terça-feira, 24 de janeiro de 2017

3G no sertão do Ceará

'ALÔ SERTÃO'

Projeto do Estado leva sinal 3G para 295 distritos

ICMS da operadora Vivo é abatido em troca da instalação e operação do equipamento em cada um dos povoados

00:00 · 24.01.2017 por Armando de Oliveira Lima - Repórter
Image-0-Artigo-2192632-1
Equipamento é homologado pela Anatel e passa por fiscalização da Seinfra antes de ter operação plena decretada
Inexistente em uma área considerável do Estado do Ceará, a telefonia móvel começa a ser utilizada pela primeira vez por moradores de 295 distritos cearenses. Trata-se do projeto "Alô Sertão", uma parceria do governo estadual com a operadora Vivo e que, de acordo com dados comprovados pela Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), já proporciona operação plena em 73 destas localidades.
"A gente está fazendo o trabalho de fiscalização e bancando esse empreendimento através de crédito presumido (do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias - ICMS)", explica o coordenador de Energia e Comunicação da Seinfra, Elpídio Câmara, sobre a parceria com a Vivo.
Segundo contou, das 295 localidades cuja operação já foi homologada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a Seinfra já fiscalizou 135 e 73 foram conferidas e tiveram a documentação encaminhada à Secretaria da Fazenda (Sefaz) - responsável por presumir o imposto da operadora.
"Como é de interesse da empresa, a operadora está correndo atrás", acrescenta o coordenador a respeito do ritmo de instalação do equipamento.
Impacto na economia
Além do uso diário e o acesso à comunicação proporcionado aos habitantes, o governo ainda destaca o impacto sobre a economia destes distritos. Operações simples, como máquinas de cartão de crédito sem fio ou aplicativos financeiros para o celular eram impossíveis de serem usados em tais locais.
"O sinal de telefonia celular e internet 3G não impacta apenas na comunicação. A economia desses lugares também experimenta um avanço, já que as atividades econômicas, como o comércio, por exemplo, ficam mais fáceis com a chegada dessa tecnologia", ressalta o secretário da Infraestrutura, André Facó, em nota enviada pela Secretaria à reportagem.
"Não está naquela velocidade ideal que a gente queria, mas está sendo muito bem utilizado pela população de locais totalmente desprovidos de telefonia celular. A satisfação dos clientes é muito boa", completa o coordenador de Energia e Comunicação da Pasta.
Tecnologia
Sobre os equipamentos utilizados nas 295 localidades já atendidas pelo programa "Alô Sertão", a Seinfra informou, também por nota, que "foram instalados equipamentos compatíveis com a tecnologia 3G, padrão UMTS, semelhante ou superior". "O UMTS, da sigla em inglês Universal Mobile Telecommunication System, oferece maior qualidade na telefonia, tarifação adequada, serviços personalizados, facilidade na implementação de novos serviços nessa área e alta capacidade", detalha.
Iniciado em junho de 2014 e dividido em oito lotes, a expectativa do Estado é atender 475 distritos até o fim do convênio, o qual não possui data para ser encerrado. Com cronograma definido pela Vivo, 145 municípios cearenses devem ser atendidos.
Sobre a escolha da Vivo, o governo informa que "a empresa apresentou o projeto que melhor se encaixou quanto aos aspectos técnicos e operacionais exigidos pelo Governo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Juiz do DF suspende aumento de imposto sobre combustíveis no país

O juiz substituto Renato Borelli, da 20ª Vara Federal do DF, suspendeu nesta terça-feira (25) o aumento de tributos sobre os combustíveis an...