sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Realizada em Campos Sales e Salitre, IV SEMANA DA MATEMÁTICA DA URCA







De 12 a 14 de dezembro, a unidade da URCA de Campos Sales, realizou a IV SEMANA DA MATEMÁTICA DA URCA, com o tema: A MATEMÁTICA ESTÁ EM TUDO!
Durante este período, no auditório da escola Presidente Médici, nos dois primeiros dias, no CRAS de Salitre, na terceira noite e finalizando no auditório do Grupinho, nomes renomados na matemática de várias regiões do Brasil, palestraram para alunos do curso, de Campos Sales, Salitre, Araripe e Fronteiras-Pi.
Os professores convidados foram: Maria Saleti Biembengut, de Santa Catarina; Léo Akio Yokoiama, do Rio de Janeiro; Pedro Malagutti, de São Paulo; Miguel Chaquian, do Pará; Aníbal Maciel e José Lamartine, ambos da Paraíba e ainda, Mário Diassis, de Juazeiro do Norte.
Todos esses professores, renomados e especialistas de qualidade, passaram inúmeros conhecimentos aos alunos da unidade da URCA de Campos Sales, dando mais qualidade ao curso.
Para o coordenador do curso de matemática da URCA, professor Cicefran Carvalho, o objetivo do evento foi alcançado com sucesso.
Os professores da URCA local: Fátima, Clarisse, Ayla, Ronald, Lília, Samia, Augusto e os secretários: Dorisvaldo e Leopoldina, durante todo o evento, se fizeram presentes e participaram efetivamente das atividades desenvolvidas.
A URCA, ao realizar anualmente este evento, busca apresentar ao alunado, formas diferentes de fazer com que o aprendizado seja dinâmico e que ao final do curso, a Universidade coloque no mercado de trabalho, bons profissionais, preparados para desenvolver com qualidade e compromisso, suas atividades atinentes à profissão de professor de MATEMÁTICA, em qualquer situação.
Vale salientar que a banda de música, Lauro Honorato, de Campos Sales, realizou apresentações musicais durante a semana.

Por Carlos Alberto Albuquerque - radialista.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Petrobras anuncia revisão de reajustes no preço do gás



Após a disparada nas cotações do gás de cozinha – que subiram 84% para os distribuidores só este ano, dos quais 70% desde o início de junho –, a Petrobras informou, ontem, que irá revisar a metodologia aplicada aos reajustes do GLP de uso residencial, comercializado em botijões de 13 quilos – que é mais consumido por residências e tem grande impacto no bolso das famílias de baixa renda. O Grupo Executivo de Mercado de Preços (Gemp) da estatal reuniu-se para avaliar os resultados da metodologia, e a conclusão é a de que, embora os preços praticados no Brasil devam ser referenciados ao mercado internacional, esta metodologia necessita ser revista.

A estatal informou que “o fundamento para isso é que o mercado de referência (butano e propano na Europa) está apresentando alta volatilidade nos preços, agravada pela sazonalidade (inverno) naquela região”. Desta forma, a correção aplicada, esta semana, foi a última realizada com base na regra vigente, segundo o novo comunicado.

Suavidade
Embora não esteja claro de que forma será a nova metodologia, o objetivo da revisão será buscar uma metodologia que suavize os impactos derivados da transferência dessa volatilidade para os preços domésticos. Isso, segundo a Petrobras, sem perder de vista, de um lado, a necessidade de praticar preços para o GLP referenciados no mercado internacional, e de outro a Resolução 4/2005 do Conselho Nacional de Política Energética “que reconhece como de interesse para a política energética nacional a comercialização, por produtor ou importador, de gás liquefeito de petróleo (GLP), destinado exclusivamente a uso doméstico em recipientes transportáveis de capacidade de até 13 quilos, a preços diferenciados e inferiores aos praticados para os demais usos ou acondicionados em recipientes de outras capacidades”.

Além disso, o Gemp registra que a metodologia a ser definida buscará não perpetuar os efeitos sazonais desfavoráveis (inverno) já ocorridos. Esta revisão se aplicará exclusivamente ao GLP de uso residencial, comercializado em botijões de 13 quilos, e não terá reflexo sobre os demais derivados comercializados pela companhia. O produto vendido para vasilhames maiores ou a granel, mais usados por comércio e indústria, tem uma fórmula diferente, que considera também o custo de importação.

Aumento
Na última segunda-feira (4), a Petrobras anunciou o sexto aumento consecutivo no preço do gás de cozinha em botijões de 13 quilos (8,9%), fazendo com que o reajuste acumulado desde o início do ciclo de alta, em junho deste ano, chegasse a 67,8%. Para justificar este novo reajuste do GLP, a companhia emitiu uma nota oficial, afirmando que o aumento segue a alta dos preços internacionais do produto, que acompanharam o petróleo tipo Brent.

Uece abre seleção para 148 professores substitutos



As inscrições vão até dia 13 de dezembro e são realizadas por meio do site



Por Tribuna do Ceará





(FOTO: Uece/ Divulgação)

A Universidade Estadual do Ceará está selecionando 148 professores substitutos para várias áreas. As inscrições vão até dia 13 de dezembro e são realizadas por meio do site.

A taxa de inscrição tem valor de R$ 90 e deverá ser paga exclusivamente por meio do DAE, que será disponibilizado na internet. A seleção é constituída de duas fases: provas Escrita e Didática.

Para os selecionados que irão trabalhar 40 horas, o salário para graduados é de R$ 1.668,82 e pode chegar a R$ 4.768,03, caso tenha doutorado. Já para 20 horas, o salário para graduados é de R$ 834,41 e pode chegar a R$ 2.384,02 para profissionais com doutorado.

Municípios cearenses realizam primeira capacitação do Selo UNICEF



O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) dá início, esta semana, ao 1º Encontro de Capacitação do Selo UNICEF – Edição 2017-2020 para os municípios do Ceará – historicamente o estado com o maior número de municípios certificados pelo UNICEF.
Equipes do UNICEF e do parceiro técnico APDMCE estarão reunidos com gestores públicos dos 176 municípios cearenses participantes desta edição do Selo UNICEF.
Representantes
Cada município será representado por pelo menos três pessoas: um representante do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes (CMDCA) e os dois dos profissionais indicados por cada município como Articulador(a) e Mobilizador(a) de Adolescentes e Jovens especificamente para as atividades do Selo UNICEF. Em outubro, os articuladores já estiveram reunidos para um encontro preliminar, discutindo o processo do Selo UNICEF – agora, a pauta é a metodologia desta edição.
Implementação
A atual edição foi lançada em maio e 1.902 municípios de 18 estados se inscreveram até o início de setembro. Agora, este primeiro encontro dá início à fase de implementação, com a apresentação da metodologia que será utilizada, do caminho a ser percorrido pelos municípios participantes em direção à certificação.
Agenda
A agenda inclui ainda apresentação da situação da infância e adolescência no Semiárido, o processo de monitoramento de indicadores sociais e a forma como os municípios participantes serão avaliados, além de sessão de debates e espaço para dúvidas.
O Selo
O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para estimular os municípios a implementar políticas públicas para redução das desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
Serviço: 1º Encontro de Capacitação do Selo UNICEF – Edição 2017-2020
Data: 7/12/2017
Horário: 8 às 16h
Local: Auditório João Frederico Ferreira Gomes, Anexo II da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará – Rua Barbosa de Freitas, s/n – Dionísio Torres – atrás da Assembleia Legislativa

Prefeito de Aiuaba, visita órgãos publicos.


 amaury alencar 


Além de um dia cheio de atribuições, o prefeito Ramilson Moraes, em Aiuaba. arruma tempo para fazer visitas as instalações públicas ( hospital creches, posto de saúde, secretaria de saúde. Etc..) a QUAL é bem recebido com olhares FELIZES e de gratidão. SEMPRE FAZENDO O MELHOR!









Selo de Qualidade: Sebrae premia empresas do ramo de alimentação de Tauá e Aiuaba



 

Aconteceu nesta quinta-feira, 07, no La Maison Dunas, em Fortaleza, a solenidade de entrega da premiação “Selo de Qualidade” às empresas do setor de alimentação dos municípios de Tauá e Aiuaba.
A promoção é do Sebrae do Ceará, em reconhecimento à qualidade dos produtos confeccionados pelas empresas higiene, instalações e o atendimento ao cliente, segundo informações repassadas ao Blog do Wilrismar, pelo Gerente Regional do Sebrae de Tauá, Macélio Sousa.
Do município de Tauá foram premiadas as empresas:
Sorveteria Bixo Bom
Rafas Gourmet
Semear Delicatessen
Marrecus Park
churrascaria Ypiranga
Padaria Santa Rita
Art Café
Já do município de Aiuaba, foi premiada a Padaria Progresso.

FONTE BLOG WILRISMAR HOLANDA

Água para Campos Sales - Começam os trabalhos de instalação da bomba no PP5




O prefeito de Campos Sales, Moésio Loiola comemora o início dos trabalhos de instalação da bomba do poço profundo PP5, na Chapada do Araripe. O PP5 é aguardado por todos do Cariri Oeste com muita ansiedade, principalmente pelos municípios que estão em colapso total por conta de uma seca longa como é o caso dos municípios de Araripe, Campos Sales e Salitre.


