quarta-feira, 28 de junho de 2017

Agricultura Familiar é destaque


Para os organizadores, a Feceaf tem o papel de mostrar os produtos agrícolas e trazer uma mostra do que se cultiva no Interior para a Capital ( Foto: Kid Júnior )
00:00 · 28.06.2017
Iguatu. Considerado o maior evento de comercialização e exposição de produtos agrícola de base familiar do Estado, a Feira Cearense da Agricultura Familiar (Feceaf) vai ser aberta no próximo dia 30 e prossegue até 2 de julho, no Parque de Exposições Governador César Cals, em Fortaleza. Serão 350 expositores, vindos de todas as regiões do Ceará. Os organizadores esperam um público de 20 mil pessoas, nos três dias, e uma movimentação de R$ 1,4 milhão.
O evento reunirá uma diversidade de produtos orgânicos da agricultura familiar, além de exposição e venda de animais, artesanatos, funcionamento de uma casa de farinha e de um engenho, concurso leiteiro, de raça, apresentações culturais, shows musicais e uma fazendinha.
"A Feceaf vai além da comercialização dos produtos agrícolas, pois possibilita uma interação do campo com a cidade", destaca José Francisco de Almeida Carneiro, secretário de Política Agrícola da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado do Ceará (Fetraece). "Possibilita um intercâmbio cultural entre os moradores da Capital e os agricultores familiares do Interior", completou.
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são os agricultores familiares responsáveis por 70% da produção que chega à mesa dos consumidores no Brasil. "O evento vem crescendo a cada ano e, nesta edição, há novidades na programação e uma elevada participação dos pequenos produtores", disse o presidente da Fetraece, Luís Carlos Ribeiro Lima.
Para o titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Dedé Teixeira, a Feira representa a valorização da agricultura familiar, já que o setor, mesmo com os seis anos seguidos de estiagem, se encontra em crescimento, mediante o apoio do governo do Estado. "Implanta projetos que possibilitam a melhoria de vidas dos agricultores, que integram as políticas públicas da pasta. Apesar das dificuldades, o campo está produzindo", afirmou.
Para os organizadores, a Feceaf terá o importante papel de mostrar os produtos agrícolas e trazer uma mostra do que se cultiva no Interior para a Capital. O aposentado Francisco Mota, morador da cidade de Maranguape, participou o evento na edição passada. "Gostei muito. Comprei beiju, tomei caldo de cana e mostrei aos meus netos como se faz farinha e rapadura", contou.
Realização da Fetraece e SDA, conta com o patrocínio do Instituto Agropolos e apoio de entidades como Instituto para o Desenvolvimento da Economia Familiar (Idef), Empresa de Assistência Técnica e Estensão Rural do Cerará (Ematerce), Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace), Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri), Sindicatos de Trabalhadores Rurais, Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Cooperbio, Cealtru, Unicafes Ceará e Rede Cearense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Receater).
A Feceaf teve início em 2008 quando a Fetraece e a SDA fecharam parceria para o fortalecimento da produção agrícola de base familiar e cultural no campo. Neste ano, o evento completa 10 anos.
Na sexta-feira (30), a Feira será aberta ao público, às14h, com exposição, visitação e venda de produtos. A programação se estende até as 22h. No sábado e domingo, começa mais cedo, a partir das 8h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Juiz cassa diplomas de prefeita e vice-prefeito de Santana do Cariri mais uma vez

0 16:04 · 19.07.2017 / atualizado às 16:04 · 19.07.2017 por André Costa Santana do Cariri. A prefeita deste Município, Danieli de Abreu...