quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Em primeiro encontro com o clero, dom Pastana apresenta um panorama da diocese de Crato e os novos vigários forâneos


 
Este foi o primeiro encontro de dom Gilberto, após
sua nomeação como bispo diocesano, com
o clero. FOTO: Patrícia Silva
Há um dia após iniciar, oficialmente, o ministério pastoral na Diocese de Crato, Dom Gilberto Pastana se reuniu nesta segunda-feira, 02, com os padres e diáconos permanentes, colaboradores no projeto de evangelização.Na pauta foi apresentado um panorama de tudo aquilo que ele observou na diocese, através de suas visitas aos padres, as realidades pastorais, os movimentos, os serviços, aquilo que é positivo, o que merece atenção e precisa ser discutido, para que haja melhorias, assim como o que é louvável, sempre buscando ouvir os padres, de modo que haja um diálogo. A apresentação dos novos vigários forâneos também fez parte da programação.“O objetivo deste encontro de hoje é tentar compreender o todo da diocese, o que temos e o que somos. Os recursos materiais, digamos assim, que devem ser usados sempre na pastoral, uma visão geral daquilo que nós encontramos na diocese, como também nas paróquias, e os nossos recursos humanos, diante do desafio do plano pastoral. Então é necessário que nós tenhamos uma homogeneidade entre nós e uma linguagem, para que a gente compreenda a casa onde está morando”, explicou.Para o vigário paroquial da Paróquia Menino Jesus de Praga, de Juazeiro do Norte, e coordenador da Pastoral Diocesana da Comunicação, Pascom, Padre Aureliano Gondim, o novo bispo já tem demonstrado o quanto está atento e sensível, colocando-se à disposição do trabalho e buscando uma “colegialidade” com o todo o clero.“É um encontro importante e demonstra, realmente, o quanto ele quer trabalhar em favor da diocese e em prol do povo de Deus. Destaco, também, a questão de ele se colocar à disposição para trabalhar em comunhão com o clero. Ele ouvindo os padres e vendo a realidade de cada paróquia, observando com atenção e com carinho de pastor, agora coloca tudo isso à disposição. Muito temos a fazer, ele disse isso pra nós. Então é um momento muito bom, muito louvável”, considerou.Padre Paulo Costa, administrador paróquia da Paróquia Nossa Senhora das Angústias, de Tarrafas, sublinha o que considera “duas coisas primordiais da reunião”: estabelecer uma interação e uma ligação entre os padres e diáconos permanentes e lançar um olhar à realidade diocesana, vislumbrando novos horizontes.“Este é o primeiro contato com aquele que é sinal da unidade e da comunhão para a Igreja diocesana e com aqueles que são seus colaboradores mais diretos no projeto da evangelização, isto é, nós padres e também os diáconos permanentes. Neste primeiro encontro nós temos a possibilidade de ver quais são os horizontes que ele aponta pra o seu ministério, para o seu pastoreio em nossa diocese, e perceber um pouco do coração do bispo, como ele se sente e como ele lança um olhar sobre a diocese, como ele analisa nossa realidade”.As regiões forâneas da diocese, isto é, o conjunto de paróquias próximas territorialmente (Juazeiro e Barbalha, por exemplo) tem novos vigários, grupos de padres responsáveis pela motivação e o favorecimento dos trabalhos pastorais mediante uma ação em comum. Os novos padres forâneos foram indicados pelos representantes das paróquias (párocos e vigários) por 2 anos, que por sua vez, representam aquele território, ou seja, a forania junto ao conselho presbiteral.Os novos vigários forâneos estão assim constituídos:Forania I (que compreende as paróquias da cidade de Crato): Padre José Ricardo, de Ponta da Serra.Forania II (Barbalha, Juazeiro do Norte e Caririaçu): Padre Luciano Pinheiro de Brito, da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, de Juazeiro do Norte.Forania III: (Brejo Santo, Barro e do distrito de Iara, Mauriti e Palestina, distrito, Missão Velha, Jamacaru, Milagres, Brejo Santo, Abaiara, Jati, Jardim e Penaforte, Porteiras): Padre Elias Ribeiro Neto, Paróquia Imaculado Coração de Maria, de Abaiara.Forania IV (Farias Brito, Granjeiro, Ipaumirim, Quitaiús, Baixio, Umari, Várzea Alegre, Mangabeira (distrito), Lavras da Mangabeira e Aurora): Padre José Fabiano, Paróquia Nossa Senhora do Rosário, de Quitaiús.Forania V (Campos Sales, Tarrafas, Assaré, Altaneira, Antonina do Norte, Araripe, Salitre, Potengi, Nova Olinda e Santana do Cariri): Padre Paulo Costa, Paróquia Nossa Senhora das Angustias, de Tarrafas.                                     (Diocese de Crato)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Petrobras anuncia revisão de reajustes no preço do gás

Após a disparada nas cotações do gás de cozinha – que subiram 84% para os distribuidores só este ano, dos quais 70% desde o início de junho ...