sábado, 31 de março de 2018

CONEXÃO NO FUTEBOL Rodada decisiva neste sábado no Mandiocão



Neste sábado, 31 de março, acontece mais uma rodada da II Copa III Fronteiras de Futebol Amador de Salitre.

Em campo hoje às 14 horas: São Paulo x Serrolândia;
 às 16 horas: Real Vila x Seleção de Salitre ( Jogo do Rádio).

Jogos de hoje fecham uma etapa da competição que segue até o dia 1º de maio,a  dia da final e que marca mais uma festa em homenagem ao trabalhador rural.

Prefeitura de Salitre, do prefeito, Rondilson e do Vice, Manin, promovendo esporte, cultura, e lazer.

Por Carlos Alberto Albuquerque - radialista.

Cidade de Tarrafas fica sete dias sem sinal de celular, e moradores se comunicam por rede social






A população da cidade de Tarrafas, no Sul do Ceará, ficou sem sinal para ligações celulares e a população recorreu às redes sociais para se comunicar.


Quem não tinha internet em casa foi aos pontos da cidade onde o acesso é gratuito. A dona de casa Nalda Pinho passou boa parte do dia na praça da cidade para conseguir acesso. “Eu venho aqui aproveitar pra falar com eles. [Se não for assim], aí não tenho notícias, não tem como fazer ligação porque tá sem sinal nenhum”, comenta.


Única operadora da cidade, a Claro informou em nota que alguns moradores podem ter enfrentado dificuldades com o sinal, mas que o serviço já foi normalizado, e vai seguir avaliando a qualidade desse sinal para garantir o funcionamento da rede. A operadora não informou o que causou o problema. (G1 CE)

Governo federal autoriza aumento anual de até 2,84% no preço de medicamentos






FOTO: Pâmela Fernandes


O governo federal autorizou reajuste de até 2,84% no preço dos remédios para 2018, já a partir deste sábado (31). O aumento está publicado em edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) da última quinta-feira (29) em resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed).


O reajuste será de 2,09%, 2,47% ou 2,84%, conforme o tipo do medicamento. Os índices estão abaixo da inflação de 2017, que foi de 2,95%.

Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista dos Produtos Farmacêuticos do Estado do Ceará (Sincofarma-CE), Maurício Filizola, o consumidor cearense deverá sentir a diferença dos preços no bolso apenas após 15 dias da mudança.


O Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma) destacou em nota que, pelo segundo ano consecutivo, o reajuste dos medicamentos ficou abaixo do esperado. De 2013 a 2017, afirma a entidade, a taxa acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de 36 48% ante 32,51% dos reajustes médios autorizados pelo governo para remédios.


"A indústria farmacêutica tem conseguido segurar seus preços, apesar do expressivo aumento dos custos de produção nos últimos anos", disse o presidente do Sindusfarma, Nelson Mussolini. No ano passado, o aumento autorizado também ficou abaixo da inflação, de 4,76%, frente a um IPCA de 6,29% em 2016.


O sindicato explica que o reajuste atualiza a tabela de Preços Máximos ao Consumidor (PMC) e não provoca aumentos automáticos nem imediatos nas farmácias e drogarias. Segundo a entidade, cerca de 13 mil apresentações de medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro devem ser atingidos pelo reajuste. (Estadão)

SENSAÇÃO DE IMPUNIDADE Somente 3,5% dos assassinatos cometidos em Fortaleza em 2017 foram julgados



Segundo o TJCE, dos 1.978 assassinatos registrados em Fortaleza em 2017, apenas 71 crimes foram julgados pelas 5 varas de júri

Por Daniel Rocha em Segurança Pública



Fortaleza registrou 1.978 crimes violentos letais e intencionais em 2017, segundo a SSPDS (Foto: Divulgação/CNJ)

Dos 1.978 crimes violentos letais e intencionais (CVLIs) registrados em 2017 em Fortaleza, apenas 71 CVLIs foram julgados nas 5 varas de júri da capital cearense, correspondendo a 3,5% dos casos, segundo dados do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará.

O número inclui 57 casos de homicídio doloso, 2 feminicídios e 12 latrocínios (roubo seguido de morte). Por outro lado, 308 processos registrados no ano passado de homicídio doloso, 8 de feminícidios, 3 de lesão corporal seguida de morte e 36 casos de latrocínio aguardam julgamento.

Para o advogado criminalista e professor de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), Nestor Santiago, a baixa resolutividade dos crimes de CVLIs deve-se à falta de investimentos na Polícia Civil, que segundo ele mantém a mesma estrutura há pelo menos 20 anos.

“As delegacias se tornaram depósitos de presos, obrigando os profissionais a exercerem a função irregular de agentes penitenciários, em vez de estarem investigando. A falta de pessoal, bem como de equipamentos, e o desvio da função contribuem na baixíssima taxa de resolutividade dos crimes”, aponta.

No último mês de fevereiro, a Secretaria da Justiça do Ceará (Sejus), por sua vez, assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para desativar todas as carceragens de delegacias no Estado. A secretária de Justiça, Socorro França, informou na época que novas vagas estavam sendo criadas em presídios no Estado para realizar as transferências dos presos em 6 meses.

Saiba mais


Prefeitura de Sobral dá R$ 17 mil a agentes de segurança por apreensão de armas



“É hora de asfixiar os presídios”, defende especialista em segurança, em debate sobre a crise no Ceará


Com uma Polícia Civil estruturada, Nestor afirma que as investigações dos crimes seriam mais eficientes e ajudariam o trabalho do judiciário durante os julgamentos dos processos. Além disso, exigiriam dos tribunais estruturas melhores para atender a demanda. “A medida que o número de casos forem investigados pela polícia, serão necessárias melhores condições por parte do judiciário para julgá-los”, explica.

A demora nas resoluções também deve-se aos prazos estabelecidos pelo Código de Processo Penal Brasileiro para o julgamento de um processo. Segundo Nestor, o processo de julgamento de um caso de homicídio doloso de baixa complexidade exige de 6 a 8 meses, no mínimo, para ser concluído. “Para ter uma apuração adequada é necessário respeitar esses prazos estabelecidos”, cita.

Apesar das deficiências e entraves presentes na Justiça, as cinco varas de júri da capital cearense julgaram 1.256 crimes de homicídios doloso no ano passado, segundo o TJCE. Entretanto, 95,4% desses processos correspondem a crimes cometidos em anos anteriores a 2017.

Para dar mais celeridade aos processos criminais, Nestor sugere a contratação de mais policiais civis com melhorias em seus salários, equipamentos de última geração e abolir o encarceramento de presos nas delegacias.

“Adotadas estas medidas, em médio prazo talvez seja necessária a criação de novas varas especializadas, já que a demanda reprimida aumentará”, explica. Entretanto, o advogado ressalta que as soluções não resolvem o problemas dos CVLIs, mas podem reduzir a sensação de impunidade da população.


Fortaleza registrou 1.978 crimes violentos letais e intencionais somente no ano passado (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

O Tribuna do Ceará solicitou à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informações sobre os investimentos voltados para a estrutura de delegacias civis e equipamentos para a investigação, aumento de efetivo na Polícia Civil nos últimos 4 anos e por qual motivo as delegacias civis encarceram presos em suas unidades. Mas, até o momento, a solicitação não foi atendida.

