quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Escola de Reriutaba inova no ensino de matemática

Escola de Reriutaba inova no ensino de matemática
Município avança sobre índices de anos anteriores e fica entre as maiores notas a partir de novos projetos


 por Marcelino Júnior - Colaborador
Hipermercado criado pelo viés pedagógico tem refletido na educação ( Fotos: Marcelino Júnior )O projeto consiste em uma atividade interdisciplinar que trabalha português e matemática do 3º ao 5º Ano do Ensino Fundamental da Escola Deputado Manoel Rodrigues
Reriutaba. Este município obteve, no último levantamento do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece), o 3° lugar geral e o 1° lugar na disciplina de matemática. O resultado, bem acima da média apresentada até 2013, foi possível, com a ajuda de projetos pedagógicos e jogos lúdicos, que chamaram a atenção dos alunos, principalmente para o universo da matemática, antes considerada por eles como o "bicho papão" da escola, responsável pelo baixo rendimento de muitos deles.
As brincadeiras com números, dentro da sala de aula, passaram a fazer parte do cotidiano das crianças do 3° ao 5° Ano, somadas ao conhecimento que cada aluno trouxe de casa e da própria comunidade, compartilhados durante o aprendizado. E uma das atividades que vêm contribuindo para a melhor compreensão em relação ao conteúdo ensinado é o "Hipermercado em Sala de Aula".
O projeto consiste em uma atividade interdisciplinar que trabalha português e matemática do 3° ao 5º Ano do Ensino Fundamental, e foi desenvolvido quando as turmas iniciaram uma pesquisa de preços no comércio local, seguida da seleção de produtos, montagem do supermercado, colocação de preços nas mercadorias e início das atividades, que colocaram a Escola Deputado Manoel Rodrigues em destaque estadual, além de elevar a autoestima, não apenas de alunos e professores, mas de todos que fazem parte direta ou indiretamente da educação das crianças.
Primeiro lugar no pódio
É no distrito de Amanaiara, a cerca de 10 quilômetros da sede do município, que se localiza a Escola Deputado Manoel Rodrigues, com 104 alunos, e campeã do Spaece, à frente dos outros 183 municípios cearenses. A coordenadora de matemática do Ensino Fundamental I, no município, Carla Simone Albuquerque, explica que a nova atividade tem ajudado, inicialmente, no uso prático da matemática nas relações diárias.
" Essa ideia surgiu para explorar o uso prático da matemática no dia a dia das crianças. Quando participavam das aulas de cálculo, muitos alunos perguntavam quando iriam usar aquele aprendizado na vida. A partir dessa observação, desenvolvemos o projeto, mostrando a importância e a praticidade da matemática para o cotidiano deles " afirmou a educadora.
Um dos objetivos do Hipermercado em Sala de Aula, é trabalhar as relações de compra e venda, contribuindo para a formação de valores e ajudando a criar hábitos de compra mais conscientes, entre as crianças.
"Quando eles fazem as atividades dentro do hipermercado, os professores entregam uma lista de compra da semana e o dinheiro para que eles realizem essa transação. Alguns, no começo, iam direto comprar biscoitos, chocolates, mas depois perceberam que ficavam sem dinheiro para os itens da cesta básica, como arroz e feijão. Com isso, eles passam a ter noções de valor do dinheiro", detalha a educadora Carla Simone.
Aprendizado
A inclusão de jogos e brincadeiras lúdicas fez toda a diferença na aprendizagem, principalmente do 3º ao 5º ano, trabalho desenvolvido desde 2011. Hoje, a taxa de acertos no uso das quatro operações com alunos do 5° Ano subiu 36%, se comparado ao primeiro ano de implantação do projeto.
O aluno Elias Costa Pinto, de 10 anos, diz que o aprendizado trouxe mudanças importantes, não somente por passar a gostar de matemática, mas na hora de ajudar com as compras. "Eu aprendi a observar o prazo de validade dos produtos, ajudo minha mãe a comprar o que realmente é importante para casa, e gosto de acompanhar na hora de calcular o que foi comprado, com isso eu aprendo mais".
