segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Doutores do ABC 2018, do MDA de Campos Sales

Neste sabado, 8 de dezembro aconteceu na quadra da escola profisionalizante, Presidente Médici, a 37ª formatura da turma de Doutores do ABC, do Instituto Educacional, Profecovadossora Maria Dulce de Alencar.

O tema deste ano foram as Sete Maravilhas do Mundo, com Destaque para o Corvads da China eo, no rio de Janeiro, Muralha da China e o Tal-Mahal, uma das construções mais famosas da Índia, também conhecido, como a maior prova de amor do Mundo.

Os formandos do ano foram:

João Miguel Rodrigues, Maria Catarina Souza Andrade, Eduardo Alexandre Soares de Andrade Filho, Maria Julia Alencar Lopes, Lazaro Pietro Silva Felismino de Souza, Ana Lua Ribeiro Arrais Holanda, Jose Ricardo Alencar Ferraz Luna, Isadora Nunes Alves Veloso, Antonio Erik Siebra, Alice de Alencar da Silva, Hiago Moura de Souza, Maria Vitória Souza de Lavor, Igor Guilherme Oliveira, Maria Eulália de Morais Duarte Leal, José Levi Bezerra Solano Feitosa, Maria Alice Ribeiro da Silva, Valdir de Andrade Souza Neto, Antonia Milla Paulino Saraiva, Davi Arrais Chaves e Maysa de Moura Batista de Souza.

Os padrinhos da turma foram: José Yan de Souza Cesário e Lissa Gomes Barbosa, investidos nas personagens do príncipe e da princesa, protagonistas da maior história de amor do Mundo.

O Grupo de Dança, FREESTAYLE, apresentou números musicais em homenagem ao Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa.

Depois do juramento dos formandos, a Diretora do MDA, professora Luiza de Fátima Alencar e Silva, falou aos presentes.

Também foram homenageadas as professoras:

Mirtis Rafaela (coordenadora);
Gheysa Cristina e
Rita Marcia.

Foi mais um belo momento realizado pelo Instituto MDA, na formatura de seus alunos do ABC 2018.

Por Carlos Alberto Albuquerque - Radialista.
FOTOS: Kariri Oeste.














terça-feira, 20 de novembro de 2018

V Semana da Matemática da Urca em Campos Sales

Campos Sales vive a V Semana da Matemática da URCA-Unidade local.

Evento que ocorre na escola profissionalizante Presidente Medici,  até o dia 23.

Semana foi aberta com a presença  da banda de música,  Lauro Honorato e a orquestra de acordeons, Sanfonas do Nordeste, do Conselho de País.

A palestrante da abertura foi a professora da UFCA - Universidade Federal do Cariri, Silvana Alcântara.

Presentes também :

Felipe - Coordenador Acadêmico da Urca;
Elisajangela Lucas - Diretora Geral da Urca;
Cicefran Carvalho - Coordenador do Curso de Matemática da Urca; professores: Ronald  Feitosa, Lilia Santos, José Augusto, Samia Oliveira, Maria de Fátima, Wilson Iris, Esau Alves e Leopoldina.

Por Carlos Alberto Albuquerque - Radialista.







Auto Escola Principal em todo Cariri Oeste

População de Salitre, Araripe, Potengi e Antonina do Norte, já podem contar com serviços de formação de condutores em diversas categorias de habilitação.

No ultimo dia 07 de novembro, o Departamento Estadual de Transito- Detran do Ceará,  finalizou o processo de autorização para funcionamento dos Postos Avançados da Auto Escola Principal nas Cidades de Salitre, Araripe, Potengi e Antonina do Norte.  Agora a população desses municípios e adjacências já podem contar com atendimento diário nos serviços de aulas práticas e teóricas para primeira habilitação, renovação, reciclagem, reabilitação, adição e mudança de categoria. Isso representa um grande beneficio para Toda a Região, em especial aos beneficiários dos Programas CNH RURAL e CNH ESTUDANTIL, ambos promovidos pelo Governo do Estado do Ceará.
Colaboração : Tiago


segunda-feira, 5 de novembro de 2018

CALDEIRÃO | Prefeito Vianney anuncia atrações artísticas da ExpoCaboclos 2018


Publicado por: Danilo Bezerra

O prefeito de Caldeirão Grande do Piauí, João Vianney de Sousa Alencar, anunciou na tarde desta quarta-feira, 17, as atrações artísticas da 9ª edição da Feira de Caprinos e Ovinos do município, denominada ExpoCaboclos, que acontecerá no período de 15 a 18 de novembro, na fazenda Algaroba, situada na comunidade Sítio Caboclos.