Entretanto, após a ocorrência da chacina do Benfica, no início mês de março deste ano, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou que vai criar uma Unidade de Segurança Integrada (Uniseg) no campus do Pici da Universidade Federal do Ceará (UFC) no mês de maio. A informação foi divulgada ainda neste mês de março.

Já na manhã desta terça-feira (27), Camilo se reuniu com os comandantes das Áreas Integradas de Segurança (AIS) da capital. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ações foram discutidas para garantir a segurança e intimidar novos ataques como as deste fim de semana. Além disso, o Ceará receberá o primeiro Centro Integrado de Inteligência e Controle para o Combate ao Crime Organizado do Brasil.

Ações para dá celeridade aos julgamento

Em virtude do aumento dos processos criminais nas cinco varas de júri de Fortaleza, o Tribunal de Justiça do Estado informou que tem implementado projetos para dar mais celeridade aos julgamentos. Um deles é o programa Tempo de Justiça, instalado em 2016.

Segundo o órgão, foi designado um juiz auxiliar para cada vara de júri, passando a contar dois juízes em cada unidade. Além disso, as varas também dispõem de dois defensores públicos e dois promotores de justiça em cada uma das varas da capital.

Aliado a isso, foi desenvolvido um sistema de informação para monitorar o andamento dos processos criminais e estabelecer metas mensais a fim de buscar soluções para possíveis entraves analisados durante o trâmite. A medida foi iniciada no dia 1º de janeiro de 2017.

Segundo o TJ, estas ações resultaram em um aumento de 60% da celeridade dos processos criminais que tramitam nas varas de júri a partir da análise realizada desde a data do crime até o julgamento. Das 14 ações penais finalizadas dentro desses programas, o tempo do processo criminal apresentou uma média de 8 meses, período normal para o julgamentos dos casos, como afirmou o advogado criminalista Nestor. Antes, os processos criminais demoraram uma média de 20 meses para serem concluídos.

COSTUME REGIONAL Vila formada por catadores de pequi


Na Chapada do Araripe, o fruto se destaca por ser consumido por muitos moradores do Cariri cearense



O fruto é muito apreciado com baião de dois, feijão ou na 'pequizada' ( Fotos: Antonio Rodrigues )
00:00 · 31.03.2018 por Antonio Rodrigues - Colaborador
Durante a safra, os catadores se mudam para a Vila Barreiro Novo, localizada entre os municípios de Jardim e Barbalha, no Sul do Ceará

Jardim. Debaixo de uma sombra, cinco crianças se reúnem para roer o pequi ainda cru. Um balde separa os melhores. "Tem uns que são amargos, mas tem os docinhos, que são gostosos", adverte uma das meninas. Na Chapada do Araripe, o fruto se destaca por ser consumido por muitos moradores do Cariri cearense, seja no baião de dois, feijão ou na "pequizada". A safra, que termina em maio, faz dezenas de famílias se mudarem para a serra por, pelo menos, três meses. Desta concentração, surgiu a Vila Barreiro Novo, entre Barbalha e Jardim, nas margens da CE-060, ao lado da Floresta Nacional (Flona) do Araripe.

É do pequi que os extrativistas tiram a maior parte do sustento para o restante do ano. No entanto, em 2018 a safra começou mais tarde, em janeiro, e terminará também. Ainda é possível encontrar muito fruto até maio. Na Vila Barreiro Novo, que possui 44 casas, 10 famílias permanecem às margens da rodovia vendendo o pequi. Metade já "desceu" para o Sítio Cacimbas, distrito de Novo Horizonte, em Jardim, local que concentra grande parte dos catadores.

Há 25 anos, tudo ali era cercado por mata e os extrativistas se reuniam nas barracas de palha ou de lona, cercadas por pano ou folhas, espremidos junto aos filhos. Muitas vezes chovia e o vento levava o teto. As crianças eram cobertas por lençóis por causa do frio. O esforço para permanecer no local, por pelo menos três meses, era a garantia do sustento por mais um tempo.

Lembranças

A extrativista Maria das Dores Martins, 40, natural de Jardim, lembra bem a dificuldade de se manter por lá, mas não havia alternativa, já que seus pais não tinham outra fonte de renda. Aos 12 anos, foi levada para Chapada do Araripe para colher pequi. "A gente lavava as roupas com água da chuva e até bebia", conta. Quatro da manhã, ela e os cinco irmãos estavam em pé, catando o fruto na mata com uma lanterna. "Tinha muita gente. Cada um queria chegar para pegar antes. Não tinha confusão. Era a maior felicidade", diz.

Maria e sua família carregavam o pequi nas costas. Às vezes, deixavam debaixo de uma moita, quando não conseguiam carregar, para buscar no dia seguinte. "Tinha deles que eram espertos, encontravam e carregavam", lembra. Sua mãe, Devani Martins, criou quatro filhos na Vila Barreiro Novo, dentro dos barracos de palha. Depois de um dia na mata, grávida, ela deixava a sacola de pequi no canto e, caladinha, viajava para a sede de Barbalha e "de lá, já voltava com bebê no colo", descreve a extrativista. "Isso aqui é minha juventude, minhas lembranças da infância são aqui", exalta.

Com candeeiro na mão, era servida a papa das crianças, banhadas em água de barreiro. Era menino crescendo e já brincando com terra, dando seus primeiros passos no meio do pequi. Para estudar, os alunos se reuniam debaixo do pé de murunduba, onde era apoiada a lousa. Os professores vinham de outras comunidades para dar aula. Cerca de 40 pessoas, entre crianças, adultos e idosos acompanhavam. "Não ficava sem estudar. Eu gostava mais da aula daqui, era mais fresco. Aí os professores passavam as notas para o outro colégio", conta Maria.

Outra extrativista, Maria Aparecida Mariano, chegou mais tarde, há oito anos, mas ainda enfrentava dificuldades. "Nem água tinha para beber. Ia buscar numa cisterna velha, que só tinha abelha morta dentro e lagartixa, mas a gente coava e bebia. Ainda hoje estamos vivos", brinca. Sua família, de cinco pessoas, se mudou inteira, se espremendo em casas de taipa.

Nascido em Bodocó (PE), Zilmar Francisco dos Santos, o Neném, conheceu sua esposa há 25 anos e, desde então, vive do pequi. Quando chegou, a vila sequer existia. Depois, foi participando da mudança. Atualmente, tem 44 casas de taipa e alvenaria. "De primeiro, levantava duas da manhã porque era gente demais. Naquele tempo ia de bicicleta, hoje é de moto, carro. Todo mundo melhorou de vida. Ninguém faz mais essa loucura de ir três horas da manhã. Amanheceu, tomou o seu café, e vai pegar seu pequi", afirma.

A Vila Barreiro Novo se tornou ponto de encontro dos moradores durante a pequena parte do ano. As barracas de lona, substituídas pelas casas, são cercadas por um espaço maior, que recebe, anualmente, a Festa do Pequi, que encerra a safra. Atrações como Caninana do Forró e Bartô Galeno já animaram a comunidade. Em sua 14ª edição, a celebração foi nos dias 17 e 18 de março. O local também tem campo de futebol e barzinho. A expectativa é que chegue energia elétrica até maio.

