terça-feira, 28 de março de 2017

Camilo Santana ouve demandas de prefeitos


Diante da crise econômica vivida no País, o governador Camilo Santana vem recebendo prefeitos para explicar as limitações financeiras dos cofres estaduais e discutir obras municipais financiadas com verbas estaduais que terão prioridade nos próximos meses. Projetos de convivência com a seca e segurança têm recebido atenção especial. Embora as reuniões tenham caráter administrativo, prefeitos também acabam conversando com o chefe do Poder Executivo as questões políticas locais.
Pelo menos 20 prefeitos foram recebidos em audiência, ontem, no Palácio da Abolição. Dos pedidos conjuntos que foram direcionados ao governador Camilo Santana, o prefeito de Itapajé, Dimas Cruz (PDT) citou o aporte de recurso para saúde da cidade que, segundo ele, vem passando problemas oriundos da gestão anterior. “Queremos melhorar a saúde do município. Herdamos o município numa situação muito ruim”, justificou. A construção de escolas e estradas também fazem parte das cobranças dirigidas ao gestor estadual.
Em conversa com o jornal O Estado, o deputado José Guimarães (PT) explicou que os encontros fazem parte de uma pauta positiva para os municípios, uma vez que os gestores municipais e o governador têm a oportunidade de discutir projetos e dar encaminhamentos. Segundo ele, a crise hídrica é abordada como prioridade. “É importante esta sintonia entre governador e os prefeitos. Faz parte da agenda do Governo”, frisou ele, acrescentando que a seca é uma questão permanente no diálogo. “Apesar das chuvas, a recarga foi pequena nos principais açudes, Orós e Castanhão. O que está nos salvando é o volume de chuva na Região Metropolitana. Mas, a solução, tenho dito, é a Transposição do São Francisco. Infelizmente, as obras estão paradas há nove meses. Se o governo federal não deixar de papo furado e fazer o eixo norte, nós teremos problemas”, disse.
Em relação às demandas, o deputado estadual Elmano de Freitas (PT) levou uma pauta extensa de apoio aos prefeitos aliados. Apesar disso, relatou ser importante os encontros entre Camilo Santana e os prefeitos, até mesmo para poder obter um “feedback” sobre as dificuldades em cada município, citando o caso da adutora de Campos Belo, que está com problemas e ocasionando falta d’água na região.
Rotina
Desde o início do mandato, o governador Camilo Santana vem recebendo prefeitos e aliados, acompanhados de parlamentares estaduais e federais. As segundas-feiras, ele abre um espaço na agenda para dar prosseguimento às reuniões, sempre a portas fechadas. Pela sua página pessoal no Facebook, Camilo tem destacado os encontros com os prefeitos no Palácio da Abolição e comemorado a parceria. “Agradeço ao deputado e aos prefeitos pela visita e reitero a parceria do Governo do Estado para as ações dos municípios”, afirmou o petista na publicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Após seis dias preso, humorista suspeito de agredir esposa é liberado

Como houve o flagrante da lesão corporal, ele deve responder em liberdade Atualizada às 00h3min Após seis dias preso suspeito de agredir a p...