quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Chuva da esperanças ao povo do Cariri Oeste

O ano de 2018, apesar de todos os problemas políticos, econômicos e sociais, que afligem o povo brasileiro, pelo menos para o Nordeste, pode ser um ano histórico, razão do inverno que promete ser generoso com o sertanejo.

No Cariri Oeste do Ceará, região em que estão inseridos municípios como: Campos Sales, Salitre, Araripe e Potengi, por exemplo, a esperança de saída de uma seca de mais de seis anos, enche de esperança toda sociedade.

De janeiro até este final de fevereiro, as chuvas têm sido constantes e significantes, enchendo pequenos e médios reservatórios, uns até têm sangrado, realidade que há muito não se via por essas paragens.

Com a chuva desta manhã de 28 de fevereiro, em Campos Sales,  ja são 209,7mm de pluviometria ao longo do mês, aumentando em muito a esperança de que o principal reservatório do município, o açude Poço de Pedras (Espinheiro) possa sangrar brevemente, depois de longo período seco toalmente, uma vez que a última sangria ocorreu no ano de 2004.

As ultimas informações vindas da Cogerh que administra o açude, ate às 8 horas desta manha de 28 de fevereiro de 2018, o Poço de Pedras, que estava vazio, ja recebeu no seu leito o equivalente a 3 (três) metros de água, o que não é suficiente para sangrar, mas que caminha para isto, caso os prognósticos de chuvas até maio, sejam mantidos, segundo informações da Funceme.

Nas fotos, o registro da chuva caída nesta manha em Campos Sales:


FOTOS: Dan Oliveira - Radialista

Por Carlos Alberto Albuquerque - Radialista

Prefeitos do Cariri Oeste em Brasília

Desde o início da semana, que prefeitos do Cariri Oeste estão em Brasília, mantendo contatos com seus representantes poíticos, em seus gabinetes, na Câmara Federal e no Senado, em busca de recursos para os seus municípios, antes que o período eleitoral começe, e os recursos cessem, por força de lei.

Alizandra Gomes, prefeita de Potengi; Giovani Guedes, prefeito de Araripe e Rondilson Ribeiro, prefeito de Salitre, fazem mais uma peregrinação em Brasília, cobrando de seus deputados e senadores, recursos que são fundamentais para realização de obras estruturantes para seus munícipes.

Acompanhando este momento, o engenheiro civil, empresário e articulador politico, Cristian Aguiar Martins, tem presença garantida nos gabinetes de Brasília, ao lado do Assessor do Senador, Eunício Oliveira, Presidente do Sendo e do Congresso, Chico Viana.

Na foto, momento de encontro entre Cristian Aguiar Martins; Chico Viana, Assessor Direto de Eunício Oliveira e o jornalista sobralense, Donizete Arruda, do grupo Ceará News.

Por Carlos Alberto Albuquerque - Radialista

O MUNICÍPIO DE CAMPOS SALES SE PREPARA PARA A REALIZAÇÃO DO CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL






Expectativa ales, neste início de março, é para a possibilidade da realização do tão aguardado, Concurso Público do município, depois de tanta "pendenga" judiciária envolvendo, Ministério Público e Prefeitura Municipal.

Recentemente, uma nota oficial  saiu no diário oficial do estado, versando sobre essa questão:
A prefeitura municipal de Campos Sales – Secretaria de Administração e Finanças – Aviso de tomada de preços N° 02/2018-ADM.

O Governo Municipal de Campos Sales comunica aos interessados que estará recebendo no dia 09 de março de 2018 no município a documentação de habilitação propostas de preços para contratação de serviços Especializados em elaboração organização e realização do Concurso Público no município acima citado no ano de 2018.

Campos Sales 20 de fevereiro de 2018. Carla Maria Oliveira Timbó – Presidente da Comissão de Licitação.