Sustento

A relação com o pequi divide os componentes de cada casa. Alguns vendem, outros "rolam" para fazer óleo, mas quase todos participam da colheita. Quando a família é grande, a roça fica pronta no Sítio Cacimbas e alguém fica por lá cuidando. A maioria dos extrativistas também é de agricultor, que planta milho e feijão. Como a safra do fruto é no período da quadra chuvosa, as tarefas se dividem, mas os legumes são colhidos só para o consumo. E esta é uma das principais dificuldades. Se a safra do pequi garante o sustento, pelo restante do ano, as famílias vão procurar trabalhos pontuais. "O que tiver para fazer, a gente faz. Se você trabalha um mês aqui, faz mais de dois salários sossegado. Se forem três meses, são seis meses garantidos. Daqui a uns 15 dias vou embora para colher a roça, mas a gente não vende porque pode fazer falta", explica José Pereira da Silva.

Algumas famílias produzem até 60 litros de óleo por safra. Ele é vendido por R$ 80 o litro. Como é puro, é mais caro. O saco de pequi com 200 unidades custa R$ 20; enquanto de 100 custa R$ 10; e de 50, fica por R$ 5. "Se fosse direto a safra, todo mundo era rico. Aqui, tem dia que você está sem nenhum centavo para comprar um arroz. Em pouco tempo, está com 200, 300 reais no bolso, porque vende ali cinco litros de óleo, mil pequis", conta Zilmar dos Santos.

A Vila se tornou ponto comercial de revendedores. É o caso de Francisco João Bernardino, que já foi catador e hoje compra dos extrativistas e comercializa também na margem da CE-060. Em um intervalo de cinco minutos, vendeu 250 unidades. "Eu vivo só da estrada. Muitos pernambucanos e pessoas da região toda compram aqui", explica.

'Estrangeiro'

Para não perder o local, Francisco Bernardino e outros extrativistas, a partir de setembro, já começam a vender pequi novamente, mas de outros estados. Primeiro, vêm os frutos de Tocantins, depois, Maranhão e Piauí. Eles são colhidos verdes e amadurecem na estrada. É nessa época que o preço sobe. O milheiro custa R$ 150 e é comprado em Juazeiro do Norte. "São sete meses no pequi e ficam cinco meses para se virar", conta o vendedor.

José Pereira da Silva, que colhe pequi, também admite comprar o fruto de outros estados. O pequi de fora é mais "carnudo", no entanto, o sabor e a consistência do óleo do fruto local são diferentes. "Esse daqui é mais desejado. Quando sabe que é daqui, o pessoal cai em cima".

A Vila Barreiro Novo se tornou referência porque muitos comerciantes viajam pela CE-060 para chegar a Pernambuco e à BR-116. É o caso do vendedor de Lavras da Mangabeira Artur Antunes, que aproveitou a viagem e comprou 200 pequis. "Gosto de comprar e levo para dividir com família e amigos", conta.

Chove bem em 17 municípios do Cariri; Juazeiro do Norte tem melhor índice de março



Em Juazeiro do Norte o índice foi de 95 mm
no Posto Sítio São Gonçalo


Uma boa chuva caiu em 17 municípios do Cariri na madrugada desta sexta-feira (30). O relatório da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) apontou precipitações em 29 postos. Juazeiro do Norte teve a maior chuva da região e segunda maior do estado, atrás de Icó (121.1 mm)

Apesar de ter registro abaixo do esperado durante todo o mês, o penúltimo dia de março foi um dos mais chuvosos do ano inteiro. Em Juazeiro do Norte o índice foi de 95 mm no Posto Sítio São Gonçalo, o indicativo é maior do que a soma do que havia chovido durante todo o mês no município.

Em Umari (Posto Sítio Canto), a precipitação foi de 70.0mm, e em Crato (Posto Crato), 55.4mm. A Funceme prevê um feriado de Sexta-feira Santa com um céu nublado e chuvas em todo o estado.

Veja lista das chuvas em toda região atualizada às 8h55.

Vila Sao Goncalo-marrocos - Juazeiro Do Norte 95.0
Sitio Canto - Umari 70.0
Varzea Da Conceicao - Cedro 62.0
Crato - Crato 55.4
Mangabeira - Lavras Da Mangabeira 54.0
Sitio Tipi - Aurora 47.2
Novo Grangeiro - Granjeiro 42.0
Cuncas Barro - 40.6
Ipaumirim - Ipaumirim 35.0
Baixio - Baixio 34.0
Riacho Verde - Várzea Alegre 34.0
Jucas - Jucás 27.0
Jamacaru - Missão Velha 22.4
Farias Brito - Farias Brito 19.0
Sao Sebastiao - Cariús 18.0
Sitio Macapa - Jati 8.0
Poco Do Pau - Brejo Santo 3.0 (Site Miséria)

sexta-feira, 30 de março de 2018

1.000 empregos - Senador Pompeu vai receber fábrica de calçados

Em clima de despedida do cargo de secretário adjunto do Gabinete do Governador, Fernando Santana esteve nesta quinta-feira 29, representando o governador Camilo Santana, na solenidade de assinatura da ordem de serviço da construção de um galpão para empresa de calçado, onde serão ofertados mil empregos no município de Senador Pompeu, no Sertão Central.
Presente à solenidade, o prefeito Maurição agradeceu ao Governo do Estado pela viabilização da empresa que vai gerar emprego e renda para Senador Pompeu. Fernando Santana, por sua vez, ressaltou o trabalho da presidente da ADECE no Estado Nicolle Barbosa, que dedicou-se firme nesta causa ao lado do nosso Governador Camilo.

CONEXAO REGIONAL NA II COPA III FRONTEIRAS DE FUTEBOL AMADOR DE SALITRE 2018



Iniciada no dia 24 de fevereiro último, segue neste final de semana, mais uma rodada da II Copa III Fronteiras de Futebol Amador Regional de Salitre, realazida pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Esporte local.

São Paulo de Campos Sales x Serrolândia-PE, fazem o jogo preliminar, em busca da classificação para a fase seguinte  e no jogo de fundo se enfrentam: Real Vila x Seleção de Salitre, no Campo Mandiocão (JOGO TRANSMITIDO PELA EQUIPE 630 DA RADIO CIDADE AM DE CAMPOS SALES).

II Copa III Fronteiras de Futebol Amador Regional de Salitre, que envolve times do Ceara, Piaui e Pernambuco, terá sua final no dia 1º de Maio, quando a administração municipal de Salitre, realiza a tradicional Festa do Trabalhador.

Prefeito, Rondilson Ribeiro e seu  Vice, Manin, pretendem fazer um evento que valorize o trabalhador rural, em especial neste ano de 2018, quando as chuvas voltaram a banhar bem o solo salitrense, com mais intensidade.

Por Carlos Alberto Albuquerque - Radialista



Liminar garante funcionamento de postos na sexta-feira da Semana Santa




Para procurador da República, a população não pode ser afetada por divergências entre patrões e empregados do setor de combustíveis



Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano





s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/2/2018/01/posto de gasolina interditado

Os postos de combustíveis vão abrir nesta sexta-feira (30), feriado da Semana Santa. A determinação veio da Justiça do Trabalho, que concedeu liminar. O procurador da República, Oscar Costa Filho, informou à Tribuna Band News FM.

Na última terça-feira, o Ministério Público Federal do Ceará já havia enviado um ofício ao Sindicato dos Postos de Combustível, pedindo fechamento dos estabelecimentos em feriados e fins de semana.

