terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Atendimento já comprometido



Barbalha. A situação considerada crítica no HRC pode ficar ainda mais delicada diante da crise que vivem as três principais unidades de Barbalha, referências para mais de 60 municípios do Ceará e Estados vizinhos. Segundo a direção do Hospital Maternidade São Vicente de Paulo (HMSVP), Hospital do Coração do Cariri e Hospital Maternidade Santo Antônio, eles estão passando por grave crise financeira há, pelo menos, sete meses.

Leia mais

.HRC sofre desvio de finalidade
"Desde agosto passado, o hospital não recebe a verba de R$ 250 mil do SUS", afirma Antônio Ernani de Freitas, secretário-executivo do HMSVP. O não repasse, por parte do Ministério da Saúde, gerou uma dívida de R$ 1,5 mi, que afetou diretamente diversos setores, relata. "Estamos operando há meses acima do nosso teto. Atendemos mais pacientes do que a verba correspondente. Ao longo dos meses, isso acarretou grandes prejuízos. Estamos em atraso com fornecedores de medicamentos e alimentos, os médicos estão sem receber desde dezembro e a situação só piora", descreve.

Como medida "emergencial", desde ontem, os atendimentos que ultrapassem o teto financeiro do HMSVP não serão realizados e, desde o início do mês, o pronto socorro só atende urgência e emergência.

A situação é igualmente preocupante no Hospital do Coração. Segundo o diretor de projetos, Egberto Santos, o hospital tem operado com déficit mensal de R$ 90 mil frente ao teto de atendimento fixado em R$ 272 mil. "Estamos com mais de R$ 2 mi sem receber do Ministério da Saúde. O ideal seria recebermos o dobro desse teto", diz. A unidade também estuda a possibilidade de suspender o atendimento a partir de março.

Juntos, os três hospitais de Barbalha atendem cerca de 1.500 pacientes por dia. Caso suspendam os atendimentos, muitos dos pacientes devem procurar o HRC. (A.C.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ministério da Fazenda autoriza aumento das tarifas de serviços dos Correios Matéria   14:12:00     Brasil O Ministério da Fazend...