quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Correios passam a oferecer serviços de telefonia móvel a partir do mês de fevereiro


Resultado de imagem para correios
A partir de fevereiro, os Correios – empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) – passam a oferecer também serviços de telefonia móvel, como planos pré-pagos, chips e recargas. A empresa atuará no mercado como uma operadora móvel virtual (MVNO, na sigla em inglês). A ideia é utilizar a ampla rede de atendimento e confiança dos consumidores na marca Correios junto com a infraestrutura de telecomunicações de uma empresa parceira.

Nesse primeiro momento, a operação será feita em São Paulo (SP) como projeto-piloto e, posteriormente, estendida para Belo Horizonte (MG) e Brasília (DF). Até o fim do ano, a expectativa é atender até um milhão de clientes e alcançar todos os estados do país.

O presidente dos Correios, Guilherme Campos, explica que a empresa vai oferecer planos competitivos e transparentes voltados, principalmente, para os clientes de menor renda. Segundo ele, a principal vantagem do Correios Celular será a capilaridade e a confiança dos brasileiros na marca da empresa.

"Um dos grandes ativos que os Correios têm é a confiabilidade perante os brasileiros. É uma empresa que está atuando há 353 anos e que, agora, conta com mais essa alternativa de ampliação dos seus serviços", destaca.

Infraestrutura

Os Correios não precisarão investir em redes de telefonia. A infraestrutura será de responsabilidade da EUTV, empresa vencedora de licitação em maio do ano passado, que utiliza a rede da operadora Tim. A atuação das operadoras por redes virtuais são reguladas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) desde 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Papa pede clero unido no Brasil diante de “escandalosa corrupção” “Tenho certeza de que o Brasil superará sua crise e confio que vocês a...