Espera-se que a Administração Municipal possa, finalmente, através deste certame, possibilitar a geração de emprego que muitos pais e mães de família aguardam, de forma limpa e transparente, deixando que a qualidade dos profissionais, nas diversas áreas de trabalho, possam ingressar no serviço público, sem o "condão" do prefeito ou de qualquer outro agente público que deseje promover favorecimento de pessoas próximas, seja por qual motivo possa ser.

Espera-se que os gestores da coisa pública entendam que, a entrada de agentes públicos, através de concurso público, é o caminho certo para promoção, pelo menos, em algum momento, da justiça social.

FPM: MUNICÍPIOS RECEBEM MAIS DE R$ 1,8 BILHÃO AMANHÃ





Os Municípios recebem hoje, dia 28 de fevereiro, R$ 1.821.177.357,13 referente ao 3º decêndio deste mês do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O montante a ser creditado nas contas das prefeituras já está descontado a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).
Em valores brutos, ou seja, incluindo o Fundeb, o valor é de R$ 2.276.471.696,41. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa que, de acordo com os dados do Tesouro Nacional, o 3º decêndio de fevereiro de 2018, comparado com mesmo decêndio de 2017, apresentou um aumento de 6,06% em termos nominais, ou seja, comparando os valores sem considerar os efeitos da inflação.
Esse repasse é 9,1% maior do que o previsto pela Secretaria do Tesouro Nacional para o decêndio. O valor deflacionado do repasse do 3º decêndio de fevereiro em relação ao mesmo decêndio de 2017 apontou crescimento de 3,45% levando em conta as consequências da inflação.

Em Brasília - Prefeita Alizandra Gomes consegue R$ 2,6 milhões para obras de infraestrutura em Potengi





Depois de receber na manhã desta terça-feira (27), três prefeitos da Região do Cariri, Edmilson Leite, de Caririaçu; Rondilson Silva, de Salitre; e Giovani Guedes, de Araripe; o secretário executivo do Ministério da Integração Nacional, recebeu a prefeita de Potengi, Alizandra Gomes e seu marido, o ex-prefeito Titico.
No encontro, a prefeita assinou Termo de Compromisso no valor de R$ 2,6 milhões para serem investidos nas estradas vicinais do município e calçamento urbano.
Conforme Alizandra, as comunidades a ser beneficiadas com a recuperação das estradas serão: Quaresma, Chapada da Torre e Melancias, totalizando 18km de alargamento e empiçarramento. Também está previsto dentro desse orçamento a pavimentação das ruas: Vila Campos, Mães dos Santos, Metre Negro e a continuação da Francisco Rodrigues da Fonseca.
(Com informações potenginainternete.com)

Ensino Médio terá só duas disciplinas obrigatórias em nova base curricular


27 de Fevereiro de 2018

O currículo obrigatório do Ensino Médio, também conhecido como Base Nacional Comum Curricular (BNCC), terá apenas as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. As outras – como Biologia, Inglês e História – só aparecerão dentro de áreas de conhecimento, de forma interdisciplinar. O documento do Ministério da Educação (MEC) será concluída até o fim de março, também não vai abordar a parte flexível do currículo, prevista pela reforma do Ensino Médio.

Segundo a lei aprovada no ano passado, cerca de 40% da carga horária da etapa será destinada ao aprofundamento em áreas específicas optativas. O estudante poderá escolher entre cinco itinerários formativos: Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Formação Técnica e Profissional. O restante tem de ser destinado a disciplinas comuns a todos os alunos.

A estrutura da Base do Ensino Médio foi apresentada pelo Ministério da Educação (MEC) ontem a secretários estaduais de Educação em São Paulo. O Jornal O Estado de São Paulo teve acesso a parte da apresentação, que mostra Português e Matemática como únicos componentes curriculares, como são chamadas as disciplinas. Essa parte da Base foi separada do texto referente ao Ensino Fundamental e Infantil – homologado em dezembro –, por causa da reforma.

