGE, abrangência e crescimento do território. Outros representantes da Sec. de Governo, Conselho de Pais e Sebrae também compareceram ao evento além de estudantes da Escola de Ensino Médio de Campos Sales (Grupinho), os mesmos realizaram um trabalho (projeto) orientado pelo professor Mariano, abrilhantaram a Audiência.Em sua maior parte, os Vereadores aproveitaram bastante para fazer perguntas e ouvir idéias dos palestrantes. A Audiência foi dirigida pelo Presidente da Casa Dr. Antonio Luiz Santos Neto dando a população presente a honra de  participar e tirar suas dúvidas.

Quadrilha assalta Bradesco e loja Macavi de Novo Oriente



Uma quadrilha fortemente armada explodiu a agencia do Bradesco da cidade de Novo Oriente na madrugada desta quarta-feira, 20, provocando pânico, correria, tiros e explosões.
As primeiras informações indicam que o bando se dividiu, enquanto um parte da quadrilha foi para o banco, a outra se dirigiu à Delegacia e efetuou vários disparos na fachada do prédio e da viatura policial.
Foram utilizados no assalto, 3 veículos, Hilux, Siena e Corolla, todos na cor preta. Um desses carros foi queimado na saída para quiterianópolis. Outro carro teria sido abandonado próximo a entrada da localidade de Realejo.
Muitos grampos foram jogados nas saídas da cidade.
Apesar dos disparos, nenhum policial foi ferido.
A agência do Bradesco de Novo Oriente foi praticamente implodida pelos assaltantes, mas ainda não há informação sobre a quantia levada do cofre da agência.
A Polícia está realizando diligências.


Fachada do prédio da Delegacia foi atingido com vários tiros.

Viatura atingida por disparos.

Agência ficou destruída.
Repórter Tony Sales

IFCE abre seleção para professor e tutor em educação a distância


Matéria 14:41:00 Ceará, Principal

O Instituto Federal do Ceará (IFCE) abriu seleção para formação de cadastro de reserva de professor formador, tutor a distância e de apoio presencial. As inscrições para os interessados já começam na quarta-feira, dia 20 de setembro, e encerram no dia 4 de outubro. Eventual impugnação dos documentos será recebida no dia 19 de setembro, segundo os requisitos apresentados nos editais.


Seleção


Além da exigência de ser brasileiro nato ou naturalizado como requisito para os cargos, os três editais preveem aos interessados a disponibilidade 20 horas semanais para a dedicação aos trabalhos aferidos, bem como experiência em docência. Podem participar das seleções quaisquer pessoas que se encaixem nos perfis específicos definidos em cada um dos editais.


A remuneração do professor formador será concedida por meio de bolsa, de caráter temporário, entre R$ 1.100,00 e R$ 1.300,00 (a depender da classe estabelecida, podendo ser I ou II). Já as remunerações para os cargos de tutor em EaD e de tutor de polo presencial serão no valor de R$ 765,00, também concedidas por meio de bolsas. As inscrições serão recebidas apenas por meio de formulário on-line disponível no site: ifce.edu.br/acesso-rapido/concursos-publicos/editais/para-quem-quer-trabalhar-no-ifce (G1 CE)

Equipe cearense desenvolve testes rápidos para diagnóstico de zika e chikungunya




Regiões tropicais e subtropicais do planeta são propícias para a proliferação de arboviroses, doenças transmitidas por mosquitos, como o Aedes aegypti, inseto originário do Egito, na África e que chegou ao continente americano no século XVI, durante o período colonial. Segundo o Ministério da Saúde (MS). No Brasil, a transmissão da dengue, uma das doenças que têm como vetor de transmissão o mosquito, ocorre de forma continuada desde 1986, com períodos intercalados de epidemias. O maior surto ocorreu em 2013, com dois milhões de casos notificados.

Atualmente circulam quatro sorotipos transmitidos pelo Aedes aegypti no País: dengue, febre amarela, zika e chikungunya. No geral, essas patologias têm sintomas parecidos. Dor de cabeça, febre, dores no corpo e manchas avermelhadas na pele são manifestações que podem ser apresentadas por mais de uma doença.

