segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Giovane Guedes é eleito prefeito de Araripe

PLEITO SUPLEMENTAR

A eleição foi marcada por um alto índice de abstenção, de 33,89%. Mais de 5.800 pessoas deixaram de ir às urnas
 por Elizangela Santos - Colaboradora
Após a divulgação do pleito, o novo gestor de Araripe, Giovane Guedes, saiu pelas ruas da cidade com seus correligionários para comemorar a vitória com quase 70% dos votos válidos ( FOTO: Elizangela Santos )
Araripe Após um período tumultuado na história política de Araripe, o odontólogo Giovane Guedes, do Partido dos Trabalhadores (PT), foi eleito ontem novo prefeito do Município. Francisco de Sales Alves de Andrade é o vice na chapa da coligação vencedora "Araripe para Todos". Eles obtiveram 7.614 votos, representando um percentual de 67,25% dos eleitores.
A eleição suplementar foi marcada por um alto índice de abstenção, de 33,89%. Mais de 5.800 pessoas deixaram de ir às urnas, das 17. 127 aptas a votar.
O prefeito eleito tomará posse no próximo dia 16 e adotará como prioridades da sua administração reorganizar o setor básico de saúde, com retomada do atendimento em postos, e a aquisição de insumos para o hospital municipal da Cidade, que está atendendo de forma deficitária à população. Ele disse que também irá requisitar do Governo do Estado carros-pipa para abastecer a zona rural de Araripe, que neste momento tem atravessado uma das piores secas dos últimos anos.
Giovane disse que, para otimizar o funcionamento da máquina administrativa, já que terá um período complexo do ponto de vista administrativo, e pouco mais de um ano, irá promover o enxugamento da máquina administrativa, sem contratações. No caso dos produtores de mandioca, ele afirma que irá buscar incentivos para impulsionar o setor, que tem principal representatividade na economia local. Duas chapas concorreram aos cargos majoritários da administração local. A disputa esteve entre Giovane Guedes e o candidato Damião Rodrigues de Alencar, presidente da Câmara Municipal, que assumiu o executivo municipal interinamente, da coligação "Para Araripe Seguir Avançando" (PSD/PP/PROS), e o vice-prefeito na sua chapa, Francisco Bosco dos Santos.
A apuração dos votos foi encerrada após às 19 horas, no cartório eleitoral da 68ª Zona Eleitoral. Às 17 horas, as urnas começaram a chegar ao local da apuração. O processo foi considerado tranquilo. A eleição suplementar foi realizada em decorrência de decisão do Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no último dia 22 de setembro, que ratificou decisão da Corte do TRE-CE, mantendo a cassação do prefeito e do vice-prefeito de Araripe, José Humberto Germano Correia e Guilherme Lopes de Alencar, por abuso do poder econômico, e determinando a realização de novas eleições.
SuspensãoO pleito deveria ter acontecido no dia 17 de maio, mas foi suspenso por decisão liminar concedida pelo ministro do TSE, João Otávio de Noronha, também derrubada pelo Pleno do TSE, em setembro. Das 64 seções com urnas, apenas dois equipamentos apresentaram problemas, mas logo contornados. O juiz da 68ª Zona Eleitoral, Marcelo Wolney Alencar Pereira, disse que por ser uma eleição atípica, é normal que a abstenção seja maior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura de Juazeiro do Norte abre processo seletivo com 222 vagas           0 12:07  ·  21.08.2017 /  atualizado  às 12:07  · 21.0...