quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

TCM foi ao Superior Tribunal de Justiça para suspender a votação da PEC


     
10:28 · 21.12.2016 / atualizado às 11:39 · 21.12.2016 por 

Sede do Tribunal de Contas dos Municípios no Ceará , no bairro Cambeba.

A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), é a relatora do pedido do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) para impedir a Assembleia Legislativa do Ceará de votar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da sua extinção.
A matéria está na pauta da Assembleia e deve ser votada no início da tarde de hoje, em razão de outras proposições que estão à frente.
Na noite de terça-feira (20), a Comissão de Constituição, Justiça e Redação aprovou, por unanimidade, a admissibilidade da matéria. Antes, no fim da tarde, o plenário da Assembleia Legislativa do Ceará rejeitou todos os recursos feitos por Roberto Mesquita (PSD) para evitar a votação da proposta. E, em razão dela, os ânimos na Casa ficaram muito exaltados.
O governador Camilo Santana é a favor da matéria, como ficou evidente no encontro dele com deputados governistas para orientar a aprovação de todo o pacote de mensagens que encaminhou à Assembleia e está em votação, até o fim do ano legislativo, nos próximos dias.
Ontem à tarde, toda a base governista estava presente à sessão extraordinária para votar os recursos contra a PEC do Tribunal de Contas e as outras matérias encaminhadas pelo próprio governador.
Na parte da manhã, na sessão ordinária, ficou mais evidente ainda como os deputados estaduais não conseguem mais conter os ânimos, e por pouco alguns não partiram para as vias de fato no meio do plenário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Petrobras anuncia revisão de reajustes no preço do gás

Após a disparada nas cotações do gás de cozinha – que subiram 84% para os distribuidores só este ano, dos quais 70% desde o início de junho ...