Promovida pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Agricultura e em parceria com a Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos, a ExpoCaboclos é considerada uma das maiores feiras do segmento no interior do Piauí. Realizado anualmente, o evento envolve a cadeia produtiva caprinos e ovinos do município, além de criadores, compradores e empresários do ramo, inclusive, de outros Estados do Nordeste, promovendo um grande intercâmbio.

“Nossa Feira tem se destacado em vários aspectos e registrado um crescimento a cada edição, por apoiar o pequeno e o grande produtor rural, oportunizar grandes negócios, fomentar a economia local e promover entretenimento à população de Caldeirão e região. Milhares de pessoas visitam o parque nos quatro dias da Feira.”, disse o prefeito Vianney.

A Feira de Ovinos e Caprinos de Caldeirão Grande conta com vasta programação. São cursos, exposição e concurso de cabras leiteiras e de peso para caprinos e ovinos nas raças Santa Inês, Dorper, Boer e Anglo Nubiano, com uma premiação total de 15 mil reais. O julgamento acontecerá no sábado, dia 17, a partir das 9h. Segundo a organização, a entrada de animais no Parque acontece nos dias 15 e 16 de novembro, até às 24h, mediante a apresentação dos certificados zoosanitários (GTA).

Outros atrativos são a culinária, com comidas típicas regionais comercializadas em diversas barracas espalhadas pelo parque, e os shows artístico culturais, que acontecerão nos dias 16, sexta-feira, com os artistas Lamarck e Alvino Luz, e no sábado, 17, com Toca do Vale e Forró Maior.



Ao anunciar os primeiros detalhes do evento, o prefeito Vianney destacou o apoio do deputado estadual Georgiano Neto, que destinou recursos para a realização da Feira. “O deputado Georgiano abraçou o nosso projeto e se tornou um grande parceiro da ExpoCaboclos.”, pontuou.

A programação completa será divulgada em breve pela organização. Mais informações poderão ser obtidas pelos telefones (89) 99413 6333 – Marcondes; 99407 7166 – Ananda; e 99918 7219 – Manoel Eugênio.

Rádio Cidade na Final de Futebol Amador das Cajazeiras 2018

CONEXÃO NO FUTEBOL:
Equipe 630 de Esportes da Rádio Cidade AM de Campos Sales, mais uma vez esteve na final do Campeonato do Sítio Cajazeiras, no município de Salitre.
Apoiado pela Administração do Prefeito Rondilson Ribeiro e do Vice, Maninho, evento terminou com a final entre as equipes do Mandacaru e Ensino Médio.
Num jogo bem disputado, o time do Mandacaru venceu o Ensino Médio, pelo placar de 2 x 1.
Prefeito, Rondilson Ribeiro; Vice, Maninho e o Deputado, Agenor Ribeiro, se fizeram presentes ao evento e, ao final entregaram a premiação em troféus e dinheiro, prrestigiando, mais uma vez a comunidade rural de Cajazeiras, que tradicionalmente envolve vários times da região, na prática do futebol amador, sob a organização de alguns moradores e esportistas como o Dedé, Doda, Peixe, além de outros que residem no sítio.
A Rádio Cidade AM, esteve presente mais uma vez com sua equipe de esportes:
Narração: Carlos Alberto Albuquerque;
Comentários: Chagas sousa;
Reportagens: Júnior Moreno;
Centra da Bola: Dan Oliveira.
Por: Carlos Alberto Albuquerque-radialista
Imagens: Junior Moreno.









Governo do CE pagará 2ª parcela do 13º em dezembro. Em outros estados, servidores ficarão sem a grana


 CEARÁ AGORA




Os servidores estaduais do Ceará se preparam para receber, entre os dias primeiro e 20 de dezembro, a segunda parcela do 13º salário. O Governador Camilo Santana (PT) garantiu, ao longo dos quatro anos de mandato, a manutenção do desembolso, sem atraso, da folha salarial, atualmente, em R$ 900 milhões por mês. A segunda parcela do 13º salário mobiliza um montante de recursos da ordem de R$ 450 milhões, beneficiando, pelo menos, 80.100 servidores ativos, 57.900 aposentados e 18.300 pensionistas.

Se no Ceará há segurança quanto à liberação, dentro dos prazos estabelecidos pela legislação, do beneficio natalino, em outros quatro estados (Rio Grande do Sul, Minas, Rio e Rio Grande do Norte) os servidores não tem esperança de receber, neste ano, o 13º salário. São, pelo menos, nesse momento, 1,5 milhão de trabalhadores do serviço público sem perspectiva de contar, nesses três estados, com o dinheiro extra de final de ano. Em outros estados, também, há incerteza sobre a grana para o 13º salário.