Para Oscar Costa Filho, a população não pode ser afetada por divergências entre patrões e empregados do setor.

“Os atores envolvidos entendem que o que está em jogo não é apenas uma questão de relação de trabalho, mas envolve também uma questão federal, da Justiça Federal, no que diz respeito a prestação de uma prestação de serviço que é essencial, que é a distribuição de combustíveis”, explicou o procurador.

Nos feriados de 19 e 25 de março, os postos não funcionaram na Capital e no Interior por falta de acordo entre o Sindipostos e o Sindicato dos empregados, Sinpospetro, em questões de pagamento de extras em feriados, como estabelece a legislação trabalhista.

O MPF dá o prazo de 48 horas para que a entidade envie as informações. A solicitação está no ofício encaminhado ao Sindipostos. Se houver descumprimento do prazo, o sindicato pode responder judicialmente.

“Já existe uma decisão judicial determinando essa abertura de postos. Portanto, tem um fato novo. Sexta-feira estaria marcado o fechamento dos postos. Tem a nossa atuação e tem a decisão das coisas para acompanhar e monitorar os acontecimentos para a gente ter uma resposta definitiva nesta quarta-feira”, disse o procurador.

A produção da Tribuna Band News entrou em contato com o Sindipostos para comentar tanto o ofício enviado pelo MPF, como a decisão judicial estabelecida, mas não obteve resposta até o fechamento da matéria.

INSS vai pagar atrasados a 11.638 mil aposentados



INSS vai pagar atrasados a 11.638 mil aposentados. O correspondente do Jornal Alerta Geral (Expresso 104,3 FM – Grande Fortaleza e Região Metropolitana + 20 emissoras do Interior do Estado), Carlos Silva traz mais informações. Confira:

CARLOS SILVA – INSS

MEC transfere R$ 963 milhões da complementação ao Fundeb




Os recursos referentes à parcela de março da complementação da União ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) estarão disponíveis a partir desta quarta-feira, 28, nas contas correntes de estados e municípios beneficiários. Responsável pela transferência dos valores, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão vinculado ao MEC, repassou R$ 963,9 milhões aos entes federativos na última segunda-feira, 26. Desse total, R$ 96,3 milhões referem-se à complementação para o pagamento do piso do magistério.

“Os recursos transferidos por meio do Fundeb são essenciais para a garantia de uma educação básica de qualidade, nos quatro cantos do país”, observa o ministro da Educação, Mendonça Filho. “A complementação da União aos municípios é essencial para a melhoria da educação básica e valorização dos profissionais que atuam em sala de aula, porque leva em consideração a situação social e econômica de cada estado e seus municípios.”

Conforme a lei que instituiu o Fundeb, a União repassa a complementação aos estados e respectivos municípios que não alcançam com a própria arrecadação o valor mínimo nacional por aluno estabelecido a cada ano. Em 2018, esse valor é de R$ 3.016,67. Os estados que recebem a complementação são: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí.

Principal fonte de financiamento da educação básica pública, o Fundeb é formado por percentuais de diversos impostos e transferências constitucionais, a exemplo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Pelo menos 60% dos recursos do Fundeb devem ser usados na remuneração de profissionais do magistério em efetivo exercício, como professores, diretores e orientadores educacionais. O restante serve para despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino, compreendendo, entre outras ações, o pagamento de outros profissionais ligados à educação, bem como a aquisição de equipamentos e a construção de escolas.

Com informações Assessoria de Comunicação do Ministério da Educação

Policiais civis ficam de fora da convocação para Curso de Inteligência no Ceará


Turma convocada pela Secretaria da Segurança Pública para o curso não tem um só integrante da instituição responsável pela investigação de crimes. O fato causou estranheza e indignação de delegados, inspetores e escrivães




A atividade de Inteligência é uma das ferramentas da atividade privativa da Polícia Civil de investigar crimes
29/03/2018 query_builder 10:41



APolícia Civil do Ceará sofreu mais um ato de desprestígio junto à atual gestão da Secretaria da Segurança Pública. Os integrantes da instituição ficaram de fora da convocação para a realização de um Curso de Inteligência que deverá ser realizado numa parceria da SSPDS com o Ministério Público Estadual (MPE).

O secretário da Segurança, delegado federal André Costa, não deu explicações para o fato. Na lista dos servidores da pasta convocados para a primeira turma do curso só figuram integrantes da Polícia Militar.

O ato causou mais um mal-estar e constrangimento entre delegados, escrivães e inspetores, já que são eles os responsáveis pelo trabalho de investigação criminal, atividade privativa da Polícia Judiciária conforme o que prevê a Constituição Federal no seu artigo 144, que trata das atribuições das forças da Segurança Pública.

O trabalho de Inteligência é a base para o esclarecimento de crimes, desarticulação de grupos ou organizações criminosas como quadrilhas ou facções ligadas ao narcotráfico, contrabando, seqüestros e outras atividades ilícitas. São demandas da Segurança Pública cujas atividades são privativas da Polícia Judiciária, no caro dos estados, as polícias civis.

Desprestígio

Policiais civis têm denunciado constantemente o desprestígio da instituição junto ao governo do estado. Mais de 80 delegacias do Interior permanecem sem plantões nos fins de semanas ou feriados por conta da falta de efetivo. Já a Inteligência, vem sendo esvaziada, trazendo sérios prejuízos para o combate ao avanço da criminalidade no estado.

Confira o documento



Antonina do Norte: Prefeito Evandro Arrais sanciona lei com reajuste de 6,81% para os professores




O prefeito Evandro Arrais (Solidariedade) sancionou a lei que concede reajuste de 6,81% para os docentes. O aumento foi publicado após ser aprovado por unanimidade na Câmara Municipal.
Tudo isso representa uma conquista para a classe. “É uma forma de valorizar estes profissionais, que têm papel fundamental na educação dos jovens antoninenses”, ressaltou o prefeito.
O reajuste está em consonância com a Lei Federal nº 738 de 16/07/2008 - a Lei do Piso Salarial Profissional Nacional para os Professores do Magistério Público da Educação Básica que é atualizada anualmente no mês de janeiro e o prefeito de Antonina tem cumprido desde 2017 o seu compromisso com a categoria.
O aumento dos valores salariais será aplicado de acordo com a tabela do Plano de Cargos e Carreira (PCC) do município, que classifica os professores concursados por níveis diferentes.
A secretária de Educação, Joana Braga disse destacou que apesar de ser um cumprimento da lei nacional, a adequação salarial é uma vitória para a classe. “Diante da atual situação econômica do País, muitos municípios não têm condições de implantar o reajuste e Antonina conseguiu trazer essa conquista para os profissionais da educação da nossa cidade”, comentou ela.
Um professor em início de carreira, com 100 horas/aula por mês, com a formação de magistério, passará a receber R$ 1.712,50 salário base. No caso para quem tem 200 horas/aula, o salário será de R$ 3.528,84. Ao todo, 104 profissionais estão sendo beneficiados com o referido reajuste.
(Assessoria de Imprensa)