Desde meados de setembro, o poço passa por trabalhos de limpeza e higienização, e finalmente, nesta quinta-feira (7), a bomba começou a ser instalada. Uma vez em funcionamento, o PP5, levará água para Campos Sales e os municípios citados.
Desde julho passado, o prefeito Moésio Loiola vem buscando em reuniões e mais reuniões a conscientização do Governo do Estado, através dos órgãos Cagece, Sohidra e Cogerh, mas devido a complexidade operacional, os trabalhos vinham sendo lentos.


Nesta quinta, Moésio Loiola acompanhou o trabalho de instalação da bomba que levará aproximadamente 10 dias para ser concluído. A bomba irá descer cerca de 430 metros de profundidade e em seguida realizar os primeiros testes de retirada de água. Após a análise, a água começará a chegar nas torneiras dos campossalentes, graças a determinação e dedicação do prefeito que há pelos menos cinco meses vem lutando com objetivo de dar segurança hídrica à sua cidade.
Moésio falou sobre o trabalho da instalação da bomba. Confira:



Postado por flavio pinto

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

PF descobre rede criminosa formada por policiais civis do Ceará lotados na Denarc


Residência de três delegados foi alvo de mandados de busca e apreensão logo no início da manhã. Vários policiais daquela unidade foram conduzidos coercitivamente para a sede da Polícia Federal



A sede da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) foi alvo de buscas da PF nesta manhã de terça

Fernando Ribeiro06/12/2017 query_builder 8:25




APolícia Federal realiza neste momento a “Operação Vereda” para desarticular uma rede criminosa que envolve agentes e delegados da Polícia Civil do Ceará lotados na Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e Delegacia de Narcóticos (Denarc). A residência de três delegados foi alvo de mandados de busca e apreensão logo no início da manhã. Vários policiais daquela unidade foram conduzidos coercitivamente para a sede da PF.

Agora há pouco, a Assessoria de Comunicação Social da PF-Ceará emitiu uma nota oficial através das redes sociais informando que 150 agentes federais estão cumprindo 27 mandados de busca e apreensão, 25 de condução coercitiva, 10 de afastamento de função, com recolhimento de armas, identidade funcional e distintivos, além de seis mandados de remoção compulsórias para outras unidades da Polícia Cicvil para atuarem apenas em atividades administrativas.

A operação foi desencadeada com base em mandados judiciais expedidos pela 12ª Vara da Justiça Federal, em Fortaleza, com base numa investigação sigilosa que apontou o envolvimento de elegados e inspetores no esquema criminoso. Os mandados estão sendo cumpridos nas residências dos servidores da PC em Fortaleza, Caucaia e Eusébio. A própria cúpula da Polícia Civil já estava ciente dos fatos e colaborando na investigação da PF.

A investigação teve início com a apuração sobre o tráfico de comércio de anabolizantes proveninetes da Europa.

Veja a nota completa da PF sobre o caso:

“A Polícia Federal deflagra na presente data (06/12) a Operação Vereda. A ação tem por objetivo desarticular rede criminosa formada por policiais civis lotados na Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas – DCTD da DENARC.

Estão sendo cumpridos 27 (vinte e sete) mandados de busca e apreensão, 25 (vinte e cinco) mandados de condução coercitiva, 10 (dez) mandados de afastamento das funções, com recolhimento de armas, identidade funcional e distintivos, e 06 (seis) remoções compulsórias para outras unidades da Polícia Civil para atuar em funções administrativas.

Os mandados judiciais foram expedidos pela 12ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária do Ceará.

Foram mobilizados 150 Policiais Federais para cumprir os mandados em Fortaleza, Caucaia e Eusébio/CE e o cumprimento das medidas judiciais contou ainda com participação de policiais da Secretaria de Segurança Pública e da Delegacia-Geral da Polícia Civil.

A investigação teve início a partir de apuração sobre a comercialização ilegal de anabolizantes provenientes da Europa, elucidando a participação dos policiais civis em extorsões praticadas contra o principal investigado, culminando ainda na revelação de fortes indícios de cometimento de outros crimes, a exemplo de desvios de apreensões de drogas. A investigação contou com a cooperação da Secretaria de Segurança Pública.

Os crimes investigados são de comercialização ilegal de anabolizantes (art. 273, §1ºB), peculato (art. 312 do CPB), concussão (art. 316 do CPB), corrupção passiva (Art. 317 do CPF), associação criminosa (art. 288 do CPB) e tráfico de drogas (Art. 33 da Lei 11.343/2013).

A operação foi batizada de “Vereda” em alusão ao livre arbítrio que levou os integrantes da quadrilha, à sombra da condição policial, para a prática delitiva de crimes diversos”.

Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará

Receita faz operação contra sonegação de INSS de autônomos e liberais


A Receita Federal iniciou nesta segunda (4) uma operação de combate à sonegação de contribuição previdenciária de autônomos. Segundo o órgão, foram identificados problemas na contribuição de 74.442 profissionais, que somados resultaram em uma sonegação total de R$ 841,3 milhões entre 2013 e 2015.


Reprodução

Esses contribuintes serão notificados por meio de carta para que regularizem sua situação, recolhendo os valores devidos com os respectivos acréscimos legais, até 31 de janeiro de 2018.

Só no Estado de São Paulo, serão enviadas 21.485 cartas, sendo 11.269 na capital paulista.

Quem não se regularizar estará sujeito à fiscalização a partir de fevereiro, podendo receber multas que variam de 75% a 225% do valor devido. A pessoa em situação irregular também estará sujeita à representação do Ministério Público Federal para verificação de eventuais crimes contra a ordem tributária.

Os contribuintes individuais são pessoas físicas que exercem atividade econômica por conta própria, como profissionais liberais (médicos, dentistas, advogados e engenheiros, por exemplo) e trabalhadores autônomos (como pintores, eletricistas, cabeleireiros e encanadores). A legislação exige que essas pessoas contribuam para a Previdência Social 20% da remuneração total recebida no mês.

O próprio segurado contribuinte individual é responsável pela apuração e recolhimento da sua contribuição previdenciária (INSS) em qualquer agência bancária. Os acréscimos legais podem ser calculados por meio do link: http://sal.receita.fazenda.gov.br/PortalSalInternet/faces/pages/index.xhtml.

Os problemas encontrados, como falta de contribuição ou valor insuficiente, e as orientações para autorregularização são explicadas na carta que está sendo enviada.

Para confirmar a veracidade da correspondência, o profissional pode acessar o site http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/atendimento-virtual.

Não há necessidade de comparecimento presencial à Receita Federal ou envio de documentos para regularizar a situação. Na capital paulista, contribuintes interessados em parcelar os valores devidos e que necessitem de auxílio podem comparecer ao anexo do CAC Luz (avenida Prestes Maia, 733) das 7h às 18h30.

Fonte: Folhapress

MAIS UMA OBRA CONCLUÍDA, PREFEITURA DE AIUABA RECUPERA TRECHO QUE LIGA A SEDE DO MUNICÍPIO AO DISTRITO DE BARRA.

by amaury alencar





O prefeito Ramilson Moraes, continua com o processo de desenvolvimento e de reconstrução de um novo município. A Gestão – Trabalhando Por Uma Cidade Melhor, vem dando segmento às principais urgências encontradas no município, após realizar diagnóstico em janeiro do corrente ano.
Para o prefeito Ramilson Moraes, “priorizamos as urgências e a regularização de pendências que encontramos. Algumas áreas, foram tidas como prioritárias, como saúde, educação e infra-estrutura. Estamos procurando fazer tudo dentro dos limites, e com fé em Deus, muito trabalho e serviços serão entregues ao povo de Aiuaba”.
Uma outra obra do governo Ramilson Moraes, está prestes a ser inaugurada, o posto de saúde de Bom Nome, que praticamente se encontrava abandonado, e agora, bem perto de ser entregue à população.
Gestão – Trabalhando Por Uma Cidade melhor!

Jornalista Roberto Bulhões será um dos agraciados com a comenda Fausto Guimarães da Maçonaria de Juazeiro do Norte.






A Loja Maçônica Cavalheiros Spartanos Nº 85, de Juazeiro do Norte, Ceará, fundada em 07 de setembro de 1935, vai outorgar com a Comenda José Fausto Guimarães, ao jornalista Paulo Roberto Rodrigues Bulhões e o Maçom José Ferreira Azevedo. A solenidade está marcada para o dia 07 de dezembro, às 20h, na sede da Maçonaria, localizada na rua Santa Clara, 346. A comenda recebeu o nome do ex-secretário do Padre Cicero, José Fausto Guimarães, numa homenagem justa ao filho desta terra que foi um ilustre maçom, homem de bem, fundador da Cavalheiros Spartanos, que, acima de tudo, soube marcar com feitos indeléveis sua passagem pela cidade que viu crescer e se desenvolver rapidamente.


Anualmente a Loja Maçônica Cavalheiros Spartanos, através dos seus obreiros, escolhem duas pessoas para homenagear com a comenda Fausto Guimarães, sendo uma Maçom e outra não Maçom. O Maçom escolhido tem sido de grande importância para o crescimento e reconhecimento social da instituição maçônica e a outra, um cidadão no seio da sociedade não maçônica e com serviços prestados a terra do Padre Cícero. José Ferreira Azevedo, membro ativo da Loja Cavalheiros Spartanos, foi o Maçom escolhido este ano pela maioria dos seus irmãos Maçons.



