quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Crato vai receber nova instalações da maior central de distribuição de medicamentos do Cariri

No prazo de até 90 dias, o Crato deve receber as novas instalações da maior distribuidora de medicamentos da Região do Cariri e uma das maiores do Estado do Ceará. A Central de Distribuição Comeg (Comercial de Medicamentos Gentil) está em fase final de conclusão e deve ser inaugurada em meados de novembro próximo.
O prédio, novo e moderno, está localizado no Bairro Barro Branco, ao lado do Conjunto dos Artesãos, numa área de 6.000m² doada pela Prefeitura do Crato, através do Prodecrato  (Programa de Desenvolvimento do Crato). Nas proximidades também estão sendo instaladas outras empresas que, assim como a Comeg, também foram beneficiadas pelo Prodetur.
Segundo o secretário do Desenvolvimento Econômico do Crato, Venâncio Saraiva, a doação ocorreu em 2013 e as empresas têm prazo de dois anos para iniciar as obras. “Infelizmente, três empresas devem devolver o terreno ao município por não terem cumprido o prazo. A Comeg é uma das que cumpriu rigorosamente as exigências do edital e será a primeira a entrar em funcionamento. “, explicou o secretário Venâncio Saraiva.
Dos 6.000m² doados, a Comeg terá 1.400m² de área construída. O imóvel é equipado com instalações modernas como o galpão de estoque e distribuição de medicamentos por porta-palets e esteiras, que darão mais agilidade e controle de estoque.
Segundo o supervisor da Comeg, Rodrigo Emídio, a obra está sendo tocada com recursos próprios – montante não foi revelado – e terá tecnologia das mais avançada para setor. Aliada a isso, está preocupação com o meio ambiente, jardinagem e a acessibilidade como rampa de acesso e banheiro para cadeirantes.
“Hoje a Comeg possui 40 colaboradores. Nossa meta é chegar aos 100 quando este equipamento entrar em funcionamento. Hoje atendemos e distribuímos medicamente para os estados do Ceará, Piauí e Pernambuco e somos representantes exclusivos dos laboratórios Globo, Natulab, Bunker, Vitapan, Lillo, Delta e Farmace, entre outros. Com a ampliação de nossa central, devemos nos tornar umas das maiores do Nordeste”, pontou Rodrigo Emídio, destacando ainda que todo o material utilizado na construção do prédio foi adquirido no comércio do Crato. “Com exceção da esteira dos palets, que é espécie de gaiolas para exposição dos medicamentos, que foram adquiridas em Fortaleza por conta o mercado do Crato não oferecer o produto”, finalizou.
Flávio Pinto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Petrobras anuncia revisão de reajustes no preço do gás

Após a disparada nas cotações do gás de cozinha – que subiram 84% para os distribuidores só este ano, dos quais 70% desde o início de junho ...