Postado por flavio pinto

Critérios para enquadrar Municípios no semiárido pode ser analisado no Senado



A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado deve analisar, em caráter terminativo, o Projeto de Lei do Senado (PLS) 146/2014. A proposição define os critérios de enquadramento de Municípios na região do semiárido. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) é favorável ao projeto.
De acordo com o texto, a definição da região do semiárido deverá ser atualizada a cada cinco anos pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), por critérios de precipitação pluviométrica média anual, índice de aridez e risco de seca.
Na justificativa do projeto, o autor da proposta, senador licenciado Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), explica que, “como a Constituição assegura ao semiárido do Nordeste a metade dos recursos aplicados em programas de financiamento ao setor produtivo destinados à Região, esse diferencial tem motivado os Municípios a pleitearem sua inclusão no semiárido”. O projeto tem como relator o senador José Pimentel (PT-CE).
Ao concordar com o texto da proposta, a CNM lembra que todos os anos dezenas de Municípios são afetados pela escassez de chuvas e na maioria dos casos necessitam de ajuda externa para o enfrentamento deste evento negativo.
Representação da CNM
No ano passado, o primeiro secretário da CNM, Eduardo Tabosa, participou de uma reunião que contou com representantes do Ministério do Meio Ambiente, da Sudene, do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Agência Nacional de Águas (ANA), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).
Na época, a reunião também contou com a aprovação de medidas para fomentar o desenvolvimento regional a partir de investimentos do Fundo Constitucional de Financiamento (FNE) e do Fundo de Desenvolvimento (FDNE) do Nordeste que poderá autorizar a liberação até R$ 26 bilhões em recursos até o final de 2017, com a missão de duplicar o limite de empréstimo para operações de capital de giro para médias e grandes empresas. No final de 2016, o Ministério da Integração passou a autorizar recursos dos Fundos Constitucionais no Nordeste, Norte e Centro-Oeste para capital de giro destinado ao custeio de gastos gerais relacionados à administração dos negócios. Enquadram-se aluguel, folha de pagamento, despesas com água, energia e telefone, dentre outras. Até então, esses investimentos limitavam-se à aquisição de insumos, matéria-prima e formação de estoque.
Indústria de defesa
Outras ações aprovadas na reunião da Condel visam ampliar o apoio a projetos destinados à geração, transmissão e distribuição de energia, ao reaproveitamento de resíduos sólidos e à indústria de defesa. Nessa área, de forma inédita, empresas estratégicas da área passam a ter acesso a financiamentos em condições especiais. Com o aumento na demanda por serviços na área de defesa no Norte e no Nordeste do país, como a manutenção de embarcações e aeronaves, existe um esforço por parte do governo federal no sentido de fomentar as indústrias do setor – muito concentradas no Sul e no Sudeste do país – a se instalarem nessas outras regiões. Ao todo, são 1.262 Municípios inclusos no semiárido de acordo a Resolução nº 115, de 23/11/2017 da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste – SUDENE, acesse aqui para visualizar a lista.
Com informações da Agência Senado

quinta-feira, 29 de março de 2018

Prefeitura de Campos Sales está com inscrições abertas para concurso público
Matéria 10:13:00
Campos Sales. FOTO: Divulgação
Estão abertas as inscrições para o concurso público do município de Campos Sales, no Ceará. São 249 vagas disponíveis em vários cargos e de escolaridades distintas.

A validade do certame será de dois anos, prorrogável uma vez por igual período e aqueles/as que lograrem êxito atuarão em jornada de 20h a 40h semanais e remuneração, a depender do cargo, varia de R$ 954,00 a R$ 7.500,00.

As inscrições tiveram início nesta quarta-feira, 28, e se estenderá até o dia 29 de abril unicamente pelo endereço do Instituto Cidades. As taxas estão entre R$ 70.00 a R$ 130,00.

Quanto ao número vagas por escolaridade:

1 - Ensino Fundamental: Motorista Categoria - B (8) e Motorista Categoria - D (11);

2 - Ensino Médio/ Técnico: Agente Administrativo (32); Agente Comunitário de Saúde (29); Agente de Endemias (7); Agente de Vigilância Sanitária (2); Cuidador Educação Especial (8); Guarda Municipal (12); Secretário Escolar (12); Técnico Agrícola (1); Técnico de Enfermagem Hospital (16); Técnico de Enfermagem PSF (7) e Técnico de Saúde Bucal (3);

3 - Ensino Superior: Assistente Social (5); Cirurgião Dentista - PSF (1); Enfermeiro - PSF (7); Enfermeiro Hospital (1); Engenheiro Agrônomo (1); Farmacêutico (1); Fisioterapeuta (2); Fonoaudiólogo (1); Médico PSF (3); Médico Generalista Hospital (2); Médico Ginecologista (1); Médico Veterinário (1); Nutricionista (1); Professor Polivalente - Educação Infantil (8); Professor Polivalente - Fundamental I (35); Professor Fundamental II - Ciências (3); Professor Fundamental II - Geografia (3); Professor Fundamental II - História (4); Professor Fundamental II - Inglês (3); Professor Fundamental II - Língua Portuguesa (3); Professor Fundamental II - Matemática (6); Professor Fundamental II - Educação Física (3); Psicólogo (3) e Sociólogo (3).

Confira o Edital: http://www.idib.org.br/Concurso.aspx?ID=140                      

(Blog Negro Nicolau)

Samu é chamado para socorrer homem chorando em via pública por ter sido chifrado


Caso repercutiu nas redes sociais






OSamu foi chamado para atender uma ocorrência e, ao chegar ao local, se deparou com um homem deitando em via pública chorando após descobrir ter sido traído pela companheira.
O caso repercutiu nas redes sociais:

Grupo Edson Queiroz avança e compra negócio de água da Nestlé no Brasil


Ele já é dono da Indaiá e Minalba






OGrupo Edson Queiroz, dono da Indaiá, bateu martelo e comprou o negócio de água da Nestlé no Brasil. A informação é do jornal Valor Econômico desta quarta (28).

A transação, acertada ontem, envolve as marcas Petrópolis e São Lourenço. A operação deve ser formalmente anunciada até amanhã.

Em tempo

Segundo a publicação o Grupo Edson Queiroz ocupa o sétimo lugar no ranking mundial de águas minerais. Além da Indaiá, ele também é dono da Minalba.

Cabo Sabino quer que ataques das facções sejam qualificadas como terrorismo


"Em curto espaço de tempo, três chacinas ocorreram no Ceará, além de ataques a órgãos e equipamentos públicos, deixando o povo em pânico e desafiando o Governo do Estado. Se isso não é terrorismo, o que é?"




Um dos coletivos foi incendiado na Avenida Maestro Lisboa, em Messejana
28/03/2018 query_builder 16:56



O deputado federal Cabo Sabino apresentou o projeto de lei 9555/2018, na Câmara dos Deputados, para que os atos praticados pelas facções criminosas sejam qualificados como atos terroristas, além de tipificar o crime como hediondo.

“O Ceará tem sido vítima de ataques constantes do Crime organizado. Em curto espaço de tempo, três chacinas ocorreram no Ceará, além de ataques a órgãos e equipamentos públicos, deixando o povo em pânico e desafiando o Governo do Estado. Se isso não é terrorismo, o que é?”, afirma o parlamentar.

Dependendo dos atos praticados, os criminosos podem pegar até 30 anos de prisão. A matéria disciplina ainda que os condenados cumprirão pena inicialmente em regime fechado e em estabelecimento penal de segurança máxima.

“Isso é um clamor social. Precisamos ter mais segurança, combatendo o crescente poder que as organizações criminosas vêm adquirindo no Brasil. Pretendemos tornar as penas mais rígidas, bem como armar um cerco jurídico para os integrantes de facções criminosas, os quais têm seu papel facilitado pelas brechas do nosso arcabouço jurídico”.

