quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

GARANTIA SAFRA Ceará vai dispor de 350 mil cotas



00:00 · 18.01.2017 por Marcus Peixoto - Repórter

O ano safra 2015/2016 está na reta final e os pagamentos são para quem perdeu as plantações ( FOTO: NENAM MELO )

Fortaleza. O Ceará vai dispor de cerca de 350 mil cotas do Garantia Safra para o biênio 2016/2017, podendo atender até 341 mil estabelecimentos de agricultura familiar. Desse total, supõe-se que menos 10% não se inclua no perfil dos que deverão ser atendidos pelo programa do governo federal, que objetiva reparar parte das perdas com a redução das chuvas.

Ontem, a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead) informou a inclusão de mais 73 mil agricultores que vão receber o pagamento do Garantia-Safra neste mês de janeiro relativo à safra 2015/2016. Cada agricultor recebe R$ 850, divididos em cinco parcelas R$ 170. O dinheiro é do Fundo Garantia-Safra, constituído por recursos da União, dos Estados, municípios e pela contribuição individual dos agricultores que aderiram ao programa.

Universalização

O coordenador do Garantia Safra no Ceará, mantido pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), Arimateia Gonçalves, disse que essa oferta torna o benefício universalizado no Ceará. Ele explicou que hoje o Estado tem pago mais o Garantia Safra do que a Bahia e o Piauí juntos. Reconheceu o baixo valor do benefício, mas entende que essa foi a forma encontrada pelo governo federal para atender o maior número de pessoas vinculadas à agricultura familiar.

O secretário de Política Agrícola, mantida pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), José Francisco de Almeida, crítica o valor pago pelo seguro, haja vista a defasagem acumulada há dois anos. Na sua opinião, baixos valores em ações governamentais poderão não mais conter o êxodo rural da forma como vinha sendo feito, em períodos de seca mais severas com as dos últimos cinco anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Petrobras anuncia revisão de reajustes no preço do gás

Após a disparada nas cotações do gás de cozinha – que subiram 84% para os distribuidores só este ano, dos quais 70% desde o início de junho ...