quarta-feira, 12 de abril de 2017

Hemoce na região do Cariri convoca doadores para manter estoque


O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) pede o apoio da população para realizar a doação voluntária de sangue. A medida pretende manter o estoque no feriado da Semana Santa, que este ano acontecerá de 14 a 16 de abril. Até a próxima quinta- -feira (13), a meta é captar nove mil bolsas, sendo quatro mil no interior do Ceará. A diretora do Hemoce de Crato, Fabíola Alencar, lembra que a Semana Santa é considerada um dos feriados mais violentos, o que aumenta a demanda por bolsas de sangue neste período. “Muita gente aproveita o feriado prolongado para viajar, curtir em clubes. Infelizmente, alguns fazem a combinação álcool e direção, o que acaba resultando em acidentes e, consequentemente, no aumento da demanda por bolsas de sangue. Atendemos 44 hospitais da região. É um número alto e precisamos garantir um estoque estável para o feriado”, explica Fabíola Alencar.

Para conseguir atingir a meta, o Hemocentro do Crato e o Hemonúcleo de Juazeiro estão intensificando as coletas externas. “Estamos pedindo a colaboração da mídia para que lembre a sociedade o quanto é importante esse ato de amor ao próximo e também estamos realizando coletas externas em empresas e faculdades. Além da Semana Santa, em maio, o Hemoce costuma vivenciar um período crítico a partir do mês de maio, devido às festas no Cariri. Estamos em alerta e pedimos o apoio da população”, salienta Fabíola Alencar.

Para ser um doador de sangue, basta estar saudável, bem alimentado, pesar mais de 50 kg, ter entre 16 e 69 anos e apresentar um documento oficial com foto. Os menores de idade só podem doar sangue com consentimento formal do responsável legal. O termo de consentimento, disponível em toda a hemorrede estadual e no site do Hemoce, deve ser preenchido e assinado pelo candidato à doação e por seu responsável legal, e anexada uma cópia de documento oficial com foto do representante legal.

Além destes pré-requisitos, o voluntário não pode ter contraído doença de Chagas, Aids, sífilis e hepatite após os 10 anos. É indispensável que o candidato à doação compareça bem alimentado. Em se tratando das gestantes e lactantes, não é permitida a doação. Já quanto aos doadores que repetirão o procedimento, estipula-se um intervalo de dois meses para os homens e três para as mulheres. (Jornal do Cariri)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ministério da Fazenda autoriza aumento das tarifas de serviços dos Correios Matéria   14:12:00     Brasil O Ministério da Fazend...