“A interdisciplinaridade é tendência no mundo todo. No exame (internacional) do Pisa não se vê, em Ciências, o que é Biologia, Química ou Física, tudo está ligado”, disse a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro, referindo-se a avaliação feita pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A Base do Ensino Médio será dividida em quatro áreas do conhecimento: Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza.

Segundo ela, a divisão detalhada por disciplinas do que deve ser ensinado nas escolas poderá ser feita pelos Estados, responsáveis pelos sistemas de ensino, que vão precisar elaborar currículos para as redes.

Receio

“É preciso tomar cuidado para não induzir que só Português e Matemática são importantes e o restante não ser dado com qualidade”, diz o presidente da comissão que discute a Base no Conselho Nacional de Educação (CNE), Cesar Callegari. A obrigatoriedade apenas das duas disciplinas já havia causado polêmica durante a discussão da reforma do Ensino Médio. A Base era aguardada para que se pudesse entender como as outras disciplinas entrariam no currículo.

Callegari também acredita que, por não fazerem parte da Base, muitas escolas sequer ofereçam as disciplinas flexíveis do novo ensino médio. “No nível de precariedade que funciona o ensino médio público do Brasil, não especificar os itinerários formativos é deixar os direitos de aprender ao campo da incerteza”.

Depois de finalizado pelo MEC, o documento ainda será enviado ao CNE para discussão. Assim como ocorreu com a parte do ensino infantil e fundamental, o texto passará por cinco audiências públicas e pode receber sugestões. Segundo Callegari, a aprovação do texto final deve acontecer apenas no fim do ano.

Autonomia

O presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e secretário do Ceará, Idilvan Alencar, diz que o documento dá autonomia aos Estados. “A parte flexível tem de ser feita mesmo em discussão com os atores em cada Estado, estudantes, professores.”

Mas, para ele, é preciso haver uma boa discussão com os docentes para que não haja mal entendido com relação às disciplinas obrigatórias. “O professor de Biologia vai olhar para a Base e dizer que não se vê lá. Mas ele tem de entender que a Base é macro e ninguém vai ser demitido. Cada Estado precisa dar conta de colocar a relação mais direta com a disciplina”.

Com informações do Jornal O Estado de São Paulo

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Força dos prefeitos no pleito divide deputados


Diário do Nordeste

ELEIÇÃO ESTADUAL

Para alguns, crise financeira e política deve afetar capacidade de transferência de votos para Camilo




A sucessão estadual é tema recorrente de conversas entre deputados no Plenário 13 de Maio. Para alguns, até opositores locais apoiarão Camilo ( Foto: Saulo Roberto )
01:00 · 26.02.2018

Apesar de o governador Camilo Santana (PT) ter ao seu lado pelo menos 128 dos 184 prefeitos do Ceará, segundo informou o secretário da Casa Civil, Nelson Martins, deputados da Assembleia Legislativa acreditam que, devido a problemas financeiros e por conta da crise de representatividade política, a maioria dos gestores municipais pouco vai influenciar efetivamente para que haja transferência de votos. Por conta disso, de acordo com parlamentares entrevistados pelo Diário do Nordeste, no momento de apostar o voto, o eleitor estará mais atento às ações implementadas pela atual gestão nos últimos quatro anos.

Em outras palavras, os prefeitos, por conta dos problemas internos que enfrentam nos municípios, não devem ser as lideranças que darão viabilidade a uma eventual candidatura do petista à reeleição. Além de serem dependentes dos recursos oriundos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), as prefeituras também são necessitadas das ações do Governo.

Para o deputado Heitor Férrer (PSB), o discurso de que 128 prefeituras cearenses ou 23 partidos estão alinhados ao Governo do Estado reflete um cenário de cooptação, uma vez que a maioria dos municípios do Estado, segundo ele, vive em situação de pobreza. "Para se ter uma ideia, 80% do ICMS produzido no Estado estão concentrados em Fortaleza, Caucaia e Maracanaú. O restante está em Iguatu, Crato, Juazeiro do Norte e Sobral. O resto é só pobreza", disse.