O Governador Camilo Santana que, nesta semana intensifica articulações em Brasília para acelerar a assinatura de convênios, projetos e tentar, principalmente, liberar novos recursos da União para o Estado do Ceará, costuma destacar que, mesmo com a crise nas transferências federais, a queda na arrecadação tributária e a estiagem prolongada, conseguiu manter o equilíbrio fiscal e o cumprimento da agenda financeira, como, por exemplo, os salários dos servidores em dia.

Camilo calcula que, entre primeiro de dezembro de 2008 e 5 de janeiro de 2019, o Estado injetará na economia, somente com a segunda parcela do 13º, os salários de novembro e dezembro, um montante de R$ 2,2 bilhões. Reeleito para o segundo mandato, Camilo Santana quer, como uma das prioridades, manter rigor no cumprimento do calendário de pagamento dos salários, mas sabe que, com os reajustes e o aumento da folha salarial, a administração estadual terá que ficar mais enxuta para serem evitadas frustrações nessa área. O governador cearense sabe, também, que a partir de janeiro de 2019, como oposição, enfrentará dificuldades na relação com o Governo Federal.

PROBLEMAS NO CAIXA

Os primeiros levantamentos sobre o dinheiro que chegará à economia no mês de dezembro com o 13º salário dos servidores públicos apontam que, nesse momento, os governos de Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte ainda não têm recursos em caixa para o pagamento dos funcionários, embora afirmem estar tentando arrumar verbas para cumprir o compromisso.

Uma reportagem do Jornal O Estado de São Paulo mostra que, entre todos os governos estaduais e o Distrito Federal, 16 responderam e disseram quais estratégias estão usando para contornar a crise. De acordo com a reportagem, entre os casos mais graves, estão aqueles que ainda não conseguiram quitar nem o benefício de 2017. O Rio Grande do Sul pagou, no mês passado, a décima parcela (de um total de 12) do 13.º do ano passado e já avisou que não tem dinheiro para o benefício de 2018. Até o salário de outubro, que deveria ter entrado no dia 31, ainda n&a tilde;o caiu na conta dos servidores.

Outro Estado com dificuldades é o vizinho Rio Grande do Norte que ainda não conseguiu pagar o 13.º de 2017 para quem ganha acima de R$ 5 mil. Em Minas, o governo afirma que a questão será discutida entre representantes do governo estadual e dos sindicatos dos servidores públicos do Poder Executivo. Há dois anos e meio, os funcionários do Estado recebem seus salários de forma parcelada todos os meses. Neste ano, os atrasos também passaram a ser mais rotineiros. Em 2017, o 13.º teve de ser parcelado em quatro vezes.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

FPM: Segundo decêndio apresenta queda no repasse






As prefeituras recebem na quinta-feira, 20 de setembro, o 2º decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que apresenta queda no repasse. O montante da partilha é de R$ 473, 5 milhões já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reitera o alerta aos prefeitos para que mantenham cautela na gestão dos recursos, principalmente neste segundo semestre quando a tendência é de diminuição nos valores transferidos aos entes locais.
Em valores brutos, ou seja, incluindo o Fundeb, o montante a ser repassado aos Municípios é de R$ 591, 9 milhões. De acordo com os dados da Secretária do Tesouro Nacional (STN), o 2º decêndio de setembro de 2018, comparado com mesmo período de 2017, apresentou queda de 4,31% em termos nominais. Nesse caso, foi comparado os valores sem considerar os efeitos da inflação.
Já quando o valor do repasse é deflacionado e comparado ao mesmo período de 2017, a transferência do FPM apresenta redução de 8,01%, ou seja, levando em consideração a inflação do período.


Fonte:sobraldeprima

Salitre realizara Mandioc Fest 2018, nesta sexta, dia 21




Salitre, a "Capital da Mandioca” no Ceará, será sede nesta sexta-feira (21), da Mandioc Fest 2018. Em sua terceira edição, o evento trem atraído muitos produtores rurais, expositores e empresários que potencializam a produção do tubérculo na região.

A expectativa é que reúna mais de 7 mil pessoas. A programação começa pela manhã, na Câmara Municipal com a apresentação do o título de “Capital Cearense da Mandioca”, sancionada pela Lei nº 16.571, no último dia 11 de junho.

Já durante a tarde, a partir das 14h, acontecerá um seminário com o tema “Mandiocultura e seu potencial”, realizado numa tenda montada na Praça Mãe Rainha. Paralelo a isso, na Praça Mãe Rainha acontecerá uma feira com agricultores familiares expondo produtos oriundos da mandioca, como bolo de puba, tapioca, lhós.

