terça-feira, 23 de maio de 2017

Nova linha de crédito financia mini e microgeração de energia solar a agricultores familiares

Agricultores familiares atendidos pelo Banco do Nordeste dispõem de nova linha de crédito voltada para implantação de sistemas de micro e minigeração de energia solar, o Agroamigo Sol. Com a metodologia do microcrédito orientado, os financiamentos beneficiarão principalmente pequenas propriedades rurais, com operações de até R$ 15 mil, com direito a bônus de adimplência e vantagens especiais para empreendimentos localizados em regiões do Semiárido.
Os recursos podem ser aplicados em obras de melhorias nas propriedades, como sistemas de bombeamento, irrigação e dessalinização de água, além de eletrificação de cercas. A micro e minigeração de energia solar também pode beneficiar comércios de pequenas e médias cidades do interior do Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo, contribuindo para a redução dos gastos com energia elétrica em iluminação e utilização de máquinas e eletrodomésticos, a exemplo de freezer para armazenamento de produtos.
"O Agroamigo Sol é uma importante ferramenta na missão do Banco do Nordeste de contribuir para a melhoria de vida das pessoas no campo, celeiro de grande parte dos alimentos que são consumidos no país. Com essa linha de crédito, os produtores rurais passam a ter acesso facilitado à geração de energia solar, garantindo uma produção ainda mais competitiva e ambientalmente mais correta", afirmou o superintendente de Microfinanças e Agricultura Familiar do BNB, Alex Araújo.
A nova linha de crédito será lançada no próximo dia 24, às 10h, na sede do Banco do Nordeste, em Fortaleza (CE), com a participação do presidente do BNB, Marcos Holanda. No Ceará, o lançamento será no miniauditório do Centro de Treinamento da sede do Banco do Nordeste (Av.Silas Munguba, 5700, Passaré), em Fortaleza.
Microcrédito
O Agroamigo Sol encaixa-se na família de produtos do programa de microcrédito rural do Banco do Nordeste, o Agroamigo, lançado em 2005. Voltado para produtores atendidos pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), o Agroamigo já beneficiou 1,7 milhão de produtores em todo a região Nordeste e norte dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo.
Foram mais de 3,7 milhões de operações contratadas desde a criação do programa, que totalizam R$ 10,3 bilhões em crédito concedido. Atualmente, o Agroamigo dispõe de 1,1 milhão de clientes ativos e carteira ativa de R$ 3,7 bilhões com taxa de adimplência de 94,7%. A maioria das operações (69%) beneficiam produtores rurais localizados em áreas de Semiárido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLUNA DO CARLOS...O QUE PENSO... 16.10.17

COLUNA DO CARLOS... O QUE PENSO... É comum eu ser abordado, nas conversas com amigos, talvez pelo fato de eu estar no rádio e trabalh...