terça-feira, 4 de abril de 2017

Situação dos reservatórios do Ceará ainda preocupa, diz Funceme



As chuvas registradas nos últimos dias no Ceará têm se concentrado, principalmente, nas Regiões Norte e Noroeste, o que não favorece a recarga dos reservatórios, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Os 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh) têm capacidade para armazenar 18,64 bilhões m³ mas estão com apenas 2,06 bilhões m³, o que representa 11,07% da capacidade total.


Nos três meses deste ano, as chuvas possibilitaram um aporte de 942,28 milhões de m³ nos reservatórios. Ainda assim, do total de açudes, apenas sete atingiram a capacidade máxima de armazenamento (Acaraú Mirim, Caldeirões, Cauhipe, Itaúna, Maranguapinho, São Pedro Timbaúba, Tijuquinha e Valério), 109 estão com volume abaixo de 30%, 43 estão em volume morto e 18 permanecem secos.


Nas últimas 24 horas, foram registrados aportes em 84 açudes, destacando-se os açudes Acarape do Meio, Angicos, Aracoiaba, Araras, Ayres de Sousa, Banabuiú, Castanhão, Caxitoré, Cedro, Edson Queiroz, Frios, General Sampaio, Jaburu I, Orós, Pedras Brancas e Pentecoste. Este aporte permitiu que o açude Nova Floresta deixasse de estar seco.


Nestes açudes, no último dia, houve um aumento de 22 mil m³ no volume armazenado. Considerando a estimativa do volume evaporado e o volume liberado neste período, podemos afirmar que houve um aporte de 23.974.054 m³.


Até às 14h desta segunda-feira (3), a Funceme registrou chuvas em 91 dos 184 municípios cearenses. As maiores precipitações foram registradas em Orós (93 mm), Mombaça (92 mm), Cedro (81 mm), Moraújo (73 mm), Orós (71 mm), Meruoca (71 mm), Jaguaruana (65 mm), Pereiro (62 mm) Ererê (60 mm) e Jijoca de Jericoacoara (58,1 mm).


G1CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aposentado já pode consultar 1ª parcela do 13º salário O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começou a liberar nesta sext...