Além disso, uma competição que premiará o maior tubérculo e também seus derivados. A noite, a partir das 22h, o forró toma conta da Praça da Prefeitura reunindo nomes como Toca do Vale, Lucas Barão, Lance Love, Raphael Alencar e Grupo D10.

Um dos maiores produtores de mandioca do Ceará, Salitre possui mais de 120 casas de farinha mecanizadas e 80% do tubérculo é produzido pela agricultura familiar. Mais de 30 mil sacas de farinha são fabricadas por mês, além da goma que é muito comercializada. Ano passado, a Mandioc Fest reuniu mais de 4 mil pessoas.

(Com informações do Diário Regional)

MESTRES DA CULTURA POPULAR Potengi inaugura seu primeiro Museu Vivo



O Museu Orgânico Casa do Mestre Antônio Luiz é o primeiro de 16 dedicados aos mestres da cultura popular



00:00 · 20.09.2018 por Antonio Rodrigues - Colaborador
As brincadeiras de reisado de Antônio Luiz de Souza, iniciadas na década de 1980, devem se tornar roteiro turístico do Município ( Foto: Antonio Rodrigues )

Potengi. "Me dê uma esmolinha de santo reis", pedia Antônio Luiz de Souza nas brincadeiras de reisado pelas ruas da cidade, na década de 1980. Hoje, a brincadeira, que começou na juventude, deve se tornar roteiro turístico do Município. Na tarde da terça-feira (18), o líder do Reisado de Caretas de Couro viu sua casa, no Sítio Sassaré, se transformar no Museu Orgânico Casa do Mestre Antônio Luiz - o primeiro de 16 espaços dedicados aos mestres da cultura popular no Cariri. Até o fim de 2019, Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Nova Olinda e Milagres também serão contemplados.

Na casa de Antônio Luiz e de sua esposa, a artesã Rosa Pereira, as fotos de apresentação do grupo de reisado estão dispostas na sala e no pequeno corredor. O chão batido, o fogão à lenha e a máquina de costura antiga indicam a simplicidade e, ao mesmo tempo, o aconchego do lugar. Na parede da sala, junto com as imagens de santos, uma foto-pintura do casal e outras duas de seus pais ao lado do violão e triângulo. Acima, com muito destaque, as máscaras de couro de bode da tradição popular.

Cada um desses objetos foi disposto com muito cuidado. Nos museus orgânicos, os visitantes vivenciam o contato com os mestres da cultura, suas família e sua memória. Suas residências terão um acervo vivo, onde é possível interagir e conhecer um pouco da sua arte.

"São vistos como turismo de base comunitária, uma proposta de integrar a comunidade e a própria cidade nesse processo de visitação, com forte potencial de receber escolas, terreiradas, palestras, rodas de conversa, vivências", explica a diretora-presidente da Fundação Casa Grande, Fabiana Barbosa.

Origem

O projeto Museus Orgânicos dos Mestres de Cultura Tradicional do Cariri surgiu a partir do criador da Fundação Casa Grande, Alemberg Quindins, que realizou, em Nova Olinda, as duas primeiras experiências: o Museu do Ciclo do Couro: Memorial Expedito Seleiro e o Museu Casa Antônio Jeremias. Os dois espaços movimentaram ainda mais a quantidade de visitantes na cidade, integrando um roteiro turístico local. Com o sucesso, a proposta foi apresentada ao Serviço Social do Comércio (Sesc), que topou ampliar.

Há dois anos, foi iniciado o processo de curadoria pela equipe do Sesc e pelo própria pessoal da Fundação Casa Grande, visitando as casas de alguns mestres. "Há uma forte parceria da família que se abre para essa proposta. Essa integração é fundamental", explica Fabiana. Neste caso, toda estrutura da casa é analisada, incluindo, as singularidades do grupo de tradição popular. "O mestre Antônio Luiz já recebe, há muito tempo, outras pessoas de outras regiões, que vão conhecer o reisado, tomar café, almoçar na cozinha. Isso vai interferindo na geração de renda da família", completa.

Valorização

O presidente da Fecomércio, Maurício Filizola, que esteve presente na inauguração, acredita que o projeto é uma valorização da cultural local, que é compartilhada com os visitantes. "Cada museu poderá ser integralizado dentro de uma rota turística para que possamos preservar mais a cultura. Se você preserva e não mostra, aquilo não vai adiante. Esse modelo de museu já está sendo visualizado pela direção nacional do Sesc para ser levado para outros estados", antecipa.