O projeto
Visando diagnósticos corretos e rápidos para as doenças, para ajudar a mudar este cenário, a empresa Greenbean Biotecnologia, com o apoio da Funcap através do edital Inovafit Fase 1, está desenvolvendo novos kits de diagnóstico rápido que irão especificar com precisão qual arbovirose se manifesta no paciente. O projeto tem como coordenadora técnica a professora do Departamento de Nutrição da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Izabel Guedes, que também coordena a Rede Nordeste de Biotecnologia (Renorbio) – ponto focal Ceará.

As semelhanças entre os vírus e os sintomas dessas arboviroses dificultam o diagnóstico preciso. A zika, por exemplo, pode trazer sérios danos aos fetos, caso mulheres grávidas sejam infectadas, então é necessário um diagnóstico correto para orientar os profissionais de saúde na indicação do tratamento. Atualmente, o exame que comprova a infecção por alguma dessas doenças é realizado através da técnica RT-PCR, que só é capaz de identificar um vírus por vez. Para saber se um paciente está com zika, dengue ou chikungunya, é preciso realizar três testes, o que torna o procedimento caro.
Izabel alerta que para o médico ter uma conduta mais segura na definição do tratamento, é necessário um diagnóstico preciso. “As viroses têm sintomas parecidos e o mesmo paciente pode estar contaminado com mais de um vírus ao mesmo tempo. É preciso um teste que detecte os três sorotipos”, explica a pesquisadora.

Desenvolvimento
O projeto desenvolveu proteínas recombinantes de cada vírus (dengue, zika e chikungunya), ou seja, criadas em laboratório para fabricação de um reagente específico para cada virose. Nesse método, quando o soro do paciente entrar em contato com os reagentes das três viroses, só terá resposta com as proteínas das doenças com as quais está infectado.

As proteínas são produzidas através da inoculação em plantas, que funcionam como biorreatores e passam a produzir a substância. Izabel salienta que esse sistema tem baixo custo, é rápido e não causa impactos no ambiente. “Nos vegetais, as etapas de introdução das proteínas, colheita e purificação levam um período de quatro a cinco dias, enquanto em células animais ou microrganismos o processo leva muito mais tempo e é preciso fazer o uso de antibióticos”, afirma.

Vantagens
Atualmente os exames são realizados através do kit NAT, que utiliza a técnica RT-PCR e não identifica o tipo de arbovirose. Além disso, esse teste faz uso de reagentes importados, o que aumenta os custos, principalmente se for necessário fazer o teste para dengue, zika e chikungunya. De acordo com Izabel, o Brasil é dependente de insumos estrangeiros para a área médica e isso gera altos custos aos cofres públicos. “Nós precisamos ter técnicas de diagnóstico nossas, produzidas aqui, pois temos potencial para produzir os kits sem depender de importação”, comenta.

O novo kit é capaz de realizar os testes para dengue, zika e chikungunya, ao mesmo tempo e permite exames em microplacas (placas de Elisa) que possuem 96 poços distribuído sem 12 fileiras, onde podem ser realizados testes de até 40 pessoas. As proteínas de cada uma das viroses são distribuídas na placa e o soro do paciente só reage àquela na qual está infectado. O exame é rápido, cada etapa leva entre uma hora e uma hora e meia e o resultado sai dentro de cinco horas.

Próximos passos

Na primeira fase do projeto, a equipe delineou a pesquisa e produziu insumos. De acordo com Izabel, o apoio da Funcap foi fundamental para dar prosseguimento ao estudo. “Com ele, nós separamos e produzimos as proteínas, isso nos deu base para aprovarmos um projeto no CNPQ, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)”, afirma.
A equipe ainda não tem data prevista para a chegada dos testes ao mercado, mas segundo Izabel, pode ser em breve, porque o protótipo já foi testado e teve a eficácia comprovada. Agora as proteínas estão sendo enviadas para a equipe da UFPE realizar a montagem dos novos kits de acordo com o padrão comercial.

Conselho Regional de Contabilidade abre concurso público




O Conselho Regional de Contabilidade abriu concurso público para o preenchimento imediato de 11 vagas, sendo 10 de nível médio – para o cargo de auxiliar administrativo, e uma de nível superior – para fiscal contador. As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de outubro, somente pela internet, por meio do site da empresa contratada para realizar o certame, www.idib.org.brel. A taxa de inscrição para o nível médio é de R$ 80,00 e para o nível superior é de R$ 120,00.


