segunda-feira, 10 de abril de 2017

Educação lança projeto de leitura e produção textual para centenas de pais e alunos em Fronteiras


“Nas asas da leitura, escrevo meu futuro”.Esse é o tema do Projeto de Leitura e Produção Textual da Educação lançado na manhã deste sábado (8), nas escolas da rede Municipal de Ensino, em Fronteiras. O evento, que marca o início da execução do projeto, reuniu gestores e cerca de 1500 pais de alunos, convidados e a comunidade em geral.

Simultaneamente o momento aconteceu em todas as escolas da zona urbana e rural e reflete a importância da gestão em contribuir para que todos os alunos (da Educação Infantil ao Ensino Fundamental – II) ampliem seu universo de aprendizagem, no mundo da leitura e da escrita e nele atue não apenas como leitores, mas como alguém que faz da comunicação a sua tônica de vida.

No lançamento do projeto, em umas das escolas, a Unidade Escolar José Aquiles de Sousa, “Sousão”, a prefeita do município, Maria José Ayres de Sousa, demonstrou total apoio e como educadora enfatizou a educação como ferramenta de desenvolvimento de qualquer ser humano. “Na qualidade também de educadora, eu me sinto cada vez mais na obrigação de participar e contribuir com estes eventos, onde a nossa educação está vivendo hoje esse projeto da leitura. É de grande relevância a importância deste projeto para nossas crianças, pois a leitura engrandece a vida das pessoas”.



A prefeita enfatizou ainda que a gestão se encontra empenhada para levar avante as nossas crianças, para que possam chegar ao 3º grau com as ideias mais organizadas para quando forem prestar um vestibular que se deparem com a redação, não se assustem, mas a faça bem feita. “É preciso também que os pais incentivem o hábito da leitura nos seus filhos. Quero dizer que podem contar com a prefeitura de Fronteiras em toda e qualquer circunstância que venha para elevar a educação do nosso município.”, disse.

A secretária municipal de Educação, Verônica Maria Pereira Ribeiro, em entrevista destacou os desafios e dificuldades encontradas pela a atual gestão e apontou o projeto de leitura e produção textual como uma ação de desenvolvimento da educação municipal. “É através da educação que existe as transformações. Assim como também é através da leitura que melhoramos a fala, a escrita. A leitura é primordial nos dias de hoje, pois é algo que possibilita muita informação e também é algo prazeroso quando se tem o hábito”, disse.



A secretária também anunciou conquistas e elencou outras ações na pasta. “Estamos implementando algumas mudanças e propondo um novo formato em alguns aspectos para que o trabalho pedagógico possa se fortalecer ainda mais e garantir bons resultados”. Dentre outras, citou que as escolas do campo foram totalmente reformadas e ampliadas. “De início tivemos que cuidar mais da escolas do campo, porque existia uma grande diferença em estruturas entre as escolas da zona urbana com as das zona rural, e nós preocupados com a questão da segurança, do bem estar e de melhorias, efetivamos uma reforma onde as merendas escolares são armazenadas nas próprias escolas e servidas aos alunos, o que antes não aconteciam. Antes as merendas eram feitas nas casas das merendeiras, isso não pode acontecer mais nos dias de hoje. Estamos criando condições para que as crianças gostem de estarem na escola. Dificuldades existem e sempre existirão, mas devemos trabalhar para sana-las.”, disse.

O Projeto foi elaborado e está sendo coordenado pelo Prof. Augusto Soares, Licenciado em Letras/Português e Especialista em Literatura e que atualmente integra a equipe da Secretária Municipal de Educação. Durante sua fala em uma das escolas, Augusto apresentou os objetivos do projeto, a sua metodologia e avaliação e explicou que o projeto foi também idealizado para ser trabalhado aos sábados letivos, por conta do atraso em iniciar o ano letivo nas aulas por motivos óbvios e justificáveis, que foi a reforma das escolas do Campo.



“A leitura é uma forma de viajarmos sem sair de casa, e o próprio título desse projeto sintetiza muito bem isso, que é:´Nas asas da leitura escrevo meu futuro. Quando a gente se deixar fascina pela leitura e voa alta, a gente consegue escrever o nosso futuro. A leitura traz vários benefícios a nossas vidas, sem contar que a leitura é um exercício do cérebro. Estamos vivenciando uma época em algumas pessoas estão se preocupando em exercitar os músculos sem se preocuparem em exercitar o cérebro. A leitura é o meio para exercitar o cérebro” disse.



Augusto reforçou o objetivo do projeto. “É fazer que os alunos da Rede Municipal de ensino de Fronteiras, desde da creche ao 9º ano, possam a partir do contato com a leitura, desenvolver a oralidade e a escrita. Para assim realizarmos as oficinas de leituras e produção textual”.

O professor disse que idealizou o projeto, mas que o mesmo só está se realizando por conta do aval da prefeita, com as parcerias da diretoras, das professoras e coordenadoras das escolas, e sobre tudo com o apoio dos pais. “Iremos colher os frutos deste projeto no decorrer do seu desenvolvimento, e vamos apresentar a síntese destes resultados na culminância que está prevista para se realizar no dia 21 de julho”, finalizou.



A diretora da Unidade Escolar José Aquiles de Sousa, “Sousão”, a professora Maria das Graças da Silva, explicou a importância da ação. “Toda equipe pedagógica da escola está empenhada no desenvolvimento do projeto, integrando ações e práticas que melhorem significativamente o

Dentre os destaques do evento, as amostra do projeto com jograis, dramatização de poemas e encenação de alguns contos. Uma apresentação denominada as ´borboletinhas´ pelos alunos do 1º ano encantou a todos no “Sousão”. Um apólogo de uma obra de Machado de Assis e várias outras apresentações marcaram o evento nas demais escolas.

Durante quatro meses os alunos terão oportunidades de desenvolver à escrita e a produção textual e em uma grande culminância que acontecerá no dia 21 de julho, último dia letivo do primeiro semestre de 2017 apresentarão os trabalhos realizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aposentado já pode consultar 1ª parcela do 13º salário O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começou a liberar nesta sext...