O próximo contemplado será o Mestre Françuli, "O inventor do sertão", também de Potengi, que fabrica aviões com folhas de flandres.

Trajetória

De sua mãe, Dona Neuza, Antônio Luiz herdou o gosto pela cultura popular, ingressando, em 1975, no Reisado do Couros que, sete anos mais tarde, lideraria. Em 2010, ele foi reconhecido como Mestre da Cultura Cearense, pela Secretaria de Cultura do Estado. "Nasci e me criei aqui, numa casinha de taipa. Até hoje vivo aqui. Mas já tentei várias artes. Bater pandeiro, motorista, mercante e crediarista, mas minha vida era a roça", lembra.

Seu grupo possui personagens diferenciados de outros reisados, como o Velho Bacurau e a Velha Quitéria, acompanhados pelos caretas, um boi, a burrinha, um jegue, um cavalo, um carneiro e uma ema. Com linguagem própria, o grupo se destaca pelo uso da madeira mulungu, que contribui para os sons e ruídos produzidos. Com oito integrantes, já se apresentou nas cidades vizinhas de Crato, Nova Olinda e Juazeiro do Norte, e também em Fortaleza

Dos 61 anos de idade, 33 foram ao lado de Rosa, que acompanhou, muitas vezes contrariada, a dedicação de Antônio ao Reisado. "Eu gostava, mas tinha vez que pedia para não brincar mais", conta a mulher, um ano mais velha.

Como artesã, fabricando tapetes e almofadas de retalhos, sua trajetória se integra à do mestre da cultura no projeto do Museu. Com o café conhecido como "o melhor de Potengi", os dois se preparam para receber com prosa os visitantes que queiram conhecer suas vidas. "Faz tempo que nós recebemos o povo aqui. De tanto lugar que nem me lembro mais", admite Rosa.

Governo lança programa de crédito para hospitais filantrópicos





Uma resolução do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), publicada no Diário Oficial da União de hoje (19), aprova o programa de crédito destinado a entidades hospitalares filantrópicas e sem fins lucrativos participantes do Sistema Único de Saúde (SUS).

A medida tem, entre outros objetivos, o de possibilitar operações de crédito para a reestruturação financeira, financiamento de construções, ampliação ou reforma de instalações, aquisição de equipamentos, bens de consumo duráveis e de tecnologia de informação

As taxas de juros a serem cobradas, por meio da linha de crédito, que conta com recursos do FGTS, será de 8,66% ao ano.

O acompanhamento da execução do programa de crédito ficará a cargo do Ministério da Saúde, bem como a tarefa de subsidiar o Conselho Curador com estudos técnicos necessários ao seu aprimoramento operacional e definir as metas a serem alcançadas.

(Agência Brasil)

Bando explode carro-forte em Saboeiro, no interior do Ceará





Uma quadrilha explodiu um carro-forte na tarde desta quarta-feira (19) no limite entre as cidades de Saboeiro e Jucás, no interior do Ceará. Conforme a Polícia Militar, os criminosos usavam armas de grande poder destrutivo, como fuzis e metralhadoras, além de material explosivo. Não há relatos de pessoas feridas.


De acordo com um policial, o bando fechou o fluxo de veículo na CE-284, colocando um veículo Onix parado atravessando a pista. O carro-forte colidiu com o automóvel parado e, em seguida, o bando saiu de outros veículos, rendendo os funcionários.


Segundo o policial, os criminosos portavas “dezenas de bananas de dinamite” e explodiram o veículo, após retirar os funcionários do interior do veículo. Conforme a Secretaria da Segurança Pública, o bando era formado por cerca de 10 pessoas.


A Polícia Militar informou que foi ao local e reforçou a segurança nas estradas nas proximidades de onde ocorreu o crime. Até a tarde desta quarta, ninguém havia sido preso.

Crime recorrente no local


O trecho onde ocorreu o crime não tem disponibilidade de comunicação por celular, o que dificulta a troca de informações entre os profissionais da segurança e facilita a ação dos bandidos.


Em 27 de dezembro do ano passado, um carro-forte havia sido explodido no mesmo local, em condições semelhantes. Não há confirmação se a explosão foi cometida pelos mesmos criminosos.

Com informação do G1

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Eletrobras vai cortar energia de cerca de 750 unidades em Alegrete, Fronteiras, São Julião e mais três municípios da região


Por Jeremias Carvalho -

Eletrobras vai cortar energia em municípios da região – Foto: Reprodução

A Eletrobras Distribuição Piauí prossegue com as ações de combate à inadimplência na capital e no interior. O objetivo é diminuir a inadimplência e melhorar a arrecadação de receitas da Empresa. Nesta semana, as operações estão sendo desenvolvidas na zona norte da capital e em Municípios da regional Sudeste do Estado. Os alvos serão unidades consumidoras que estejam em atraso com a Distribuidora há, no mínimo, 45 dias.

