quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Nordeste retoma estabilidade na exportação de mel





Fabricação de mel em Limoeiro do Norte, no Ceará EVILÁZIO BEZERRANordeste volta a alcançar patamar estável de exportação de mel em 2016. O volume chegou a 5,3 mil toneladas, gerando um montante de US$ 19,5 milhões em divisas. A informação foi divulgada na mais recente edição dos Cadernos Setoriais do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), órgão de estudos do Banco do Nordeste. Maria de Fátima Vidal, engenheira agrônoma técnica do Etene e autora do estudo, diz que a queda na exportação após dois anos consecutivos abriu espaço para a região Sul se tornar a maior exportadora de mel do País. “Podemos estar diante de uma nova oportunidade de crescimento das exportações do mel nordestino, uma vez que os Estados Unidos e a Europa têm elevado seus níveis de exigência em relação à qualidade do mel adquirido”, explicou.
O problema que afetou a produção no Nordeste, segundo o estudo, foi a seca. A partir de 2012 foram registradas perda de enxames (abandono de colmeias ou morte de abelhas) não somente pela falta de alimentação, mas também por conta das altas temperaturas sem o devido sombreamento.
A maioria da produção de mel do Nordeste (78,4%) é exportada para os Estados Unidos. Em relação a outras regiões do País, o volume total exportado representa 21,9%, mas já foi melhor. Em 2011, por exemplo, esse resultado chegou a ser 45% maior. O Ceará e o Rio Grande do Norte seriam os responsáveis pela queda, em função da extrema falta de chuva a que estão submetidos. O Ceará, que exportava 4,1 mil toneladas em 2011, viu esse volume diminuir para 1,2 mil toneladas ano passado. A quebra da Safra fez o Maranhão alcançar o Ceará em produção de mel, em 2015. O Ceará era então considerado o segundo maior produtor de mel da Região, mas participou com apenas 10% da fatia do mercado em 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Câmara de Vereadores Homenageia Radio Cidade AM de Campos Sales pelo seu aniversario

COMUNICADO CONEXÃO: estivemos na sessão desta sexta-feira feira, 18 de agosto, da Câmara de vereadores. Fomos falar sobre os 32 anos da rádi...