segunda-feira, 15 de maio de 2017

Casos de dengue continuam aumentando no Ceará

A doença afeta mais pessoas entre 15 e 49 anos e mais da metade das vítimas são mulheres

15:38 · 14.05.2017 / atualizado às 15:55
dengue
Boletim ainda mostra que foram confirmados 6.217 casos de chikungunya no Estado até a 16ª semana neste ano
O número de casos confirmados de dengue no Ceará continuam com tendência crescente. Conforme dados parciais do boletim de arboviroses divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa) na última sexta (12), foram notificados 32.682 casos de dengue no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), correspondendo a uma taxa de incidência no Estado de 364,6 casos por 100 mil habitantes, distribuídos em 96,1% (177 de 184) dos municípios.

O documento mostra um aumento dos casos notificados a partir da terceira semana do ano, registrando dois picos nas décima e na décima segunda semanas, com 27,8 e 30,7 casos por 100 mil habitantes, respectivamente. A partir da 14ª semana, houve uma redução nos casos, que pode estar associada à intensa circulação da Chikungunya.

É possível observar, ainda, que os casos confirmados estão distribuídos em todas as faixas etárias, mostrando uma concentração de 65,7% dos casos nas idades entre 15 e 49 anos. Além disso, 53,5% dos casos atingiram o sexo feminino.

Sobre a dispersão do vírus da dengue no Estado, nas primeira semanas do ano, os municípios de Alto Santo e Iracema tinham incidência dos casos confirmados acima de 300 por 100 mil habitantes. Já na 19ª semana, Alto Santo, Brejo Santo, Farias Brito, Iracema e Tabuleiro do Norte registraram as maiores incidências.

Casos graves e óbitos

Em 2017, até o dia 12 de maio, foram confirmados 49 casos de dengue com sinais de alarme (DCSA) ocorridos nos municípios de Alto Santo, Brejo Santo, Caucaia, Crato, Fortaleza, Piquet Carneiro, Russas e Tabuleiro do Norte.

Seis casos de dengue grave foram confirmados, destes, três foram a óbito, sendo um do sexo feminino e dois do sexo masculino, com idades de 51 e 71 anos (dois casos), ocorridos nos meses de janeiro, fevereiro e abril, residentes nos municípios de Fortaleza, Maracanaú e Tabuleiro do Norte.

Até a 19ª semana, a incidência de casos notificados para as três arboviroses (Dengue, Zika e Chikungunya) é de 844 casos por 100 mil habitantes, distribuídos em 96,1% (177/184) dos municípios, caracterizando um cenário epidêmico no Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tarifa de água e esgoto terá aumento médio de 12,9% no Ceará Matéria   18:46:00     Ceará A tarifa dos serviços de água e esgoto...