Por ser destaque com sua valorosa participação no desenvolvimento cultural e social de Juazeiro do Norte e militando no setor da comunicação desde os anos 80, este ano o escolhido para receber a comenda foi o Jornalista Roberto Bulhões. Natural de Natal, Rio Grande do Norte, Bulhões chegou no Ceará no final de 1975, como soldado do Exército, fixando residência na cidade de Tauá. Qu8atro anos depois, em 1979 veio definitivamente residir e trabalha em Juazeiro do Norte. Na terra do Pare Cícero trabalhou como motorista de ônibus, foi repórter de várias emissoras de rádio, trabalhou nos jornais O Povo e Diário do Nordeste, para, em seguida se tornar repórter do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), Rede Record de Televisão e TV Cidade de Fortaleza.


Para o Venerável Mestre Maçom, José Mário Pontes de Vasconcelos, tanto a escolha do Maçom José Ferreira Azevedo, quanto a do jornalista Roberto Roberto Bulhões, são mais que merecidas. Segundo José Mário, “nosso irmão José Ferreira tem sido um baluarte dentro de nossa loja maçônica, sempre pronto para o engrandecimento da entidade”, afirma o Venerável, ressaltando que, “já o nobre amigo Roberto Bulhões, a quem conheço desde minha chegada em Juazeiro do Norte, nos anos 80, dispensa comentários. Bulhões por muitos anos tem divulgado Juazeiro do Norte a nível nacional, através da imprensa falada escrita e televisada e desde 2009, vem mostrando para o Brasil e o mundo, a tradicional missa do Padre Cícero, por um pool de emissoras de rádio e TV, todo dia 20 de cada mês”.

Por sua vez, o jornalista Roberto Bulhões afirma ter sido pego de surpresa pela homenagem e disse que “fico muito feliz em ter sido escolhido para receber uma comenda tão importante de uma entidade milenar que é a Maçonaria”. Ele disse ainda que “uma homenagem em vida marca para sempre quem a recebe e, pela segunda vez, aqui na terrinha do meu Padrinho Ciço, vou ter essa felicidade. A primeira foi o título de cidadania juazeirense, nos anos 90”, finalizou. 

Sesc realiza doação de 18 mil aves para ceia de Natal de famílias cearenses



O programa Mesa Brasil Sesc garante a ceia natalina de 18 mil famílias com a distribuição de 18 mil aves até o dia 21 de dezembro. Recebem o alimento famílias de baixa renda atendidas em 111 instituições sociais cadastradas nas Unidades do programa em Fortaleza, Juazeiro do Norte, Crato, Iguatu e Sobral. As entregas já iniciaram no dia 1º, e a ação acontece por meio de uma parceria do Sesc com a BRF / Perdigão.
Este é o segundo ano em que é desenvolvida a campanha em todo o Brasil, sendo o tema atual “Natal Especial tem Mesa Cheia e Chester Perdigão!”. No Ceará, são contemplados 28 municípios: Fortaleza, Maracanaú, Caucaia, Sobral, Juazeiro do Norte, Crato, Iguatu, Catarina, Acopiara, Cariús, Barbalha, Massapê, Jucás, Catunda, Várzea Alegre, Quixelô, Missão Velha, Assaré, Forquilha, Solonópole, Milagres, Groaíras, Abaiara, Pacujá, Icó, Porteiras, Santana do Acaraú e Morrinhos.
Há 16 anos, o Sesc atua nacionalmente no combate à fome e ao desperdício, tendo como base ações educativas e distribuição de produtos excedentes ou fora dos padrões de comercialização, mas ainda próprios para consumo. Doados ao Programa por empresas parceiras, os alimentos são encaminhados a entidades sociais cadastradas. Em resumo: o Mesa Brasil busca onde sobra e entrega onde falta. Por ano, são distribuídos, em média, cerca de 42 milhões de quilos de alimentos. O convite da Perdigão ao Mesa Brasil Sesc para ser parceiro na campanha se deu em função da credibilidade e transparência do trabalho do programa.


Sobre a doação
A campanha de Natal da Perdigão “Natal Especial tem Mesa Cheia e Chester Perdigão!” teve início no dia 1º de dezembro e prevê que, a cada Chester comprado pelo consumidor, outro seja doado para uma família, sendo a distribuição realizada pelo programa Mesa Brasil Sesc. O produto é líder no segmento e é marca exclusiva da Perdigão. Em todo o país serão 250 mil aves distribuídas pelo Mesa Brasil Sesc durante a ação, visto que cada ave serve, em média, uma família de quatro pessoas. O alimento é entregue às famílias atendidas por entidades sociais previamente selecionadas. Além do Ceará, a distribuição acontece em 12 estados, com a coordenação do programa nos Departamentos Regionais do Sesc.

Gratificação de insalubridade na Adagri, uma vitória celebrada com Audic Mota





O governador Camilo Santana anunciou, hoje, 5, em seu perfil no Fabebook, na conversa ao vivo de todas as terças-feiras, a assinatura de mensagem que institui a gratificação pela execução de trabalho em condições especiais, com risco à vida ou à saúde para todos os servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri). A matéria segue, com pedido de urgência, para votação pela Assembleia Legislativa.

Uma conquista que se efetiva após dois anos de intensas negociações junto ao Governo do Estado, contando sempre com a interveniência do deputado estadual Audic Mota e do ex-prefeito de Icó, Jaime Junior. O parlamentar comemorou a vitória dos servidores, enaltecendo as articulações empreendidas em parceria com o sindicato da categoria, o Sindagri/CE.

“Trata-se de uma verdadeira jornada, uma longa batalha de quase dois anos, atendendo à uma reivindicação da categoria. Um pleito incorporado pelo nosso mandato que o governo atende, com senso de justiça e reconhecimento”, frisou Audic Mota.

Deputado Genecias Noronha garante liberação de R$ 25 milhões para assistência técnica e extensão rural no Ceará


6 de dezembro de 2017



O deputado federal Genecias Noronha (SD) anunciou, nessa terça-feira, 5, a liberação de R$ 25 milhões pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD) para a execução do programa de assistência técnica para 5.000 agricultores familiares.

Após reunião, em Brasília, com o Secretário Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, Jéfferson Coriteac, Genecias afirmou que, por meio do Programa Dom Hélder Câmara, será firmado um pacto de cooperação entre a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (ANATER) e a EMATERCE para as ações de apoio aos agricultores familiares.

Segundo Genecias Noronha, o programa será um grande avanço para a agricultura familiar. “Não tenho dúvidas de que através do programa Dom Hélder a agricultura familiar conseguirá melhorar muito no Ceará, garantindo, assim, melhores condições de vida para as famílias que vivem no campo e sobrevivem da pequena agricultura’’, disse Genecias, ao convidar os agricultores familiares para o lançamento, no dia próximo dia 22, do programa Dom Helder Câmara no Ceará com a presença do Secretário Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD), Jéfferson Coriteac.

Sem abastecimento regular, Campos Sales busca opções para armazenar água e enfrentar seca de açude


Matéria 08:38:00

O visitante mais atento que passa por Campos Sales, distante cerca de 150 km de Juazeiro do Norte, percebe que espalhadas pelos bairros há diversas caixas d´águas, pelas ruas caminhões carregam outros tantos vasilhames cheios e, vez ou outra, alguém passa carregando alguns baldes.

A cena é comum na cidade do Cariri Oeste, por ali o problema da falta e da qualidade da água é antigo, e data pelo menos de 15 anos. Com cerca de 30 mil habitantes, Campos Sales também é conhecida como Princesinha, como o Crato. Por lá bate um vento bom e constante, que ajuda na lida em épocas quentes.

Tem jeito de cidade pequena, mas respira com pretensões de gente grande. Mantém um comércio agitado, o Centro já oferece algumas ruas largas, bem sinalizadas - como muita gente gostaria de ver em Juazeiro, por exemplo. As praças são grandes campos abertos, como a da Matriz de Nossa Senhora da Penha.

AÇUDE VAZIO

Como toda cidade do interior, Campos Sales sofre com a estiagem. A chuva que tarda a cair faz sofrer os moradores, que assistiram com tristeza o nível do Açude Poço de Pedra (com capacidade para 52 milhões de m³ )descer tanto até secar no final de maio. "O açude era o passeio de muitas famílias aos domingos, uma imensidão de água e as pessoas passavam o dia banhando", diz Eliane Távora, moradora da rua Valdemar Falcão, no Centro.

Sobre o assunto, a Cagece diz que informa que diante da situação de volume morto executou os serviços de instalação de poços e a construção de adutora, como previsto. Com a utilização, os poços passaram a apresentar baixa vazão, mesmo assim, continuam abastecendo o município.

OPÇÕES

Eliane diz ainda que os moradores passaram a comprar água dos carros que, com a demanda, agora oferecem o produto armazenado na carroceria. Um reservatório de 1000 litros, por exemplo, custa R$ 20,00, a mangueira vai direto do caminhão para dentro de casa - a maneira mais prática, comparado com baldes e mais baldes que seriam necessários.

"A frequência que compramos água varia de acordo com os gastos: comprava de três em três dias, mas passei a reutilizar a água da lavagem de louças e roupa, e hoje compro a cada semana", diz ainda a moradora.

