sexta-feira, 7 de abril de 2017

Medicina da UFCA atinge média de proficiência superior à nacional na Anasem


A Universidade Federal do Cariri (UFCA) atingiu média de proficiência superior à média nacional na primeira edição da Avaliação Nacional Seriada dos Estudantes de Medicina (Anasem), do Ministério da Educação. A média nacional – que leva em consideração todos os cursos de Medicina das instituições públicas e privadas – foi 100, enquanto a dos estudantes de Medicina da UFCA foi 103,9. O número foi próximo à média do Ceará, 104,2, estado que melhor pontuou nacionalmente. A média do Nordeste ficou em 101,3.
Pela UFCA, dos 77 alunos aptos, que estavam cursando o 2º ano do curso, 74 compareceram à prova, realizada no segundo semestre do ano passado. De acordo com o coordenador do curso de Medicina da universidade, professor João Ananias Machado Filho, as notas dos estudantes da UFCA variaram entre 124.3 e 71.9.
Conforme a Anasem, uma média menor que 85 significa conhecimento básico; uma média entre 85 e 120 corresponde a um conhecimento adequado e uma média igual ou maior que 120 significa conhecimento avançado. “Aqui na UFCA 4,1% dos estudantes atingiram o nível básico. A grande maioria, 93,2%, nível adequado, e um percentual de 2,7% chegou ao nível avançado”, detalhou o coordenador.
Para ele, o resultado aponta para a qualificação dos estudantes de Medicina e o trabalho feito no curso. “A Anasem avalia competências. O curso daqui surgiu já de acordo com o modelo nacional das diretrizes curriculares, como o destaque para a atenção básica, por exemplo. O resultado retrata o trabalho que tem sido feito aqui”, disse.
A estudante do 4º semestre de Medicina, Luíza Alencar Moura, 19, que participou da prova, avalia que o resultado foi positivo. “A gente escuta que o pessoal está saindo daqui [Faculdade de Medicina] muito bem, com espaço nas residências, por exemplo. Os alunos são muito guerreiros, e a universidade tenta ajudar sempre, por mais que tenham empecilhos burocráticos”.
Medicina
O curso de Medicina da UFCA iniciou as atividades em 2001, em Barbalha, ainda quando pertencia ao campus Cariri da Universidade Federal do Ceará. Atualmente conta com 77 professores e 428 estudantes. Na região do Cariri, tem convênio com quatro hospitais para atuação dos discentes: São Vicente e Fundação Otília Correia Saraiva (Santo Antônio e Hospital do Coração), em Barbalha; Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte; e Hospital São Francisco, em Crato.
Durante os seis anos de curso, os estudantes têm a oportunidade não só de participar das aulas teóricas, práticas e internatos, mas também de atuar em projetos de Pesquisa, Ensino, Extensão e Cultura, fortalecendo uma formação acadêmica mais completa.
Anasem
A prova é composta por 60 questões objetivas e três questões discursivas. Os desempenhos nas questões objetivas são baseados em três níveis de proficiência – básico, adequado e avançado no qual visa medir as competências estruturais e habilidades dos participantes. A avaliação realizada em 2016 foi apenas com os estudantes do 2º ano do curso de medicina. Será realizado sequencialmente no 4° ano do curso e no 6° ano.
Os dados foram divulgados no final de março pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CDL Crato e parceiros lançam projeto Revitalização do Centro Comercial do Crato Na próxima quarta-feira, às 19 horas, o Sebrae/C...