terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Fé e devoção marcam missa de abertura da Romaria de Candeias





A Romaria de Nossa Senhora das Candeias, conhecida como a Festa da Luz, teve início na noite de ontem (29), em Juazeiro do Norte. Com alegria e entusiasmo na vivência da primeira romaria do ano de 2017, uma multidão de romeiros participou da Santa Missa de abertura da festividade na Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores. A programação segue até o próximo dia 02 de fevereiro, dia em que a Igreja celebra a Solenidade da Apresentação do Senhor e o Dia de Nossa Senhora das Candeias.
No início da noite, a imagem de Nossa Senhora das Candeias foi conduzida, em cortejo, da residência do casal Flávio e Renata, no bairro Horto, até a Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores. A procissão foi acolhida pelo público presente com muitas palmas e alegria. O padre Cícero José, pároco da Paróquia Nossa Senhora das Dores – Basílica Santuário, acolheu os devotos presentes e deu início ao rito de abertura com o tradicional hasteamento das bandeiras. “Sejamos todos bem-vindos, de perto ou de longe, somos todos irmãos. Estamos, em romaria, na Festa de Nossa Senhora das Candeias. Acolhemos todos com alegria em nome de todos os padres da Comunidade Sacerdotal da Basílica Santuário e do nosso bispo Dom Gilberto Pastana. Tenham todos uma abençoada romaria!”, disse o sacerdote.
A Celebração Eucarística foi presidida pelo padre Rocildo Alves Lima, recém-nomeado chanceler da Diocese de Crato, e concelebrada pelos padres da Basílica Santuário, padre Cícero José, padre Paulo Pereira, padre Antônio Romão – Pe. Toninho e pelo diácono permanente Francisco Martins. Na ocasião, foi realizada também a bênção de envio do jovem Francisco da Paz ao Seminário Propedêutico São José, em Crato.
Ciclo de Romaria
Durante a homilia, o padre Rocildo mencionou que a Romaria das Candeias encerra um ciclo importante vivenciado em 2016, o Ano da Misericórdia. “É um grande momento, que se reaviva ano após ano e que vai proporcionando uma dimensão nova a todos nós: o encontro da fé. A romaria até Juazeiro do Norte, marcada nesse momento pela palavra do Papa Francisco, o Ano da Misericórdia. No caminho do romeiro, Juazeiro é Porta da Misericórdia. Com esta romaria estamos completando um ciclo, realizando um percurso, atingindo um ponto alto, que começou ainda o ano passado, e que tem como luz especial a experiência da misericórdia”, ressaltou o presidente da celebração.
Experiência de fé
Muitos peregrinos buscam no olhar terno da Virgem Maria, com o título de Nossa Senhora das Candeias, a luz para os seus passos, uma direção de vida e sua intercessão materna. Neste encontro fecundo com a Mãe, os romeiros passam a ter uma experiência com o seu Filho, Jesus Cristo, o rosto do amor e da misericórdia de Deus. “Jesus Cristo vem habitar entre nós, se faz peregrino nas estradas desse mundo e nos caminhos da vida nem sempre fáceis de serem percorridos. A misericórdia é o amor que brota do coração de Deus. É um coração que se abre inteiramente e deixa jorrar bondade, paz, perdão, bênção, reconciliação, alegria, renovação, para que tenhamos a graça e a esperança de nos reconhecermos uns aos outros como filhos amados do Pai, que é Deus, e da Mãe que esse Deus nos deu através do seu filho Jesus, Maria Santíssima, invocada nesta Casa como Mãe e Virgem das Dores, e, nesse momento particular, como Nossa Senhora das Candeias”, pontuou o Padre Rocildo.
A devota Maria Cristina da Silva, de Teotônio Vilela-AL, testemunha uma graça alcançada através da misericórdia e providência de Deus, por meio das mãos intercessoras de Nossa Senhora das Candeias. “Desde que passei a vir a Juazeiro só recebo bênçãos de Deus, do Padre Cícero e de Nossa Senhora das Candeias. Eu sofro muito com os meus filhos que bebem, mas eu os coloquei nas mãos do meu Padrinho Cícero. Dois dos meus seis filhos já deixaram o vício do álcool e três deles já estão empregados. Tenho fé em Deus que, enquanto eu tiver fé e saúde, farei minha romaria ao Juazeiro”, declarou emocionada a devota que participa pela quarta vez da Romaria de Candeias.
Atuação
Ao final da celebração de Abertura, o prefeito Municipal, Arnon Bezerra, acolheu os romeiros, apresentando a ação integrada das Secretarias que irão atuar na acolhida, organização e serviço durante a Romaria de Candeias. “Quero agradecer a todos os romeiros que nos visitam na Romaria das Candeias. Aqui estamos para servir aos romeiros da Mãe das Dores e do Padre Cícero. É uma alegria muito grande porque temos a honra de receber a todos para que possamos de forma bem unida renovar a fé que existe em nós. Não existe nada mais importante do que dedicar nossa vida agradecendo a Deus por tudo que Ele nos presenteia. Queremos fazer de Juazeiro a cidade que cada romeiro precisa”, pontuou o prefeito.
A Romaria
A Romaria de Candeias é considerada a terceira maior em número de romeiros, de acordo com o calendário das romarias a Juazeiro do Norte. A festividade abre o ciclo de romarias no município. No total, estima-se que cerca de 400 mil pessoas visitem a cidade durante os cinco dias de programação diversificada. Padre Cícero Romão Batista, patriarca de Juazeiro do Norte, fomentou a realização de uma grande procissão de luzes, onde os romeiros e os próprios habitantes de Juazeiro saíam pelas ruas, conduzindo candeeiros e lamparinas, reverenciando Nossa Senhora que, de forma especial, recebe o título de Nossa Senhora das Candeias. (Basílica de Nossa Senhora Das Dores - Site Diocese de Crato)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Doria vai de ônibus de casa à Prefeitura e reclama da falta de ar-condicionado

No Dia Mundial Sem Carro, prefeito foi de coletivo à sede da administração e diz que não descarta fazer trajeto 'com mais frequência'...