De acordo com o pessebista, quanto mais pobre for o município, mais dificuldades o respectivo prefeito enfrenta e, com isso, fica mais fácil para o "Governo entrar". "Por isso é tão difícil fazer oposição, que é um grupo que apenas cobra, pois quem executa é o Governo".

O parlamentar ressaltou que o cidadão quer políticas de resultados, o que é possível por meio de serviços, tais como liberação de sementes, ordem de serviço para construção de estradas e atuação de secretarias para atenderem à coletividade. "O prefeito que não tem dinheiro se socorre no deputado estadual, que se socorre no secretário do Governo, que atua em políticas de assistencialismo. É assim que o Governo age no sentido de mostrar sua força", apontou.

O deputado Sérgio Aguiar (PDT), por sua vez, sustenta que "o grande eleitor é o povo", e mesmo aqueles que foram eleitos com sucesso no pleito municipal não são considerados "bons eleitores", uma vez que a maioria das prefeituras do Estado enfrenta dificuldades financeiras. Ele afirmou ainda que pesquisas internas de prefeituras chegaram à conclusão de que há gestores com até 70% de rejeição pela população.

Avaliação

"Não quero crer que apenas o apoio de prefeitos signifique vitória nas urnas. O povo é o grande responsável pela eleição de um candidato", ponderou Aguiar. De acordo com ele, as ações do governador nas mais diversas áreas serão o foco de avaliação do eleitorado no pleito de outubro próximo, e não as administrações públicas municipais.

Presidente do Poder Legislativo, o deputado Zezinho Albuquerque (PDT) lembrou as dificuldades enfrentadas pelas prefeituras do Ceará no que diz respeito à arrecadação, bem como às transferências de recursos por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Segundo ele, ainda que as administrações municipais estejam com dificuldades junto à população, as ações do Governo do Estado estão sendo aprovadas pelo eleitorado. "Se o prefeito não tiver o apoio popular, não resolve. Mas pelos números que temos visto, o governador tem apoio grande da população".

Necessidade

"Todos os governadores do presente e do passado já tiveram 70% das prefeituras. Elas são pobres, cheias de dificuldades. Elas veem no Governo a solução dos seus problemas", disse, por sua vez, o deputado Roberto Mesquita (PSD). De acordo com o opositor, 128 dos 184 gestores municipais estão ao lado do governador Camilo Santana por necessidade e falta de outro caminho de garantir melhorias para a população dos municípios. "Da mesma forma, o Camilo, que tem profundas diferenças com o Governo de Michel Temer, vive em Brasília à procura de apoio, porque os estados também têm muitas dificuldades", comparou o parlamentar.

O deputado Julinho (PDT), por outro lado, lembrou que o atual governador não tem apenas apoio de 70% das prefeituras do Estado, mas também das oposições locais nos municípios. Segundo ele, o eleitorado não pode "misturar joio com trigo" e ligar a crise financeira e de representatividade das prefeituras à imagem do gestor, pré-candidato à reeleição. "É preciso que a população analise direito. Mas, agora, o eleitor está acompanhando os políticos mais de perto, e ele analisará e fará justiça na hora de avaliar o Governo de Camilo Santana", defendeu.

Ligações de fixo para móvel ficam mais baratas a partir deste domingo (25)



A partir do dia 25 último, as ligações locais e interurbanas de telefones fixos para móveis ficaram mais baratas. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a redução das chamadas locais vai variar entre 10,58% e 12,75% e a das tarifas interurbanas, entre 3,98% e 7,41%.


A queda vai ocorrer devido à redução das tarifas de interconexão, que é o valor cobrado de uma empresa pelo uso da rede de outra operadora para a realização de serviços. O cálculo das tarifas é feito pela Anatel. De acordo com a agência, as tarifas de inteconexão foram usadas inicialmente para subsidiar a instalação de redes das operadoras móveis.