Bruno Gabriel Ribeiro de Araújo, também de 10 anos, viu o medo de matemática ir desaparecendo aos poucos, à medida que o 'hipermercado" ia sendo montado por ele e os outros colegas de sala. A aula prática ajudou a criar uma certa intimidade com as operações matemáticas, que antes não existia, além de ajudar a ir além de uma simples conta. "Antes eu só pedia para meus pais comprarem o que eu queria. Agora, eu ajudo a escolher o que é necessário, sempre observando o preço dos produtos, comparando todos, e participando mais na hora de comprar", afirmou.
Os índices de crescimento iniciaram com o trabalho realizado no ano de 2005, que, aos poucos, evoluiu ao patamar que se encontra hoje. A evasão escolar considerada alta, foi baixando para números mais aceitáveis com média de 10%, e continua caindo, segundo levantamento da Secretaria de Educação de Reriutaba, que possui 26 escolas e duas creches. São cerca de 4 mil alunos atendidos, num lugar em que, em média, 50% de seus moradores vivem da agricultura familiar. O analfabetismo funcional, quando a pessoa não compreende textos simples e nem consegue fazer operações matemáticas, segundo dados da Secretaria, também caiu de 30% para 10%, ao longo dos anos.
Bons resultados
Além dos bons números no Spaece, que avalia o desempenho de estudantes do 2° ao 5° Ano, em todo o Estado, o nível de proficiência, conjunto de melhorias na educação em cada um dos municípios participantes, também é observado.
Na escala de proficiência que vai de 0 a 400, o município subiu de 268 para 299. Segundo a coordenadora de matemática do Ensino Fundamental I, Carla Simone Albuquerque, "os professores também tinham uma certa dificuldade em tornar a aula de matemática mais atrativa, mas com o lúdico e os jogos, pudemos reverter essa situação e evoluir".
Reriutaba também é destaque no Escola Nota Dez, que incentiva a competitividade entre estados e municípios, com premiação para àqueles que apresentem os melhores projetos sociais, culturais e esportivos, no combate à evasão escolar, promovendo a melhoria na qualidade do ensino. Das 150 escolas avaliadas no ano passado, cinco delas, são de Reriutaba, que pretende ampliar esse número, com o resultado da última avaliação, esperado para este mês de setembro.
Para o secretário de Educação, Francisco Braga, "esses resultados são a somatória de um esforço conjunto, que tem ganhado força e melhorado nosso desempenho, não apenas quando se fala em índices ou números, mas em autoestima. O município tem chamado atenção por conta desse compromisso que abraçamos para superar nossos problemas, e elevar o nível de aprendizado entre nossas crianças", disse.
A contribuição dos alunos da Escola Deputado Manoel Rodrigues, também soma pontos na hora de medir o Índice de Desenvolvimento da educação básica (Ideb), criado para avaliar, a cada dois anos, a qualidade do aprendizado nacional, no que diz respeito ao ensino básico, e estabelecer metas para a melhoria desse ensino.
A escala varia de 0 a 10 pontos, e o diagnóstico ajuda na priorização de políticas públicas de distribuição de recursos financeiros, pedagógicos e tecnológicos.

De acordo com o Ideb, a escola de Amanaiara apresentava 3,8 pontos em 2009; passando para 5,1 (2011) e avançando para 6,8 (2013), ficando bem acima da média do município (5,7), do Ceará (5,0) e do Brasil (5,2) naquele ano. Para o diretor Francisco Fabiano da Silva, o êxito é coletivo. "Essa é a concretização de um intenso trabalho", afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Petrobras anuncia revisão de reajustes no preço do gás

Após a disparada nas cotações do gás de cozinha – que subiram 84% para os distribuidores só este ano, dos quais 70% desde o início de junho ...