quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Região do Cariri se sobressai em arrecadação no Interior

ICMS
Do Miséria

O Cariri é uma das regiões que apresenta maior índice de crescimento no Estado. Sua economia abrange diversos setores, com destaque para o turismo religioso, comércio e indústria. Este último, tem despontado nos últimos anos. A região que é referência no polo calçadista nacional passou a atrair, também, grandes empresas que geram emprego e renda.

No entanto, o setor também é impulsionado por indústrias genuinamente caririenses, como é o caso da Cajuína São Geraldo, uma das cinco empresas do Cariri agraciadas no segmento indústria com o Prêmio Contribuintes 2015, pela arrecadação.

De janeiro a dezembro de 2015, o Cariri foi a terceira região do Estado com maior arrecadação de ICMS. Ao todo, foram quase R$ 290 mi, ficando atrás apenas de Fortaleza e Região Metropolitana, cuja arrecadação foi superior a R$ 9 bi, e da Zona Norte, com pouco mais de R$ 312 mi. Completam a lista a região Central (R$ 155,6 mi) e o Centro-Sul (R$ 99,1 mi).

Criada na década de 30, a Cajuína São Geraldo passou por diversos processos de evolução ao longo dos anos e, hoje, responde por um dos maiores faturamentos de Juazeiro, com quadro de funcionários composto por 384 pessoas, divididos entre efetivos, jovens aprendizes e estagiários. O gerente Felipe Leandro explica que, diante do período de retração econômica, junto à crise financeira em que vive o País, a empresa apostou na "qualidade do produto, aliada uma proposta de preço aceitável pelo público consumidor".

"Enfrentamos um ano de muitas dificuldades em todo o País e, mesmo diante deste cenário, conseguimos crescimento com abertura de novos mercados e com o aperfeiçoamento dos nossos processos gerenciais", acrescentou o gerente. A estratégia surtiu efeito e, na contramão de outras marcas, a empresa já está em processo de expansão.

"Há dois anos, trabalhamos no projeto de expansão da governança corporativa, incrementando a área industrial, com a aquisição de novos maquinários e abertura de novos mercados. O projeto é acompanhado dia a dia por todos os gestores das áreas envolvidas e, diante da perspectiva de crescimento mensurada, estamos estudando local para instalação de uma nova planta industrial", disse.

A empresa surgiu como uma pequena fábrica de bebidas alcoólicas que produzia vinhos compostos de frutas, como caju, jurubeba e jenipapo. Em 1987 a fábrica foi deslocada do centro da cidade para novas instalações, na Avenida Padre Cícero.

A Cajuína São Geraldo foi mais uma vez agraciada com o Prêmio Contribuintes, motivo de "orgulho e inspiração", conforme relata Felipe Leandro. "Receber o Prêmio Contribuintes é uma forma de entendermos que estamos no caminho certo".

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Juiz cassa diplomas de prefeita e vice-prefeito de Santana do Cariri mais uma vez

0 16:04 · 19.07.2017 / atualizado às 16:04 · 19.07.2017 por André Costa Santana do Cariri. A prefeita deste Município, Danieli de Abreu...