A redução das tarifas vale para as ligações originadas nas redes das concessionárias de telefonia fixa – Oi, Telefônica, CTBC, Embratel e Sercomtel – destinadas às operadoras móveis. O preço médio das ligações locais de telefone fixo para móvel vai passar de R$ 0,18 para R$ 0,12, sem imposto.


Para as ligações interurbanas feitas de fixo para móvel com DDD iniciando com o mesmo dígito, por exemplo, DDDs 61 (Brasília) para 62 (Goiânia), o preço médio cairá de R$ 0,55 para R$ 0,39. Enquanto o preço médio das demais ligações interurbanas de fixo para celular, vai ser reduzido de R$ 0,62 para R$ 0,45.



Desde 2014, a tarifa de interconexão vem caindo e novas reduções devem acontecer até 2019. A lista com a redução de cada concessionária está disponível no site da Anatel. (Agência Brasil)

Mais de 147 mil beneficiários do INSS no Ceará não realizaram comprovação de vida




Aposentados e pensionistas do INSS devem ficar atentos: termina na próxima quarta-feira (28) o prazo para realização da comprovação de vida, procedimento obrigatório para manter o pagamento do benefício. No Ceará, mais de 147 mil beneficiários ainda não realizaram a atualização.



O INSS informa que não é necessário ir à agência da Previdência Social. O procedimento é realizado diretamente no banco em que o beneficiário recebe o benefício mediante a apresentação de um documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação e outros) e é obrigatório para todos os beneficiários do INSS que recebem seus pagamentos por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético.


Em todo o país, até fevereiro deste ano, 3,2 milhões de beneficiários ainda não compareceram aos bancos pagadores de seu benefício para realizar o procedimento. A organização e a operacionalização da comprovação de vida são de responsabilidade da rede bancária, que deve cumprir anualmente a rotina junto ao INSS.


Cada Instituição Financeira trata a data para comprovação de vida da forma mais adequada à sua gestão: existem bancos que utilizam a data do aniversário do beneficiário, outros utilizam a data de aniversário do benefício, assim como os que convocam o beneficiário na competência que antecede o vencimento da comprovação de vida.


Quem não fizer a comprovação de vida no tempo previsto poderá ter seu pagamento interrompido.


Os beneficiários que não puderem ir até às agências bancárias por motivos de doença ou dificuldades de locomoção podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS.



Os bancos estão comunicando os beneficiários sobre a comprovação de vida por meio de mensagens informativas, disponibilizadas nos seus caixas eletrônicos e sites na internet. (Ceará News7)

Câmara de Vereadores de Campos Sales retomou trabalhos na sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018

Na sexta-feira, dia 23 de fevereiro, o poder legislativo de Campos Sales, retomou atividades, com a primeira sessão ordinária da Casa, neste ano de 2018.
Dentre os temas apresentados e discutidos, está a reforma na estrutura física do Matadouro Local, proposta colocada pelo presidente da Câmara, Antonio Luiz Santos Neto, que também foi homenageado pela passagem do seu aniversário ocorrido no último dia 21 de fevereiro.
Alem deste tema, questões como o reajuste dos salários dos professores do município, realização de concurso público, também foram mencionados por diversos vereadores, cobrando celeridade nestas questões.
Estivemos presentes por alguns instantes, durante a realização da sessão e, pelo menos aparentemente, os senhores e senhoras vereadores, demonstraram estar imbuídos de vontade política para apresentar e discutir questões que são fundamentais para a sociedade local.
Talvez pela particularidade do ano, que será de eleições, e que os edis precisarão de votos para os seus candidatos a deputados estaduais e federais, senadores, governador e presidente da república. Sendo ou não por este motivo, o importante é que, investidos na condição de agentes públicos, colocados na posição em que estão pelo voto popular, para representar a todos os cidadãos nos anseios que são da maioria da população, que assim trabalhem, produzindo melhoria de qualidade de vida para o povo.
Só pra refrescar a memória de todos, existem ações que estão pelo caminho e que ainda não foram definidos, como: municipalização do trânsito, abastecimento de água, além de outros.