Moésio Loiola apresenta lista de reivindicações à Cogerh para Campos Sales





Moésio Loiola esteve nesta quarta-feira na Cogerh

Com a disposição de fazer de Campos Sales, o município do Cariri Oeste que mais vai receber obras do Governo do Estado, o prefeito Moésio Loiola (PDT), esteve nesta quarta-feira (28), com o superintendente da Cogerh, João Lúcio Farias e sua equipe.
Entre outros assuntos tratados, o prefeito de Campos Sales, solicitou estudo de uma bateria de poços profundo, para as comunidades do Inharé; represa do acampamento e adjacência, a liberação do projeto de água potável para as casas do distrito do Caldeirão, com a ampliação e finalização da rede de atendimento do Caldeirão iniciada e não terminada em administrações anteriores.
O superintende da Cogerh também ouviu de Moésio, o pedido da liberação das licenças técnicas para a construção por parte da prefeitura, das passagens molhada do Pau Verde, Riachão( na chegada da Vila São José), Alto Alegre, Várzea Grande e Vila Caiçara; e a liberação da licença técnica para construção do açude da Vila Arizona. Essas obras serão realizadas através de emendas do deputado federal Moses Rodrigues.
Ainda preocupado com o futuro, Moésio Loiola solicitou também que a Cogerh estude a viabilidade técnica e financeira, para a perfuração de mais um poço profundo na localidade da Chapada do Araripe, ao lado PP4 e PP5, com facilidades de captação para o sistema de abastecimento d'água do de Campos Sales e redondeza do Caldeirão, Barro Branco e Serrinha dos Daris.
João Lúcio informou assegurou que se houver viabilidade técnica, o Governo do Estado não terá nenhuma dificuldade em atender o seu pleito.

Postado por flavio pinto

PM inicia ‘Operação Semana Santa’ na Região do Cariri



 por Antonio RodriguesAumento de efetivo nas ruas busca melhorar a segurança na região. (Foto: Relações Públicas do 2º BPM)

Juazeiro do Norte. A partir desta quinta-feira (29), terá início a ‘Operação Semana Santa 2018’ com uma série de ações de segurança pública. Coordenada pelo 2º Batalhão da Polícia Militar, o plano abrangerá a Área Integrada de Segurança (19), que corresponde a 25 municípios da região do Cariri e se estenderá até o dia 2 de abril.

Nos últimos meses, duas grandes operações já foram desencadeadas na Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19), sendo a ‘Operação Carnaval’, em fevereiro, seguida pela ‘Operação Quaresma’, realizada entre 14 de fevereiro e 24 de março.

Segundo dados estatísticos produzidos pelo 2º BPM, a Operação Quaresma teve resultados expressivos em relação a apreensão de armas de fogo. Um total de 45 armas foram retiradas de circulação nesse período. Além disso, a Polícia Militar cumpriu 20 mandados de prisão em aberto, recuperou 42 veículos com registro de furto/roubo e registrou 52 atos infracionais/prisões por tráfico de drogas. As ações ainda resultaram na apreensão de 13,8kg de entorpecentes, entre maconha, cocaína e crack.

A Polícia Militar ainda registrou queda nos índices de homicídios e roubos. No período da quaresma de 2017, que ocorreu entre os dias 01 de março e 13 de abril, foram registrados 48 homicídios e 303 roubos. Na Operação Quaresma de 2018, foram registrados 28 homicídios e 216 roubos, ou seja, reduções de 41% em relação aos crimes contra a vida e 28% em relação aos crimes contra o patrimônio.

De acordo com o comandante do 2º BPM, Major Luciano Rodrigues de Oliveira, os objetivos e as estratégias de ação adotadas pelo policiamento ostensivo se modificam a cada operação. “Analisamos as particularidades de cada período do ano para dinamizar o trabalho policial da melhor forma possível e alcançar bons resultados para a segurança pública”, destaca o Oficial.

Assessor político do Senador Eunicío Oliveira, na região do cariri Rafael Branco. leva demandas dos municípios a Brasília



Amaury Alencar




O assessor político do presidente do congresso Nacional Senador Eunício Oliveira, na região do cariri, Rafael Branco encontra-se em Brasília. onde , levou da região do cariri demandas dos municípios, a fim de despachar com o senador Eunício Oliveira, e consequentemente obter a liberação de recursos beneficiando uma grande parcela populacional dos municípios, fortalecendo o desenvolvimento regional.




Defesa Civil emite alerta de chuvas intensas neste feriado no Ceará



FOTO: Mateus Dantas

“SMS da Defesa Civil informa previsão do tempo segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O órgão alerta para chuvas intensas neste feriado. "Para as regiões Centro, Norte e Litoral. Evite áreas alagadas. Em risco. Ligue 193", avisa o comunicado.


Este é o primeiro SMS enviado pela Defesa Civil. Agora, o órgão passará a mandar sempre que houver possibilidade de enchentes, desabamentos e deslizamentos no estado.


Em entrevista ao O POVO Online, o coordenador estadual de Defesa Civil, coronel Cleyton Bezerra, explica que todas as pessoas devem receber os comunicados. Entretanto, se isso não ocorrer, deve-se mandar SMS para o número 40199, informando o CEP da área que se quer receber informações.


Ele explica que o dono de um celular pode receber alertas de quantas áreas achar necessário. Para isso, para cada mensagem enviada um CEP deve ser informado - ou seja, se houver interesse em receber informações de três áreas do estado, três mensagens devem ser enviadas. "É interessante que você mande (o CEP) de todos os locais que você costuma ir", aconselha.


Ainda conforme o coronel, o objetivo maior é orientar a população para que ela possa, antecipadamente, tomar as devidas providências nestas situações.


Como esta é a primeira experiência, a mensagem foi enviada para todo o estado. A partir de amanhã, será necessário o cadastro. (O Povo)

quarta-feira, 28 de março de 2018

Campos Sales: poços evitam colapso hídrico






Uma complexa força-tarefa executada pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), em parceria com a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) e a Superintendência de Obras Hidraúlicas (Sohidra), recuperou dois poços de quase 1.000 metros de profundidade, existentes na cidade de Araripe, com o objetivo de abastecer cerca de 30 mil pessoas no município de Campos Sales. Dentre várias tentativas, essa é a primeira vez que os dois poços estão, simultaneamente, em operação, e distribuem água continuamente para Campos Sales.






Com a reativação dos poços em Araripe, conhecidos como pioneiros, Campos Sales conta agora com vazão de 120 metros cúbicos por hora, o suficiente para abastecer a cidade. Desse total, 100 metros cúbicos são provenientes dos poços pioneiros e outros 20 metros cúbicos, dos poços já instalados anteriormente pela Sohidra, nos bairros de Barro Branco, Aparecida e Batalhão.

As obras de recuperação dos dois poços pioneiros mobilizaram uma equipe composta por mais de 50 colaboradores dos órgãos envolvidos. Dentre as várias operações executadas na ação, destaca-se a complexa tarefa de manuseio dos equipamentos de grande extensão e peso, como bombas de mais de 30 toneladas, para cada poço, além do difícil processo de limpeza e desenvolvimento dos poços.

A tentativa de reativar os equipamentos já vinha sendo realizada desde o início do agravamento da escassez hídrica.