CAIXA D´ÁGUA VAZIA

Este tipo de negócio passou a ser frequente depois que o convênio com caminhões-pipa foi paralisado. Eram eles que abasteciam as caixas d´água espalhadas pela cidade construídas pela Defesa Civil, de onde a população enchia os baldes para lavar louça, tomar banho e etc.

"São essas mesmas caixas que hoje, literalmente, voam quando bate o vento forte". É o que diz o prefeito, Moésio Loiola, que reconhece o problema crônico pelo qual passa a cidade, e admite um colapso na falta de água. "A água que a população usa, é a mesma que chega em minha casa", diz. Houve um mutirão de perfuração de 200 poços em Campos Sales, "a cada cinco, dois não tinham água", relembra o prefeito.


RESISTÊNCIA

Nesse sentido, há um estudo feito por um geólogo do estado, através da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos, que, de acordo com Moésio, mantém o suporte. "A gente reconhece que a água não é 100% de qualidade, tanto que a Cegece suspendeu a cobrança há pelo menos três meses.

Apesar de lhe faltar em casa um item básico para qualquer atividade diária, Moésio afirma que há mais do que compreensão, uma "bondade" por parte dos moradores, que reconhecem a gravidade da situação, apesar da gestão municipal.

Os açudes mais próximos e que poderiam atender Campos Sales seriam os de Antonina do Norte ou Assaré, "mas os dois estão com menos de 10% da capacidade, destaca o gestor.

O visitante mais atento que passa por Campos Sales, verá tudo isso e muito mais. Vai ver uma cidade que resiste, como os sertanejos fortes de Euclides da Cunha, mas que nada têm de retirantes; fincaram o pé na terra onde descansa Bárbara de Alencar, mulher forte da história de um povo que luta e vence, todos os dias. (Site Miséria)

Capital ganhará mais 15 escolas de tempo integral



O Estado conta com 71 de Ensino Médio Regular em tempo integral e 118 de Educação Profissional



Na Escola Estadual de Ensino Profissional Jaime Alencar de Oliveira , os alunos aprendem uma profissão ao mesmo tempo em que fazem os três últimos anos da educação básica, das 7 às 17 horas, com três refeições garantidas ( Foto: Thiago Gadelha )
01:00 · 06.12.2017 por Patrício Lima - Repórter

A rede pública de ensino em tempo integral de Fortaleza ganhará 15 escolas ainda no primeiro semestre de 2018, um incremento de 12% comparado a atual cobertura. Ao lado das novas escolas em construção no Interior nesse perfil, essa etapa custará cerca de R$ 22 milhões aos cofres do Governo. O anúncio foi feito ontem pelo governador Camilo Santana, durante bate-papo papo ao vivo através de sua página no Facebook. A meta, segundo ele, é chegar a 110 escolas em tempo integral até o fim do seu mandato. Atualmente, a rede estadual conta com 716 escolas e 450 mil alunos.

Do total de escolas, hoje o Estado conta com 71 de Ensino Médio Regular em tempo integral e 118 de Educação Profissional (EEEPs), que atendem 65,5 mil estudantes. No Ceará, uma em cada quatro escolas funciona em tempo integral.

"A ampliação das escolas em tempo integral é uma prioridade da nossa gestão. Em 2015, não tínhamos nenhuma escola nesse perfil e hoje já temos 71. Outro foco também é a ampliação da cobertura das escolas profissionalizantes, que já são 118 no Ceará, que lidera o ranking nacional. Só nesse mês, entregamos mais duas escolas no Interior, nos municípios de Canindé e São Gonçalo do Amarante", lembra Camilo.

"Em breve, será a vez do Município de Ocara. Elas não deixam a desejar a nenhuma escola particular do Brasil", ressalta o chefe do Executivo, que participa de uma série de reuniões em Brasília, entre elas, com representantes do Ministério da Educação, a fim de captar novos investimentos para o Ceará, focando nas escolas em tempo integral.

O governador Camilo Santana destacou também as obras da escola Johnson, no bairro Luciano Cavalcante, que também faz parte do pacote de escolas públicas integrais e profissionalizantes a serem inauguradas no próximo ano. "Estamos acompanhando as obras dessa nova unidade, orçada em R$ 6,5 milhões, que deve se inaugurada no primeiro semestre de 2018. É uma escola vertical, com térreo e mais dois andares, climatizada, com laboratório, quadra poliesportiva, biblioteca, refeitório e capacidade para 540 alunos por turno", aponta.

Carga horária

Segundo a Secretaria de Educação do Estado (Seduc), a carga horária total trabalhada ao longo dos três anos do Ensino Médio integrado à educação profissional é de 5.400h e cerca de 60% dos alunos que finalizam os estudos nas EEEPs estão inseridos no mercado de trabalho ou em uma universidade.

Para Eneas Arrais Neto, professor da área de Educação do Instituto Federal do Ceará (IFCE), o aumento da rede de escolas em tempo integral no Ceará é um fator positivo para a educação; porém, ele lembra que é necessário um cuidado maior com a grade curricular e com a qualidade dos cursos profissionalizantes ofertados.

"A ideia da ampliação da rede é excelente. Hoje, o ensino integral se torna algo essencial para a formação de estudantes. Além de mais conteúdo, os alunos se afastam dos perigos ofertados na rua e têm acesso a uma série de atividades que podem ajudá-los a conseguir uma melhor colocação no mercado em um futuro próximo", destaca.

Cultura e esporte

O especialista salienta ainda, que, além do foco em cursos profissionalizantes e disciplinas como Matemática e Português, essas escolas também devem ofertar uma grade mais ampla que contemplem a Cultura e o Esporte. "Não podemos formar apenas máquinas para serem aprovadas no Enem. O nome ensino integral deve abranger uma série de conteúdos que dê formação aos alunos, que transcenda o básico, dando bagagem cultural e estimulado a prática esportiva, entre outras atividades, como acontece com os alunos de condição mais abastarda durante os horários de folga da escola.

Saiba mais
Escolas em Tempo Integral

Ofertam disciplinas do currículo comum a todas as escolas e disciplinas eletivas, ou seja, o aluno escolhe a disciplina que irá cursar. Não há separação entre elas em turnos diferentes, visando uma maior integração. Possuem cozinha, refeitório, biblioteca, laboratórios de Informática e de Ciências (Física, Química, Biologia e Matemática) além de quadra poliesportiva.
Escolas profissionalizantes

Nessas escolas, os alunos aprendem uma profissão ao mesmo tempo em que fazem os três últimos anos da educação básica, das 7 às 17 horas, com três refeições garantidas. Durante o terceiro ano, o Governo do Estado propicia o acesso ao estágio curricular obrigatório e remunerado a todos os alunos. Ao todo, 4,5 mil empresas são parceiras nesse programas. Possuem 12 salas de aula, auditório, biblioteca, blocos pedagógico e administrativo, laboratórios específicos para os cursos técnicos oferecidos, além dos de Línguas, Informática, Ciências e Matemática.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Ceará Natal de Luz em Campos Sales



O município de Campos Sales sediará uma Mostra Regional Natalina nos dias 15, 16 e 17 de dezembro, contemplada pelo XIV Edital Ceará Natal de Luz da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará. O Projeto: Natal dos Mestres e dos Grupos Natalinos do Cariri é idealizado pelas ONG's Conselho de Pais de Campos Sales e Associação o Voo da Asa Branca em parceria com a Prefeitura Municipal de Campos Sales, através das Secretarias de Cultura, Educação e Assistência Social.
A mostra contemplará apresentações de reisados, orquestras, corais, lapinhas, pastoris e ainda Feiras de Artesanato e de Cordel. A Praça da Igreja Matriz será palco desse grandioso evento.

Postado por flavio pinto

Lançamento do Fisc reúne governadores do Nordeste na sede do BNB


O Tribunal de Contas da União (TCU) promove nesta terça-feira (5), em Fortaleza, o evento “Diálogo Público: Nordeste 2030 – Desafios e caminhos para o desenvolvimento sustentável”. Na ocasião, serão apresentadas as conclusões do Relatório Sistêmico da Região Nordeste (Fisc Nordeste).
Realizado em parceria com o Banco do Nordeste (BNB), o evento acontece no auditório Celso Furtado, na sede do BNB, em Fortaleza. Entre as presenças confirmadas, o presidente do TCU, ministro Raimundo Carreiro; o vice-presidente do TCU, José Mucio Monteiro; e os ministros do TCU, Aroldo Cedraz e Marcos Bemquerer; o presidente do BNB, Marcos Holanda; e os governadores dos Estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Norte.
O Fisc Nordeste é resultado das auditorias feitas pelas Secretarias de Controle Externo do TCU em cada um dos nove estados nordestinos com o objetivo de identificar os principais desafios para o desenvolvimento sustentável da Região.
Os desafios identificados no estudo foram associados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que constam da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas (ONU). Concebida em 2012, na Conferência Rio+20, e instituída em 2015, a Agenda 2030 propõe 17 objetivos e 169 metas que buscam acabar com a pobreza, enfrentar as mudanças climáticas, promover a prosperidade e o bem-estar para todos.
Em relação ao Nordeste, foram enfatizados os desafios relacionados ao ODS 9 - “Indústria, Inovação e Infraestrutura”; ODS 4 - “Educação de qualidade”; e ODS 6 – “Água potável e Saneamento”. O relatório também apontou como mais representativos os desafios relacionados às seguintes áreas: Indústria, Inovação e Infraestrutura (40 desafios); Paz, Justiça e Instituições eficazes (34); Trabalho decente e Crescimento econômico (29); Cidades e Comunidades sustentáveis (21); Educação de qualidade (20); Água potável e Saneamento (18); e Saúde e Bem-estar (15).
Serviço:
“Diálogo Público: Nordeste 2030 – Desafios e caminhos para o desenvolvimento sustentável”
Data: 5/12/2017 (terça-feira)
Horário: Das 9 horas às 17h30
Local: Auditório Celso Furtado, sede do Banco do Nordeste – Av. Dr. Silas Munguba, 5700, Passaré, Fortaleza - CE