De acordo com levantamento realizado pela gerência da Faturamento e Recebíveis, na zona norte de Teresina, pelo menos 56 mil unidades consumidoras deverão ter o fornecimento de energia suspenso nesta operação. Ao todo, a Distribuidora pretende recuperar R$ 26 milhões dos clientes inadimplentes na zona norte.

Na regional Sudeste, a Distribuidora está intensificando as ações de combate à inadimplência nos Municípios de Simões, Marcolândia, Caldeirão Grande, Alegrete, Fronteiras e São Julião, onde planeja executar a suspensão do fornecimento de energia elétrica em 740 unidades consumidoras, cuja dívida soma R$ 401.165,00.

O consumidor que desejar negociar com a Eletrobras as contas em atraso, deve dirigir-se a uma agência de atendimento ou ligar para o 0800 086 0800. Lembrando que a Distribuidora dispõe de um novo posto de atendimento em Teresina, inaugurado na semana passada, na Alameda Parnaíba, 2021, sala D, praça do Marquês. Clique no link abaixo e veja a localização de todas as agências.

Fonte: Ascom

Crato sedia o I Encontro de Gestores Esportivos do Cariri




Com a finalidade de desenvolver uma política ampla de negócios sociais desportivos através de propostas sólidas e realização de projetos esportivos nas mais variadas vertentes da sociedade e de fortalecer a realização de projetos sociais esportivos no Cariri, a Secretaria de Esporte e Juventude do Crato em parceira com a MD Assessoria e Consultoria de Projetos Sociais e o Instituto Lamar irão realizar, nesta quinta-feira, 20, o I Encontro de Gestores Esportivos do Cariri.

O encontro terá a participação do professor Demóstenes Dantas, da MD Assessoria e Consultoria de Projetos Sociais e membro da Asssociação Brasileira de Captadores de Recursos e da Association Fundraising Professional situada nos Estados Unidos. O professor ministrará palestra sobre o tema : Mais Recursos Esportivos.

Além da Palestra será dada a posse da Diretoria do Instituto LAMAR, instituição essa que estará proporcionando oportunidades de prospecção de recursos para as Instituições Desportivas do Cariri e do Ceará.

SERVIÇO
Dia 20 de setembro
Local: Auditório da OAB – Crato
De 9h às 13h
Endereço - Av. Perimetral Dom Francisco, 380 - Pinto Madeira, Crato – CE
Mais Informações: (88) 98113 - 9666

‘O Grande Encontro’ abre 20ª Mostra Sesc Cariri


 por Antonio Rodrigues
Trio se apresenta dia 16 de novembro. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. O presidente da Fecomércio, Maurício Filizola, confirmou, nesta terça-feira (18), em Potengi, que o projeto ‘O Grande Encontro’ abrirá a 20ª Mostra Sesc Cariri de Culturas. O grupo, composto pelos cantores e compositores Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo, se apresenta no dia 16 de novembro, no Largo da Basílica de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro do Norte.

Além disso, Maurício Filizola disse que o encerramento, no dia 20 de novembro, deve ser abrilhantado pelo cantor e compositor mineiro, Mílton Nascimento. A contratação ainda não foi confirmada, mas isso deve acontecer em breve. “Já fizemos a interlocução. Até o final da semana é possível confirmar a presença”, garantiu o presidente.

“Em breve estaremos confirmando o local (do encerramento)”, completou Maurício.

Filizola afirmou que a Mostra Sesc é um dos eventos culturais mais importantes do Brasil e vem coroar as comemorações de 70 anos do Sistema Fecomércio. “É uma valorização da cultura local”, disse.

Com mais de 3 mil inscritos, a 20ª edição da Mostra Sesc terá mais de 350 apresentações, contemplando 28 municípios do Cariri.

ANP interdita 19 postos de combustíveis e revendas de gás no Ceará




ATUALMENTE, cerca de 1.600 postos de combustíveis funcionam no Ceará MARIANA PARENTE/ESPECIAL PARA O POVONo primeiro semestre deste ano, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizou 259 ações de fiscalização no mercado de abastecimento do Ceará, que resultaram em 118 autos de infração e 19 interdições em postos de combustíveis e revendas de gás de cozinha. Nenhuma apreensão foi feita no Estado durante o período.