As provas de língua portuguesa, informática e conhecimentos específicos serão aplicadas para os candidatos dos dois níveis, em Fortaleza, no dia 19 de novembro, com caráter eliminatório e classificatório. Os aprovados terão jornada de 40 horas semanais e salários de R$ 2.044,36, para o nível médio, e de R$ 3.852,68, para o superior.


O concurso também prevê a formação de cadastro reserva. A validade do certame é de dois anos, prorrogável uma só vez, por mais dois anos.


SERVIÇO


*Como se inscrever – acessar o site www.idib.org.br, durante o período de inscrição.


*Como pagar a taxa – Imprimir o boleto da taxa de inscrição e fazer o pagamento em qualquer agência bancária, até 24 horas após a emissão do boleto.

Capitão Wagner volta a cobrar secretário André Costa por Plano de Segurança do Ceará




Deputado ainda foi taxativo ao afirmar que não há a menor possibilidade de subir em palanque de Ferreira Gomes





Deputado Capitao Wagner critica retomada de investimentos no Acquario Ceará. Foto: Máximo Moura
19/09/2017 query_builder 15:05




Odeputado estadual Capitão Wagner (PR) voltou a cobrar, na manhã desta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa, a elaboração de um planto de segurança para o Ceará. Para o parlamentar, o secretário de Segurança, André Costa, está tomando as mesmas medidas que já implementadas na gestão Cid Gomes sem resultado.

“O secretário, especialmente na área da segurança, tem vindo arrotar dados, o líder do governo acabou de fazer isso. ‘Estamos contratando policial, estamos comprando viaturas, estamos adquirindo aeronave’. Isso aí foi feito na gestão Cid Gomes e não deu resultado. A gente quer ouvir do secretário amanhã é que está se construindo um plano com as demais secretarias, com a Secretaria de Justiça, com a Secretaria de Ação Social, um plano, por exemplo, para saber o que se faz com o preso quando ele sai do sistema penitenciário. Tem algum encaminhamento? Ele é devolvido à sociedade com algum encaminhamento? Ele é inserido no mercado de trabalho? Dizer que se prendeu, que se aprendeu droga, que se aprendeu arma, isso aí não é solução, quanto mais prende, quanto mais se apreende arma e droga, infelizmente, a violência só tende a aumentar”.

O deputado ainda foi taxativo ao negar qualquer possibilidade de subir no mesmo palanque, em 2018, que os irmãos Cid e Ciro Ferreira Gomes (PDT). Capitão Wagner reforçou que, caso o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), e o senador Tasso Jereissati (PSDB) não apresentarem interesse em concorrer ao Governo do Ceará, o nome dele está à disposição para ser o candidato da oposição.

“Eu não posso falar pelo senador Eunício, da minha parte, essa possibilidade é zero. Não há a menor possibilidade de eu subir no palanque dos Ferreira Gomes. E se o senador Eunício não quiser vir pro nosso lado, não for candidato e nós não tivermos outro nome, o meu nome está colocado à disposição como pré-candidato ao Governo do Estado, não por ser a última opção, acredito que sou uma pessoa viável, mas precisamos, logicamente, de uma estrutura partidária, de tempo de televisão para viabilizar a candidatura”.

Confira a entrevista do jornalista Márcio Lima com o deputado Capitão Wagner:

Bancada do Nordeste participa de reunião para discutir renegociação de dívidas ruais





O encontro aconteceu na sede da Fiec em Brasília. Agora, as ideias serão levadas para presidente do Senado, Eunício Oliveira





Café da manhã da Bancada do Nordeste na Câmara dos Deputados na sede da Fiec em Brasília
19/09/2017 query_builder 11:11




ABancada do Nordeste na Câmara dos Deputados participou de um café da manhã, nesta terça-feira (19), na sede da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) em Brasília. Em pauta, a discussão do Projeto de Lei 5992/2016, que estabelece condições para a renegociações de débitos em operações com os Fundos Constitucionais de Financiamento do Nordeste (FNE).

