terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Massapê, Vila Nova, Queimada Nova e Caldeirão do Piauí receberão recursos do Programa Água Doce


O Programa Água Doce é uma ação do Governo Federal, conduzida pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio da Secretaria de Recursos Hídricos.
O ministro do meio ambiente, Sarney Filho, liberou nesta quarta-feira (21) a última parcela do convênio referente ao Programa Água Doce (PAD) para o Governo do Estado do Piauí. A soma dos repasses é de aproximadamente 12 milhões de reais para construção de sistemas de dessalinização em municípios do semiárido Piauiense. Nesse sentido, o presidente da Funasa, Henrique Pires, se reuniu com o secretário de recursos hídricos, Jair Tannús, para discutir a implantação do programa no Estado. A entidade responsável pela execução do convênio é o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Piauí (Emater/PI).
O Programa Água Doce é uma ação do Governo Federal, conduzida pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio da Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental, que visa atender a população rural do semiárido brasileiro com água de boa qualidade, por meio do aproveitamento sustentável de águas subterrâneas salobras e salinas, incorporando cuidados técnicos ambientais e sociais na gestão de sistema de dessalinização.
De acordo com o ministroSarney Filho, o enfrentamento da crise hídrica e da salinização do Nordeste é prioridade para o Ministério do Meio Ambiente. O ministro também declarou que no ano que vem o MMA vai ampliar o programa: “Atendendo ao pedido da população que vive no semiárido, o programa será prioridade em 2017, pois na medida em que está levando água de qualidade para a população melhora a situação de saúde”, completa.
O Programa tem o compromisso de garantir o uso sustentável dos recursos hídricos, além de promover o semiárido. Os critérios adotados para escolha dos municípios é o índice de condição de acesso a água, que leva em conta menor pluviometria; maior mortalidade infantil; maior intensidade de pobreza e IDH. De acordo com o presidente da Funasa, Henrique Pires, o PAD é uma oportunidade de inclusão social, devido ao melhoramento da qualidade de vida, além do controle de doenças.
Os municípios a serem atendidos pelo convênio 778434/2012, no estado do Piauí são:Campo Alegre do Fidalgo, Curral Novo do Piauí, Betânia do Piauí, Pedro Laurentino Acauã, Vila Nova do Piauí, Lagoa do bairro do Piauí, Caldeirão Grande do PiauíMassapê do Piauí, São Francisco de Assis do Piauí, São Julião e Queimada Nova.
Governo do Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura de Juazeiro do Norte abre processo seletivo com 222 vagas           0 12:07  ·  21.08.2017 /  atualizado  às 12:07  · 21.0...