quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Senado: Collor chama Janot de "filho da puta"

Senado: Collor chama Janot de "filho da puta"


Investigado pela Lava Jato, o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTB-AL), xingou nesta quarta-feira (5) o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de "filho da puta" durante o pronunciamento que fez na tribuna do Senado para se defender das acusações de que um grupo ligado a ele teria recebido R$ 26 milhões em propina do esquema de corrupção da Petrobras.
No momento em que explicava que a apreensão de três carros de luxo em sua casa em julho fazia parte do que chamou de "espetáculo midiático" e que os carros foram comprados com dinheiro lícito, Collor sussurrou o xingamento.
"As empresas têm contrato social, estão devidamente registradas na junta comercial, tem suas atividades de acordo com o que define a legislação. Se existem parcelas em atraso é uma questão comercial que diz respeito a mim e ao credor, não podendo em tempo algum, sob o risco de uma grave penalização judicial a quem afirma  que tais atrasos se devem a recursos escusos. Afirmações caluniosas e infames. Filho da puta", disse.
Durante o discurso, Collor acusou o Janot, que concorre à reeleição ao cargo, de usar o vazamento seletivo de informações sigilosas da investigação como parte de uma "estratégia ardilosa" para permanecer no posto.
"Querem me trazer como personagem, embora involuntário de minha parte, de uma campanha eleitoral que está se desenrolando e será concluída hoje", disse.
Janot foi o mais votado nesta quarta-feira (5) pelos procuradores para permanecer no cargo por mais dois anos. (Da Folha de S.Paulo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Petrobras anuncia revisão de reajustes no preço do gás

Após a disparada nas cotações do gás de cozinha – que subiram 84% para os distribuidores só este ano, dos quais 70% desde o início de junho ...