Com esses recursos, disponibilizados por meio de instituições financeiras como o Banco do Nordeste, é possível investir em programas para alavancar os setores produtivos, nas mais diversas áreas.

Também foram debatidas as taxas de juros praticadas na renegociação das dívidas rurais. Agora, as ideias serão levadas para presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Cármen Lúcia empossa Valdetário Monteiro como novo conselheiro do CNJ





Também participaram da cerimônia o presidente do Senado, Eunício Oliveira, e o presidente da OAB, Cláudio Lamachia





Presidente do STF e do CNJ, Cármen Lúcia, e o novo conselheiro do CNJ, Valdetário Monteiro / Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ
19/09/2017 query_builder 16:53




Apresidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia, empossou, nesta terça-feira (19), o advogado Valdetário Monteiro como novo conselheiro do órgão. Valdetário assume uma das vagas destinadas à indicação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em substituição a Norberto Campelo, que se despediu do CNJ também na sessão de hoje.

Após a assinatura do termo de posse, a ministra Cármen Lúcia deu as boas-vindas ao novo conselheiro. “É com muito orgulho que o CNJ recebe mais um representante deste grande instituto do Direito brasileiro. Desejo que possa nos ajudar a prestar o melhor serviço ao cidadão brasileiro”, afirmou a presidente do Conselho.

Entre outras autoridades, participaram da cerimônia o presidente nacional da OAB, Claúdio Lamachia, o presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira, e o presidente do Supremo Tribunal Militar, ministro José Coêlho Ferreira. O novo conselheiro recebeu os cumprimentos de magistrados, advogados e parlamentares.

Professor convidado da Escola Superior da Advocacia da OAB do Ceará e professor titular do curso de Direito do Centro Universitário Estácio, na disciplina Direito Tributário e Financeiro, Monteiro é membro da Academia Cearense de Letras Jurídicas e do Instituto dos Advogados do Ceará. Presidiu, por dois mandatos, a seccional Ceará da OAB e já atuou como representante institucional da Ordem no CNJ.





PREFEITO RAMILSON MORAES, POR INICIATIVA PRÓPRIA, VAI À CÂMARA MUNICIPAL E ESCLARECE ALGUNS ASSUNTOS, DENTRE ELES, O PROJETO DE PREVIDÊNCIA PRÓPRIA.

amaury alencar






PREFEITO RAMILSON MORAES, POR INICIATIVA PRÓPRIA, VAI À CÂMARA MUNICIPAL E ESCLARECE ALGUNS ASSUNTOS, DENTRE ELES, O PROJETO DE PREVIDÊNCIA PRÓPRIA.
Na manhã desta terça feira, 19 de setembro, o prefeito Ramilson Moraes, por iniciativa própria, foi à câmara de vereadores, e aproveitando o momento, dialogou com os vereadores, tando de oposição quanto de situação.
Nos diálogos, o prefeito Ramilson Moraes, fez questão de esclarecer com conhecimento, algumas dúvidas dos vereadores a respeito do projeto de previdência privada. Para Ramilson Moraes, ressaltou que, “jamais colocaria algum projeto que prejudicasse minha gestão ou o povo de Aiuaba que me confiou, quando obtive maioria absoluta nas urnas. Neste momento, eu sou representante destes, e assim entendo que o projeto de previdência própria é o melhor para o município de Aiuaba”.
Diante dos fatos, ficou definido que na próxima seção, dia 26 de setembro, antes do projeto ir à votação, haverá uma audiência para que seja debatido e esclarecido outros pontos do projeto.
Na sequência, o prefeito Ramilson Moraes, agradeceu aos vereadores pelos projetos que estão sendo votados e aprovados, como o da lei do SIM, projeto que beneficia diretamente o pequeno agricultor.
Logo em seguida, o prefeito Ramilson Moraes, aproveitou para conversar e atender às pessoas que o procuravam na saída da câmara.

Falta de chuvas agrava quadro de seca no Ceará


Matéria 01:45:00 Ceará, Principal

A falta de chuvas no Estado está intensificando as áreas de seca. Conforme o monitoramento mensal da Agência Nacional de Águas (Ana), no Ceará, as poucas chuvas do mês de agosto expandiram para a Região Norte a área de seca fraca, tendo como consequência a redução da área sem seca. No Sul do Estado, também se verificou a expansão da forma extrema. Nas demais áreas atingidas, principalmente aquelas com intensidades moderada e grave, não houve mudanças significativas, quando comparado com o traçado do mês de julho. Em relação aos impactos, estes se mantiveram como sendo de curto e longo prazo.