Por Carlos Alberto Albuquerque - Radialista.

Demutran - Nova Olinda passa a ter serviços de trânsito






Nova Olinda, na região do Cariri, passa a fazer parte da lista dos 50 municípios cearenses que tem o serviço de trânsito municipalizado. Isso porque o Departamento Municipal de Transito (Demutran) quatro agentes deste órgão já iniciaram os trabalhos pelas vias públicas nesta sexta-feira, 23.

Segundo informações colhidas junto ao portal oficial do município, o prefeito Afonso Sampaio (PSD) entregou fardamentos e autorizou a atuação diária dos agentes. A equipe conta com uma mulher.

O Demutran ainda não está fiscalizando no sentido de aplicar multas a condutores/as de veículos automotores, mas tão somente agindo junto a estes/as no sentido de conscientizá-los/as. Contudo, fixou prazo de 180 dias para que haja a regularização às normas de trânsito e 45 dias para que os veículos estejam em condições legais para trafegar.

Passado esse período, todos (as) estão passíveis de multas. O dinheiro arrecadado dessa fonte deve ser usado para a instalação de semáforos, na melhoria da sinalização e na promoção de educação no trânsito.



Desde de 1998, todos os municípios precisam contar com órgãos que possam gerir o tráfego, mas isso ainda não é uma realidade. No Ceará, apenas 29% dos municípios contam com esse tipo de serviço. (Blog Negro Nicolau)

Chuvas caídas em Campos Sales, reanimam agricultores

Mesmo com a dificuldade de se obter dados oficias sobre a pluviometria em Campos Sales, no mês de fevereiro, extra oficialmente, podemos afirmar que tem caído um volume considerável de água, com certeza, beirando os 200 milímetros em todo o mês.
Essa situação que é alvissareira, depois de mais de seis anos de seca, faz renascer a esperança de um bom inverno e consequentemente, uma boa produção agrícola, além do armazenamento de água nos reservatórios espalhados por todo interior do município, o que será de grande valia para os locais.
Outra grande expectativa gerada com as chuvas que caem, diz respeito a possibilidade de o Açude Poço de Pedras (o Espinheiro), receber significativo volume de água e quem sabe, até sangrar, depois de 13 anos, vez que sua última sangria ocorreu no ano de 2004.
A confiança nesta possibilidade vem dos prognósticos da Funceme que prevê uma boa quadra invernosa na região até o mês de maio.
Para o sertanejo desse torrão do semiárido caririense, o inverno é mais que apenas o acumulo de água, representa a possibilidade de melhoria na economia local, com a produção de alimentos que é fundamental para alavancar a circulação de dinheiro, gerando também emprego e renda.


Por Carlos Alberto Albuquerque - Radialista.

Iniciada II Copa III Fronteiras de Futebol Amador em Salitre

CONEXÃO ESPORTE
Equipe Esportiva 630 transmitiu jogo de abertura da II COPA TRÊS FRONTEIRAS de futebol amador de Salitre.
Lojao Central x Salitre, fizeram um belo jogo. Ao final o placar foi de 2 x 0 para o Lojão Central.
Com um grande público presente no campo Mandiocão, a II COPA TRÊS FRONTEIRAS de futebol amador de Salitre, promete ser um sucesso.
Realização da prefeitura Municipal, através da secretaria de Desporto, que tem à frente, a secretária Eridiana e como diretor de esportes, Joel Lima.
Prefeito Rondilson e o vice, Manim dão total apoio ao evento.
Equipe Esportiva 630 contou com a participação do deputado Agenor Ribeiro como comentarista.





CALDEIRÃO | Prefeito Vianney anuncia atrações artísticas da ExpoCaboclos 2018

Publicado por: Danilo Bezerra O prefeito de Caldeirão Grande do Piauí, João Vianney de Sousa Alencar, anunciou na tarde desta quarta-feira, ...