quinta-feira, 30 de março de 2017

Alerta! Estudo aponta que ibuprofeno e diclofenaco aumentam em mais de 30% risco de infarto



Uma pesquisa publicada recentemente pela revista científica European Heart Journal e comandada pelo Hospital Universitário Gentofte, de Copenhague (Dinamarca), mostrou que o uso de alguns tipos de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) pode ser prejudicial ao coração.
Segundo o estudo, alguns medicamentos que são usados para combater a inflamação, como o diclofenaco, naproxeno, ibuprofeno, rofecoxib, celecoxib e outros, estão associados ao aumento do risco de parada cardíaca.
Entre os anos de 2001 e 2010, pesquisadores analisaram as paradas cardíacas registradas na Dinamarca fora dos hospitais. Das 28.947 pessoas que sofreram uma parada cardíaca, 3.376 utilizaram algum tipo de anti-inflamatório até 30 dias antes de o problema acontecer. Entre as pessoas que utilizaram algum tipo de AINEs antes de sofrer a parada cardíaca, 51% delas consumiram ibuprofeno e 21,8% fizeram uso do diclofenaco – os dois anti-infamatórios não esteroides mais consumidos na Dinamarca.
Uso dos anti-inflamtórios no Brasil
No País, conforme o livro “Tarja Preta – Os segredos que os médicos não contam” sobre os remédios que você toma, de Marcia Kedouk, um dos 10 medicamentos mais vendidos é composto por diclofenaco. (O Povo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Após seis dias preso, humorista suspeito de agredir esposa é liberado

Como houve o flagrante da lesão corporal, ele deve responder em liberdade Atualizada às 00h3min Após seis dias preso suspeito de agredir a p...