segunda-feira, 19 de setembro de 2011


Detran recebe inscrições para a CNH popular em Salitre.

A comissão do Detran CE para a aquisição da habilitação através da CNH Popular está em Salitre, no CRAS, confirmando inscrições já feitas pela internet com a entrega da documentação e recebendo novas solicitações de inscrição de pessoas que pretendem tirar habilitações para conduzir motocicletas. Em Salitre, mais de 500 inscrições já foram confirmadas.

A Comissão vai estar presente nos dias 24 e 25 de setembro realizando os primeiros testes. Lembrando que estará sendo feita também, inscrições para quem quer tirar a sua primeira habilitação sem ser através do programa popular, mudança de categoria e renovação.

Só serão habilitados os candidatos que forem aprovados nos exames psicológicos, médico, teóricos e práticos pertinentes a cada Serviço de Habilitação, e após terem cumprido a carga horária dos cursos de formação de condutores necessários para aquela CNH solicitada.

Blog chagas sousa.

Intermunicipal 2011.

Valendo pelo Intermunicipal de Futebol 2011, o selecionado de Campos Sales recebeu a equipe do Cruzeiro de Lavras da Mangabeira. O jogo foi realizado no Estádio “O Moiraisão” com a presença de um bom público, mais o placar não foi o que a torcida esperava. Campos Sales perdeu por 1 X 0. No próximo final de Semana, Campos Sales vai até Lavras enfrentar a boa equipe do Montila, que também ontem goleou o selecionado de Salitre por 4 X 0.

Blog chagas sousa.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011


Alunos da URCA em Campos Sales e Iguatu sofrem com a paralisação das aulas.

As Unidades Descentralizadas da Universidade Regional do Cariri nos municípios de Campos Sales, na região do Cariri, e de Iguatu, no Centro Sul do Ceará, permanecem estão com as suas atividades paralisadas. Muitos são os e-mails de alunos que chegam à redação do Site Miséria manifestando preocupação com a situação e cobrando providências quanto ao retorno imediato das atividades acadêmicas.

Um deles partiu de José Alves Feitosa o qual se colocou como porta-voz da comunidade acadêmica da Unidade de Campos Sales. Segundo disse, já são mais de três meses de paralisação. Ele se queixou ainda de uma nota assinada pela reitora da Urca, Otonite Cortez, e publicada no site da instituição, afirmando não obter qualquer previsão sobre o reinício das aulas.

A nota aponta a necessidade de promover uma série de adequações de ordem administrativa descartando o início antes previsto para o dia 12 de setembro. Todavia não apresenta data para a retomada das atividades citando apenas que “acontecerá com a maior brevidade possível, em data a ser previamente comunicada”. Aproveita para esclarecer que a conquista da gratuidade dos cursos será mantida e pede a compreensão de todos renovando o compromisso “com o fortalecimento da URCA”.

O acadêmico José Alves implora por rapidez e pede à reitora que cumpra as promessas feitas durante sua campanha para o cargo. “Estamos nos prejudicando com essa paralisação, principalmente quem vai concluir grau ainda neste semestre se é que ainda vai. É por esse motivo e muitos outros que as universidades públicas e o ensino de modo geral vive uma verdadeira decadência em virtude da falta de compromisso dos governantes”, desabafou.

Miseria.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011


Desfile de 07 de Setembro reuniu milhares de pessoas
destaques/13843_1.jpg
Uma multidão calculada em mais de 4 mil pessoas, comemora o Dia da Independência assistindo ao desfile cívico-militar na Avenida Francisco Ademar de Andrade, no Centro de Campos Sales, na manhã desta quarta-feira (7).
Baquetas, surdos, tênis, e hino nacional na ponta da língua, tudo pronto para comemorar uma das datas cívicas mais importantes do calendário nacional, o dia da Independência do Brasil, 7 de setembro. Os estudantes das escolas de Campos Sales foram os grandes protagonistas desta festa, seja com as fanfarras ou no desfile de apresentação das unidades escolares.
A festa começou com o desfile das escolas municipais e estadual, finalizando com a revista da tropa militar e a hasteamento das bandeiras pelo Prefeito Paulo Ney Martins, a Secretaria de Educação Mara Lima e o Capitão Vítor, da Polícia Militar. Esporte, cultura e meio ambiente foram os temas mais destacados pelas escolas que usaram a criatividade para inovar os visuais dos temas esse ano. Veja as fotos em nossa galeria em instantes.
Também presentes, compareceram o Secretario de Governo Christian Martins, Secretaria de Saúde Jovana Crozara, Secretario de Obras Luzeilton, Secretário de Administração César Lima, Secretária de Cultura Magnólia e o Secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente Acácio Rodrigues.

Moradores de Campos Sales discutem insegurança.

Os 33 mil habitantes do município de Campos Sales, na região oeste do Cariri, estão vivendo momentos de muita insegurança. A cidade, que antes era conhecida pela tranquilidade, está apavorada por causa de ações, como gangues organizadas de bandidos e bandos de assaltantes, que atacam casas e chácaras da região. Para denunciar o medo que está enfrentando a população e pedir soluções às autoridades, moradores e vereadores de Campos Sales participam, amanhã, de uma audiência pública na Câmara Municipal.

No encontro, serão apresentados depoimentos, como o do agricultor Pedro Rodrigues de Oliveira. Ele mora no distrito de Quixariu e afirmou que é triste e preocupante a situação de insegurança que enfrentam. “O que estamos vendo é briga de gangues por disputa de território. Eles são capazes até de nos matar se ousarmos em denunciar”, disse. “Estou colocando à venda a propriedade que tenho, porque não aguento expor toda a minha família”, desabafou.

Segundo os moradores acontecem, com frequência, crimes como furtos e arrombamentos aos prédios comerciais e residências, além de assaltos a pessoas. A população também reclama da grande quantidade de pessoas envolvidas com tráfico de drogas. “Quem mora no distrito não pode mais sentar numa calçada, como antes. Porque tememos ser assaltados ou mortos”, completou o agricultor. Outra preocupação dos moradores diz respeito à educação. Sem segurança nas ruas, crianças e adolescentes não têm como ir para a sala de aula. Os professores também não têm como sair para ministrar as aulas. Conforme a população, não são realizadas rondas frequentes de equipes da PM ou da Polícia Civil.

Sobre a audiência
A audiência de sexta-feira, que vai discutir todos esses pontos, foi iniciativa do vereador José Solano Feitosa. Na avaliação dele, a questão da segurança, na atualidade, está mais ligada aos pontos estruturais. “A PM dispõe de uma viatura para fazer o policiamento na cidade e na zona rural. Quando sai para uma ocorrência, a população fica sem segurança no distrito de Quixariu”, contou ele.


Fonte: O Estado CE

Prefeitura de Caldeirão Grande do Piauí divulga atrações artísticas da 8ª Expo Caboclos

Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 28/06/17 O prefeito do município de Caldeirão Grande do Piauí, João Vianney de Sousa Alencar, divulgou...