terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Banco antecipa saque de conta inativa do FGTS




COM JUROS


O Santander já liberou a antecipação para seus clientes. O Banco do Brasil disse que está estudando o assunto



00:00 · 17.01.2017


O governo informou que anunciará em fevereiro um calendário de saque com base na data de nascimento dos trabalhadores ( FOTO: NEYSLA ROCHA )

São Paulo. Uma das medidas anunciadas pelo governo federal no fim do ano passado para estimular a economia do País, os saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ainda não foram liberados, e o calendário só deve ser divulgado em fevereiro. No entanto, algumas instituições financeiras lançam ou avaliam disponibilizar serviços que antecipam o valor para os correntistas, com cobrança de juros.

LEIA MAIS

.Bradesco lidera ranking de queixas

Ontem (16), o Santander anunciou que vai antecipar para seus clientes o saldo disponível nas contas inativas do FGTS. A linha já está disponível nas agências e nos canais eletrônicos do banco. Conforme o banco Santander, o valor correspondente ao saldo do FGTS será liberado em até 24 horas na conta corrente, e o pagamento será feito em uma única parcela, na data em que o valor for liberado pelo governo. O banco informou ainda que também existe a possibilidade de liquidação antecipada do empréstimo, com abatimento de juros. A taxa do financiamento varia de 2,59% a 4,59% ao mês.

O Santander não exigirá garantias adicionais. O cliente informará o valor que tem nessas contas e o recurso será disponibilizado, desde que dentro de seu limite de crédito.

Em estudo

Outros bancos também avaliam antecipar o saldo do FGTS para seus correntistas. Exemplo disso é o Banco do Brasil, que disse ainda estar estudando o assunto e, caso haja definição em liberar a linha de crédito com tal finalidade, fará uma ampla comunicação da decisão aos clientes e à imprensa. O Bradesco também disse que está avaliando a liberação antecipada do valor do saldo das contas inativas do FGTS.

Calendário

O Ministério do Planejamento informou que anunciará em fevereiro um calendário de saque com base na data de nascimento dos trabalhadores.

Com potencial para injetar até R$ 30 bilhões na economia, a medida permitirá que cerca de 10,2 milhões de trabalhadores retirem todo o saldo das contas inativas até 31 de dezembro de 2015. As contas inativas são aquelas que não recebem mais depósito do empregador porque o trabalhador foi demitido ou saiu do emprego.

Mudança

Antes do anuncio feito pelo governo em dezembro do ano passado, a regra estabelecia que os trabalhadores com carteira assinada só podiam sacar até R$ 1 mil de contas inativas caso estivessem desempregados por pelo menos três anos ininterruptos. Com a mudança realizada pelo governo, o empregado poderá retirar todo o saldo, desde que tenha saído do emprego até 31 de dezembro de 2015. Segundo o governo, 86% das contas inativas do FGTS têm saldo inferior a um salário mínimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Câmara de Vereadores Homenageia Radio Cidade AM de Campos Sales pelo seu aniversario

COMUNICADO CONEXÃO: estivemos na sessão desta sexta-feira feira, 18 de agosto, da Câmara de vereadores. Fomos falar sobre os 32 anos da rádi...