Violência no Ceará avança e estado deve fechar o ano com mais de 5 mil assassinatos




As estatísticas apontam que, com o endurecimento da “guerra” entre facções criminosas locais, o Ceará deve voltar em 2018 a ser considerado o mais violento do País




Mesmos atrás das grades, os chefes de facções ordenam os fuzilamentos nas ruas

Fernando Ribeiro04/12/2017 query_builder 13:34




Faltando ainda 27 dias para o fim de 2017, as estatísticas da Segurança Pública no Ceará, no quesito Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), que correspondem aos homicídios, latrocínios e lesões corporais que resultam e morte, apresentam números estratosféricos. O recorde histórico de assassinatos em um único ano (4.439, em 2014) já foi quebrado no mês passado e, agora, os números avançam para chegar ao fim do ano com mais de cinco mil mortos. Em novembro, 473 pessoas foram executadas no Ceará, e no acumulado do ano, já são 4.748. Em 2016 inteiro foram 3.407.

Após mais um fim de semana violento, o Homicidômetro (contador de homicídios no Ceará em 2017) confirma os 4.748 mortos em assassinatos no estado desde o dia 1º de janeiro ao dia 3 de dezembro. Somente entre a última sexta-feira (1º) e o domingo (3), foram 55 casos de crimes de morte no Ceará inteiro. E os números ainda são parciais.

A escalada do crime em Fortaleza, sua região metropolitana e no interior do estado, com o endurecimento da guerra entre as facções criminosas, atinge desde a Capital, com cerca de 2,6 milhões de habitantes, a cidades de pequeno porte, onde a violência também se faz presente com o tráfico de drogas e a disputa por território entre as quadrilhas.

Neste fim de semana, apenas entre a manhã de sexta-feira (1º) e a tarde do domingo, 17 pessoas foram assassinadas na Capital, com o registro de, pelo menos, três casos de duplos homicídios, nos bairros Antônio Bezerra, Cais do Porto e Curió. Porém, ocorreram homicídios também nos bairros Pedras, Conjunto Palmeiras (dois crimes), Jardim das Oliveiras, Elleri, Serrinha, Tauape, Barroso, José Walter e no Jangurussu.

Onde pessoas foram também assassinadas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Destaque negativo para a cidade de Horizonte, onde no intervalo de menos de 24 horas, três pessoas foram assassinadas nos bairros Centro, Mangueiral e Dourados. Entre as vítimas, estava um agente da Segurança Pública, integrante da Guarda Municipal. Além dos três assassinatos em Horizonte, ocorreram crimes de morte também nos Municípios de Caucaia (3), Maracanaú (2), Maranguape (2) e São Gonçalo do Amarante.

Sertão

Em novembro, 163 pessoas foram assassinadas no interior do Ceará, sendo 85 nos Municípios que compõem a área Interior Sul e mais 78 no Interior Norte. Já na Região Metropolitana de Fortaleza foram mais 123 óbitos violentos.

Cidades como Sobral, Juazeiro do Norte, Russas, Mombaça e Tabuleiro do Norte estão entre as que apresentam maiores taxas de homicídios no interior. Já na Região Metropolitana, as “campeãs” no ranking das mais violentas são Caucaia, Maracanaú, Pacajus e Horizonte.

VEJA O BALANÇO PARCIAL DOS HOMICÍDIOS NO CEARÁ EM NOVEMBRO/2017:

Fortaleza/Capital …… 187

R. Metropolitana …… 123

Interior Norte ………… 78

Interior Sul …………….. 85

TOTAL ………………… 473

Governo acena a prefeitos em busca de apoio à Reforma da Previdência



Na semana decisiva de articulações para tentar aprovar na Câmara a reforma da Previdência ainda neste ano, o governo anunciou que, com as mudanças nas regras previdenciárias, o governo terá folga orçamentária em 2018 para ampliar os investimentos públicos nos municípios em R$ 3 bilhões. Metade deste valor deve ir para a área de saúde.


A ideia é atrair o apoio de prefeitos à reforma da Previdência. Esse foi o tema da reunião do presidente Michel Temer como integrantes da equipe econômica e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) na manhã desta segunda-feira (4).


“Estamos seguros da retomada do crescimento da economia e, com isso, da arrecadação, o que nos dará folga para ampliar os investimentos públicos no país”, disse Moreira Franco, relatando o que foi discutido na reunião desta manhã.


A promessa de investimentos nos municípios desperta interesse ainda maior dos parlamentares porque é justamente em ano eleitoral que eles vão buscar apoio de prefeitos para sua reeleição.


O governo tem feito sucessivos encontros para avaliar as possibilidades de aprovar mudanças no sistema previdenciário e, nesta semana, a estratégia é demonstrar otimismo maior com o placar.

Com informações Blog da Cristiana Lôbo do G1

Senado deve fazer esforço concentrado para votar projetos na área de segurança


A poucas semanas do recesso parlamentar que, oficialmente, começa no dia 23 de dezembro, o Senado deve fazer um esforço concentrado em torno de projetos relacionados à segurança pública. A ideia do presidente da Casa, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), é dedicar uma semana no plenário somente a esse tema.

Muitas dessas propostas estão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. A expectativa é de que próxima quarta-feira (6) elas sejam votadas no colegiado e possam ser liberadas para votação por todos os senadores em plenário.

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS), por exemplo, é relatora de quatro propostas – uma delas restringe o chamado saidão temporário de presidiários das cadeias (PLC 146/2017). Hoje, o juiz pode conceder até sete dias de saída temporária, até cinco vezes ao ano, para cada preso. Se o projeto for aprovado, só poderão ser concedidos até quatro dias, no máximo, duas vezes por ano. O voto de Simone Tebet é favorável à proposta que também agrava a pena para detentos que cometerem novos crimes no tempo em que estiverem fora da prisão.

Saiba Mais
Reforma da Previdência é o principal assunto da semana na Câmara dos Deputados
Também estão sob a relatoria da senadora o projeto de lei do Senado (PLS) 285/2016, do senador Wilder Morais (PP-GO), que determina que as armas apreendidas, quando não mais interessarem ao processo penal, sejam doadas às Forças Armadas e aos órgãos de segurança pública da União e dos estados.

Outras propostas

A lista de propostas na área de segurança na pauta da CCJ desta quarta-feira é extensa. Entre outras matérias, os senadores podem analisar o texto que disciplina o uso de drones pelos órgãos de segurança pública. Também pode ser votado o projeto que altera o Código Penal para penalizar a injúria praticada por razões de gênero.

Há ainda um projeto que altera o Código Penal, para aumentar as penas previstas para os adultos que utilizam crianças ou adolescentes na prática de crimes. Outro item convoca plebiscito sobre a revogação do Estatuto do Desarmamento. Também está na pauta a proposta que prevê o cumprimento integral da pena, em regime fechado, no caso de lesão corporal gravíssima ou lesão corporal seguida de morte praticadas contra agentes de segurança pública. Esse mesmo texto aumenta o tempo para a conquista do direito de progressão de regime em todos os crimes hediondos e equiparados.

Quase 60% dos brasileiros são favoráveis ao aborto em caso de estupro


Uma pesquisa lançada nesta segunda-feira (4) aponta em quais casos o brasileiro é favorável ao aborto, ao ser confrontado com diferentes situações concretas vivenciadas pelas mulheres. Entre os entrevistados, 81% dos participantes da consulta afirmaram que concordavam com a interrupção em, ao menos, um dessas situações: em caso de uma gravidez não planejada; falta de condições para criar; no caso de meninas com até 14 anos; se o feto for diagnosticado com alguma doença grave ou incurável; se a mulher correr risco de vida ou caso ela tenha ficado grávida após ser vítima de um estupro.

Tendo em vista cada uma das situações, o maior índice de apoio à interrupção se dá quando a gravidez resulta de um estupro: 59% dos entrevistados se dizem “totalmente a favor”. Se a mulher correr risco de morte na gestação e/ou no parto, o índice passa para 48%. O número chega a 41% quando o feto for diagnosticado com alguma doença grave e incurável, como quando a mulher contrai zika durante a gestação, comprometendo o desenvolvimento neurológico do bebê.

Os percentuais de apoio diminuem nas situações em que se trata de meninas com até 14 anos grávidas (27%); se a família não tiver condições de criar (19%) e em caso de uma gravidez não planejada (11%). O maior índice de rejeição à interrupção é exatamente neste último caso: 66% se dizem “totalmente contra” o aborto quando a gravidez não é planejada.

