quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Sisu oferta mais de 10 mil vagas para o ensino superior no Ceará

Os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na edição de 2016 e não tiveram nota zero na Redação já podem tentar vagas para o ensino superior. As inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o período de 2017.1 começam hoje e vão até a sexta-feira, 27. Além de vagas em todo o Brasil, os alunos concorrem a 10.660 vagas em cinco instituições cearenses (ver quadro abaixo), seja na ampla concorrência ou nos sistemas de cotas.
Com número de inscrição e senha utilizados para o Enem, o candidato deve acessar o sistema para escolher duas opções de curso. Dados que podem ser modificados até o fim do período de inscrição. Assim, o aluno pode se adequar à busca de vagas que ele tenha mais chance de conseguir com a nota obtida no exame. A grande dica é tentar acesso no primeiro dia, aconselha Bruno Batista, coordenador de Consultoria Pedagógica no Sistema Ari de Sá (SAS). Um motivo é para que o aluno tenha tranquilidade de recuperar a senha em caso de esquecimento.
Outro aspecto é o das variações diárias da nota de corte. A cada manhã, o sistema atualiza e informa a menor nota para que o candidato possa ficar entre os aprovados em cada curso. Como o cálculo se baseia no número de inscritos até o momento, é importante monitorar estas notas todos os dias, conforme Batista. Com a referência se poderá ou não entrar no curso desejado, o aluno precisa também manifestar interesse na lista de espera caso fique de fora. “O último dia é decisivo. É interessante acessar pela manhã para evitar possíveis congestionamentos na última hora”, acrescenta.
Lei de Cotas
Os alunos que cursaram o ensino médio nas escolas públicas têm metade das vagas ofertadas, por curso e por turno, nas instituições cadastradas no sistema. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), esta destinação é prevista pela lei nº 12.711, de agosto de 2012, conhecida como Lei de Cotas. Além desta exigência, a pasta afirma que cada instituição fica livre para adotar sistemas próprios de ações afirmativas no processo seletivo.
Com 58% das vagas ofertadas no Estado, a Universidade Federal do Ceará (UFC) terá metade dos aprovados vinculados a cotas, levando em conta renda, etnia e rede de ensino. Em algumas universidades brasileiras, como a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), há cotas destinadas a pessoas com deficiência.
Fora das inscrições do Sisu, os brasileiros podem ainda utilizar as notas do Enem para concorrer em processos seletivos de universidades de Portugal, como as de Coimbra e do Porto. O aluno deve estar atento aos editais das instituições. Um conselho que vale também para quem ficar na lista de espera do Sisu, pois esta fase tem procedimentos e datas que mudam para cada uma das instituições de ensino.
Saiba mais
Outras possibilidades
Com a nota do Enem, o candidato pode tentar o acesso a outras vagas. Como para os cursos técnicos do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).
Para quem teve média das notas igual ou superior a 450 pontos e não zerou a Redação, é possível concorrer nas inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) e para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).                      
(O Povo)                                           Principal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura de Juazeiro do Norte abre processo seletivo com 222 vagas           0 12:07  ·  21.08.2017 /  atualizado  às 12:07  · 21.0...