quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

45 açudes do Ceará estão em volume morto e 38 estão secos, diz Cogerh

     Diário do Nordeste

11:50 · 13.12.2016 / atualizado às 11:50 · 13.12.2016 por Editor

Açude Patu, no ano passado, já começava a baixar nível de água (Foto: arquivo)
Açude Patu, no ano passado, já começava a baixar nível de água (Foto: arquivo)
Senador Pompeu. Embora os dias de céu nublado que começaram a surgir no Ceará, tragam alegria e esperança de bom inverno ao cearense, a situação atual ainda é de preocupação. Os 153 açudes cearenses monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) amargam um acúmulo de 6,96%, frente a tudo o que podem acumular juntos. O Patu, deste Município da região Central, passou a integrar a cota dos açudes em volume morto.

De acordo com o boletim da Cogerh, ao todo, 45 açudes estão na mesma situação. Nos últimos dias, além do Patu o Santa Maria (em Ererê), o Figueiredo (em Alto Santo) e o Malcozinhado (em Cascavel), entraram para o rol do volume morto. Os açudes Canoas e Ema passaram a ser considerados secos, fazendo aumentar para 38 o número de reservatórios nesta situação.

Os número da Cogerh mostram que nenhum açude está com nível de armazenamento de água acima dos 90%. Atualmente, nenhum está sangrando e outros 134 estão com nível abaixo dos 30% de água

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Matos defende piso de R$ 1,6 mil para agentes de saúde

A Comissão Especial sobre Remuneração dos Agentes Comunitários de Saúde (PEC 22/11) terá reunião, hoje (16), para discutir e votar o relatór...