Intitulada “Percepções sobre o aborto no Brasil”, a pesquisa foi realizada pelo Instituto Locomotiva e pela Agência Instituto Patrícia Galvão, em 12 regiões metropolitanas do Brasil, entre os dias 27 de outubro e 6 de novembro. Foram ouvidas 1.600 pessoas, entre homens e mulheres com 16 anos ou mais. O estudo indica que, quando as situações não são explicitadas, a maior parte das pessoas se diz contra o aborto. Questionados sobre “o quanto é a favor ou contra que as mulheres possam decidir por interromper a gravidez”, 62% dos participantes se disseram contrários; 26%, a favor; 10%, nem contra, nem a favor; e 2% não sabiam ou não responderam.

Contradições

O estudo revela que, entre aqueles que se disseram contrários ao aborto de uma forma geral, 75% são favoráveis a que a mulher possa interromper a gravidez em ao menos uma das situações listadas. A aparente contradição é, na opinião da diretora-executiva da Agência Patrícia Galvão, Jacira Melo, uma consequência da forma como o tema é tratado no Brasil. “Quando você coloca o aborto em determinadas situações muito reais e concretas, você vê que as respostas caminham para o lado da racionalidade, da realidade. A população demonstra mais flexibilidade, um olhar mais atencioso para o problema, que é um problema de saúde pública”, afirma.

A pesquisa aponta ainda uma relação entre a opinião sobre o aborto e a escolaridade do entrevistado. O número de pessoas favoráveis à interrupção da gravidez acompanha o crescimento do nível de escolaridade. Entre as que têm o ensino superior completo, 35% disseram ser favoráveis ao aborto. Já o grupo de pessoas que têm até o ensino fundamental completo é o que registra maior índice de rejeição à interrupção da gravidez: 67%.

Pessoas conhecidas

Um dado inédito trazido pela pesquisa aponta que 45% dos entrevistados conhecem uma mulher que realizou um aborto ou interrompeu a gravidez. Em números absolutos, o percentual corresponde a 72 milhões de brasileiros com mais de 16 anos. Do total, 25% afirmaram que a conhecida que interrompeu uma gravidez é uma pessoa próxima e 16% afirmaram não ser “uma mulher não tão próxima”.

Quando analisado o gênero dos entrevistados, a pesquisa conclui que mais mulheres do que homens afirmam conhecer alguém que já realizou um aborto. São 52% no caso das mulheres e 34% no dos homens. “Nós estamos falando exatamente dessa questão: ao pé do ouvido, as pessoas estão falando do tema do aborto, sobretudo as mulheres”, alerta Jacira. Para a diretora da Agência Patrícia Galvão, “se esse tema fosse mais debatido, menos interdito na sociedade, nós teríamos outra posição”.

Criminalização

A pesquisa também investigou a percepção das pessoas sobre a criminalização da prática do aborto. Questionados se “uma mulher que interrompe a gravidez intencionalmente deveria ir para a cadeia”, 50% concordam e 38% discordam. Porém, quando se trata de alguém próximo como uma amiga que tenha feito aborto, 47% das pessoas não fariam nada e somente 7% chamariam a polícia.

A abordagem policial da questão não é considerada a mais apropriada, na opinião da maior parte dos brasileiros. Cerca de 8 em cada 10 entrevistados afirmam que a discussão sobre aborto no Brasil é uma questão de saúde pública ou de direitos, enquanto apenas 1 em cada 10 acreditam que seria um “assunto de polícia”.

PEC 181

Atualmente em discussão na Câmara dos Deputados, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 181/2015, que tratava inicialmente da ampliação da licença-maternidade para mães com bebês prematuros, inclui dispositivos que podem abrir a possibilidade de proibir todas as formas de aborto no país, inclusive nos casos considerados legais atualmente, como o aborto. Inicialmente, o texto tratava somente da ampliação da licença-maternidade para mães com bebês prematuros

No Brasil, o aborto é legalmente permitido em três casos: quando não há meio de salvar a vida da mãe, quando a gravidez resulta de estupro e quando o feto é anencéfalo. De acordo com a Pesquisa Nacional do Aborto 2016, feita por pesquisadoras da Universidade de Brasília (UnB), apenas em 2015, 500 mil mulheres realizaram um aborto ilegal. O número pode ser maior, já que muitas pessoas praticam o aborto sozinhas e não comunicam o fato.

Mais Médicos reabre inscrições para profissionais brasileiros



O Ministério da Saúde reabriu nesta segunda-feira (4) as inscrições para os médicos formados em instituições de educação superior brasileiras ou com diploma revalidado no País para chamada do novo edital do Programa Mais Médicos. Os candidatos terão até às 18h desta terça-feira (5/12) para se inscreverem, através do Sistema de Gerenciamento de Programas (SGP) no site do Mais Médicos.

A alteração foi necessária em razão da divulgação no portal do Ministério da Saúde e do site do Programa Mais Médicos da data de 1º/12, ao invés de 30/11, como limite para a adesão dos profissionais. Com isso, a coordenação do programa abriu novo prazo de adesão aos profissionais. Os médicos interessados em participar, inclusive aqueles cuja inscrição não foi finalizada no período incialmente disponibilizado (28 a 30/11), poderão acessar o SGP e submeter-se à chamada pública, observando as regras estabelecidas no Edital.

Os profissionais que tenham as inscrições validadas poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas, de acordo com critérios de classificação e demais normas do Edital. Após o resultado da alocação, os médicos deverão confirmar o interesse nas vagas. A partir da segunda semana de 2018, está prevista a apresentação dos profissionais nos municípios, para homologação e início das atividades.

Os gestores municipais tiveram até o dia 1º deste mês para confirmar as vagas que serão disponibilizadas para preenchimento pelos médicos. A publicação dos quantitativos de vagas e municípios está prevista para o dia 8 de dezembro, junto à relação de profissionais com inscrição validada nesta primeira fase. Estes poderão indicar municípios de interesse entre os dias 11 e 12 de dezembro.

AVANÇOS – A atual gestão do Ministério da Saúde conseguiu avanços significativos para o Mais Médicos. Uma delas foi a renovação por mais três anos do Programa para os profissionais participantes através das chamadas públicas. Além disso, a pasta conseguiu reajustar o valor da bolsa anualmente aos médicos participantes, e concedeu, também, um acréscimo de 10% nos auxílios moradia e alimentação de profissionais alocados em distritos indígenas, que passou de R$ 2.500 mensais para R$ 2.750.

“O nosso compromisso é pela manutenção do acesso da população aos médicos do Programa. A seleção vai garantir a continuidade do atendimento prestado aos mais de 63 milhões de brasileiros beneficiados com esta ação”, destaca o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Ampliar a participação de médicos brasileiros no programa é um compromisso da gestão do ministro da Saúde, Ricardo Barros. Além disso, também estão sendo repostas vagas oriundas de desistências e de encerramento das participações de médicos de outras chamadas públicas, com prioridade para os médicos brasileiros.

O PROGRAMA – Criado em 2013, o Programa Mais Médicos ampliou a assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. O programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), levando assistência para cerca de 63 milhões de brasileiros. Do total de médicos participantes, 47,1% são profissionais da cooperação com a OPAS, 45,6% brasileiros formados no Brasil ou no exterior e 4,16% são intercambistas estrangeiros.

Com informações do Ministério da Saúde

Concursos no Ceará têm 328 vagas e salários de até R$ 4,7 mil


Matéria 17:38:00 Ceará


Quatro concursos e seleções públicas estão com inscrições abertas no Ceará. Ao todo são 328 vagas e salários que chegam até R$4,7 mil reais. Nas cidades de Forquilha e Frecheirinha, distante em média 500 quilômetros do CraJuBar, as oportunidades são para Guarda Municipal. Em Senador Sá, 600 quilômetros do Cariri, são 79 vagas em diversos setores.


Já na Universidade Estadual do Ceará (Uece), as vagas são para professor substituto e temporário com 148 vagas. Os salários variam de um salário mínimo a R$ 4.768,03, de acordo com a carga horária da vaga e com a titulação do candidato.

Os interessados devem fazer a inscrição de 4 a 13 de dezembro no site da Uece. A taxa de inscrição é de R$ 90. Para efetivar a inscrição, o candidato deve procurar a Secretaria da Uece, das 8h às 17h, na sede da universidade em Fortaleza, na Avenida Silas Munguba, 1700.

Confira o edital em: www.uece.br/cev/index.php/noticias/14-lista-de-noticias/1619-2017-11-27-21-43-33

Prefeitura de Forquilha

A Prefeitura de Forquilha disponibiliza 80 vagas, sendo 20 de contratação imediata, para a Guarda Municipal. O salário é de R$ 1,5 mil.

Os interessados devem fazer a inscrição entre 30 de novembro e 29 de dezembro deste ano. A inscrição deve ser feita online. O candidato deve ter o Ensino Médio Completo.

Confira o edital: www.cetredeneoconcursos.com.br/Concursos_PDF/043_Concurso/043_Concurso043.pdf

Prefeitura de Frecheirinha

Em Frecheirinha, são 21 vagas para a Guarda Civil Municipal. São 11 vagas para convocação imediata e 11 para o cadastro de reserva. O salário é de R$ 1,2 mil para jornada de trabalho semanal de 40 horas. O candidato deve possuir o Ensino Médio completo.