Já os 20 poços perfurados anteriormente pela Sohidra, também foram executados com objetivo de evitar o colapso hídrico no município. À época, a força-tarefa incluiu perfuração de mais de 80 poços tubulares. Destes, apenas os 20 alcançaram vazão suficiente.

No entanto, com o passar do tempo, estes poços foram perdendo vazão, assim, não estavam oferecendo nem mais 10% da água necessária para abastecer a cidade, que agora conta com o reforço dos poços pioneiros.

Adutora


Além de tudo isso, a adutora é outro desafio para a operação. A complexidade do transporte da água é devido ao caminho longo, com mais de 50 km, passando por terrenos alagados ou de difícil acesso. Por isso, diariamente são realizadas manutenções para evitar ocorrências de vazamentos na adutora.


Para a coordenadora de Unidade de Negócios da Cagece, Arilete Barros, a reativação dos dois poços trará mais tranquilidade para Campos Sales “a população terá a garantia de água nas torneiras e com condições de abastecimento por longos períodos de tempo, especialmente porque teremos mais de uma fonte de captação.

Os 20 poços profundos passarão a ser usados a curtos períodos de tempo, podendo completar o abastecimento da cidade numa emergência, além do manancial principal, o açude Poço da Pedra, que recarregou seis metros. Mas o principal é a segurança do abastecimento pelos poços pioneiros”, conclui

Ibiapina, Mulungu, Santana do Cariri e Ubajara serão fiscalizadas pelo TCE em abril





Além das quatro cidades, outros dois municípios passarão pela auditoria: Eusébio e Horizonte




Tribunal de Contas do Estado do Ceará
28/03/2018 query_builder 7:54



OTribunal de Contas do Estado (TCE), por sorteio, fará fiscalizações ordinárias nos municípiode de Ibiapina, Mulungu, Santana do Cariri e Ubajara em abril.

Além das quatro cidades, outros dois municípios passarão pela auditoria: Eusébio e Horizonte. Eles foram escolhidos seguindo os critérios definidos pela matriz de extremo risco, elaborada pela Secretaria de Controle Externo (Secex).

Em tempo

Em março, quando o TCE iniciou os trabalhos de fiscalizações ordinárias de 2018, que incluem os Poderes Executivo e Legislativo, receberam a visita dos auditores do Tribunal os municípios de Alto Santo, Barbalha, Itapipoca, Jijoca de Jericoacoara, Limoeiro do Norte e Quixeramobim. Até o final do ano, estão planejadas um total de 54 inspeções do tipo.

Os trabalhos do TCE envolvem a análise de orçamento, contabilidade, finanças e patrimônio, verificando, por exemplo, a comprovação da prestação de serviços, execução de obras públicas, despesas com pessoal e procedimentos de licitação. Outras fiscalizações podem ser feitas pelo TCE para apurar casos especiais que venham a surgir, como no caso de denúncias. A ação pode gerar a abertura de processos, diante de indícios de irregularidades, bem como subsidiar a análise de prestações de contas municipais, com a coleta de documentos e informações.

Violência sem controle no Ceará já deixou 1.301 pessoas assassinadas em 2018





Faltando ainda três dias para o fim de março, o primeiro trimestre de 2018 alcança números estratosféricos na criminalidade. Somente em Fortaleza, foram 417 pessoas assassinadas. Quatro chacinas deixaram 35 mortos



Noventa por cento dos assassinatos no Ceará são praticados com armas de fogoPor: Fernando Ribeiro
28/03/2018 query_builder 7:39



Faltando ainda três dias para o fim do mês de março, e o ano de 2018 completar o seu primeiro trimestre, o Ceará ultrapassou, nesta quarta-feira (27), a marca dos 1.300 assassinatos. Foram exatos 1.301 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), contabilizados desde o dia 1º de janeiro. A Capital cearense foi a área com maior registro de homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte neste período: nada menos, que 417 pessoas foram assassinadas.

Já a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), composta por 14 Municípios (Aquiraz, Cascavel, Caucaia, Chorozinho, Eusébio, Guaiúba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba, Pindoretama e São Gonçalo do Amarante) foi a área com a segunda maior taxa de CVLIs no período, com 372 assassinatos.

Em seguida, aparece em terceiro lugar, como área mais violenta do estado, o Interior Norte, com 263 homicídios. Já o Interior Sul registrou 249 CVLIs.

Fatores

A “guerra” travada entre duas facções criminosas tem sido um dos principais fatores dos altos índices de mortes violentas no Ceará desde o ano passado. Em Fortaleza, as facções Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE), lutam por território para a venda de drogas e outros delitos.

Os assassinatos são diários em vários bairros da cidade, alguns deles já bastante conhecidos das autoridades da Segurança Pública por conta dos constantes confrontos armados entre os dois grupos, como a Barra do Ceará, Barroso 2, Bom Jardim, Vila Velha e Jangurussu.

Outro fator importante nesta estatística é o número cada vez maior de mulheres assassinadas no Ceará. Somente neste período, foram 141.

Chacinas

Também neste primeiro trimestre de 2018, o Ceará registrou, ao menos, quatro casos de chacinas. A primeira delas, na noite de 8 de janeiro, na localidade Serra pelada, zona rural do Município de Maranguape, na RMF, que deixou quatro mortos. A segunda, na madrugada do dia 27 de janeiro, a matança na casa de shows “Fooró do gago”, na comunidade Barreirão, bairro Cajazeiras, em Fortaleza. Foram 14 pessoas assassinadas.

Dois dias depois da matança nas Cajazeiras, ocorreu a terceira chacina de 2018 no Ceará. Durante uma briga entre presos da Cadeia Pública da cidade de Itapajé (a 124Km de Fortaleza), 10 detentos foram assassinados a golpes de “cossocos”, facas, punhais e outros instrumentos.

Já na noite de 9 de março, sete pessoas foram assassinadas no bairro Benfica, em Fortaleza, por conta de uma rivalidade de facções criminosas. A matança começou na Praça da Gentilândia e se estendeu pelas ruas próximas, atingindo também a sede de uma torcida organizada de futebol.

Operação Semana Santa 2018 terá reforço de 1.680 agentes da segurança pública no Estado