Na avaliação de Raul Fritz, meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a falta de precipitação agravou ainda mais a situação do Estado. “Houve uma evolução das condições de seca para pior, em relação ao mês passado. A área mais ao Norte do Estado, que estava sem seca relativa, próximo do litoral entre Fortaleza e o Oeste do Piauí, diminuiu. Nas demais regiões, houve uma expansão. O Sul do Estado, como nas regiões do Inhamuns, Cariri e do Vale do Jaguaribe foram as mais atingidas. Tínhamos seca grave nessas áreas; passou-se para seca extrema”, explica o profissional.


A expectativa da Funceme é que o quadro possa mudar em dezembro deste ano, principalmente para região Sul do Estado com a pré-estação chuvosa. “São influências de sistemas frontais que atingem o Sul do Nordeste com frentes frias que passam pela Bahia e trazem instabilidade para zona do Cariri, mas nem sempre acontece”, ressalta Fritz.


Ainda na avaliação do meteorologista, os impactos serão sentidos na falta de recursos hídricos que tendem a piorar. “Se tínhamos açudes com níveis baixos, vão secar mais ainda. Os lençóis freáticos podem abaixar ainda mais, os superficiais e os subterrâneos. Onde você tem cobertura vegetal maior, o clima tende a melhorar o ambiente. Nessa época, o tempo no Interior é quente por falta de nuvens mais densas e de chuvas. A incidência de sol é ainda maior. Isso aquece a superfície que, por sua vez, e aquece o ar. Normalmente temos temperaturas mais elevadas. O ar fica mais seco”, conclui. Na semana passada, o Diário do Nordeste
publicou matéria informando que o Ceará não apresentava mais seca severa com base no Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).


Segundo Raul Fritz, o dado é diferente da Funceme pois o Cemaden utiliza índices diferentes no cálculo. “Entramos em contato para eles revisarem os índices utilizados. Nós seguimos também um sistema internacional, só que o do Cemaden é mais sensível. Nosso trabalho é mais refinado e agrega nossas condições climáticas”.


De acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA), no mês de agosto, historicamente as chuvas com volumes mais expressivos, com acumulados acima de 100 mm, se concentram na faixa da zona da mata e agreste, entre o Estado da Paraíba e recôncavo baiano. No sul da Bahia, leste do Rio Grande do Norte e noroeste do Maranhão, estes acumulados oscilam entre 50 mm e 100 mm. Nas demais áreas do Nordeste brasileiro, os volumes das chuvas não ultrapassam os 25 mm.


Neste mês, os maiores volumes de chuvas (com acumulados variando entre 50 mm e 125 mm) se concentraram no extremo sul da Bahia e na faixa da zona da mata, entre os estados de Pernambuco e Sergipe. Em pontos isolados dessa faixa, a exemplo da cidade de Maceió e região metropolitana foram registrados volumes mais elevados de chuvas, com acumulados superando os 200 mm.


Abaixo
Na zona da mata paraibana e no extremo noroeste do Maranhão estes acumulados variaram entre 25 mm e 50 mm. Nas demais áreas do Nordeste, onde houve registro de chuvas, estes acumulados ficaram abaixo dos 25 mm. Em agosto, as chuvas ficaram em torno da normalidade em quase ,toda a Região.

Naquelas áreas onde são esperadas precipitações, com volumes mais expressivos, a exemplo da zona da mata e agreste, as chuvas que ocorreram nesse mês variaram entre a normalidade a valores de até 50 mm abaixo do normal na maior parte dessas áreas. Já no extremo sul da Bahia e na área de abrangência do município de Maceió, as chuvas de agosto ficaram com até 50 mm acima da normalidade. (Diário do Nordeste)   

Multidão lota Praça da Basílica para festejos de São Francisco

Até o próximo dia 3 de outubro, a cidade de Canindé ficará completamente tomada por romeiros de todas as localidades nordestinas para os fes...