Os interessados devem fazer a inscrição entre 4 e 18 de dezembro, no site da empresa responsável pelo concurso. A inscrição custa R$ 80.

Confira o edital: universidadepatativa.com.br/concursos/ce/frecheirinhas/001.2017/EDITAL.pdf

Prefeitura de Senador Sá

Em Senador Sá, são 79 vagas para diversos cargos, de nível fundamental, médio e superior, além de técnicos. A remuneração varia de um salário mínimo a R$ 2 mil.

Os interessados devem fazer a inscrição on-line até 10 de dezembro. A inscrição custa R$ 55 para candidatos de nível fundamental, R$ 75 para os de nível técnico e R$ 120 para vagas de nível superior.

Confira o edital: www.idib.org.br (Site Miséria)

Obras mudam malha viária






00:00 · 05.12.2017 por Antonio Rodrigues - Colaborador

A Avenida Leandro Bezerra de Menezes, no trecho inaugurado, diminuiu o fluxo de veículos pelo Centro de Juazeiro do Norte ( Foto: Antonio Rodrigues )

Juazeiro do Norte. O governador Camilo Santana inaugurou, no último sábado (2), os três primeiros trechos do Anel Viário, denominada de Avenida Leandro Bezerra de Menezes. Com 8,7Km de extensão, ela apresenta via pavimentada, dois viadutos, além de canteiro central com bueiros, ciclovias, passeios acessíveis, iluminação e sinalizações vertical e horizontal. O trajeto começa na CE-060, que liga o Município até Caririaçu, até a Avenida Padre Cícero, na divisa entre Crato e Juazeiro.

Além disso, Camilo Santana assinou a ordem do serviço para a construção da quarta etapa do Anel Viário, que ligará as divisas de Juazeiro e Crato, até Barbalha, próximo ao Distrito Industrial. Serão 6,84Km de extensão com revestimento asfáltico, drenagem, medidas de proteção ambiental, entre outras intervenções. O valor total do investimento do governo do Ceará, em parceria com o Banco Mundial, é da ordem de R$ 55,7 milhões.

Segundo o prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, a obra beneficiará toda região do Cariri, agilizando o acesso das cidades do Cariri Oeste e do Cariri Oriental. "O centro de Juazeiro vai desafogar, possibilitar um fluxo melhor e deixar mais seguro. A avenida vai trazer uma valorização, também, no setor imobiliário. Todo benefício que para Juazeiro do Norte, é para todos do Cariri", completou.

Para o mototaxista André da Silva Ângelo que, diariamente, utiliza o Anel Viário para ir a Caririaçu, a obra deu mais agilidade ao trânsito. Antes, ele gastava 40 minutos até seu ponto de trabalho, agora, chega em 28 minutos. "Para mim foi de extrema relevância. Quanto menos tempo a gente gasta no trânsito, mais a gente ganha. É uma opção a mais de acesso para Caririaçu, mais rápida e a gente evita de passar por congestionamento, filas de trânsito longo, como na Rua Padre Cícero", explica.

A região do Cariri está recebendo uma série de obras de mobilidade. Uma delas é a reforma da CE-292, que liga Crato a Nova Olinda. A mesma rodovia passa por duplicação entre Barbalha e Missão Velha e, no último sábado, foi entregue a restauração do seu trecho que liga os municípios de Potengi e Campos Sales, com cerca de 53,7Km. Enquanto em Juazeiro do Norte, está em andamento a obra da estrada que ligará o Município pelo Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes até Missão Velha (11,5Km).

Petrobras reajusta GLP residencial em 8,9%



Aumento se dá menos de uma semana após a elevação do preço do produto para uso industrial e comercial



O último aumento de preço dos botijões de até 13 kg foi há exatamente um mês, em 5 de novembro de 2017, segundo relembra a Companhia
01:00 · 05.12.2017

Fortaleza/São Paulo. O botijão de gás de cozinha residencial é o novo alvo dos reajustes da Petrobras. Menos de uma semana após operar uma alta no produto vendido para comércio e indústria, a estatal informou, na tarde de ontem (4), que reajustou os preços do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) para uso residencial, envasado pelas distribuidoras em botijões de até 13 kg (GLP P-13) em 8,9%, em média. O reajuste entra em vigor já nesta terça-feira (5).

A justificativa dada pela companhia para efetuar o aumento também para o GLP residencial foi a mesma informada no caso dos outros mercados, ou seja, "o reajuste foi causado principalmente pela alta das cotações do produto nos mercados internacionais, que acompanharam a alta do Brent" (uma classificação do petróleo cru).

"Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores", acrescenta a estatal em nota enviada à imprensa.

O ajuste anunciado, no entanto, foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. Se for integralmente repassado aos preços ao consumidor, a companhia estima que o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reajustado, em média, em 4%, isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos operadas atualmente.

A estatal lembrou ainda que o último reajuste do gás de cozinha ocorreu há precisamente um mês, em 5 de novembro de 2017. A alteração atual não se aplica ao GLP destinado a uso industrial/comercial.

Paridade internacional

Em nota enviada à imprensa, também na tarde de ontem (4), logo após o anúncio do reajuste pela Petrobras, o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás), que representa as empresas distribuidoras do GLP no Brasil, disse que o reajuste deixa os preços brasileiros próximo das cotações internacionais. Segundo o Sindicato, "o ajuste anunciado deixa o preço praticado pela Petrobras para as embalagens de até 13 quilos aproximadamente 1,3% abaixo do preço de paridade internacional".

CE é 4º menos dependente de recursos federais no Nordeste



No ranking nacional, o Estado ocupou a 17ª posição, mostra estudo do Tribunal de Contas da União (TCU)



01:00 · 05.12.2017 por Bruno Cabral - Repórter

Dados foram discutidos durante o evento "Diálogo Público: Nordeste 2030 - Desafios e caminhos para o desenvolvimento sustentável" ( FOTO: NATINHO RODRIGUES )


Na noite de ontem (4), o governador Camilo Santana foi anfitrião em um jantar que reuniu representantes do Tribunal de Contas da União e do Banco do Nordeste

Em 2014, o Ceará foi o quarto estado do Nordeste com maior participação de geração própria nas receitas, produzindo 49,54% do total. Naquele ano, o Estado ficou atrás dos estados da Bahia (62,89%), Pernambuco (58,01%) e Rio Grande do Norte (51,42%). Na Região, o estado que registrou a maior dependência de recursos federais foi o Maranhão, cuja participação de geração próprias na receita foi de apenas 40,28%. Já quando são consideradas as 27 unidades da federação, o Ceará ficou na 17ª posição, sendo São Paulo o estado com maior participação de geração própria na receita (87,05%) e o Amapá com o menor percentual (29,8%).

"Em relação ao Nordeste, o Ceará não está mal, mas quando a gente vê em relação ao País é diferente", disse o secretário de Controle Externo do Estado do Ceará, Jefferson Pinheiro, ontem (4), em Fortaleza, durante o evento "Diálogo Público: Nordeste 2030 - Desafios e caminhos para o desenvolvimento sustentável", no qual o Tribunal de Contas da União (TCU) apresentou as conclusões do Relatório Sistêmico da Região Nordeste (Fisc Nordeste).

"O que esses dados mostram é que ainda há uma grande dependência econômica do Estado do Ceará por recursos federais. E em uma situação de crise, esse tipo de dependência se torna ainda mais crítica, porque esse recurso disponibilizado pelo Governo Federal, por meio de benefícios sociais, por exemplo, podem ser contingenciados", destacou Pinheiro.

Segundo dados do Tribunal de Contas da União, de todas as fontes de recursos do Estado no ano de 2014 (R$ 40,2 bilhões), 45% foram de transferências obrigatórias; 30% de receita de geração própria; 20% de operações de crédito; 4% de transferências discricionárias; e 1% de outras receitas.

Operações de crédito

Considerado as operações de crédito para o Ceará de 2010 a 2014, o principal agente financeiro foi o BNDES, que destinou R$ 4,2 bilhões do Estado, o equivalente a 52% do total de empréstimos. Em seguida aparecem, o Banco do Nordeste, com 21% de participação (R$ 1,7 bilhão), Caixa, com 15% (R$ 1,2 bilhão) e Banco do Brasil, com 12% (R$ 0,9 bilhão). Entre os municípios cearenses que mais receberam recursos nesse período, estão Fortaleza ( R$ 11,95 bilhões), São Gonçalo do Amarante (R$ 1,78 bilhão), Maracanaú (R$ 1,66 bilhão), Caucaia (R$ 1,53 bilhão) e Trairi (R$ 1,05 bilhão).



Valor per capita

Segundo o estudo do Tribunal de Contas da União, as microrregiões do Nordeste recebem, em média, R$ 197,80 per capita em benefícios, sendo a microrregião de Caririaçu, composta pelos municípios de Altaneira, Caririaçu, Farias Brito e Granjeiro, no Ceará, a que possui o maior valor per capita em benefícios, de R$266,79. Por outro lado, as microrregiões com maior dependência de benefícios federais estão localizadas na área de sertão na divisa do Ceará com o Piauí, com valores de recebimento de benefícios superiores a 50% do PIB da microrregião.

Embora os estados e municípios do Nordeste tenham maior dependência de recursos federais do que os de outras regiões do País, o coordenador geral de resultados de políticas e programas públicas do TCU, Marcelo Barros, diz que a região não tem sido privilegiada com recursos da União.

