sábado, 10 de dezembro de 2016

Governo do Ceará premia 15 municípios por combate ao Aedes aegypti
Cidades receberam veículos para auxiliar na luta contra o mosquito. Premiação ocorreu na cerimônia de entrega do Selo Unicef Município Avançado

     Diário do Nordeste

14:36 · 10.12.2016 / atualizado às 14:49

 selo unicef

Ceará bateu recorde no número de premiados desta edição do Selo Unicef Município Aprovado ( Foto: Helene Santos )
Oitenta e dois municípios cearenses foram certificados na manhã deste sábado (10) com o selo "Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) Município Aprovado" pelo governador do Estado, Camilo Santana. As cidades - 22 a mais que na edição do ano passado -, obtiveram avanços nas áreas de Saúde, Educação, Proteção e Participação Social em direção à redução das desigualdades que afetam crianças e adolescentes das regiões.

Para esta edição do selo Unicef, se inscreveram 161 municípios cearenses, dos quais 123 foram efetivamente avaliados. Entre os 82 certificados, 15 cidades com destaque no combate ao mosquito Aedes aegypti receberam um veículo cada, doados pelo Governo do Estado, que investiu R$ 1,2 milhão na premiação. Foram agraciados com os veículos os municípios cearenses de Cascavel, Ererê, Eusébio, Frecheirinha, Ibiapina, Itaiçaba, Jaguaruana, Jucás, Maracanaú, Milhã, Parambu, Potiretama, São João do Jaguaribe, Tianguá e Ubajara.

Rui Aguiar, coordenador do Unicef no Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, avalia que o recebimento do Selo confirma que as cidades estão “fazendo o dever de casa” e isso deve ser considerado, visto que o Estado vem lidando com adversidades como a seca e a crise econômica. “Em situações de crise, crianças e adolescentes são os mais afetados. Para que eles sejam preservados dessas crises, é preciso dar atenção aos municípios”. Este é o maior número de municípios cearenses certificados em todas as edições do Selo Unicef.

Para receber a certificação, os municípios têm 29 ações estratégicas a serem desenvolvidas. Entre elas, é preciso provar a realização de, no mínimo, 19. “Essa comprovação agora é muito mais rigorosa. E essas ações estratégicas que os municípios desenvolvem têm uma prestação de contas que acontece na presença de uma pessoa do Unicef que testemunha isso”, explica Aguiar. De acordo com ele, a atuação e certificação com o Selo é considerada pelos governos federal e estadual na inclusão desses municípios em programas sociais.

Ele ressalta ainda que, com o passar das edições, indicadores que já estão consolidados vão dando lugar àqueles que ainda necessitam de reforço. “A gente continua monitorando e aí passa para um próximo desafio como no caso das criança com deficiência física terem direito à escola, que foi um dos indicadores que passou a fazer parte desta edição do Selo Unicef, além do indicador de participação política, então todo ano tem um grau de dificuldade a mais”.

O governador Camilo Santana, frisou que o Ceará bateu recorde neste ano no número de municípios premiados com o selo. “A Unicef vai completar 70 anos e tem um papel fundamental, não só no Ceará, mas no Brasil e no mundo na defesa dos direitos das nossas crianças e tem cumprido um grande papel em parceria com o estado e municípios”.

“Com todas as dificuldades econômicas, em plena Seca que o Estado está atravessando - e os municípios sofrem muito com isso - tem se destacado com essas ações, portanto tem o nosso reconhecimento, reconhecimento da Unicef, do Governo Federal e dos parceiros”, disse o governador.

Selo Unicef Município Aprovado

O Selo Unicef surgiu em 1999 no Ceará e foi expandido para os 10 estados do Semiárido brasileiro em 2005, além de outras nove cidades da Amazônia Legal brasileira em 2009. Em sua sétima edição, o projeto recebeu inscrições de mais de 1700 municípios.

No Seminário brasileiro, foram 1.502 municípios convidados em 2013, dos quais 1.134 se inscreveram e 658 seguiram na iniciativa até este ano. Os 308 municípios certificados integram o grupo dos que tiveram melhor avaliação quanto aos critérios para receber o selo.

Desenvolvimento

O professor Renan Alves, da cidade de Pacoti, veio à Fortaleza acompanhar a cerimônia de entrega do selo. Esta é a sétima vez que a cidade fica entre as agraciadas com a certificação. “A história de Pacoti mudou muito desde quando ganhamos o primeiro selo do Unicef e a educação foi avançando. Hoje, a infraestrutura da cidade e das escolas melhorou muito”, avalia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Petrobras anuncia revisão de reajustes no preço do gás

Após a disparada nas cotações do gás de cozinha – que subiram 84% para os distribuidores só este ano, dos quais 70% desde o início de junho ...