Os dados constam no boletim "Fiscalização do Abastecimento em Notícias", realizado pela ANP e divulgado semestralmente. As interdições ocorreram em postos e revendas de gás localizadas nos municípios de Fortaleza, Maracanaú, Maranguape, Chorozinho, Quixeramobim, Sobral e Senador Sá.

Procurado, o presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Ceará (Sindipostos-CE), Manuel Novais, disse não ter conhecimento das informações e, por isso, preferiu não fazer nenhuma análise dos números.

"No caso dos postos de combustíveis, nossa orientação é que os estabelecimentos sigam todas as normas determinadas pela ANP. Nossos revendedores são muito bem orientados, inclusive, por meio de capacitações como cursos e treinamentos. Se essas interdições ocorrem é por puro relaxamento", diz. Atualmente, o Ceará conta com cerca de 1.600 postos de combustíveis.

Em todo o Nordeste, a inspeção ocorreu em 2.545, dos quais 830 receberam autos de infração, 117 autos de interdição e 29 foram interditados. No Brasil, de janeiro a junho, a agência realizou 9.912 ações de fiscalização, somando 2.439 autos de infração, 324 autos de interdição e 106 autos de apreensão.

A maior parte das ações de fiscalização (7.146) foi realizada em revendedores de combustíveis, seguidos dos revendedores de GLP (gás liquefeito de petróleo) e distribuidores. Também foram fiscalizados agentes de todos os segmentos regulados pela ANP, como transportador-revendedor-retalhista (TRR), ponto de abastecimento, revendedor e distribuidor de combustíveis de aviação, produtor de etanol, entre outros.

De acordo com a agência, os principais motivos das autuações que ocorreram no País no primeiro semestre foram: não cumprimento da notificação; equipamentos ausentes ou em desacordo com a legislação; comercialização ou armazenamento de produto não conforme com a especificação; não prestação de informações ao consumidor; e não atendimento a normas de segurança.

O especialista na área de petróleo e gás, Bruno Iughetti, afirma que, quando se trata de irregularidades no mercado de abastecimento, o grande prejudicado é o consumidor. "Muitas vezes, ele paga bem mais barato pelo combustível, mas é enganado. E isso pode sair muito caro. Não sabe que está comprando um produto adulterado, com vários componentes químicos, que lá na frente pode prejudicar o motor do carro e causar prejuízos financeiros", observa.

Iughetti também chama a atenção para a importância de o consumidor adquirir produtos em estabelecimentos que funcionam conforme as normas da ANP. "Dá para saber quando as revendas são autorizadas pelos adesivos da agência. Esses cuidados são necessários. Do contrário, no caso do gás de cozinha, a pessoa corre o risco de pagar por um botijão de 30 quilos e, na verdade, levar um de 10 quilos", destaca.

Já as interdições ocorreram, principalmente, pelas seguintes irregularidades: não atendimento a normas de segurança; comercialização ou armazenamento de produto não conforme com a especificação; comercialização com vício de quantidade; e prática de atividade regulada sem autorização.


O boletim "Fiscalização do Abastecimento em Notícias" é uma prestação de contas à sociedade, que contribui para a formação de um ambiente concorrencial saudável ao expor as principais irregularidades encontradas e as medidas adotadas pela ANP para as coibir



Os postos autuados/interditados pela ANP estão sujeitos às penalidades previstas na Lei 9.847/99. A interdição é a medida cautelar aplicada em algumas situações, como a venda de combustível com problemas de qualidade. No momento em que a ANP identifica que cessaram as causas da interdição, procede à desinterdição


fonte o povo

Brasil reduz mortes no trânsito, mas está longe da meta para 2020







As mortes por acidentes de trânsito no país estão em queda. Um levantamento inédito do Ministério da Saúde divulgado hoje (18), que marca o início da Semana Nacional do Trânsito, aponta que, em seis anos, houve uma redução de 27,4% dos óbitos nas capitais do país. Em 2010, foram registrados 7.952 óbitos, contra 5.773 em 2016, o que representa uma diminuição de 2,1 mil mortes no período. Apesar da redução, o país segue longe da meta estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), que prevê redução de 50% no número de vítimas em 10 anos, contados a partir de 2011.

Além disso, considerando todas as cidades do Brasil, não apenas as capitais, foram registradas 37.345 mortes de trânsito em 2016, que é o último ano com dados disponíveis no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde. O número é 14,8% menor do que o registrado, por exemplo, em 2014, quando ocorreram 43.870 óbitos no trânsito brasileiro. A meta do país, em 2020, é não ultrapassar o número de 19 mil vítimas fatais por ano.