"O Nordeste tem alta dependência de benefícios, mas apesar de ter 29% da população do Brasil, a região recebeu menos de 20% das transferência, de 2000 a 2014", disse durante o evento. Barros disse ainda que os fundos constitucionais são ineficientes para atacar a desigualdade na Região. Os 20 municípios mais dependentes de benefícios federais estão na região Nordeste, sendo que destes 12 estão no Estado do Piauí, 4 no Maranhão, 1 na Bahia, 1 em Pernambuco, 1 na Paraíba e 1 no Ceará.

Jantar

Na noite de ontem (4), o governador Camilo Santana foi anfitrião em um jantar que reuniu o ministro Raimundo Carneiro, presidente do TCU, José Múcio, vice-presidente do TCU, Marcos Bemquerer, ministro substituto do TCU, e Marcos Holanda, presidente do Banco do Nordeste, além dos governadores Wellington Dias, Paulo Câmara e Robinson Faria e representantes dos Tribunais de Contas Estaduais.

Dirigentes partidários sem definição de aliança



O fato de a oposição ainda não ter nome para cargo majoritário, as alianças proporcionais ainda geram dúvidas



Para o deputado Domingos Neto, o PSD deverá disputar vagas na Assembleia e na Câmara Federal, por orientação nacional, sem fazer coligações ( FOTO: NAH JEREISSATI )
01:00 · 05.12.2017

Enquanto a base governista tem como certa a candidatura do governador Camilo Santana à reeleição, a oposição segue indefinida, apesar de afirmar que tem nomes fortes para a disputa. A mesma situação é registrada quanto à formação das chapas proporcionais e principalmente em relação a coligações.

De acordo com alguns dirigentes entrevistados, muitas reuniões ainda devem ser realizadas até que eles fechem questão quanto aos blocos que poderão ser formados para as eleições de deputados estaduais e federais. Outros, por outro lado, têm interesse de ir para a disputa de forma isolada, já se preparando para os pleitos em que as coligações proporcionais não serão mais possíveis, a partir de 2020.

Na base governista, apenas o Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou que deve seguir isolado, visto que, segundo seus dirigentes, na disputa de 2014 a legenda saiu prejudicada quando participou de coligação proporcional para estadual. De acordo com o deputado Domingos Neto, presidente do PSD no Ceará, no tocante à chapa para deputado estadual e federal, a sigla está trabalhando, por orientação da executiva nacional, para ir sozinha para a disputa.

"Vamos tentar ao máximo fazer com que o partido saia só, haja vista que já estamos nos preparando para a nova legislação que impede coligação", disse. Segundo ele, atualmente, o partido tem cerca de 15 a 20 pré-candidatos para a disputa estadual e teria condições de eleger até cinco nomes.

No entanto, os únicos nomes fortes do partido para a disputa local são o deputado Roberto Mesquita, que estuda se vai tentar reeleição, a primeira-dama de Caucaia, Erika Amorim, e a ex-prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar, que deixou os quadros do PMB recentemente e se filiou ao PSD. Para a disputa a deputado federal, Domingos Neto afirmou que a tendência também é ir sozinho, buscando atingir até duas vagas.

Blocão

O presidente do Solidariedade (SD), Genecias Noronha, acredita que poderá eleger até dois deputados federais, sendo que um dos nomes seria o dele e o outro, o do vereador de Fortaleza, Célio Studart.

Aderlânia Noronha deve se manter como candidata à reeleição à deputada estadual, e os outros nomes seriam o do vereador Odécio e do ex-deputado estadual Marcos Cals. Ele disse que ainda não sabe se estará unido em blocão, bloquinho ou isoladamente, mas disse que o partido está trabalhando na formação de uma chapa competitiva.

Noronha afirmou ainda que todo mundo na oposição ainda está se articulando, e aguardando uma posição do senador Tasso Jereissati (PSDB), que já disse, reiteradas vezes, que não será candidato ao Governo do Estado. No entanto, o deputado federal acredita que, no último momento, o tucano se colocará como o postulante da oposição.

"O Tasso nunca antecipou uma afirmação antes da hora. Todas as vezes foi assim. Na última eleição, em 2014, em julho ele dizia que não era candidato e foi. Não vai ser dessa vez que ele vai ficar de fora.

Francini Gudes, presidente do PSDB, disse que o partido tem vários candidatos a deputado estadual e federal, e que estaria discutindo, isoladamente, com as pessoas que pretendem postular uma vaga na Assembleia e Câmara Federal. Apesar de dizer que diversas pessoas estão se colocando como interessadas nas vagas, ele citou apenas os nomes de Raimundo Gomes de Matos para federal, e Carlos Matos para estadual, os dois que tentarão reeleição, embora o ex-presidente do partido, Luiz Pontes, também esteja trabalhando para voltar à Assembleia.

Sobre coligação, o tucano afirmou que, se conseguir se aliar aos partidos de oposição que defendem suas mesmas bandeiras, fará coligação. "Não temos problemas quanto a isso, depende de como as ideias vão ser colocadas", disse ele.

Para Lúcio Alcântara, presidente do PR no Ceará, as decisões só serão tomadas próximas ao pleito eleitoral, quando os acordos para coligações serão feitos. Ele aponta que a oposição tem nomes, mas que ainda aguarda tempo para maturar junto ao bloco tais postulantes.

Fontes do partido, por outro lado, dizem que a ideia inicial é lançar chapa própria, mas dependendo de como se dará o bloco para majoritária poderá ser necessário a coligação para disputa estadual. Além de Fernanda Pessoa e Roberto Pessoa, outros nomes são cotados.

Ely Aguiar, presidente do PSDC, afirmou que todos estão deixando para tomar decisões somente no último momento, até porque as conversas ainda estão superficiais. Segundo ele, a única certeza é a de que o PSDB terá que ter candidato devido à provável candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

MDA Forma 36ª Turma de Doutores do ABC 2017



Neste sáado, dia 2 de dezembro, o Instituto Professora Maria Dulce de Alencar, realizou solenidade de formatura  da 36ª Turma de Doutores do ABC.

Com o Tema: Noite do Oscar, pais, familiares e conviddos puderam participar de um belo evento, onde todos, transportados pela imaginação, viveram momentos de magia, emoção e muito glamour.

Os alunos formandos, incorporaram de forma brilhante a condição de atores e atrizes de Hollyood, e viveram intensamente cade instante, como se artístas fossem de verdade, num cenário muito em trabalhado e que remontou momentos da história do cinema mundial.

Com direito a tapede vermelho da fama e tudo mais, os artistas da noite, chegaram ao recinto do Oscar 2017, do Instituto MDA, em um veículo especial, desfilaram pelo tapete vermelho, recepcionados pelos seus pais, foram clicados pelo paparazzis presentes e viveram momentos de magia intensa.

Alice de Sá Gomes Fernandes, Diogo Diniz Moreira, Lara Nogueira lves, Erik Luis Oliveira dos Santos, Lissa Gomes Barbosa, Jeimisson Thauan Vieira Oliveira, Lisy Távora Viana, Marlon Batista Lopes da Silva, Maria Eduarda Mendes de Andrade, Matheus Veloz da Silva, Maria Sofia Macedo de Souza, Nicolas da Silva Ribeiro, Sarah Oliveira Pereira da Silva, Sofia Hellen Passos Silva e Valentina maria Sousa Pinheiro, incorporando verdadeiros artistas de Hollyood, foram recepcionados seus padrinhos especiais: Sara Bezerra de Carvalho, no papel de Marlyn Monrroe e Luis Heitor Barreto de Oiveira, como Elvis Presley.

A mesa solene foi composta pela professora, Luiza de Fàtima Alencar e Silva,diretora do MDA; Renata Cristina de Oliveira, Tiago de Carvalho Pereira e a sua esposa, Morgana Kelly Bezerra fortaleza.

entre os momentos, todos especiais, destacou-se a apreentação da Companhia de Dança Freestayle, do coreógrafo Jackson, que apresentou números de dança baseados em temas de filmes.

Depois de várias apresentações mágicas, inspiradas na magia que o cinema nos oferece e com os formandos inteiramente envolvidos em cada momento vivido, houve também homenagem às professoras: Mirtis Rafaela, coordenadora, além das suas colegas professoras, Carla Nágila de Sousa Ribeiro e Simone Salviano.

Ao final, após o recebimento dos capelos e togas e de dançarem a valsa hollyoodiana, os formandos receberam seus diplomas e réplicas de troféus representando o Oscar.

Após o evento, formandos, pais, familiares e convidados se confraternizaram e de volta às suas residências, obviamente, realizaram as suas festinhas particulares, em homenagem a seeus filhos e filhas, agora Doutores do ABC, formados pelo Instituto Maria Dulce de Alencar.

Na cobertura do evento, transmitindo online, o sita Kariri Oeste e o Luizito Fotografias de Araripina.
Nós, humildemente fizemos o papel de mestre de cerimônia, pra mim, uma honra imensa, voltar num momento tão especial, a uma escola que foi fundamental na minha educação formal.












Por Carlos Alberto Albuquerque - Radialista.

Partidos devem deixar convenções para a última hora

Com costuras eleitorais ainda indefinidas, as legendas têm preferido deixar as convenções partidárias para a última hora. A três dias do iní...