quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Oficiais de Justiça do Ceará entram em greve por tempo indeterminado

Oficiais de Justiça do Ceará entram em greve por tempo indeterminado


A partir desta terça-feira (18), os 232 oficiais de Justiça do Ceará vão cumprir mandados classificados como urgentes, aqueles que evitam riscos à saúde, ao erário ou à segurança. De acordo com Luciano Júnior, presidente do sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus), os mandados que não estiverem classificados nestes casos não serão sequer recebidos pela Central de Mandados (Coman).

Em greve parcial, iniciada dia 3 de agosto, após decisão da assembleia geral extraordinária, os oficiais de justiça do fórum Clóvis Beviláqua vinham cumprindo apenas 40 mandados por oficial até o limite de 8.000 mandados, número este alcançado nesta terça-feira. Para cumprir esses mandados, os oficiais de Justiça vão trabalhar em regime de escala.

Os oficiais de Justiça exigem a reabertura imediata de um diálogo permanente com o Tribunal de Justiçado Estado (TJCE) para atendimento de suas reivindicações, com prioridade para o encaminhamento da implantação da Gratificação de Estímulo à Interiorização (GEI), reajuste da Indenização de Transporte (IT) e o enquadramento de parte destes servidores na tabela de vencimentos de nível superior.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TCE identifica três prefeituras e duas Câmaras que não enviaram contas mensais

Três prefeituras e duas câmaras municipais não enviaram as contas de agosto dentro do prazo ao Tribunal de Contas do Estado do Ceará. A data...