“Esse número de 37 mil vidas perdidas em acidentes por ano é superior à população de muitas cidades brasileiras. Infelizmente, quando boa parte da população pensa em trânsito, o que vem à mente são os congestionamentos e chamada indústria da multa, mas o que temos é uma indústria da dor e da morte”, afirma Renato Campestrini, advogado, especialista em trânsito e gerente técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV). Além das mortes, 600 mil pessoas ficam com sequelas permanentes todos os anos em decorrência de acidentes de trânsito.

Relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostra que o Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, atrás somente da Índia, China, Estados Unidos e Rússia. Além desses, Irã, México, Indonésia, África do Sul e Egito estão entre os países de trânsito mais violento do planeta. Juntas, essas dez nações são responsáveis por 62% das 1,2 milhão de mortes por acidente no trânsito que ocorrem no mundo todos os anos. Além dos mortos, acidentes de trânsito resultam em mais de 50 milhões de feridos a cada ano.

No Brasil, mais de 60% dos leitos hospitalares do Sistema Único de Saúde (SUS) são ocupados por vítimas por acidente de trânsito. Nos centros cirúrgicos do país, 50% da ocupação também são por vítimas de acidentes rodoviários. Segundo o Observatório de Segurança Viária, os acidentes no trânsito resultam em custos anuais de R$ 52 bilhões.
Dez anos da Lei Seca

A redução dos óbitos pode estar relacionada às ações de fiscalização após a Lei Seca, que neste ano completou 10 anos de vigência. Além de mudar os hábitos dos brasileiros, a lei trouxe um maior rigor na punição e no bolso de quem a desobedece, com regras mais severas para quem misturar bebida com direção.

A diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Maria de Fátima Marinho, avalia que a diminuição das mortes no trânsito mostra que o brasileiro tem mudado, aos poucos, as atitudes, prezando cada vez mais pela segurança.

“Houve um aprimoramento da legislação, aumento na fiscalização e alguns programas estratégicos, como o Vida no Trânsito. No entanto, o número de óbitos e internações ainda preocupa, especialmente os de motociclistas. Precisamos avançar na mobilidade segura para reduzir esses números”, enfatizou Maria de Fátima Marinho.
Fiscalização reduz mortes

Um estudo recente do Observatório de Segurança Viária mostrou que só há eficácia da Lei Seca nos estados que realizam o maior número de blitz de fiscalização. No Brasil, a taxa média nacional de fiscalização é de um em cada 500 veículos da frota total do país, enquanto em países como Portugal e Espanha, essa média é de um a cada cinco veículos da frota. Na França, essa taxa é ainda melhor: um a cada três veículos do país são fiscalizados em blitz.

“Os estados que têm mais fiscalização, têm menos acidentes relacionados à combinação entre álcool e direção. Quando ele tem a sensação de que a fiscalização está presente, acaba sendo mais prudente”, explica Renato Campestrini. Entre as unidades da federação analisadas, Pernambuco, Ceará, Alagoas, Amazonas, Rio de Janeiro, Bahia e Paraíba conseguiram reduzir para menos de 9% o número de motoristas flagrados em operações da Lei Seca. Esses mesmos estados são, pelas estatísticas, os que realizam o maior número de fiscalizações.
Semana do Trânsito

O tema da Semana Nacional de Trânsito de 2018 é Nós somos o trânsito. Prevista no Código Brasileiro de Trânsito (CBT) e organizada anualmente entre os dias 18 e 25 de setembro, a semana busca conscientizar condutores de veículos e motocicletas a respeitarem a legislação e ajudar a construir um ambiente viário mais seguro. Segundo o Registro Nacional de Infrações de Trânsito, do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), entre as cinco principais infrações cometidas por motoristas e motociclistas estão excesso de velocidade, falta de cinto de segurança e avanço de sinal vermelho.

“Cerca de 95% dos acidentes são causados por falha humana ou falha mecânica por falta de manutenção, o que também não deixa de ser uma falha humana do condutor. É preciso mudar, de fato, a cultura no trânsito”, afirma Campestrini, do Observatório de Segurança Viária. Segundo o especialista, além de reforçar a fiscalização no trânsito, com a realização de um maior número de fiscalizações, o país precisa avançar na formação dos seus condutores.

“A moto é, reconhecidamente, um dos veículos que causam o maior número de vítimas fatais no trânsito, mas, para tirar a habilitação, o motociclista faz a prova em circuito fechado, em primeira marcha, e apenas com o funcionamento do freio traseiro. Isso precisa ser revisto”, exemplifica.

Coringao Campeão do Brasileirão Feminino 2019

  menu globoesporte   especial publicitário todos por um expedição brasil shell v-power dias de kite o cara da semana princípios ...