quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Secretariado de Camilo: Lúcio assume Infraestrutura. Maia, Planejamento, e Jesualdo comanda Cidades


Secretariado de Camilo: Lúcio assume Infraestrutura. Maia, Planejamento, e Jesualdo comanda Cidades



O governador Camilo Santana (PT) continua com as mudanças no primeiro escalão da administração estadual e convidou o atual Secretário das Cidades, Lúcio Gomes, para assumir a Secretaria de Infraestrutura do Estado. Com a saída de Lúcio, a Cidades fica com o ex-reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), professor Jesualdo Farias. O ex-vice-governador Maia Júnior, que é do PSDB, foi convidado e aceitou a Secretaria de Planejamento.

A 72 horas de uma viagem para o exterior, Camilo Santana tenta acelerar as mudanças no secretariado. As mudanças começaram na semana passada com a posse do delegado da Polícia Federal André Costa na Secretaria de Segurança Pública e da procuradora aposentada Socorro França na Secretaria de Justiça. Até a próxima sexta-feira, outras mudanças no primeiro escalão do Governo do Estado poderão ser anunciadas.

Irmão de Cid, Ciro e Ivo, Lúcio topou o desafio de comandar a poderosa Secretaria de Infraestrutura e, em suas mãos, estarão importantes obras como o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) em Fortaleza e a recuperação e construção de estradas estaduais. Para o lugar de Lúcio, Camilo Santana convidou o professor Jesualdo Farias para a Secretaria de Cidades. Entre as mudanças, a de maior repercussão, no entanto, é a entrada do tucano Maia Júnior para o Governo do Estado.

Filiado ao PSDB, Maia é identificado com o senador Tasso Jereissati, mas, pelas informações de bastidores, teria ido por decisão pessoal para a Secretaria de Planejamento. Nessa área, Maia terá como uma das missões elaborar e viabilizar projetos de PPP (Parceria Público Privada).

O surgimento do nome de Maia Júnior como possível secretário de Camilo Santana gerou uma série de especulações e avaliações sobre a repercussão do convite para o tucano. Líderes de oposição acenderam a luz amarela porque a ida de Maia Júnior para o governo poderia significar a saída do PSDB do bloco partidário que, em 2014, apoiou a candidatura do senador Eunício Oliveira ao Governo do Estado. Entre os tucanos, Maia, em aceitando o convite de Camilo, o faria por decisão pessoal e não como representando do PSDB. Maia ainda não pediu desfiliação do PSDB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Realizada em Campos Sales e Salitre, IV SEMANA DA MATEMÁTICA DA URCA

De 12 a 14 de dezembro, a unidade da URCA de Campos Sales, realizou a IV SEMANA DA MATEMÁTICA DA URCA, com o tema: A MATEMÁTIC...