Das 18 horas desta quinta-feira (29) até às 6 horas de segunda-feira (2), policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e profissionais da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) serão mobilizados para atuar na Operação Semana Santa 2018. Ao todo, serão empregados 1.680 agentes da segurança pública diariamente para reforçar o policiamento e resgate nos municípios cearenses e nas estradas estaduais. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) preparou um plano operacional para os cinco dias de serviço, que foi apresentado para o governador Camilo Santana, nesta terça-feira (27), na sede da SSPDS.
Durante o encontro que reuniu todos os comandantes das Áreas Integradas de Segurança (AIS) do Estado, Camilo avaliou as estratégias de combate à criminalidade, o reforço de ações nos últimos dias e definiu detalhes da Operação Semana Santa 2018. Foram alinhadas as ocupações de espaços estratégicos, o acompanhamento de corredores de ônibus e o reforço operacional de batalhões especializados como o de Polícia de Choque (BPChoque), o de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e dos helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), que têm ampliado ações, em especial durante voos noturnos, por meio das câmeras infravermelhas.
A operação vai contar diariamente com equipes das coordenadorias Integradas de Planejamento Operacional (Copol), de Operações Aéreas (Ciopaer) e de Inteligência (Coin) da SSPDS, além de servidores de suas vinculadas: Polícia Militar do Estado (PMCE), Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) e da Perícia Forense (Pefoce). Durante o feriado, não haverá alteração do efetivo ordinário em decorrência das movimentações dos efetivos das forças de segurança.
A Polícia Militar terá reforço no efetivo em Fortaleza, Região Metropolitana e em 97 municípios do Interior do Estado. Enquanto isso, todas as 27 delegacias 24 horas do Estado funcionarão em regime de plantão. No Interior, o contingente extra nas unidades da Polícia Civil será enviado para Acaraú, Aracati, Baturité, Beberibe, Camocim, Jaguaribe e Paraipaba. Nos dias 29 e 30 de março, a Delegacia Metropolitana de Pacatuba estará em funcionamento, em ocasião da Encenação da Paixão de Cristo, que será realizado na cidade.
As ações do Corpo de Bombeiros serão intensificadas em toda a orla de Fortaleza, com reforço na Praia do Futuro e na Leste-Oeste. Na Região Metropolitana, nos municípios de Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Maracanaú, Maranguape, Aquiraz, Cascavel, Horizonte e Pacajus, a atuação dos bombeiros também será fortalecida, assim como nas demais Áreas Integradas se Segurança que compreendem todo o Estado. Aeronaves da Ciopaer darão apoio diário às ações de policiamento, resgate e aeromédico.
CEs
O reforço policial também vai se estender às estradas estaduais, com a atuação diária do efetivo do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), em conjunto com o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE). Em cada dia do feriado prolongado, o BPRE vai utilizar 48 motos, 20 guinchos, 47 viaturas, distribuídos em 26 pontos fixos e 65 postos avançados. A operação tem o objetivo de intensificar as fiscalizações, além da guarda preventiva e ostensiva, uma vez que o feriado estendido traz grande movimentação nas estradas e nos municípios do interior do Estado.
Com informações da SSPDS

Volta a chover forte em várias regiões do CE; Quixeré registra 135 mm nas últimas 24h




A região Jaguaribana foi o grande destaque do período, com seis municípios registrando precipitações acima de 40 mm



Na Capital cearense, o dia amanheceu chuvoso, mas, até o momento, a Funceme registrou precipitações de apenas 20 mm nas últimas 24 horas ( Foto: José Leomar )
09:17 · 28.03.2018 / atualizado às 09:42
Na Praça do Ferreira, pedestres precisaram se proteger da chuva ao longo desta manhã ( Foto: Cid Barbosa )

Dando sequência às constantes chuvas que tem acontecido no Ceará nos últimos dias, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) voltou a registrar fortes precipitações em várias regiões do Estado nas últimas 24 horas. De acordo com o órgão, choveu em pelo menos 72 municípios no período das 7h desta terça-feira (27) às 7h desta quarta-feira (28).

O principal destaque das últimas 24 horas foi município de Quixeré, na região Jaguaribana, com um volume de 135 mm. Outra cidade que registrou chuvas consideráveis foi Russas, na mesma região, onde a Funceme computou um volume de 105 mm no período analisado. Em Limoeiro do Norte, choveu 86 mm.

> 'Estamos indo para o 7º ano seguido de seca', diz secretários do Recursos Hídricos

A região Jaguaribana, inclusive, foi o grande destaque do Estado nas últimas 24 horas, tendo em vista que seis municípios registraram precipitações acima de 40 mm. São eles:


Quixeré (135.0 mm)
Russas (105.0 mm)
Limoeiro Do Norte (86.0 mm)
Morada Nova (60.0 mm)
Orós (44.0 mm)
Ibicuitinga (43.0 mm)

Fortaleza

Na Capital cearense, o dia amanheceu chuvoso, mas, até o momento, a Funceme registrou precipitações de apenas 20 mm nas últimas 24 horas, segundo medição feita pelo posto do bairro Água Fria. Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), o maior volume foi registrado em Horizonte, onde choveu 36.5 mm no período analisado.

Próximos dias

Para esta quinta-feira (29), véspera do feriado da Semana Santa, a expectativa é de nebulosidade variável com chuva em todas as regiões cearenses no decorrer do dia. Para a sexta-feira (30), a Funceme também prevê precipitações em todo o Estado.




MPF obtém liminar que garante recursos para cirurgias cardíacas no Cariri



O Ministério Público Federal (MPF) obteve liminar que determina o bloqueio de recursos nas contas do Estado do Ceará para custear procedimentos cirúrgicos cardiológicos para pacientes na lista de espera do Hospital do Coração do Cariri, localizado no município de Barbalha.

De acordo com a liminar, concedida em processo movido pelo MPF que tramita na 16ª Vara da Justiça Federal, os recursos deverão ser bloqueados depois que o hospital apresentar lista atualizada com o total de pacientes no aguardo de procedimentos cirúrgicos, um plano de trabalho para atender a demanda e orçamento com valores em conformidade com a tabela do Sistema Único de Saúde (SUS).

Caberá ao Município de Barbalha, através da Secretaria de Saúde, adotar todas as providências para a contratação do Hospital do Coração do Cariri para a realização das cirurgias, encaminhamento dos pacientes da fila de espera e auditoria de toda a produção apresentada para comprovar a regular execução do serviço e, posteriormente, realizar o respectivo pagamento com recursos oriundos do Estado do Ceará.

Segundo os procuradores da República Lívia Sousa e Rafael Rayol, o juiz deferiu a liminar após audiência de conciliação, na qual foi comprovado que o Estado do Ceará abriu chamamento público para cirurgias eletivas, contudo se negou a inserir os procedimentos cardíacos da fila de espera da Região do Cariri no edital do chamamento público.

Inquérito instaurado pelo MPF identificou demanda de 230 cirurgias cardiológicas e a necessidade de R$ 300 mil por mês, durante cinco meses, para a realização dos procedimentos. A fila, como aponta a investigação, teve origem em um impasse financeiro entre o Município de Barbalha e o Ministério da Saúde que impediu o aumento do teto financeiro para ações de média e alta complexidade.

Os procuradores da República autores da ação pontuam que "o que se revela inaceitável" é o tempo de espera dos pacientes para realização do procedimento cirúrgico de urgência, o que significa risco de vida para os cidadãos e recomendam aos pacientes que estão em lista de espera para realização de procedimento cirúrgico de alta complexidades que procurarem o Hospital do Coração do Cariri para iniciar procedimentos pré-operatórios.

Entenda o caso - Em fevereiro de 2017, O HCC ameaçou suspender o atendimento de pacientes pelo SUS. De acordo com a administração do hospital, a interrupção ocorreria porque o Sistema Único de Saúde não estaria efetuando o pagamento dos atendimentos já realizados. Para garantir a continuidade de serviços, o HCC demandou aos órgãos de saúde o acréscimo dos leitos de unidades coronarianas (UCO), a habilitação do hospital para recebimento de recursos relacionados a terapias enterais e o pagamento pelos procedimentos cirúrgicos já realizados.


Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Ceará

CALDEIRÃO | Prefeito Vianney anuncia atrações artísticas da ExpoCaboclos 2018

Publicado por: Danilo Bezerra O prefeito de Caldeirão Grande do Piauí, João Vianney de Sousa Alencar, anunciou na tarde desta quarta-feira, ...